FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

2.29.2016

Minhoto Hélder Nunes convocado para a Taça Latina


O minhoto Hélder Nunes actualmente ao serviço do FC Porto é um dos seleccionados para a edição de 2016 da Taça Latina, prova que se disputa em Itália, Follonica entre os dias 24 a 26 de março.
Recorde-se que na anterior edição que se disputou em Viana do Castelo, Portugal venceu com o contributo de mais três minhotos, Rodolfo Sobral, Gonçalo Alves e Gustavo Lima.

Luís Sénica convocou os seguintes atletas

Xavier Cardoso, João Almeida da AD Valongo
Hélder Nunes, Alvaro Morais do FC Porto
Diogo Alves GR, Guilherme Silva do Paço d'Arcos
Alexandre Marques, do HC Turquel 
Pedro Cerqueira da AD Sanjoanense
Diogo Neves SHU Maçanet de Espanha
Diogo Rodrigues GR do Candelária

FONTE: FPP

2.28.2016

III Divisão - HC Fão empata e não aproveita deslize do Gulpilhares



Com a igualdade a três bolas em casa diante o Penafiel, o HC Fão não aproveitou a derrota do Gulpilhares em Sobreira para se aproximar um pouco mais de um dos dois lugares de subida.
Após as derrotas com o Gulpilhares e Vila Praia, os fangueiros estavam proibidos de perder pontos para continuarem a sonhar com a promoção.
O jogo ate começou bem para o HC Fão com Bernardo Silva a dar vantagem aos minhotos.
A turma do Penafiel reagiu e empatou por Renato Fonseca mas os fangueiros antes do descanso voltaram para a frente do marcador por Pedro Mata.
Na segunda parte Hugo Barbosa aumentou para 3-1, tendo o Penafiel surpreendido com dois golos fazendo o empate final.
Com uma diferença para o Marítimo, terceiro classificado de três pontos e de cinco para o segundo o Gulpilhares, a tarefa do HC Fão não é fácil, mas o campeonato é repleto de surpresas...

Na próxima ronda o HC Fão joga no Estrela Vigorosa e o Penafiel recebe o Vila Boa Bispo.

Nacional de Juniores - HC Braga e OC Barcelos vencem


As duas equipas minhotas venceram os seus jogos relativos à terceira jornada do nacional de juniores.
O HC Braga foi a Paços de Ferreira e derrotou a Juventude local por 6-1 com golos de Carlos Loureiro dois, Gonçalo Meira dois, Duarte Machado e Gonçalo Neto
Em relação ao OC Barcelos deslocou-se aos Açores para derrotar o HC Ponta Delgada por 9-0 com tentos de Pedro Silva quatro, Afonso Lima dois, Rui Silva e Serafim Silva um cada.
No outro jogo do grupo a AD Valongo venceu no Académico por 11-2.

A classificação é liderada pelo Valongo nove pontos, HC Braga ( -1 jogo ) e OC Barcelos com seis, Juventude Pacense ( -1 jogo ), HC Ponta Delgada ( -2 jogos ) e Académico com zero pontos.
Para a próxima jornada o OC Barcelos recebe o HC Braga, a AD Valongo mede forças com o HC Ponta delgada e o Académico recebe a Juventude Pacense 

III Divisão - Vila Praia vence Vila Boa Bispo



Em duelo de " Vilas ", o da Praia venceu o Boa Bispo mantendo assim o primeiro lugar no nacional da terceira divisão, zona norte.
Perante a derrota do Gulpilhares são sete agora os pontos em relação ao segundo classificado.
Um triunfo que não foi nada fácil, especialmente pela produção algo "adormecida" da equipa de Rui Neto na primeira parte.

Apesar de ter começado a ganhar com o golo de Duda , a turma da casa deu por completo a volta ao marcador passando a vencer por 3-1 com tentos de Luís Filipe dois e um de César Monteiro.
A perder a turma minhota acelerou o ritmo de jogo e ainda antes do descanso deu nova reviravolta no resultado com Rodrigo Pereira, César Pinheiro e Rafael Almeida passando a vencer por 4-3.
O resultado podia ter sido diferente mas o Vila Boa falhou uma grande penalidade e o Vila Praia um livre direto.
Na segunda parte o Vila Praia voltou a entrar melhor com Rui Silva a aumentar para 5-3.
Sabendo da importância da conquista dos três pontos, o Vila Praia optou por ter maior tempo de posse de bola, gerindo a vantagem no marcador.
Perto do fim Duda ampliou para 6-3 com César Monteiro de livre direto a reduzir para 6-4.
O resultado final foi estabelecido por Telmo Ramos de livre direto fez o 7-4.
Sendo assim o Vila Praia continua no primeiro lugar, agora com cinquenta pontos.
O Vila Boa Bispo justificou diante a equipa minhota o bom campeonato que está a realizar, ocupando o quinto lugar com trinta e três pontos.
Para a próxima jornada dia 6 de março o Vila Praia recebe o Sobreira e o Vila Boa Bispo joga em Penafiel.

Nacional de Iniciados - Braga vence, ADB Campo perde



Com golos de Rodrigo Martins três, Afonso Ferreira dois, Fábio Ramos dois, Manuel Milhazes dois e Francisco Soares um, o HC Braga derrotou o Penafiel por 10-3 na terceira jornada do nacional de Iniciados.
Ao intervalo os bracarenses venciam por 4-0.
Por parte da ADB Campo recebeu a AD Valongo e perdeu por 2-0.
Na classificação a AD Valongo lidera com nove pontos, seguido do HC Braga e ADB Campo com seis.
Para a próxima ronda há derbi minhoto com a ADB Campo a receber o HC Braga.
Nos outros jogos o CD Povoa desloca-se a Valongo enquanto em Penafiel jogam a AD Penafiel contra a APD Galegos.


I Divisão - Juventude de Viana tropeça na "Aldeia do Hóquei "

fonte; Juventude de Viana
Com boa imagem, mas com uma derrota, a Juventude de Viana regressou a casa depois de disputar o jogo da 18ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins diante do Turquel que venceu por 5-2.


Num jogo em que o Turquel "teve a felicidade de defender bem", afirmou o técnico João Simões, a Juventude de Viana averbou "um resultado dilatado, porém o Turquel teve mais frieza na finalização", completou o treinador Pedro Sampaio.



Inclusivamente, a equipa de Viana do Castelo marcou primeiro, no entanto os locais operaram a remontada. No primeiro tempo quatro grandes penalidades fizeram diferença para os números finais, sendo que os guarda redes Marco Barros e Francisco Veludo estiveram em destaque cada um a defender as suas cores. 



Tó Silva marcou o 0-1 de penalty e Xavi respondeu no mesmo tipo de lance (1-1). O mesmo Tó Silva não converteu nova grande penalidade e, na recarga de uma de um lance igual, Xavi assinou o 2-1. Ainda antes do intervalo Pimenta ampliou para 3-1.



Para Pedro Sampaio, o Turquel foi feliz na forma como chegou à vitória. "A segunda parte foi nossa e fomos nós que mais procuramos o golo". Ainda assim, "tivemos de nos expor mais perante um resultado que não nos interessava", explicou.



O técnico local assumiu mesmo "que o Viana mostrou aqui porque está no lugar em que está e obrigou a um grande espírito de sacrifício". (...) "Tivemos a felicidade de defender bem e não fomos nada superiores ao Viana, mas marcamos os golos e mostramos espírito de sacrifício a defender".



Então, na segunda metade da partida, os pupilos de Pedro Sampaio tiveram de ir em busca do resultado e enviaram, inclusivamente, três bolas ao poste. Assim ainda reduziram para a margem mínima, 3-2, com o golo de Nuno Félix.



