HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

1.30.2017

AP MINHO - 10ª CONVOCATÓRIA


2ª Divisão - Cartaipense perde na Povoa de Varzim



FOTO: Fernando Novo

O Cartaipense não foi feliz na deslocação ao CD Povoa perdendo por 5-2, resultado que criou um fosso pontual ainda maior para as equipas que lutam pela manutenção.
Neste momento os minhotos são penúltimo classificados com cinco pontos, estando a sete curiosamente do CD Povoa, primeira equipa acima da linha de descida.
Ao intervalo o CD Povoa vencia por 2-1, com Rúben Fangueiro e Tiago Barbosa a marcarem para os poveiros e Miguel Fininho a reduzir de livre direto.
Na segunda parte o CD Povoa aumentou para 3-1 através de Cristiano Fangueiro com Miguel Fininho a encurtar para 3-2.
O Cartaipense procurou o empate mas acabaria por sofrer mais dois golos por Joaquim Dias e Cristiano Fangueiro, estabelecendo o 5-2 final.
Na próxima ronda o Cartaipense recebe o HC Marco e o CD Povoa joga novamente em casa e com outra equipa minhota, o Famalicense.

Campeão regional de juvenis nas mãos da direção da AP Minho




Este fim de semana realizou-se a ultima jornada do regional de juvenis da AP Minho, onde OC Barcelos e HC Braga lutavam pelo titulo regional.
No entanto a jornada ficou incompleta visto que o jogo entre o Riba d'Ave e o HC Braga não se disputou por falta de condições do piso do pavilhão do parque das Tílias em Riba d'Ave.
Como o OC Barcelos perdeu o seu encontro com a ADB Campo por 3-2, o titulo regional ainda não está atribuído.
Perante os regulamentos da FPP , artigo 69º, os jogos da ultima jornada tem de ser jogados à
mesma hora, não podendo ser adiados.
No caso da não realização do jogo entre o Riba d'Ave e o HC Braga nas Tílias, os mesmo regulamentos obrigam a encontrar uma alternativa ( outro pavilhão ).
Se essa mudança não for possível o artigo 82º pode decretar falta de comparência ao clube visitado, neste caso o Riba d'Ave.
Se assim for o HC Braga soma três pontos, ultrapassando o OC Barcelos na classificação.

Agora esta situação terá de ser definida pela direção da AP Minho, conforme declarações ao Hóquei Minhoto
" A AP Minho vai aguardar pelo relatório do árbitro para decidir esta situação. Oficialmente a associação não sabe de nada pelo que não podemos dar qualquer informação do sucedido".


Regulamento

ARTIGO 58º

(Recinto de jogo oficial e recinto alternativo – enquadramento normativo)
 1. Os clubes, aquando da sua filiação, são obrigados a indicar à Associação de Patinagem a que pertencem, qual o recinto desportivo onde efectuam os jogos de Hóquei em Patins.
1.1 É atribuída aos clubes a faculdade de indicar um recinto alternativo.
1.2 Quaisquer alterações do local habitual do jogo - com utilização de rinque alternativo, seja por livre decisão do clube visitado, seja motivada pela interdição do seu rinque oficial - implica que fiquem a cargo do clube visitado o pagamento dos acréscimos de despesas que daí possam resultar e que estejam directamente relacionadas com tal alteração, designadamente: a) O acréscimo de despesas com a arbitragem; b) O acréscimo de despesas suportadas pelo clube visitante.
2. Se um Clube não puder utilizar o seu recinto de jogo oficial por motivos devidamente justificados, poderá - até 72 (setenta e duas) horas antes do início do primeiro jogo que lhe competir nele disputar - indicar à Entidade organizadora um recinto de jogo alternativo, sob pena de lhe ser averbada uma falta de comparência, com as consequências decorrentes da mesma...


ARTIGO 69º (Normas relativas ao calendário e horário dos jogos e restrições à sua alteração)
1. Nos Campeonatos Nacionais de Hóquei em Patins, todos os jogos da última jornada de cada prova, fase ou poule terão, obrigatoriamente, de se efectuar no mesmo dia e hora que forem estabelecidos no respectivo calendário oficial.

ARTIGO 82º
(Jogos não efectuados ou não terminados)
1. Um jogo terá de ser repetido quando, por decisão dos Árbitros, esse jogo não se possa realizar, ou tenha de ser suspenso, por motivos de força maior, devidamente comprovados, mas alheios aos intervenientes e estando estes todos presentes.
1.1 Não estão incluídas no disposto no número um deste artigo, as situações motivadas por deficiências do recinto de jogo, luz, humidade ou outras da responsabilidade do clube visitado, ou considerado como tal, caso em que o jogo não será repetido e será atribuída falta de comparência à equipa do clube visitado, a qual será sancionada nos termos do artigo 79º deste Regulamento.

2ª Divisão - HC Braga mantêm Infante Sagres à distancia



Foto espetacular de António Lopes

No jogo entre primeiros classificados da segunda divisão, zona norte, o HC Braga líder visitou o Infante Sagres, terminando a partida com uma igualdade a seis tentos.
Com este resultado os minhotos continua a ter cinco pontos de vantagem sobre a equipa orientada por Fernando Almeida.
Sem conhecer o sabor da derrota o HC Braga termina a primeira volta com um percurso quase vitorioso, registando apenas dois empates ( Famalicão e Infante Sagres ) nos treze jogos realizados.

Quanto ao jogo, esse foi emotivo com enorme entrega das duas equipas na procuram do golo e da vitoria. 
Mais parecia uma partida de primeira divisão nacional.

A equipa bracarense abriu o marcador por Márcio Rodrigues mas o Infante Sagres chegou ao empate por Tiago Jorge de livre direto.
O intervalo acabou por aparecer com o HC Braga na frente do resultado graças ao tento de Gonçalo Meira.
Na segunda parte o Infante Sagres teve uma entrada fortíssima conseguindo virar o jogo a seu favor para 4-2 através de dois golos de Tiago Pinheiro e um de Tiago Jorge.
Mas a equipa de Braga mostrou porque lidera a prova e não baixou os braços.
Com mais de treze minutos para se jogar aos poucos foi pressionado chegando ao empate a quatro tentos com golos de Márcio Rodrigues e uma grande penalidade de Ângelo Fernandes.
A equipa da casa sabendo que o empate não era o melhor resultado voltou a dispor de dois golos de diferença graças aos livres diretos de Tiago Jorge e João Candeias.
O HC Braga a perder arriscou tudo chegando ao empate a seis bolas fruto dos golos de Pedro Delgado "Bekas" e Ângelo Fernandes, o ultimo a um minuto do fim.
Nota para as grandes exibições dos dois guarda redes, Joka Ferreira e Francisco Veludo que com excelentes defesas permitiram que o jogo fosse ainda mais emocionante.

