Final Four da Liga Europeia

Final Four da Liga Europeia
Final Four da Liga Europeia

9.30.2018

Barcelona conquista Taça Continental nas grandes penalidades



O pavilhão municipal de Barcelos, recebeu a final da Taça Continental, onde FC Porto e Barcelona reeditaram a final da Liga Europeia disputada no Caixa Dragão.
A equipa espanhola venceu por 6-5 após grandes penalidades.
A eficácia na finalização do Barcelona e a grande exibição de Aitor Egurrola foram determinantes para levar o jogo para as grandes penalidades
O FC Porto nos lances de bola parada não esteve em dia " sim " falhando durante o encontro três livres diretos.
Nas grandes penalidades o Barcelona foi mais forte, tendo na decisão o Barcelona apostado para isso em Sergi Fernandez como guarda redes.


De forma algo surpreendente o FC Porto apresentou no seu cinco inicial o reforço Giulio Cocco bem como na baliza Nelson Filipe.
O marcador do sofreu a seu primeira alteração aos 17' por Ignacio Alabart num remate cruzado que surpreendeu o guarda redes portista Nelson Filipe.
Tudo aconteceu segundos depois de Aitor Egurrola ter efectuado uma enorme defesa a negar o golo ao FC Porto a remate de Gonçalo Alves.
Aos 20' Nil Roca viu o cartão azul, tendo Hélder Nunes de livre direto permitido a defesa de Aitor Egurrola.
A jogar com mais um elemento o FC Porto acabou por ser de novo beneficiado com um livre direto desta vez por cartão azul mostrado ao treinador do Barcelona por protestos.
Uma vez o guarda redes do Barcelona negou o golo, desta vez a Gonçalo Alves.

Seria mesmo o Barcelona em inferioridade numérica  a marcar com Pablo Alvarez a fazer o 2-0 aos 21', mas a " queimar " o tempo Reinaldo Garcia de meia distancia reduziu para 1-2.
No ultimo minuto antes do intervalo Telmo Pinto podia ter feito o empate, mas isolado não consegue colocar  bola dentro da baliza do Barcelona.

Para o segundo tempo o FC Porto tentou chegar ao empate, mas a primeira grande oportunidade foi do Barcelona com Pau Bargallò a desperdiçar aos 11' um livre direto pela décima falta da equipa do Porto.
Aos 17' seria vez do Barcelona cometer a décima falta, tendo Giulio Cocco falhado o livre direto.
O FC Porto acabaria por chegar ao empate aos 19' numa jogada de contra ataque onde Hélder Nunes serviu Rafael Costa para a igualdade a duas bolas.
Durou pouco o empate, visto que aos 20' Marc Gual aproveitou para dentro da área com espaço marcar o 3-2.
Mas o FC Porto respondeu com Hélder Nunes segundos depois a estabelecer novo empate, agora a três bolas.
Até ao fim o marcador não sofreu alteração levando a decisão para o prolongamento.

Na primeira parte aos 4' o FC Porto teve ao seu dispor uma grande penalidade que Gonçalo Alves não conseguiu concretizar perante mais uma grande intervenção de Aitor Egurrola.
Para o segundo tempo nada de novo e resolução para as grandes penalidades

Sequência das grandes penalidades

João Rodrigues falhou
Gonçalo Alves marcou

Sergi Panadero falhou 
Daniel Oliveira falhou

Ignácio Alabart marcou
Telmo Pinto marcou

Marc Gual marcou
Hélder Nunes falhou

Pau Bargallò falhou
Reinaldo Garcia falhou

Marc Gual marcou
Gonçalo Alves falhou ( poste )

Sem comentários:

Enviar um comentário