O Turquel voltou a ampliar para dois golos a diferença no placard por Vasco Luís (4-2) e a deixar mais difícil a tarefa da Juventude. A 5′ do final, Luís Silva fixou o resultado em 5-2.



Com esta derrota a Juventude mantém os 28 pontos e é 7º classificado. O Turquel soma 22 e é 8º. "Foi uma vitória importante, numa altura em que todos os pontos são benvindos", explicou o treinador do Turquel, atentando que a sua equipa está a fazer um campeonato dentro dos objectivos, num campeonato muito competitivo. Já a Juventude de Viana tornou o jogo equilibrado, onde ambas as equipas procuraram a baliza. "Tínhamos uma estratégia montada e somos uma equipa que procura chegar a baliza. Optamos pelo ataque organizado com critério pra chegar a baliza", no jogo que decorreu na aldeia do hóquei, explicou Pedro Sampaio.



Juventude de Viana acerta calendário em Monserrate



A 8 de Março, Terça-feira, a Juventude de Viana disputa a partida em atraso da 11ª jornada diante do Candelária, no pavilhão de Monserrate, às 21h.



Para esse jogo, em dia da mulher, a equipa de Viana do Castelo quer recuperar estes três pontos perdidos. "Em casa temos obrigação de conquistar os três pontos, mas o Candelária é uma equipa experiente e temos de ter muitas cautelas", alertou o técnico vianense que ainda frisou que a sua equipa tem ido buscar pontos, onde não se espera. 



"Vamos trabalhar para que tudo corra bem e a equipa está com boa dinâmica e a trabalhar bem", sublinhou com confiança.

FICHA DE JOGO
18ª jornada - Pavilhão do Turquel
Árbitros: José Pinto (A.P. Aveiro) e Manuel Fernandes (A.P. Porto)


Resultado final: HC Turquel 5 - 2 Juventude de Viana
Ao intervalo: 3-1



HCTurquel
Treinador: João Simões


Cinco Inicial:

Marco Barros (gr)
Vasco Luís (1)
Pedro Vaz
Luís Silva (1)

Xanoca
Jogaram ainda: Xavi Lourenço (2), André Pimenta (1).



AJ Viana
Treinador: Pedro Sampaio

Cinco Inicial:
Francisco Veludo (gr)
Francisco Silva
Tó Silva (1)
André Azevedo
Gonçalo Suíssas


Jogaram ainda: Diogo Fernandes, Nélson Pereira, Gustavo Lima, Nuno Félix (1)

2.27.2016

II Divisão - Famalicense já é quarto classificado


Graças a uma sequência de seis jogos sem perder, quatro vitorias e dois empates, o Famalicense na segunda volta já se encontra na quarta posição com vinte e oito pontos.
O triunfo por 6-1 sobre o Infante Sagres em casa vem provar isso mesmo.

Diante uma equipa que no inicio da época traçou como objectivo andar nos lugares cimeiros, a turma de Fernando Almeida soube aproveitar o fator casa e ao intervalo vencia por 1-o com golo de André Ferreira.
O inicio da segunda parte foi demolidor para os minhotos que aos 4' ja venciam por 4-0 com golos dois de André Ferreira e um de Chumbinho.
O Infante deu um ar da sua graça ao 15' por Carlos Rodrigues reduzindo para 4-1.
Mas o suspeito do costume, André Ferreira fez mais dois golos estabelecendo o 6-1 final.
Com este triunfo o Famalicense ocupa então o quarto lugar com os mesmos pontos da Escola Livre.
Por parte do Infante Sagres segue logo atrás com vinte e sete pontos.
Para a próxima jornada o Famalicense joga em Valença e o Infante recebe um dos primeiros classificados a AA Espinho.

foto/informação José Gomes/Hoquei Minhoto

II Divisão - Valença HC junta-se ao Espinho no 1º lugar



O Valença HC a par da AA Espinho são agora os primeiros classificados da segunda divisão zona norte, ambos com quarenta pontos.
As duas equipas beneficiaram da derrota do Riba d'Ave em casa com o CH Carvalhos para agora liderarem a prova com mais dois pontos que o conjunto famalicense de Diogo Pereira.

Na deslocação a Paços de Ferreira, diante a Juventude Pacense, uma primeira parte eficaz permitiu ao Valença HC chegar ao descanso já a vencer por 3-0 com golos de Micha Fernandes, Ziga Campos e Zé Braga.
Para a segunda parte a superioridade minhota foi evidente com Zé Braga e Diogo Sá a aumentarem para a meia dezena.
De forma tranquila com uma vantagem confortável o Valença HC abrandou permitindo que a Juventude Pacense marcasse dois golos.
Realce para mais uma jornada onde o Valença HC aumenta o registo de dezoito jogos sem averbar qualquer derrota.
Para a próxima ronda há derbi minhoto com o Valença a receber o Famalicense AC.
Em relação à Juventude Pacense onde joga Néne Magalhães que começou a época no Valença, mantêm os vinte pontos antes da deslocação aos Carvalhos.

foto/informação Marco Gandra/Hoquei Minhoto

II Divisão - Riba d'Ave perde a liderança ao fim de onze jornadas



Ao fim de onze jornadas o Riba d'Ave perdeu a liderança no nacional da segunda divisão, zona norte, muito por culpa da derrota caseira com o CH Carvalhos por 8-7.
Foi a segunda derrota consecutiva no campeonato por parte dos minhotos, a primeira em pleno Parque das Tílias.

O jogo ate nem começou mal para a equipa minhota que com alguma facilidade chegou ao 2-0 com golos de Tiago Pimenta e Bruno Serôdio.
A equipa visitante não adormeceu e aos poucos foi criando perigo ate que aos 11' Tiago Rocha reduziu para 2-1.
Na resposta o Riba d'Ave falhou o terceiro golo com Hugo Moreira a desperdiçar um livre direto por azul mostrado a Tiago Rocha
E foi mesmo com menos um jogador que o CH Carvalhos fez o empate por Rui Vidal.
Antes do descanso mais dois golos, um para cada lado, primeiro por Bruno Serôdio e depois por Rui Vidal na recarga a uma grande penalidade.
A segunda parte continuou viva com o CH Carvalhos eficaz a desfazer a igualdade por João Almeida e a aumentar para 5-3 por Rui Silva.
O Riba d'Ave acreditou e reduziu aos 9' por Bruno Serôdio. O mesmo jogador empatou aos 15' de grande penalidade.
Frenética a partida o CH Carvalhos voltou a adiantar-se no marcador desta vez por três de diferença, com tentos de Bruno Moreira e dois de livre direto por João Almeida a três minutos do fim.
Ainda houve tempo para o Riba d'Ave fazer dois golos através de Tó Costa e Ricardo Lopes, no entanto insuficientes para evitar a derrota e a liderança no campeonato.
Sendo assim o Riba d'Ave desce para o terceiro lugar após ser ultrapassado pelo Espinho e Valença.
O CH Carvalhos com o triunfo subiu ao sétimo lugar com vinte e seis pontos.
Na próxima ronda o Riba d'Ave joga na Povoa e o CH Carvalhos recebe a Juv Pacense

foto/informação Elsa Lopes/Hoquei Minhoto

I Divisão - HC Braga perde com a AD Valongo


Na recepção à AD Valongo, o HC Braga perdeu por 3-2 continuando assim muito próximo da zona de despromoção com doze pontos, mais um que o Física de Torres Vedras que tem menos uma partida realizada, primeira equipa em lugar de descida.
Diante do Valongo, os minhotos estiveram a perder por 2-0 aos 16' com dois golos de Hugo Azevedo.
Ainda antes do intervalo Rúben Sousa podia ter reduzido mas falhou uma grande penalidade.
Na segunda parte o HC Braga viu aos 17' Rúben Sousa fazer o 1-2 na recarga a um livre direto.
Com este golo, animou o jogo e o Braga tudo fez para chegar ao empate, mas foi o Valongo a apontar o 1-3 por Xavi Cardoso aos 23'.
Mesmo com pouco tempo para se jogar os minhotos ainda fizeram o 2-3 por Márcio Rodrigues, segundos depois de Rúben Sousa ter falhado um livre direto.
Com a derrota o HC Braga é décimo primeiro com doze pontos, enquanto que o Valongo passou a somar trinta pontos.
Para a próxima ronda o HC Braga desloca-se ao FC Porto e o Valongo recebe o Sporting CP.