Com a igualdade o HC Braga continua em primeiro lugar com mais cinco pontos que o Infante Sagres e AA Espinho.
Na próxima jornada 4 de fevereiro, a turma minhota desloca-se ao pessegueiro de Vouga e o Infante Sagres recebe o Gulpilhares.

1.29.2017

2ª Divisão - ADJ Vila Praia salta para o 9º lugar



Com a vitoria por 5-3 da ADJ Vila Praia sobre o HC Marco, a turma de Rui Neto terminou a primeira volta do nacional da segunda divisão no nono lugar com quinze pontos.
Uma excelente posição para o clube minhoto que faz a sua estreia no segundo escalão.
Diante o HC Marco que ocupa o sétimo lugar, os minhotos fizeram uma primeira parte perfeita chegando ao descanso a vencer por 3-0 com dois golos de Telmo Ramos e um de Eduardo Amorim.
Na segunda parte Eduardo Amorim aumentou para 4-1, assistindo-se depois à reação do HC Marco para 4-3 por José Cabral e Ivan Silva.
A resposta da ADJ Vila Praia surgiu aos 13' por Duda Chavarria fazendo o 5-3.
Ate ao fim ambas as equipas podiam ter marcado mas o Vila Praia falhou um livre direto e o HC Marco dois lances iguais.
Para a segunda volta a ADJ Vila Praia joga no CH Carvalhos e o HC Marco nas Caldas das Taipas.

Foto: Sandra Alves 

AP MINHO - Infantis da ADB Campo campeões regionais



A equipa de Infantis da ADB Campo é campeã regional após vencer a ED Viana por 4-1.
O conjunto de São Salvador do Campo terminou em primeiro lugar com os mesmos pontos que o OC Barcelos que derrotou em casa o HC Braga por 5-2
Perante estes resultados seguem para o nacional, a ADB Campo, OC Barcelos e HC Braga, ficando de fora a ED Viana que nesta ultima jornada ainda tinha hipóteses de apuramento.

Foto: Sara Ferreira


1ª Divisão - Juventude de Viana sobe ao 6º lugar



A Juventude Viana recebeu no Pavilhão de Monserrate em Viana do Castelo o Paço d`Arcos e venceu (6-5) em jogo da 13ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins da 1ª divisão.
A formação minhota não entrou bem no desafio e logo no primeiro minuto sofreu o primeiro golo da noite. Em contra ataque a equipa da Linha criou algumas dificuldades aos vianense e conseguiram estar em vantagem por duas vezes em Monserrate. 1-0 por Diego Dias e 1-2 por Rui Pereira.
Apesar de uma primeira parte com alguns erros a Juventude Viana saiu para o descanso em vantagem (4-3) graças aos três golos de Tó Silva, o melhor jogador em campo, e ao golo de Nuno Félix.
Na segunda parte a Juventude Viana entrou melhor e André Azevedo, logo a abrir, fez o golo que tranquilizou um pouco mais a equipa de Renato Garrido (5-3).
O Paço d`Arcos nunca atirou a toalha ao chão e continuou à procura de conquistar um resultado positivo na capital do Alto Minho. Tiago Silva voltou a deixar o resultado na diferença mínima (5-4) mas Tó Silva endiabrado acabou com as esperanças da equipa de Jorge Godinho ao apontar a três minutos do fim o seu quarto golo no jogo (6-4).
O Paço d`Arcos ainda reduziu a 30 segundos do final por Tiago Santos, mas a Juventude Viana já não deixou fugir a vitória (6-5).
Ao fim da 1ª volta da competição a Juventude Viana ocupa o 6º lugar da classificação com 19 pontos. Na próxima jornada, que se realiza apenas a 11 de fevereiro, os pupilos de Renato Garrido voltam a jogar em Monserrate (21h30) com a Sanjoanense.
Apoio. Radio Geice 

1ª Divisão - FC Porto vence nas Tílias


Jogo de outro campeonato disputou-se no pavilhão do Parque das Tílias entre o Riba d'Ave e o FC Porto com o triunfo a sorrir ao conjunto do Porto por 11-2.
Tal como é conhecido e apelidado o nosso campeonato como o " melhor campeonato do mundo " as diferenças das duas equipas refletem-se no desfecho final.
A equipa do Riba d'Ave ainda tentou na primeira parte impedir outros números, recolhendo ao intervalo a perder por três golos de diferença, 5-2.
Na segunda parte o FC Porto apontou mais seis golos sem qualquer resposta dos minhotos.
O resultado foi feito com golos de Hélder Nunes ( 5 ), Jorge Silva ( 2 ), Vitor Hugo ( 2 ) e Reinaldo Garcia ( 2 ), tendo o Riba d'Ave feito os seus dois golos por Hugo Azevedo e Bruno Serôdio.

O Riba d'Ave continua com treze pontos caindo para o 9º lugar enquanto que o FC Porto segue na segunda posição.
Para a próxima jornada, a primeira de segunda volta o Riba d'Ave recebe a Oliveirense e o FC Porto joga em Barcelos.

Hóquei Minhoto com Elsa Lopes

1ª Divisão - OC Barcelos dá " meia dúzia " à Sanjoanense




Diante o ultimo classificado a AD Sanjoanense, o OC Barcelos venceu por 6-0, regressando assim às vitorias depois do empate em Paço d'Arcos.

Um triunfo que começou cedo a ser construído quando aos 3' por intermédio de Joca Guimarães.
Jogando também de forma ofensiva a equipa de São João da Madeira podia ter empatado mas Ricardo Silva defendeu uma grande penalidade aos 9' de Pedro Cerqueira.
Aos 13' Luís Querido após passe e recuperação do esférico por  Reinaldo Ventura aumentou para 2-0.
Antes do intervalo Alvaro Morais podia ter ampliado mas falhou um livre direto.

