FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

10.28.2011

Duelo de Zés... Oliveirense - OC Barcelos

José Querido e José Fernandes são treinadores com vasta experiência e sucesso no Hóquei em Patins nacional. Em comum na I Divisão de Hóquei em Patins, têm títulos conquistados no Óquei de Barcelos e, ao longo dos anos, são inúmeros os duelos que já disputaram como adversários. No próximo sábado, em Oliveira de Azeméis, pelas 15.05 horas, com transmissão na RTP 2, o Oliveirense-Óquei de Barcelos proporcionará mais um embate entre estes dois mestres da modalidade.

José Querido tem 50 anos, 22 dos quais como treinador, e esta época tem um novo desafio, em representação da Oliveirense, depois de ter orientado tecnicamente o Porto Santo SAD: «O José Fernandes é um treinador com muita experiência, títulos, vitórias e as equipas dele são sempre difíceis. São defensivamente fortes, sabem sair em contra-ataque e actuar em ataque organizado. O Óquei de Barcelos tem jogadores experientes, mas vamos, como em qualquer jogo, estar atentos , procurar uma boa exibição e lutar pela vitória», afirma José Querido, em declarações ao «site» da Federação de Patinagem de Portugal.

Em Barcelos, continua José Fernandes: tem 61 anos, é, por isso, o treinador mais velho em actividade na I Divisão, e esta época totaliza 30 anos (!) como técnico. Fernandes atribui o favoritismo ao adversário, embora sonhe com a conquista dos três pontos: «O José Querido, treinado por mim no Óquei de Barcelos, revelou-se como um profissional rigoroso, defensiva e ofensivamente, com tácticas bem definidas. As equipas costumam ser difíceis, claro que são mais fortes se ele estiver em clubes com melhores argumentos. A Oliveirense é favorita, na sequência dos reforços contratados, mas vamos lutar pela vitória».

O Porto Santo SAD-Óquei de Barcelos é o duelo que destacam entre as muitas disputas que viveram no Campeonato Nacional, talvez por ter sido um dos mais recentes. Neste caso, José Querido foi mais feliz, porque a equipa madeirense venceu por 5-1: «O jogo estava equilibrado, mas houve uma grande penalidade ‘inventada’, porque a falta foi fora da área. Depois, em poucos minutos, o Porto Santo marcou mais três golos e perdemos. No entanto, eles podiam ganhar, mesmo que não fosse assinalada a grande penalidade», garante José Fernandes.

José Querido recorda um encontro favorável ao seu homólogo: «No ano em que a Juventude de Viana ficou em segundo lugar, o Óquei de Barcelos, treinado por José Fernandes, ganhou por 6-3. Cada um de nós, já teve várias vitórias e derrotas. São sempre jogos em aberto».

fonte: FPP

Sem comentários:

Enviar um comentário