foto/informação José Gomes/Hoquei Minhoto

I Divisão - OC Barcelos empata Benfica



Uma vez mais com o pavilhão municipal de Barcelos cheio, a equipa minhota, o OC Barcelos defrontou o Benfica empatando a três golos.

Uma partida que começou e logo aos 2' foi interrompida pelo enorme fumo que invadiu o pavilhão lançado pelos adeptos do SL Benfica.
A paragem durou quase cinco minutos retomando depois com um belíssimo hóquei proporcionado pelas duas formações.
Numa toda rápida os perigo foi uma constante em ambas as balizas, Reinaldo Ventura e Diogo Rafael a rematarem ao poste.
O primeiro golo apareceu aos 22' por Marc Torra que viu o seu remate ser desviado por um jogador do Barcelos traindo Ricardo Silva.
Ainda tentou o empate o OC Barcelos mas Guillen Trabal não o permitiu.
A segunda parte começou com o Benfica a fazer o 2-0 por Marc Torra na recarga a uma grande penalidade logo no primeiro minuto.
Responderam os minhotos em igual lance aos 8 por Reinaldo Ventura fazendo o 1-2.
Segundos depois, primeiro Joca Guimarães com a baliza completamente à sua mercê falhou e Reinaldo Ventura de livre direto não aproveitou para fazerem o empate.
Com mais um jogador o Barcelos carregou mas não conseguiu marcar.
Aos 15' mais dois lances não aproveitados por Reinaldo Ventura por azul mostrado a Tiago Rafael e por Luís Querido na décima falta encarnada.
De tanto insistir o OC Barcelos chegou ao empate por Reinaldo Ventura.
Uma igualdade que durou segundos, porque a seguir o jogador do OC Barcelos viu o azul e Carlos Nicolia de livre direto voltou a colocar a sua equipa em vantagem.
Ritmo frenético com o perigo a ser enorme em ambas as balizas, o OC Barcelos aos 21' fez nova igualdade por Reinaldo Ventura numa recarga a um livre direto por azul a Miguel Rocha.
Até ao fim o golo podia ter aparecido mas o empate não se alterou

Árbitros: Luís Peixoto e Ricardo Leão

OC Barcelos:
Ricardo Silva, Zé Pedro, Pedro Silva, Joca Guimarães, Hugo Costa, Luís Querido, Pedro Mendes, Reinaldo Ventura, Afonso Lima e Ginho.
Treinador: Paulo Freitas

SL Benfica
Pedro Henriques, Valter Neves, Diogo Rafael, Carlos Nicolia, Jordi Adroer, Marc Torra, João Rodrigues, Tiago Rafael, Miguel Rocha e Guillem Trabal.
Treinador: Pedro Nunes

2.26.2016

Nacional da Iniciados - AD Valongo vence em Braga


Em partida de acerto da segunda jornada do nacional de Iniciados, o HC Braga recebeu a AD Valongo nas Goladas, perdendo por 4-2.
Ao intervalo os bracarenses perdiam por 2-0, tendo na segunda parte o Valongo elevado para 4-0 com tentos de Gabriel Azevedo dois, Diogo Abreu e Diogo Barata,
A reacção minhota ficou-se apenas pelos dois golos apontados por Rodrigo Martins e Afonso Ferreira.
Com esta derrota os minhotos ocupam a terceira posição com três pontos, atrás de Valongo e ADB Campo que lideram com seis.
Para a próxima ronda o HC Braga defronta em casa o Penafiel, a ADB Campo no seu reduto com a AD Valongo e a APD Galegos joga na Povoa.

foto: Hoquei Minhoto/Aquilino Ferreira

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( seniores e formação ) 26 ,27 e 28 de fevereiro


SEXTA FEIRA DIA 26 DE FEVEREIRO DE 2016

Nacional de Iniciados
21.30H HC Braga - AD Valongo - Ricardo Sousa do Minho

SABADO 27 DE FEVEREIRO DE 2016

Nacional da 1ª Divisão
15.00H OC Barcelos - SL Benfica - Luís Peixoto e Ricardo Leão de Lisboa
17.00H HC Braga - AD Valongo - Paulo Santos e António Santos de Aveiro
21.00H HC Turquel - Juventude de Viana - José Pinto de Aveiro e Manuel Fernandes do Porto

Nacional da 2ª divisão
18.30H Riba d'Ave - CH Carvalhos - Paulo Sousa e Fernando Teixeira do Porto
18.30H Juv Pacense - Valença HC - Florindo Cardoso e Ricardo Sousa do Minho
18.00H AA Espinho - OC Barcelos B - Rui Torres e Julio Teixeira do Minho
21.00H Famalicense - Infante Sagres - José LaSalette e Carlos Miguel de Aveiro
21.00H Cartaipense - Escola Livre - Nazareno Duarte e Jorge Machado do Porto

Nacional de Infantis
15.00H  AD Limianos - Riba d'Ave - Porfirio Fernandes do Porto
17.00H ADB Campo - AD Valongo - Miguel Torres do Minho


Nacional de Juvenis
17.30H OC Barcelos - AD Penafiel - Sílvia Coelho do Porto
20.00H HC Braga - FC Porto - Carlos Correia do Minho

DOMINGO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2016

Nacional da 3ª divisão
16.00H HC Fão - AD Penafiel - Florindo Cardoso do Minho
18.00H Vila Boa Bispo - ADJ Vila Praia - Jerónimo Moura do Porto
19.00H Académico - Cartaipense B - Orlando Panza do Porto

Nacional de Juniores
16.00H HC Ponta Delgada - OC Barcelos - Fernando Lopes de Ponta Delgada
18.00H Juv Pacense - HC Braga - Manuel santos do Porto

Nacional de Iniciados
12.30H HC Braga - Penafiel - Claudia Rego do Minho
15.00H ADB Campo - AD Valongo - Rui Torres do Minho

fonte: FPP

2.24.2016

Nacional de Juniores - OC Barcelos goleia Académico


Em partida da segunda jornada do nacional de juniores, grupo A, zona norte o OC Barcelos recebeu e goleou o Académico por 12-1
Jogo de sentido único nos primeiros minutos com o OC Barcelos a dominar por completo as despesas do encontro diante um Académico que raramente conseguiu chegar à baliza minhota
Não foi de estranhar que os primeiros golos tenham aparecido logo aos 2’ e 3’ por Pedro Silva e Rui Silva
Procurou incomodar a turma do Académico mas o perigo não chegava a assustar o guarda redes minhoto

Do outro lado sim o guarda redes do Académica ia evitando o máximo possível o terceiro golo, que apareceu aos 10’ por Rui Silva.
Em noite dos irmãos Silva o resultado chegou antes do descanso em 6-0 com mais um golo de Pedro Silva e dois de Rui Silva.
Na segunda parte ambos os treinadores optaram por utilizar todos os seus jogadores perante o avolumar do resultado.
Aos 10' o marcador já assinalava 9-0 com golos, dois de Rui Silva e um de Afonso Lima.
Bem procurou reduzir mas seria Rui Silva a chegar à dezena de golos aos 12', para de grande penalidade Serafim Silva atingir o 11-0.
O merecido golo de honra do Académico surgiu aos 23' por Bernardo Oliveira.
No ultimo minuto Pedro Nuno fez o 12-1 final 

Com este triunfo o OC Barcelos somou os seus primeiros pontos depois da derrota sofrida na primeira jornada em Valongo.
Para o Académico foi a segunda derrota.
Na próxima ronda o OC Barcelos joga nos Açores diante o HC Ponta Delgada e o Académico recebe o Valongo.
E relação à segunda ronda o jogo entre ficou por jogar-se o HC Braga e o HC Ponta Delgada que se encontram no dia 1 de abril.