Na segunda parte o domínio continuou a pertencer aos barcelenses que fizeram mais quatro golos por Reinaldo Ventura, Hugo Costa, Zé Pedro e Álvaro Morais.
A Sanjoanense também teve as suas oportunidades de golo mas Ricardo Silva esteve intransponível ao defender três livres diretos e uma grande penalidade.
O triunfo do OC Barcelos podia ter sido mais expressivo mas Marco Lopes guarda redes da Sanjoanense evitou que o resultado fosse mais desnivelado.
A turma minhota continua no quinto lugar somando agora vinte e cinco pontos enquanto que a Sanjoanense segue no ultimo lugar com sete pontos.
Para a próxima jornada o Barcelos recebe o FC Porto e a Sanjoanense volta ao Minho para em Viana do Castelo defrontar a Juventude de Viana.
Antes o OC Barcelos sabado dia 4 de fevereiro desloca-se a Vilafranca para a primeira mão dos quartos de final da Taça Cers.

1.28.2017

1ª Divisão - Valença HC empata em Tomar


O conjunto valenciano conseguiu mais um ponto para a classificação após a igualdade obtida em Tomar diante a equipa da casa a seis bolas.
Um empate obtido graças ao enorme espírito de união e por vezes de frieza perante todas as adversidades encontradas na partida.

Em destaque esteve nos primeiros minutos o guarda redes Paulo Matos que defendeu dois livres diretos. Nota para nestes lances,  a constante ordem de repetição dos mesmos por parte da dupla de arbitragem.
A melhor resposta do Valença foi o primeiro golo do encontro por Luís Viana aos 7' de grande penalidade.
O atleta minhoto a seguir podia ter elevado mas desperdiçou igual lance de bola parada.
A equipa da casa soube responder aos 10' por João Lomba, animado ainda mais o encontro.
Aos 12' o Valença voltou a comandar o resultado por Luís Viana de livre direto, mas também em lances de bola para o Tomar deu a volta, por Hernâni Diniz de na recarga a uma grande penalidade e a seguir por em nova recarga desta vez a um livre direto.
O Valença não se intimidou e fez novo empate aos 22' por Ziga Campo, depois de Tiago Bolinhas ter desperdiçado um livre direto.
Mas antes do intervalo o Tomar ganhou vantagem através Hernâni Diniz.

Na segunda parte Ivo Silva aumentou para 5-3 depois de Hernâni Dinis não ter aproveitado um livre direto.
Mesmo desfalcada do contributo de Zé Braga lesionado e de Miguel Fernandes por razões pessoais, os valencianos cresceram e chegaram ao empate com dois golos de Luís Viana , um deles de livre direto a quatro minutos do fim.
Mas o marcador ainda viria a sofrer mais duas alterações, primeiro para o Tomar por Paulo Passos e a treze segundos do final por Luís Viana.
Uma igualdade que sabe a pouco aos valencianos que mostraram muita vontade em ganhar mas que por vezes sentiram que não estavam a jogar contra uma só equipa.

Hóquei Minhoto com Marco Gandra

1.27.2017

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( 28 e 29 de janeiro )




SABADO DIA 28 DE JANEIRO

NACIONAL DA 1ª DIVISÃO

17.00H Tomar - Valença HC - José Pinto do Porto e António Santos de Aveiro
19.00H Riba d'Ave - FC Porto - Rui Torres e Florindo Cardoso do Minho
21.30H OC Barcelos - AD Sanjoanense - Paulo Santos e Manuel Fernandes do Porto
21.30H Juventude de Viana - Paço d'Arcos - Luís Peixoto e João Duarte de Lisboa

NACIONAL DA 2ª DIVISÃO, ZONA NORTE

17.00H Infante Sagres - HC Braga - Jorge Carmona e Paulo Baião de Lisboa
18.00H Pesseg Vouga - Famalicense - Pedro Silva e Domingos Carvalho do Porto
18.30H CD Povoa - Cartaipense - João Rodrigues e Carlos Correia do Minho
21.00H ADJ Vila Praia - HC Marco - Júlio Teixeira e Miguel Torres do Minho

DOMINGO DIA 29 DE JANEIRO

NACIONAL DA 3ª DIVISÃO

17.15H Estrela Vigorosa - HC Fão - José Pinto do Porto
19.00H ADB Campo - Lavra - João Rodrigues do Minho
AD Limianos - Marítimo ( Adiado para 18 de fevereiro )

fonte: FPP

1.26.2017

AP Minho - Saiba as contas da ultima jornada de juvenis e infantis. Iniciados do HC Braga são campeões regionais




Quando ainda falta uma jornada para terminar a prova de sub 15 da AP Minho, a equipa do HC Braga já garantiu o titulo de campeão regional.
A ultima jornada servirá para cumprir calendário em Ponte de Lima.

Nas restantes categorias o OC Barcelos que disputou os Juniores na AP Porto alcançou o titulo distrital.

Em juvenis o titulo regional passa por dois jogos entre o OC Barcelos e a ADB Campo no municipal de Barcelos e a deslocação do HC Braga a Riba d'Ave.

O OC Barcelos para não depender do resultado do HC Braga nas Tílias com o Riba d'Ave tem de ganhar em casa à ADB Campo. 

O HC Braga para obter o titulo tem de vencer e esperar que o Barcelos perca ou empate com a ADB Campo. 

Classificação atual de juvenis

OC Barcelos 22p
HC Braga 21p


Por fim em infantis a ADB Campo tem sempre de fazer o mesmo resultado que o OC Barcelos para não depender de outros resultados para conquistar o titulo.

Neste escalão para além do titulo estarão em jogo também o apuramento para o nacional.
Apurados já estão ADB Campo e OC Barcelos enquanto que HC Braga e ED Viana lutam pela ultima vaga.

O HC Braga precisa apenas de um empate, enquanto que  que a ED Viana tem de vencer em Campo e esperar por uma derrota dos bracarenses
Em caso de igualdade pontual entre HC Braga e ED Viana, passa a equipa de Viana do Castelo. 

Classificação atual de infantis

1º ADB Campo  10p
2º OC Barcelos 10p
3º HC Braga 6p
4º ED Viana 3p


1.25.2017

2º Mini Hóquei em Vila Praia de Ancora a 4 de fevereiro


2ª Divisão - Infante Sagres "quebra " invencibilidade caseira do Famalicense



O Famalicense sofreu na passada jornada a primeira derrota em casa na prova diante o candidato à subida, a turma do Infante Sagres por 3-2.
Pela forma como o jogo decorreu equilibrado, a derrota é injusta para os famalicenses, muito por culpa da exibição do " minhoto " ao serviço do Infante, o guarda redes Joca Ferreira, que recorde-se já passou por Famalicão.
Quem também fez uma boa exibição foi o guarda redes do Famalicense, Diogo Fernandes.

No regresso a Famalicão por parte de Fernando Almeida agora treinador do Infante a sua equipa viu o Famalicense adiantar-se no marcador por Gabi Silva.
Antes do intervalo o Infante Sagres fez o empate por João Pinheiro também ele um ex jogador do Fac.
A segunda parte abriu com o Famalicense a desperdiçar uma grande penalidade e o Infante Sagres a dar a volta ao marcador com o tento de Tiago Jorge de livre direto a punir cartão azul a Gabi Silva.
Aos 13' aconteceu o momento que em grande parte decidiu o encontro com o atleta do famalicense Gabi Silva a ser advertido com o segundo cartão azul. 
Já no banco inconformado com a decisão acabou por ser castigado com o terceiro azul e consequente cartão vermelho.
Mesmo com menos um jogador a equipa minhota conseguiu empatar aos 18' de livre direto por André Barbosa a punir a décima falta do Infante Sagres.
A equipa visitante que luta pela subida arriscou e aos 21' fez o tento do triunfo por Tiago Jorge.
Ate ao fim o Famalicense tudo fez para alcançar o empate mas o Infante Sagres fechou todos os caminhos da sua baliza.

Com esta derrota o Famalicense manteve o nono lugar com treze pontos antes de se deslocar a Pessegueiro de Vouga.
 Uma classificação que não traduz o valor real da equipa de José Querido que pelos jogos realizados merece melhor posição. Basta recordar que foi ate ao momento a única equipa que tirou pontos os líder da prova, o HC Braga.

Em relação ao Infante Sagres a vitoria em Famalicão permitiu manter o segundo lugar com vinte e nove pontos, a cinco do HC Braga com quem joga na próxima jornada em sua casa.

Hóquei Minhoto com José Gomes




1.24.2017

Nacional de Veteranos - OC Barcelos sofre primeira derrota e Famalicense empata


Sortes diferentes tiveram as equipas minhotas presentes no nacional de veteranos, na quarta jornada, zona Norte.
A equipa do Famalicense obteve uma igualdade a duas bolas diante a Escola Livre enquanto que o OC Barcelos perdeu com o Académico da Feira por 4-2.
O Famalicense somou assim o seu segundo ponto no campeonato, com o OC Barcelos a sofrer a primeira derrota na prova.
Na classificação o OC Barcelos é segundo classificado com nove pontos, a três do primeiro o FC Porto.
Em relação ao Famalicense continua no sétimo lugar agora com dois pontos.
Para a próxima ronda dia 12 de fevereiro, o OC Barcelos joga com a Escola Livre e o Famalicense defronta o Cucujães.

RESULTADOS DA 4ª JORNADA
Escola Livre 2 Famalicense 2
OC Barcelos 2 Acad. Feira 4
FC Porto 5 Cucujães 2
Juv Pacense 4 AA Espinho 2

Classificação, FC Porto (12), OC Barcelos (9), Juv Pacense (9),  Acad. Feira (6), AA Espinho (4), Cucujães (3), Famalicense (2) e Escola Livre (1).

Proxima jornada
12 de fevereiro de 2017
OC Barcelos - Escola Livre 
Cucujães - Famalicense
FC Porto - Juv Pacense
Acad Feira - AA Espinho

FOTO: DR

Lima Pereira " Respeitem o Cartaipense. Não pedimos para jogar na 2ª divisão "



O jogo do passado sabado nas Taipas entre o Cartaipense e o Pessegueiro de Vouga deixou os dirigentes minhotos revoltados, após derrota por 9-6.

Coincidência para alem de jogarem com uma equipa da Associação de Aveiro, o Pessegueiro de Vouga, a turma de Horácio Ferreira encontrou pela frente uma dupla de árbitros também de Aveiro.
Isso levou a que Lima Pereira, presidente do Cartaipense pedisse respeito pelo emblema minhoto.

" O Cartaipense não pediu para jogar na segunda divisão. Foram vocês senhores da FPP que colocaram o Cartaipense a jogar neste escalão. Se desejam tanto que o clube volte à terceira divisão não precisam de nos empurrar tanto. Bastava terem deixado o Cartaipense estar na 3ª divisão.
Foi vergonhoso um jogo contra uma equipa de Aveiro ter sido apitado por uma dupla de Aveiro.
Parabéns a esta dupla que conseguiu com o seu trabalho alcançar os seus intentos.
Começa a ser difícil encontrar argumentos para que os jogadores do Cartaipense se motivem e consigam entrar em qualquer jogo. Não queremos favores de ninguém, queremos respeito ".

Nessa partida a equipa minhota conseguiu ser penalizada com vinte e três faltas, três grandes penalidades e dois livres diretos. !!!
Para o Pessegueiro de Vouga que ainda não tinha qualquer vitoria na prova, o triunfo nas Taipas permitiu curiosamente aproximar-se do Cartaipense, somando agora quatro pontos, menos um que o clube minhoto.
Tanto o Pessegueiro de Vouga como o Cartaipense são os últimos classificados na segunda divisão, zona norte. ao fim de doze jornadas.

1.23.2017

Conheça o sorteio do nacional de Juniores



ZONA NORTE
SERIE A

1ª JORNADA
Riba d'Ave - HC Braga
AD Limianos - AD Valongo
Académico - OC Barcelos

2ª JORNADA
HC Braga - AD Limianos
OC Barcelos - Riba d'Ave
AD Valongo - Académico

3ª JORNADA
Académico - HC Braga
AD Limianos - Riba d'Ave
OC Barcelos - AD Valongo

4ª JORNADA
HC Braga - AD Valongo
Riba d'Ave - Académico
AD Limianos - OC Barcelos

5ª JORNADA
OC Barcelos - HC Braga
AD Valongo - Riba d'Ave
Académico - AD Limianos

2ª Divisão - HC Braga vence Juventude Pacense



O HC Braga mostrou porque é o líder da segunda divisão nacional, zona norte após bater a Juventude Pacense por 5-4 no pavilhão do HC Fão.
A mudança de local deveu-se à degradação do piso do pavilhão das Goladas.