2.23.2016

Nacional - Das três equipas sem derrotas duas são do Minho, Valença HC e ADJ Vila Praia



Com a segunda volta a decorrer dos nacionais de hóquei em patins, existem três equipas que ainda não sofreram qualquer derrota nos seus campeonatos.
Dessas três a par do SL Benfica na primeira divisão, duas são do Minho, o Valença HC da segunda divisão zona norte e a ADJ Vila Praia da terceira divisão zona norte.

Se na primeira divisão, o Benfica líder da prova, soma em dezassete jogos, dezasseis vitorias e um empate, as duas equipas do Minho também tem um excelente registo.
Na sempre competitiva segunda divisão, zona norte o Valença HC que é terceiro classificado tem em dezassete jogos , dez vitorias e sete empates.
Também sem qualquer derrota no campeonato está a ADJ Vila Praia líder da terceira divisão, zona norte que em dezassete jogos venceu quinze e empatou dois.

Outro fator de referencia para não terem derrotas é o numero de golos sofridos.
Na segunda divisão em todas as zonas, o Valença HC é a quem tem menos tentos sofridos, quarenta e um , seguido do HC tigres com quarenta e quatro.
Em relação à ADJ Vila Praia é a terceira melhor defesa da terceira divisão com cinquenta e um golos sofridos, sendo apenas superada pelo Gulpilhares com quarenta e oito tentos e pelo Parede com trinta sete golos sofridos.
O SL Benfica no principal escalão apenas sofreu trinta e cinco golos.

2.22.2016

Nacional de Juvenis - HC Braga vence OC Barcelos


FOTO: FRANK ARAUJO

Em partida de acerto de calendário da segunda jornada do nacional de juvenis, a equipa do HC Braga derrotou o OC Barcelos em casa deste por 11-2, onde ao intervalo já vencia por 7-1.
Os golos foram apontados por parte do HC Braga através de Gonçalo Neto quatro, Rodrigo Botelho e António Trabulo três e um de Gonçalo Botelho.
Para o OC Barcelos marcaram Fernando Rocha e Pedro Freitas.
Com o triunfo os bracarenses assumiram o primeiro lugar em igualdade pontual com o Valongo, ambos com seis pontos.
Lado contrário está o OC Barcelos que ao fim da segunda ronda ocupa a ultima posição sem qualquer ponto conquistado.
Para a próxima jornada o HC Braga recebe o FC Porto, o Valongo desloca-se à ADB Campo e o OC Barcelos recebe a Penafiel.

Resultados da 2ª jornada

OC Barcelos 2 HC Braga 11
AD Valongo 7 Penafiel 2
FC Porto 5 ADB Campo 2

Classificação
1º HC Braga 6p
2º AD Valongo 6p
3º FC Porto 3p
4º ADB Campo 3p
5º Penafiel 0p
6º OC Barcelos 0p

Proxima jornada
HC Braga - FC Porto
ADB Campo - AD Valongo
OC Barcelos - Penafiel ( inversão da jornada )

Enorme solidariedade em Valença - O "VINAS" agradece



Foi de forma expressiva que o publico demonstrou toda a sua solidariedade perante a campanha do "VINAS" no passado sábado em Valença durante o jogo entre o Valença HC e o Riba d'Ave.
Para além da entrega da receita total do jogo por parte dos valencianos, muitos foram os que contribuíram à entrada do pavilhão para ajudar o "VINAS" a adquirir um automóvel adaptado.

Bonito gesto de todos ao qual o VINAS agradece.

2.21.2016

ULTIMA HORA - HC Fão protesta jogo com o Vila Praia



O Hoquei Minhoto sabe que o HC Fão protestou o jogo com o Vila Praia alegando erro dos árbitros ao permite que o Vila Praia tivesse usufruído de dois "time out" na segunda parte do encontro.
Esse protesto foi logo efectuado no recinto de jogo.
Aguarda-se por uma tomada de posição por parte do HC Fão nas próximas horas.
Para alem deste protesto, o HC Fão queixa se da dualidade disciplinar dos árbitros do jogo, António Bastos e de Carlos Correia, juiz de categoria nacional B.

III Divisão - Vila Praia vence vizinho HC Fão em jogo escaldante



O duelo minhoto entre o Vila Praia e o HC Fão terminou com o triunfo da turma de Rui Neto por 6-5, num jogo bastante quente, principalmente nos últimos cinco minutos.

Desde cedo se assistiu a um jogo de grande qualidade por parte das duas equipas, com o Vila Praia a adiantar-se no marcador por Telmo Ramos e César Pinheiro.
Não se "perdeu" o HC Fão que respondeu com a igualdade por Tiago Bolinhas e Carlos Mata.
Antes do intervalo o Vila Praia voltou a marcar por duas vezes através de Duda Chavarria e Rudy Pereira.
Na segunda parte os fangueiros beneficiaram de um livre direto pela décima falta da equipa de Rui Neto com Tiago Bolinhas a fazer o 4-3.
A seguir foi a vez de Eduardo Amorim também de livre direto e por igual infracção ampliar para 5-3, seguido de Rafael Almeida com o 6-3.
Sem nunca baixar os braços a turma de Rui Pereira, um bis de Hugo Barbosa lançou o jogo a seis minutos do fim com o 6-5.
O HC Fão podia ter mesmo feito o empate mas Tiago Bolinhas falhou um livre direto.
Os últimos instantes forma vividos de forma intensa e por vezes com agressividade excessiva levando a equipa de arbitragem a trabalhos por vezes mal interpretados.
Para um jogo desta importância a escolha não foi a melhor em relação à nomeação, colocando um arbitro com experiência a ser auxiliado por um de categoria B do nacional.
O triunfo permite ao Vila Praia manter de forma isolada o primeiro lugar enquanto o HC Fão sofreu um duro golpe na tentativa de chegar ao segundo lugar, estando agora a seis pontos do Gulpilhares.
Para a próxima ronda o Vila Praia joga fora  com o outro Vila, o Boa Bispo enquanto que o HC Fão recebe o Penafiel.

foto/informação: Ana Eduardo 

Na luta pela manutenção, HC Braga "pesca" um ponto nos Açores.


Inicialmente marcado para sabado, o HC Braga jogou na tarde de domingo nos Açores diante o Candelária tendo empatado a uma bola.
Numa partida muito táctica os golos só apareceram na segunda parte, primeiro marcou a equipa açoriana por Mauro Fernandez.
O HC Braga bastante limitado onde apresentou três juniores, chegou ao empate por Rúben Sousa.
Até ao fim qualquer uma das equipas podia ter marcado, mas ambas falharam um livre direto pela décima falta cometida.
Com a divisão de pontos, os bracarenses mantiveram-se acima da linha de despromoção, agora com doze pontos.
O Candelária continua no penúltimo lugar com dez pontos, mas tem dois jogos por realizar.
Para a próxima ronda o HC Braga recebe a AD Valongo e o Candelária desloca-se ao Sporting.