Quanto ao jogo o HC Braga inaugurou o marcador aos 12' por Márcio Rodrigues.
A vantagem durou até aos 17' altura em que a Juventude Pacense fez por Tó Cruz o empate.
Mas ainda antes do intervalo aos 21' Gonçalo Meira levou a equipa bracarense em vantagem.
Para a segunda parte o golo do empate de Tó Cruz logo aos 2' abriu ainda mais o jogo.
O HC Braga procurou nova vantagem mas seria a Juventude Pacense aos 7' a fazer o 2-3 por Márcio Fonseca.
A resposta do Braga surgiu aos 15', altura em que Gonçalo Meira de livre direto empatou a três bolas.
Volvidos dois minutos Márcio Rodrigues deu a volta colocando o Braga a vencer por 4-3, aumentando para 5-3 aos 21' por Ângelo Fernandes.
Ate ao fim ainda houve tempo para a Juventude Pacense reduzir para 5-4 a escassos seis segundos do fim.
Um grande jogo de hóquei onde o Braga soube ter a frieza para dar a volta quando o resultado se apresentava negativo.
Com o triunfo o HC Braga continua no primeiro lugar distanciado com trinta e quatro pontos, mais cinco que o segundo classificado o Infante Sagres.
Por parte da Juventude Pacense o seu quarto lugar mostra as razões pelas dificuldades sentidos pelo Braga no jogo. 
Para a próxima ronda o HC Braga tem uma deslocação complicada, precisamente ao segundo classificado o Infante Sagres.
A Juventude Pacense recebe o Gulpilhares.

HÓQUEI MINHOTO COM JOSÉ GOMES 

1ª Divisão - Exibição de Marco Lopes impede resultado positivo do Riba d'Ave



A grande exibição do guarda redes da Sanjoanense Marco Lopes, foi decisiva para impedir que o Riba d'Ave obtive-se um resultado positivo em São João da Madeira.
Os minhotos perderam por 2-0.

Num jogo muito equilibrado a equipa da Sanjoanense chegou à vantagem logo aos 3' por Afonso Santos.
Ainda na primeira parte o guarda redes do Riba d'Ave João Gomes viu o cartão azul tendo Diogo Casanova vacilado perante João Aurélio.
O segundo tempo abriu com o Riba d'Ave aos 6' a desperdiçar por Vítor Hugo Moreira um livre direto.
Na resposta a Sanjoanense aumentou para 2-0 aos 9' por Pedro Cerqueira.
A perder o Riba d'Ave arriscou mas o guarda redes da Sanjoanense mostrou-se intransponível defendendo tudo, inclusive um livre direto e uma grande penalidade, esta muito perto do fim.
Uma derrota do Riba d'Ave que tudo fez para evitar mas o dia "sim" do guarda redes da Sanjoanense foi decisivo para pelo menos impedir o empate. 
Perante este resultado o Riba d'Ave continua com treze pontos no oitavo lugar enquanto que a Sanjoanense continua em ultimo agora com sete pontos.
Na próxima ronda o Riba d'Ave recebe o FC Porto e a Sanjoanense joga no Minho em Barcelos.

Hóquei Minhoto com Elsa Lopes

AP MINHO - 9ª CONVOCATÓRIA


1ª Divisão - Juventude de Viana " pesca " três pontos nos Açores



Importante triunfo obteve a Juventude de Viana na deslocação aos Açores onde perante o Candelária foi superior por 3-2.
Os vianenses ao intervalo venciam por 2-1 com dois golos de Tó Silva contra o tento açoriano apontado por Johe Vieira.
A equipa do Candelária podia ter feito pelo menos mais dois golos mas falhou um livre direto e uma grande penalidade.
No segundo tempo muito emotivo Pedro Moreira empatou, mas Gonçalo Suissas a sete minutos do fim deu a vantagem à Juventude de Viana.
Nota para o desperdício das duas equipas em  lances de bola parada com o Candelária em especial  a ver Edo Bosch defender nos últimos minutos dois livres diretos...
A vitória minhota permitiu manter a sétima posição agora com dezasseis pontos, enquanto que o Candelária continua em zona de descida com nove pontos.
Para a próxima ronda a Juventude de Viana recebe o Paço d'Arcos e o Candelária joga em Turquel.

foto: Pedro Xavier 

1.22.2017

3ª Divisão - AD Limianos empata com CRPF Lavra



A equipa de João Pedro Araújo voltou a ceder pontos, somando novo empate e pelo mesmo resultado desta vez diante o CRPF Lavra a quatro bolas.
Na jornada anterior na Maia também se tinha registado uma igualdade pelos mesmos golos.
A equipa de Matosinhos com ambição de subir de divisão abriu o marcador por Jorge Coelho mas Rui Silva fez o empate, resultado com que se chegou ao descanso.
Na segunda parte a AD Limianos tentou assumir o jogo mas o Lavra surpreendeu fazendo dois golos por Diogo Ribeiro.
Mas a AD Limianos não desistiu e fez o empate com dois tentos de Rui Silva.
Ate ao fim as duas equipas procuraram a vitoria, mas o empate seria mesmo o resultado final com mais um golo de Diogo Ribeiro primeiro para o Lavra e de João Figueiredo para a AD Limianos.
O empate fez com que a AD Limianos perde-se o contacto com o primeiro lugar, agora ocupado pelo Académico com vinte e seis pontos, mais dois que os minhotos.
Em relação ao Lavra continua no terceiro lugar agora com vinte pontos.
Para a próxima jornada a AD Limianos apenas no dia 18 de Fevereiro recebe o Marítimo enquanto que o Lavra desloca-se à ADB Campo.

FOTO: MANUEL REGO 


3ª Divisão - HC Fão vence AD Penafiel



O HC Fão recuperou o caminho das vitorias superando em casa a AD Penafiel por 7-4 em jogo da 11ª jornada do nacional da terceira divisão, depois da derrota pesada sofrida em Fanzeres na ronda anterior.
Com alguma facilidade a turma fangueira chegou ao 3-0 com tentos de Diogo Machado (2) e Hugo Barbosa tendo o Penafiel reagido e reduzido para 3-2.
Em cima do descanso Rui Brito fez o 4-2 para a equipa minhota.
Na segunda parte Diogo Machado fez o 5-2 com Filipe Coelho a encurtar para 5-3.
Num jogo bastante movimentado o HC Fão chegou ao 6-3 por Rui Brito mas Nuno Leal fez o 6-4. 
A resposta dos fangueiros surgiu num remate de Pedro Carvalho elevando para 7-4, resultado com que se chegou ao fim do jogo.
O HC Fão passou a somar dezanove pontos e o Penafiel manteve os dezasseis.
Para a próxima ronda o HC Fão joga no Estrela Vigorosa e a AD Penafiel visita a Maia.