I Divisão - Sporting vence em Barcelos



No jogo grande da 17ª jornada do nacional da primeira divisão o pavilhão municipal apresentou praticamente cheio para assistir ao duelo entre o OC Barcelos e o Sporting CP, com a turma verde e branca a vencer por 3-1.

Uma partida muito cautelosa por parte das duas formações com maior posse de bola a pertencer ao conjunto de Barcelos.
Aos 8' apareceu o primeiro golo por Pedro Mendes num remate fontal sem hipótese para Ângelo Girão.
A perder o Sporting imprimiu um pouco de velocidade ao jogo e chegou ao empate aos 23' por Tiago Losna.
Para a segunda parte a toada voltou a ser morna nos primeiros minutos acordando aos 4' quando Reinaldo Ventura desperdiçou um livre direto pela décima falta do Sporting.
Aos 8' o Sporting deu a volta ao marcador por Cláudio Filho que aos 10' podia ter aumentado mas Ricardo Silva defendeu um livre direto pela décima falta minhota.
No minuto seguinte erro grande da dupla de arbitragem que não viu uma grande penalidade contra o Sporting e na jogada seguinte deu azul a Zé Pedro.
Do livre direto Ricardo Silva defendeu o remate de Luís Viana, obrigando os minhotos a jogar com menos um jogador durante dois minutos.
Pressionou o Sporting mas o Barcelos segurou esse tempo sem sofrer quando golo.
Com o jogo ao rubro o OC Barcelos beneficiou de uma grande penalidade aos 15' mas Luís Querido rematou ao poste da baliza de Ângelo Girão.
A finalização nos lances de bola parada não estava a sair bem aos minhotos, quando aos 19' Reinaldo Ventura desperdiçou um livre direto.
Quem não falhou foi Poka aos 23' de livre direto pela décima quinta falta do Barcelos, sentenciando desde logo o encontro.

II Divisão - Cartaipense obtêm importante vitoria em Lavra

Na luta pela manutenção o Cartaipense venceu em Lavra a equipa da casa por 6-4.
Num jogo de aflitos na luta pela permanência os minhotos foram mais fortes e tiveram em Miguel "Fininho" o homem do jogo ao apontar quatro dos seis golos da sua equipa.

Apesar da obtenção dos três pontos, o Cartaipense continua em zona de descida, agora com dezanove  pontos, a um ponto do primeiro clube fora da despromoção, a Juventude Pacense.
Quanto ao jogo o equilíbrio na primeira parte foi uma constante com o intervalo a chegar com a igualdade a uma com golos de Berto Martinho e Marcelo Leite.
Na segunda parte o Lavra entrou a marcar dois golos por Jorge Coelho fazendo o 3-1.
Encurtou Miguel Fininho, mas Marcelo Leite de livre direto fez o 4-2.
Depois apareceu a garra minhota com Miguel Fininho e Alexandre Pontes a darem a cambalhota no marcador garantindo assim importantes três pontos.
O CRPF Lavra atrasou-se com a derrota tendo agora catorze pontos jogando na próxima ronda no ultimo classificado o Cucujães.
Em relação ao Cartaipense recebe o oitavo classificado, a Escola Livre.

II Divisão - Valença vence lider Riba d'Ave


foto: Facebook Riba d'Ave

Uma semana depois de se terem defrontado para a Taça de Portugal no Parque das Tílias , Valença HC e Riba d'Ave voltaram a defrontar-se desta vez em Valença para o nacional da segunda divisão.
Perante um pavilhão valenciano completamente cheio, a turma de Paulo Morais voltou a vencer o Riba d'Ave agora por 5-3, com destaque para os quatro golos apontados por Zé Braga.
Acrescente-se que o Riba d'Ave esteve a vencer por 3-1 a treze minutos do fim.

                                                                    foto: Marco Gandra

No entanto foi o Valença o primeiro a marcar por Diogo Sá, tendo antes do intervalo Raul Meca feito o empate.
A segunda parte abriu com Miguel Fernandes a falhar um livre direto logo aos 2'.
Aos 8' Bruno Serôdio colocou o Riba d'Ave na frente do marcador que seria ampliada aos 17 por Vítor Hugo aproveitando a superioridade numérica por azul mostrado a Hélder Martins.
No mesmo minuto Zé Braga reduziu na recarga a uma grande penalidade.
Com os ânimos muito elevados por parte das duas equipas, Nuno Micolli viu o cartão azul e Zé Braga aos 14' fez o empate de grande penalidade.
O mesmo jogador seria decisivo aos 20' e 24' após apontar os dois golos, o ultimo de livre direto que sentenciaram o triunfo valenciano.
No final o Riba d'Ave mostrou toda a sua indignação perante o trabalho dos juízes do encontro, considerando que lhes foram espoliados três pontos ( leitura na pagina do facebook do Riba d'Ave).
Mesmo com a derrota o Riba d'Ave lidera a prova com trinta e oito pontos, mais um que o Valença e Espinho que algo surpreendente perdeu na Escola Livre.
Para a próxima ronda o Valença HC joga em Paços de Ferreira e o Riba d'Ave recebe o CH Carvalhos.

2.20.2016

I Divisão - Juventude de Viana vence Física



Na recepção a um dos aflitos do nacional da primeira divisão, a Juventude de Viana venceu a Física de Torres Vedras por 7-3.

A primeira situação de golo pertenceu ao conjunto de Torres Vedras, mas Filipe Bernardino nao aproveitou um livre direto.
Responderam os minhotos com Tó Silva a inaugurar o marcador de grande penalidade.
Ainda antes do descanso Francisco Silva colocou a Juventude na frente do marcador.
Para a segunda parte Diogo Fernandes fez o 3-0 de livre direto, depois de antes ter falhado igual situação.
Logo a seguir Gonçalo Suissas aumentou para 4-0, com Carlos Garrancho a reduzir.
E toada de parada e resposta a Juventude de Viana fez o 5-1 por Gonçalo Suissas tendo de novo Carlos Garrancho feito novo golo para o Física encurtando para 5-2.
O jogador do Física a seguir falhou um livre direto por azul mostrado a Tó Silva.
Animada a partida o Física voltou a marcar por Vicente Alves de livre direto a castigar a décima falta da formação minhota.
Nova resposta da Juventude de Viana com Diogo Fernandes a fazer o 6-3 e Gonçalo Suissas de livre direto a fixar o 7-3 final.



Nacional de Sub 17 - ADB Campo perde no Porto



Não foi feliz a deslocação da ADB Campo ao reduto do FC Porto em jogo da segunda ronda do nacional de juvenis.
A turma minhota perdeu por 5-2, com a desvantagem a verificar-se ao intervalo por 3-0.
Na etapa final os portistas fizeram o 4-0 com a ADB Campo a reduziu para 4-2.
Mas o Porto foi mais forte e fixou em 5-2 o desfecho final.
No outro jogo a AD Valongo venceu a AD Penafiel por 7-2.
Em relação ao jogo OC Barcelos e HC Braga joga-se esta segunda feira a partir das 21.00H.
Na tabela o Valongo soma seis pontos, seguido de FC Porto, HC Braga ( -1 jogo ) e ADB Campo com três. Quanto ao OC Barcelos ( -1 jogo ) e ao Penafiel ainda não somaram qualquer ponto
Para a próxima ronda a ADB Campo recebe o líder a AD Valongo, o HC Braga nas Goladas defronta o FC Porto e o OC Barcelos joga em Penafiel

II Divisão - OC Barcelos B e Famalicense dividem derbi



Grande jogo proporcionaram o OC Barcelos B e Famalicense digno de um derbi minhoto.

Os primeiro minutos foram de equilíbrio onde a jovem equipa do OC Barcelos soube segurar a experiência da equipa de Famalicão.
Ate que aos 13' o marcador foi inaugurado e para o Famalicense por Diogo Silva.
Dois minutos depois Luís Filipe falhou uma grande penalidade a permitir a defesa a João Peixoto.
Nos últimos minutos o Barcelos carregou mas foi o Famalicense por André Ferreira a aumentar para 2-0.
Antes do descanso o OC Barcelos B aos 23' reduziu por João Figueiredo.
Na segunda parte o ritmo vivo do jogo continuou com o Barcelos a procurou o empate que podia ter aparecido aos 8' mas Afonso Lima desperdiçou uma grande penalidade.
No entanto Afonso Lima redimiu-se aos 11' ao empatar a duas bolas de livre direto por azul mostrado a André Ferreira.
Uma igualdade que durou dois minutos com o Famalicense a colocar-se de novo em vantagem por André Barbosa.
À semelhança do final da primeira parte, os últimos cinco minutos do segundo tempo foram "explosivos", nomeadamente a partir do tento do empate apontado por Pedro Silva de livre direto a castigar a décima falta dos famalicenses.
No ultimo minuto numa decisão polémica da dupla de arbitragem André Barbosa do Famalicense falhou um livre direto.


Nacional de sub 13 - Jornada "negra" para as equipas do MInho

 
                                         Foto: Catarina Viegas

A segunda jornada do nacional de sub 13 não foi nada feliz para as equipas minhotas, ja que nenhuma conseguiu pontuar.

A ADB Campo única formação a jogar fora foi ao Porto perder por 3-1, 
Em casa o Riba d'Ave recebeu a AD Valongo perdendo por 5-3 e em Ponte de Lima a AD Limianos foi derrotada pela Juventude Pacense por 1-0.
Com a conclusão da segunda ronda, as equipas do Minho estão na parte de baixo da classificação com a AD Limianos a somar três pontos e a ADB Campo e Riba d'Ave ainda com zero.
Lideram a prova FC Porto e Juventude Pacense com seis , seguido da AD Valongo com três.
Na próxima ronda há derbi minhoto com o Riba d'Ave a receber a AD Limianos, enquanto que a ADB Campo em casa mede forças com a AD Valongo . Por fim os dois primeiros jogam em Paços de Ferreira.

2.19.2016

Sorteio da Taça de Portugal - Conheça os adversários das equipas minhotas


fonte: hoqueipatins.pt

13ª CONVOCATÓRIA DA AP MINHO


FONTE: AP MINHO

III Divisão Nacional - E derbi entre Vila Praia e HC Fão


Cartaz: ADJ Vila Praia

Para fechar o fim de semana a nível de seniores, no domingo jogo grande em Vila Praia com a equipa de Rui Neto líder da prova a receber o vizinho HC Fão quarto classificado.
Uma partida aguardada com enorme expectativa e que pode ditar e muito a vida das duas equipas na luta pela subida de divisão.
Neste aspecto o jogo tornar-se mais importante para o HC Fão que depois de perder em casa com o Gulpilhares joga uma cartada importante para continuar a tentar aproximar-se de um dos dois lugares de promoção, nomeadamente o segundo posto.
Actualmente o Vila Praia soma quarenta e quatro pontos, mais três que o Marítimo que soma mais dois jogos que os minhotos, mais quatro que o terceiro o Gulpilhares e mais sete que o HC Fão.
Perante estes números, o HC Fão que perdeu três jogos fora de casa, sabe da importância de somar pontos em Vila Praia de Ancora.
Do outro lado o Vila Praia que ainda não perdeu diante dos seus adeptos, apenas cedeu um empate, tentará somar mais um triunfo e consolidar o primeiro lugar.
Será um jogo onde os golos podem acontecer, visto estarem em pista os dois goleadores da prova, Tiago Bolinhas do HC Fão ( 39 golos ) e César Pinheiro do Vila Praia ( 32 golos ).
Na primeira volta as duas equipas empataram em Fão a seis golos.
O jogo começa às 18.00h e tem como árbitro, António Bastos do Minho.

2.18.2016

Minhota Sofia Silva convocada para a seleção



O Luso acolhe nos próximos dias 22 e 23 de Fevereiro o 1º Centro de Treino Nacional de seniores femininos.
De acordo com o Plano Anual das Seleções Nacionais, a Federação de Patinagem de Portugal vai levar a efeito o Centro de Treinos Nacional Nº 1 da Seleção Nacional de Seniores Femininos nos dias 22 e 23 de fevereiro.
Tendo em vista a preparação da Seleção Nacional para a participação no Campeonato do Mundo em Iquique, no Chile, o selecionador nacional, Carlos Pires convocou as seguintes atletas.
Maria Sofia Pinheiro Silva - CH Carvalhos
Alice Coelho Vicente (GR) - AA Coimbra
Ana Catarina Jesus Ferreira - AA Coimbra
Beatriz Maria Campos Figueiredo - AA Coimbra
Cláudia Susano Vicente (GR) - HC Turquel
Inês Susano Vicente - HC Turquel
Margarida Maria Ferreira António - HC Turquel
Marlene Teixeira Sousa - SL Benfica
Rute Tereso Lopes - SL Benfica
Maria Celeste Gomes Silva Santos Vieira (GR) - SL Benfica
Marta Isabel Sá Monteiro Vieira - ACDCP Vila Boa Bispo
Renata Duarte Alves dos Reis Pires Balonas - ACDCP Vila Boa Bispo
Joana Guerreiro Galla Goucha Jorge - Stuart HC Massamá

FONTE: FPP

Nacional de Sub 17 - HC Braga vence em Penafiel


A primeira jornada do nacional de sub 17, grupo A, zona norte ficou completa com o triunfo do HC Braga em Penafiel por 6-1, com 4-1 a favor dos minhotos em tempo de intervalo.
Marcaram para o HC Braga, Rodrigo Botelho dois, António Trabulo, Gonçalo Botelho, Gonçalo Neto e André Morais enquanto para o Penafiel marcou Hugo Gonçalves.

Com a soma dos três pontos diante a AD Penafiel, os bracarenses juntaram-se à ADB Campo e à AD Valongo como equipas a vencerem a primeira ronda.
Para a segunda ronda o HC Braga desloca-se ao OC Barcelos, a ADB Campo no reduto do FC Porto e a AD Valongo em Penafiel.

II Divisão Nacional - Há derbi minhoto com Barcelos B a receber Famalicense

                                                       foto: José Gomes/Hoquei Minhoto ( 1ª volta )

São três os " derbis minhotos " este fim de semana na região a nível de competições seniores.

O primeiro tem lugar em Barcelos para o nacional da segunda divisão, zona norte com a jovem equipa do OC Barcelos B a receber o Famalicense.
Será que a juventude barcelense é capaz de superar a experiência famalicense?