Hoquei Minhoto com José Belo

1ª Divisão - OC Barcelos empata em Paço d'Arcos



FOTO: DAVID VEIGA HOQUEIPATINS.COM 

No sempre difícil " Casablanca " reduto do Paço d'Arcos, o OC Barcelos empatou a duas bolas, quebrando uma sequência de seis vitoria no campeonato.
Depois de um inicio equilibrado o OC Barcelos inaugurou o marcador aos 14' por Álvaro Morais.
Ate ao intervalo o placard não sofreu alteração.
Na segunda parte a equipa minhota elevou para 2-0 por intermédio de Joca Guimarães.
A seguir a equipa da casa podia ter reduzido mas Ricardo Silva defendeu um livre direto de Rui Pereira.
No entanto de grande penalidade a formação local reduziu aos 13'por Rui Pereira.
O OC Barcelos depois beneficiou de dois livres diretos mas Álvaro Morais e Luís Querido desperdiçaram.
Quem nao marca acaba por sofrer e em novo lance de bola parada, desta vez de grande penalidade Rui Pereira empatou.
Nos últimos minutos a vitoria podia ter sorrido a uma das equipas mas Reinaldo Ventura e Rui Pereira falharam um livre direto.

Com a divisão de pontos, o OC Barcelos continua no quinto lugar agora com vinte e dois pontos, enquanto que o Paço d'Arcos subiu ao décimo lugar com dez pontos.
Na próxima ronda o OC Barcelos recebe a Sanjoanense e o Paço d'Arcos joga em Viana do Castelo.









1ª Divisão - Valença HC volta a vencer ao fim de quase três meses.



A ultima vitoria da equipa do Valença HC tinha acontecido a 29 de Outubro na recepção à Sanjoanense por 5-4 na quarta jornada do nacional da primeira divisão.
Volvidos quase três meses a equipa minhota agora sob a orientação de Orlando Graça somou o terceiro triunfo na competição, o segundo em casa sobre o HC Turquel por 6-2.
Ao intervalo os valencianos venciam por 2-0 com golos de Ziga Campos e Luis Viana.
No segundo tempo Luís Viana aumentou para 3-0 tendo o Turquel reduzido aos 11' por João Silva de livre direto.
Os restantes golos só apareceram nos últimos minutos com o Valença a chegar ao 5-1 por Luís Viana e Tiago Pereira.
A equipa do Turquel ainda fez o 5-2 por Luis Silva de grande penalidade, mas Guido Pellizari nos instantes finais estabeleceu o 6-2 final.
Com esta vitoria o Valença HC passou a somar nove pontos, mantendo-se em zona de despromoção no penúltimo lugar da classificação.
Por sua vez o HC Turquel caiu para o décimo primeiro lugar com dez pontos.
Para a próxima  o Valença joga em Tomar e o Turquel recebe o Candelaria.

1.21.2017

AD Limianos apurada para o nacional de juniores



Com o triunfo robusto sobre os açorianos do HC Ponta Delgada, a equipa minhota da AD Limianos segue para o nacional de juniores, juntando-se assim ao OC Barcelos, HC Braga e Riba d'Ave.
Depois de ter vencido na primeira jornada o Cucujães por 6-2, a AD Limianos goleou o HC Ponta Delgada por 12-0, com 4-0 em tempo de intervalo.
Os golos foram de Rui Pedro ( 5 ), Bruno Malheiro ( 2 ), Miguel Vieira ( 2 ),Pedro Costa ( 1 ), Daniel Amorim ( 1 ) e Nuno Antunes ( 1 ).
Agora resta esperar pelo duelo entre o Cucujães e o HC Ponta Delgada para saber quem segue também para o nacional de Juniores.

Parabéns AD Limianos 

1.20.2017

AD Limianos entra a ganhar na " liguilha " de juniores




A equipa de juniores da AD Limianos está em excelente posição para garantir a presença no nacional da categoria depois de derrotar o Cucujães por 6-2.
Após uma primeira parte equilibrada onde o intervalo chegou com uma igualdade a uma bola, a AD Limianos assumiu o jogo na etapa final.
O Cucujães ainda reduziu para 3-2, mas ate ao fim só deu Limianos.
Marcaram para a equipa minhota Rui Pedro "junior " com três golos, Nuno Antunes, Bruno Malheiro e Miguel Vieira.
Em relação ao Cucujães os seus golos foram obtidos por Diogo Soares e André Soares.
Para este sábado às 18.00H a equipa da AD Limianos volta a jogar desta vez diante os açorianos do HC Ponta Delgada.

foto: AD Limianos 

Árbitros e jogos para as equipas do Minho




SEXTA FEIRA 20 JANEIRO

APURAMENTO PARA O NACIONAL DE JUNIORES
21.00H AD Limianos - Cucujães - Jerónimo Moura do Porto

SABADO 21 JANEIRO

NACIONAL DA 1ª DIVISÃO

18.00H AD Sanjoanense - Riba d'Ave - Joaquim Pinto e Domingos Carvalho do Porto
21.30H Valença HC - HC Turquel - Paulo Santos e Manuel Fernandes do Porto
21.30H Paço d'Arcos - OC Barcelos - Miguel Guilherme de Lisboa e Jaime Vieira do Alentejo
22.00H Candelária - Juventude de Viana - Orlando Panza e Sílvia Coelho do Porto

NACIONAL DA 2ª DIVISÃO

17.00H HC Braga - Juventude Pacense - Porfirio Fernandes e Nazareno Duarte do Porto
18.00H Cartaipense - Pesseg Vouga - António Santos e Rui Azevedo de Aveiro
18.00H HA Cambra - ADJ Vila Praia - Orlando Ramos e António Peça de Leiria
21.00H Famalicense - Infante Sagres - Rui Taborda e Teófilo Casimiro do Ribatejo

APURAMENTO DO NACIONAL DE JUNIORES
18.00H AD Limianos - HC Ponta Delgada - Fernando Teixeira do Porto

DOMINGO 22 JANEIRO

NACIONAL DA 3ª DIVISÃO

18.00H AD Limianos - CRPF Lavra - Paulo Rainha do Minho
18.30H ADB Campo - HC Maia - Miguel Torres do Minho
18.30H HC Fão - AD Penafiel - Florindo Cardoso do Minho


fonte: FPP

1.19.2017

3ª Divisão - ADB Campo punida com falta de comparência em Penafiel

FONTE:FPP

Reinaldo Ventura - ''Depois de quererem o meu abandono eu insisti que tinha condições de continuar e atingir o objectivo.''