A partida tem lugar no municipal de Barcelos com inicio às 18h, sendo apitada por João Rodrigues e Carlos Correia do Minho.
As duas equipas encontram-se separadas por quatro pontos, com a formação do Famalicense melhor posicionada no quinto lugar, enquanto que o Barcelos B é oitavo.
O OC Barcelos B em sua casa nos sete jogos apenas perdeu dois, com o Riba d'Ave por 8-3 e com o CH Carvalhos por 4-3.
Nos restantes jogos venceu os seus adversários, Infante Sagres 6-2,  Cucujães 10-0, Lavra 7-3, Juv Pacense 4-0 e AA Espinho por 4-2.
Em relação ao Famalicense fora de portas, apenas venceu um jogo diante o CH Carvalhos por 31, tendo empatado dois em Lavra 3-3 e em Paços de Ferreira 2-2. Perdeu no Infante Sagres 3-1, no Cartaipense por 6-3, na Escola Livre e no HC Marco por 4-3.
Na primeira volta em Famalicão, em Outubro de 2015 a turma de Fernando Almeida venceu por 4-2.

II Divisão Nacional - Agora em Valença há derbi minhoto com o Riba d'Ave




Uma semana depois de se terem defronta no Parque das Tílias para a Taça de Portugal onde o Valença venceu por 3-2, os dois emblemas minhotos voltam a medir forças agora para o nacional da segunda divisão, zona norte.
Na pista vai estar a melhor defesa da prova a jogar em casa o Valença com apenas dezoito golos sofridos  e o melhor ataque a jogar fora de portas, o Riba d'Ave com quarenta e um golos.

A história agora é outra com a disputa dos três pontos na 17ª jornada com o Riba d'Ave a apresentar-se como líder da competição com trinta e oito pontos.
No terceiro lugar surge o Valença que ainda não perdeu nenhum jogo na prova e que vai tentar tendo como objectivo subir arrancar um triunfo para se aproximar do seu adversário.



No entanto para o nacional, na primeira volta o Valença empatou a duas bolas e venceu para a Taça por 3-2 fora de portas, pelo que pode ter alguma vantagem para o derbi minhoto agora jogando em sua casa.

Em Valença, a equipa de Paulo Morais venceu cinco jogos ( 12-5 ao Cucujães, 3-1 ao CH Carvalhos, 3-1 ao CRPF Lavra, 5-2 à Juv Pacense, 2-1 ao OC Barcelos B ) e empatou três ( 2-2 com a AA Espinho, 3-3 com Infante Sagres e 4-4 com o CD Povoa )
Fora do parque das Tílias, o Riba d'Ave apenas perdeu dois jogos, nas Taipas por 7-3 e nos carvalhos por 5-4.
Pelo meio um empate a três bolas no HC Marco e vitórias no Infante Sagres por 8-5, na Escola Livre por 7-3, no Famalicense por 8-1 e no Barcelos B por 8-3.
Interessante será também o duelo de goleadores, com Zé Braga do Valença (35 golos ) e Bruno Serôdio do Riba d'Ave ( 26 golos).
O jogo tem inicio às 21.30H e terá como árbitros Rui Torres e Júlio Teixeira do Minho.

2.17.2016

Jogos e árbitros para as equipas do Minho ( seniores e formação ) dias 20 e 21 de fevereiro



SABADO DIA 20 DE FEVEREIRO DE 2016

Nacional da 1ª divisão
21.00H Candelária - HC Braga - Jaime Vieira do Alentejo e Ricardo Leão de Lisboa
21.30H Juventude de Viana - Física - Jerónimo Moura e Orlando Panza do Porto

Nacional da 2ª divisão
18.00H OC Barcelos B - Famalicense - João Rodrigues e Carlos Correia do Minho
21.00H CRPF Lavra - Cartaipense - Joaquim Pinto e Paulo Almeida de Aveiro
21.30H Valença HC - Riba d'Ave - Rui Torres e Júlio Teixeira do Minho

Nacional de Sub 13
15.00H FC Porto - ADB Campo - Orlando Panza do Porto
15.00H Riba d'Ave - AD Valongo - Rui Torres do Minho
17.00H AD Limianos - Juv Pacense - Manuel Fernandes do Porto

Nacional de sub 17
OC Barcelos - HC Braga - João Rodrigues do Minho
16.30H FC Porto - ADB Campo - Joaquim Pinto de Aveiro

DOMINGO DIA 21 DE FEVEREIRO DE 2016

Nacional da 1ª divisão
15.00H OC Barcelos - Sporting CP - Paulo Almeida e António Santos de Aveiro

Nacional da 3ª divisão
17.00H Cartaipense B - Marítimo -
18.00H ADJ Vila Praia - HC Fão - António Bastos do Minho

Nacional de Sub 20
HC Braga - HC Ponta Delgada - Ricardo Sousa do Minho

Nacional de Sub 15
HC Braga - AD Valongo - Ricardo Sousa do Minho
17.30H APDG Penafiel - ADB Campo - Carlos Tadea do Porto

fonte:FPP

2.16.2016

Saiba quem representa o hóquei em patins na Gala dos troféus " O Minhoto "




Apoio: Radio Geice
A Gala de atribuição dos Troféus Desportivos “O Minhoto” – XIX Edição (Prémios referentes ao ano de 2015), foi apresentada no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Vieira do Minho.
A organização deste evento, representada por José Ferreira e o Presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso, deram a conhecer os propósitos e objectivos desta que se assume como a grande festa do desporto minhoto.
A 19ª Gala dos troféus Desportivos “O Minhoto”, decorrerá no próximo dia 29 de Fevereiro, em Vieira do Minho e vai premiar publicamente o mérito de todos os envolvidos no fenómeno desportivo da região, desde dirigentes, treinadores, árbitros a atletas.
Das várias nomeações destaque-se a de Albino Antunes, Diretor Desportivo do CGDCP de Santa Marta de Portuzelo, para melhor Dirigente Desportivo. A EDV está nomeada para o Grande Prémio Colectivo do Júri e Tiago Mendes, futebolista do Atlético de Madrid, para o Grande Prémio Individual.
Como habitualmente nesta gala-jantar, será também distribuída a revista oficial do evento, que serve como anuário do desporto minhoto, retratando a realidade desportiva de cada concelho, desde atletas de referência, dirigentes e os clubes mais relevantes do fenómeno desportivo da região.
A lista dos nomeados finais é a seguinte em relação ao Hóquei em Patins 
HÓQUEI EM PATINS
Gustavo Lima – Associação Juventude de Viana
Jorge Correia – Associação Juventude de Viana
Luís Querido – Óquei Clube de Barcelos
CLUBE FOMENTO DESPORTO JOVEM
CART – Centro de Actividades Recreativas Taipense
Nº de Atletas: 236
Modalidades: Hóquei em Patins (masculino), Voleibol (feminino e masculino), Patinagem Artística, Karaté, Bilhar, Rope Skipping, Ballet e Futsal (masculino).
Darque Kayak Clube
Nº. de atletas: 59 (federados) + 2301 praticantes em 2015
Modalidade praticada: Canoagem (especialidades de pista, fundo, maratona, slalom, kayak-mar, kayak surf, kayak pólo – só para escolas, kayak extremo e kayak de lazer)
Sporting Clube Courense
Nº de Atletas: 169
Modalidades: Futebol
GRANDE PRÉMIO DO JÚRI COLECTIVO
Andebol Clube de Fafe
Fundação: 2006
N.º de Atletas: 252
Modalidade: Andebol
CRAV – Clube de Rugby dos Arcos de Valdevez
Fundação: 1981
N.º de Atletas: 180
Modalidade: Râguebi
Escola Desportiva de Viana
Fundação: 1976
N.º Atletas: 1347
Modalidades: Basquetebol, Esgrima, Ginástica, Hóquei em Patins, Natação, Patinagem Artística, Trail Running e BTT.
Futebol Clube Vermoim
Fundação: 1991 N.º de Atletas: 97
Modalidade: Futsal

2.15.2016

Solidariedade com o " VINAS " - Valença HC entrega receita do jogo com o Riba d'Ave ao "VINAS"


O próximo jogo sabado do Valença HC em casa diante o Riba d'Ave terá como objectivo em termos de receita ajudar o "VINAS" a angariar o maior valor monetário possível para ajudar na compra de um automóvel adaptado.