Trabalho de Ana Especial :  http://specialtimes.blogs.sapo.pt/

Reinaldo Miguel da Silva Ventura, mais conhecido por: Reinaldo Ventura, ou até mesmo o REI do hóquei em patins, nasceu a 16 de Maio de 1978 (38 anos), em Vila Nova de Gaia.
A sua paixão pelo Hóquei apareceu quando era pequeno por intermédio do pai e do padrinho no CH Carvalhos, depois passou ao Futebol Clube do Porto, o clube da sua vida e do seu coração, onde o representou durante 26 anos.
Ganhou inúmeros títulos, como: o deca-campeonato do FCPorto, 9 Super Taças António Livramento, 8 Taças de Portugal, Taça Cers, entre outros. Para além disso foi 4 vezes finalista da Liga Europeia. 
Integrou a seleção nacional e foi campeão do mundo. Foi capitão da equipa das quinas e em 2016 foi chamado de novo a integrar a seleção nacional.
Atualmente joga no Óquei Clube de Barcelos, o nº66 é eterno e nunca vai haver ninguém a rematar tão forte como ele do meio campo.
Sem mais demoras, apresento-vos REInaldo Ventura, um dos mais experientes hoquistas portugueses:


Ana Especial (A.E.) - Quem é o Reinaldo Ventura?
Reinaldo Ventura (R.V.) - Uma pessoa tranquila, simples, com gostos simples. Gosto de ser amigo do meu amigo, sou teimoso e muito focado em conseguir atingir os meus objetivos

A.E. - Quando começaste a jogar hóquei e porquê?
R.V. - Comecei aos 3 anos porque o meu padrinho que era treinador e o meu pai que era amante da modalidade me levaram a experimentar, depois a proximidade com o pavilhão ajudou. Foi uma paixão imediata.

A.E. - Para muitos és o ‘’REI’’naldo Ventura, o REI. O que sentes quando tens toda a gente a puxar por ti?
R.V. - É um sentimento único, algo que nos satisfaz e algo que nos motiva a continuar e a querer mais.

A.E. - Porquê que escolheste o OCB?
R.V. - Na altura tinha propostas mais vantajosas financeiramente, mas o Paulo Freitas falou-me ao coração, o Sr. Dias achava importante ter alguém com o meu nome que ajudasse o clube nesta fase a dar um passo em frente e o clube sempre me impressionou pelo apoio que davam a modalidade que amo. Impressiona-me o apoio sempre constante que os jogadores recebem. Identifico-me com isso.

A.E. - O que mais te custa neste meio desportivo?
R.V. - Só posso falar do que conheço. Mas há duas coisas que me incomodam mais que outras. Tentar alcançar objetivos passando por cima de tudo e todos, sem dignidade. E falar-se de tudo e todos sem saberem do que estão a falar.
A.E. - Com tantos títulos, o que é que ainda te falta conquistar?
R.V. - Falta-me conquistar a Liga dos Campeões. Nunca o consegui mas estou orgulhoso do que conquistei e corro atrás de mais conquistas.

A.E. - Qual foi o melhor ano de sempre? Foi 2016?
R.V. - 2016 foi um ano que jamais me esquecerei. Depois de quererem o meu abandono eu insisti que tinha condições de continuar e atingir o objectivo de ganhar a CERS e ser chamado novamente a selecção conquistando o Europeu fez deste ano um ano especial, sem nunca me esquecer de um passado que muito me orgulha.

A.E. - 2015 foi um ano complicado, sabemos disso, queres explicar porquê?
R.V. - Foi um ano em que não fui opção, umas vezes justamente, a maior parte das vezes injustamente, mas se há algo que nunca me podem acusar é do meu comportamento nem da minha atitude em prol da equipa. Sempre fiz o melhor para a equipa o que levou a que deixasse de ser opção. Mas desta forma consigo andar de cabeça bem erguida na rua e olhar-me ao espelho com dignidade e orgulho, pelo que passei, pelo que me fizeram e pela forma como reagi.

A.E. - Como é ganhar um campeonato europeu?
R.V. - Era um sonho que perseguia á algum tempo e conseguir atingir, algo que me deixou muito satisfeito e cheio de orgulho.

A.E. - Como foi regressar à seleção nacional em 2016?
R.V. - Foi um regresso muito positivo, depois de o Sénica me ter ligado ponderei e aceitei, achei que poderia finalmente vencer um Europeu com uma equipa incrível em valores e qualidade. Foi muito bom.
A.E. - 26 anos no Futebol Clube do Porto, é muito tempo, como foi deixar aquele que sempre foi o teu clube?
R.V. - Foi e será, Porto é o meu clube de coração e em nada poem em causa a minha parte profissional nem a camisola que agora defendo. Não confundo o clube com as pessoas que tomaram a decisão. Sair foi triste, era algo que não estava nos meus planos, mas fez-me crescer e conhecer outras realidades e abrir-me outras perspetivas. Para nos valorizarem por vezes temos que sair e nunca ouvi tantas vezes dizerem-me que fazia falta como depois de ter saído.

A.E. - O que mais te deixa saudades no FC Porto?
R.V. - Defender a camisola do clube do nosso coração. Os amigos. Era a minha casa e deixou de ser.

A.E. - Quem foi o teu maior amigo no FCP?
R.V. - Filipe Santos. Alguém com quem ainda hoje mantenho uma relação de carinho e que irei ter sempre, porque não tem duas caras, é honesto e sincero.

A.E. - Quem é agora no OCB?
R.V. - Paulo Freitas, porque somos amigos á muito tempo e porque me identifico com ele enquanto pessoa e Luís Querido, surpreendeu-me como pessoa e capitão.

A.E. - Equivales o OCB a que clube de futebol português?
R.V. - Ao Vitória, pela dedicação ao clube.

A.E. - Como foste recebido no OCB?
R.V. - Não poderia ter sido recebido de melhor forma, e depois a época que passou ajudou a tirar a ideia que ia para Barcelos arrastar-me. Quando entro num projeto entro com toda a força e vontade. Ou então não aceito.

A.E. - No que é que sentiste a maior diferença quando mudaste de clube?
R.V. - A dimensão é a maior diferença, a organização também é diferente.
A.E. - O que é que o OCB te deu que o FCP nunca te deu?
R.V. - Possibilidade de conhecer outra realidade, de me fazer crescer enquanto atleta e pessoa. Hoje sou mais completo e permitiu-me moldar a minha forma de ver o hóquei.

A.E. - O que sentes quando vais jogar ao Dragão Caixa, mas pelo OCB?
R.V. - Não permito que os meus sentimentos interfiram com o meu profissionalismo.

A.E. - Quando deixares de ser jogador, já pensaste em vir a ser treinador?
R.V. - Sim, estou a tirar o Nível 3, o ultimo. É algo que me seduz, mas enquanto me sentir capaz irei jogar.

A.E. - Depois de tantos anos, ainda ficas nervoso antes de um jogo?
R.V. - Não

A.E. - O que é que se pensa antes de entrar num ringue?
R.V. - No que terei que fazer para ganhar o jogo. A partir do momento em que entro no pavilhão o objetivo é o mesmo, sempre.

A.E. - És quem mais dá conselhos ou quem mais recebe?
R.V. - Normalmente que dá mais, até pela idade e experiencia, mas também os gostos de receber. Estamos sempre a aprender.

A.E. - Sendo tu uma figura incomparável deste desporto, para ti, quem é o Cristiano Ronaldo desta modalidade?
R.V. - O Pedro Gil.

A.E. - Para finalizar, e uma pergunta que não pode faltar: o que é a Kaos B para vocês?
R.V. - O nosso suporte, o nosso animo. Sempre ao nosso lado e nós temos um grande sentimento de carinho e gratidão com todos eles.


Penafiel recebe "Liguilha" de juniores com a AD Limianos presente



O pavilhão da APD Galegos em Penafiel recebe a " liguilha " para apuramento do nacional de juniores.
A prova vai ser disputada por três equipas, a AD Limianos, o Cucujães e a formação dos Açores, o HC Ponta Delgada.



FONTE: AP MINHO

1.18.2017

Minhota Sofia Silva chamada aos trabalho da Seleção Nacional




Visando a preparação da Selecção Nacional de Seniores Femininos.
De acordo com o Plano Anual das Selecções Nacionais, a Federação de Patinagem de Portugal vai levar a efeito o 1º Centro de Treinos Nacional da Selecção Nacional de Seniores Femininos de Hóquei em Patins, o qual vai ter lugar nos dias 30 e 31 de Janeiro de 2017, na vila do Luso, tendo em vista a preparação desta Selecção Nacional para o respectivo Campeonato do Mundo do corrente ano.

Atletas Convocadas

Stuart HC de Massamá (AP Lisboa)

Inês Cordeiro Caldeira, Sofia Adriano Moncóvio

Associação Académica de Coimbra (AP Coimbra)

Maria João Ramos Caniceiro, Beatriz Maria Campos Figueiredo, Margarida Ruela Florêncio, Salomé Jesus Simões

Hóquei Clube de Turquel (AP Leiria)

Inês Susano Vicente

Clube Hoquei dos Carvalhos

Maria Sofia Pinheiro Silva, Renata Pires Alves Reis Balonas

Sport Lisboa e Benfica (AP Lisboa)

Sandra Bento Coelho, Marlene Teixeira Sousa

Associação Desportiva Sanjoanense

Joana Silva Teixeira, Bárbara Inês Almeida Marques

FONTE: FPP

1.16.2017

Taça de Portugal - Conheça o sorteio dos 32/avos de final ( NORTE/SUL )


Com a presença de quatro equipas do Minho, HC Braga, Cartaipense, ADJ Vila Praia e AD Limianos, realizou-se o sorteio dos 32/avos de final da Taça de Portugal onde estiveram apenas clubes da segunda e terceira divisão.
Recorde-se que foram afastados na segunda eliminatória, o HC Fão pela AD Limianos, a ADB Campo pela ADJ Vila Praia e o Famalicense pelo HA Cambra.

JOGOS A 11 DE FEVEREIRO

ZONA NORTE
JUVENTUDE PACENSE - HC BRAGA
AA COIMBRA - CARTAIPENSE
CH CARVALHOS - ADJ VILA PRAIA
AD LIMIANOS - PESSEGUEIRO DO VOUGA
AA ESPINHO - ESCOLA LIVRE
CD POVOA - INFANTE SAGRES
HA CAMBRA - GULPILHARES
CRPF LAVRA - CD CUCUJÃES
AD PENAFIEL - HC MARCO


ZONA SUL
ALVERCA - CACO OURIQUE
BOLIQUEIME - JUV SALESIANA
SC MARINHENSE - AE FISICA
UF ENTRONCAMENTO - PAREDE FC
VASCO DA GAMA - AD OEIRAS
ALENQUER E BENFICA - BIBLIOTECA IR
AD CARREGADO - HC TIGRES
AC TOJAL - CDF MURCHES
NAVAL SETUBALENSE - MARÍTIMO SC

FONTE: HOQUEIPATINS.COM


1.15.2017

AD Limianos - Conheça as datas da liguilha para apuramento do nacional de juniores



Ao contrario do anunciado por um site de noticias de hóquei em patins, a AD Limianos ainda não está apurada para o nacional de sub 20.
Comunicado da FPP
PRÉ-ELIMINATÓRIA DO CAMPEONATO NACIONAL DE SUB-20 - ÉPOCA 2016/2017
A prova será disputada em pavilhão a indicar (uma vez que está dependente da localização
dos clubes que terão de disputar esta Pré-eliminatória) e que são: 5º classificado do
Campeonato Regional da AP Aveiro (a definir), 9º classificado do Campeonato Regional da
AP Porto (a definir) e Hóquei Clube de Ponta Delgada (Campeão Regional dos Açores). A Associação de Patinagem da Madeira não tem nenhuma equipa do escalão em competição.

Calendário
- 20 de Janeiro de 2017 às 21h00 – 9º classificado AP Porto vs 5º classificado AP Aveiro
- 21 de Janeiro de 2017 às 18h00 - HC Ponta Delgada vs 9º classificado AP Porto

- 22 de Janeiro de 2017 às 16h00 - 5º classificado AP Aveiro vs HC Ponta Delgada

Esta Prova é disputada de forma concentrada em três dias, num sistema de campeonato (todos contra todos) por pontos a uma volta, cuja classificação final determina as seguintes consequências:
a) Os dois primeiros classificados apuram-se para disputar o Campeonato Nacional de Sub20 Masculinos, da época em questão.
b) Os restantes clubes terminam a sua participação no Campeonato Nacional de Sub 20 Masculinos, da época em questão.
3. A atribuição de pontos e desempate classificativo, será conforme determina o Artigo 7º do Regulamento Geral de Hóquei em Patins.