Para alem do valor apurado da bilheteira estar já garantido para o " VINAS", o clube minhoto vai ter  uma camisola do Valença HC à entrada do pavilhão onde numa caixa poderão os adeptos fazer o seu donativo.

Seja solidário , ajude o "VINAS".

Os árbitros esqueceram-se do "CARTÃO BRANCO " ou portou-se tudo mal ? 1ª jornada de sub 13 e sub 15 sem qualquer cartão...





PORTOU-SE TUDO MAL NA 1ª JORNADA!!!


Poucos se devem ter lembrado, mas começou na fase de grupos dos nacionais de sub 13 e sub 15 a amostragem do "CARTÃO BRANCO ".


No seu ponto 4 das normas referente o seguinte

" No decorrer da época desportiva 2015/16, o Cartão Branco/Fairplay bem como a atribuição do prémio Fairplay serão aplicados em todos os jogos do Campeonato Nacional de Sub 13, Campeonato Nacional de Sub e Inter-Regiões “Páscoa 2016”.

Falamos apenas das equipas minhotas.
Em sub 13 jogaram Juventude Pacense e Riba d'Ave e ADB Campo diante a AD Limianos.
Em sub 15 defrontaram-se  ADB Campo com o Penafiel e o HC Braga com o CD Povoa.

O Hóquei Minhoto fez o seu acompanhamento pelos jogos onde estiveram presentes equipas do Minho e o famoso "CARTÃO BRANCO " não foi mostrado em um único jogo...

Situação estranha, em quatro jogos onde estiveram presentes equipas do Minho, nem um cartão branco foi mostrado!!!
Perante o vasto regulamento não existiram situações que merecessem esse cartão?
É caso para perguntar.
Não existiu nenhum ato merecedor desse cartão por parte de um jogador ou dirigente?
É assim tão difícil mostrar um cartão branco como por vezes se mostrar um cartão azul ou vermelho?
Não houve um pedido de desculpas de nenhum atleta por uma conduta mais agressiva?
Nenhum jogador incentivou um colega ou a equipa após falhar ou sofrer um golo?
Ninguém foi humilde e manteve a simplicidade na vitoria?
E os treinadores não respeitaram os colegas de profissão, os dirigentes, o árbitros e ate mesmo o publico?
E por fim o publico não mereceu o cartão branco pela forma como apoiaram a sua equipa ou se manifestaram de forma correta? 
Ao que foi possível apurar no jogo de sub 13 em Paços de Ferreira, um atleta do Riba d'Ave levou uma "bolada" num braço e quando abandonava a pista todos os presentes bateram palmas de forma a dar animo ao jogador.

Recordamos aqui o comunicado da FPP datado do dia 6 de fevereiro 


A FPP divulgou hoje no seu sítio oficial, as normas a adotar na nova medida Cartão Branco/FairPlay que será inicialmente utilizado no Campeonato Nacional Sub13, Sub15 e Inter-Regiões “Páscoa 2016”.
“1. A conduta de acordo com o espírito do Fairplay é essencial para a promoção do sucesso e desenvolvimento do desporto, neste caso, o Hóquei em Patins. O objetivo das atividades em favor do Fairplay é favorecer o espírito desportivo. Assim como, o comportamento cavalheiresco dos jogadores, agentes desportivos e espectadores para incremento do prazer de todos eles no jogo. A definição do Fairplay abrange todas as pessoas ligadas ao desporto de forma a:
− Mostrar conhecimento pelas leis do jogo;
− Motivar a crença de que o jogo pode ser jogado com prazer e de uma forma positiva;
− Motivar o comportamento correcto dentro e fora do campo em relação ao adversário (tanto pelos jogadores como por outros agentes desportivos, incluído o público) seja qual for o resultado.
2. No esforço de promover o Fairplay, a Federação de Patinagem de Portugal, em colaboração com a CAJAP – Confederação das Associações de Juízes e Árbitros de Portugal, o PNED – Plano Nacional de Ética no Desporto instituem o Cartão Branco/Fairplay e o prémio Fairplay.
3. As entidades acima referidas acreditam nos valores do Fairplay e por forma a reconhecer, destacar e recompensar as atitudes e comportamentos de Fairplay criaram o Cartão Branco/Fairplay. Todos ambicionamos que o Hóquei em Patins seja cada vez mais um desporto de valores, no qual a formação dos seus atletas supere a mera competição.
4. No decorrer da época desportiva 2015/16, o Cartão Branco/Fairplay bem como a atribuição do prémio Fairplay serão aplicados em todos os jogos do Campeonato Nacional de Sub 13, Campeonato Nacional de Sub e Inter-Regiões “Páscoa 2016”.
5. Cabe exclusivamente ao(s) árbitro(s) a exibição do Cartão Branco/Fairplay, seguindo os comportamentos descritos nos pontos 8, 9, 10 e 11, o seu bom senso, sempre que durante o jogo observe uma ação ou comportamento merecedor da mesma. 
6. A exibição do Cartão Branco/Fairplay a um acto merecedor será feita logo após o jogo ter sido interrompido, por qualquer motivo dentro das leis do jogo. A exibição aos espectadores, quando merecida, é feita no final do jogo.
7. O Atleta é merecedor da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Pede desculpa ao adversário aquando de conduta imprópria ou jogada mais ríspida;
− Reconhece uma infração que cometeu durante o jogo;
− Repõe a verdade caso o árbitro se tenha enganado;
− Ajuda o adversário numa situação em que ele necessita;
− Anima e incentiva os colegas de equipa quando falham em momentos decisivos do jogo;
− Respeita os dirigentes, treinadores, espectadores, entre outros agentes quando provocado;
− Reconhece o valor do adversário e felicitou-o na sequência de uma boa jogada;
− Mantem a humildade e a simplicidade na vitória;
− Outros
8. O treinador é merecedor da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Respeita, em todos os momentos, e de modo igual, os seus atletas e adversários;
− Incentiva os seus atletas a ajudar os adversários sempre que aqueles necessitam;
− Respeita os seus colegas de profissão, os dirigentes, espectadores e outros agentes;
− Reconhece o valor dos adversários, felicitando-os quando eles ganharam o jogo; 
− Mantem a humildade e a simplicidade na vitória;
− Outros
9. O dirigente é merecedor da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Respeita, em todos os momentos, e de modo igual, os seus atletas e adversários;
− Incentiva os seus atletas a ajudar os adversários sempre que necessitam;
− Respeita os seus colegas dirigentes e outros agentes;
− Reconhece o valor dos adversários, felicitando-os quando eles ganharam o jogo;
− Mantem a humildade e a simplicidade na vitória;
− Outros
10. Os espectadores são merecedores da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Manifesta um são relacionamento pessoal e desportivo entre si e com os demais agentes desportivos;
− Apoia de forma positiva e com fairplay ambas as equipas;
− Outros.
11. Serão atribuídos, no final do campeonato, os seguintes prémios:
a) O Prémio Fairplay para a equipa que tenha recebido mais cartões;
b) Caso exista empate, o critério de desempate será o número de cartões mostrados ao grupo de espectadores das equipas em causa.
c) Caso persista o empate após o critério da alínea a anterior, será a menor média de idades das equipas em questão, que decidirá o vencedor.
Foto|Fonte: FPP