Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao

Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao
Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao Hóquei Minhoto, o facebook do Hóquei Minhoto foi bloqueado sem razão aparente, estando inactivo desde o dia 27 de novembro de 2017. Só se encontram TRÊS razões para este tipo de atitude em bloquear o facebook do Hóquei Minhoto. INVEJA, MALDADE E COBARDIA. Visto que esse bloqueio ainda não está completamente ultrapassado nem se sabe se o mesmo será desbloqueado, o responsável do Hóquei minhoto juntamente com os seus colaboradores decidiu abrir esta pagina para poder fazer chegar a todos a habitual informação. Agradecemos a todos os que acompanhavam o facebook do Hóquei Minhoto que se juntem a esta pagina. Ficamos muito tristes com este tipo de atitudes em tentar por várias maneiras silenciar o Hóquei Minhoto. Podem continuar...a tentar. HÓQUEI MINHOTO

12.31.2015

Tiago Barbosa "Sapo" - " Decidi deixar o HC Braga "


Acabou por ser curta a segunda passagem de Tiago Barbosa "Sapo" pelo HC Braga, onde durou apenas quatro meses.
Depois de um ano atribulado em Viana do Castelo onde jogou muito pouco, o mesmo aconteceu em Braga com pouca utilização, apesar de nos poucos minutos que entrou em ringue ter sido responsável por um dos melhores resultados dos minhotos, caso do encontro com o Sporting CP onde o triunfo foi do HC Braga por 4-2, com um tento e uma assistência de golo de "Sapo".

Ao fim da 11ª jornada, Tiago Barbosa decide abandonar o HC Braga, confirmando isso ao Hoquei Minhoto.

" Saiu com a consciência tranquila que sempre dei o meu melhor. Quem me conhece sabe que nunca viro a cara ao trabalho. Deixo o HC Braga por pouco jogar, mas também por motivos familiares
Agora vou parar durante uns tempos, mas o "Sapo" não vai deixar de jogar. Será apenas uma pausa..."



12.29.2015

" Champion Clinic " sucesso atrás de sucesso



"Champion Clinic" foi um grande sucesso! 

Os mentores do evento foram, Gonçalo Suissas, Pedro Lopes e Filipe Carneiro, que tiveram como o objectivo proporcionar aos participantes momentos de aprendizagem, num ambiente diferente do que habitualmente costumam ter nos clubes.

O Champion Clinic realizou duas edições durante esta paragem lectiva, e contou com a participação de 70 atletas de clubes diferentes, oriundos do HC Braga, AD Limianos, AD Valongo, ED Viana e ADJ Vila Praia. 
Primeiro em Ponte de Lima no dia 21 e 22 de Dezembro e a 2ª edição em Vila Praia de Ancora nos dias 28 e 29 de Dezembro.




Os atletas tiveram a oportunidade de partilhar momentos de treino e experiências com colegas que geralmente costumam estar no ringue como adversários. 
Com os mentores sempre atentos e em cima dos acontecimentos, os atletas foram constantemente corrigidos nos atributos técnicos, aliás esse é um dos grandes objectivos destas Clínicas, aperfeiçoar e aprender novas técnicas que permitam aos atletas evoluir um pouco mais como jogadores.


Este evento terá novas edições no ano de 2016!! 

FOTOS GENTILMENTE CEDIDAS POR CHAMPION CLINIC

Júnior Vítor Braga ex OC Barcelos muda-se para a ADB Campo



O atleta Vítor Braga volta a vestir a camisola da ADB Campo, clube onde se formou e saiu na época 2011/2012 rumo ao OC Barcelos.

Em janeiro, Vítor Braga será reforço e poderá alinhar pela equipa de juniores, depois de ter estado ao serviço dos juniores e equipa B do OC Barcelos.
Na época passada foi campeão nacional da 3ª divisão pelo emblema do OC Barcelos.

foto: ADB Campo

12.27.2015

Raul Meca e a lesão - " Foi uma atitude de maldade..."



O capitão do Riba d'Ave, Raul Meca, vai estar ausente da equipa aproximadamente durante dois meses.
O motivo foi a fractura de um dedo da mão esquerda, contraída durante o jogo treino realizado sabado passado em Valongo.
Após o referido jogo/treino sem árbitros que não chegou a terminar devido a ânimos exaltados entre jogadores de ambas as equipas, o atleta foi transportado para o hospital onde após vários exames foi aconselhado a esperar uma semana de forma a avaliar a gravidade da situação.
Neste momento encontra-se com a mão imobilizada, podendo ainda correr o risco de ser sujeito a uma intervenção cirúrgica.

Em declarações exclusivas ao Hóquei Minhoto, Raul Meca considera todo o episódio lamentável.


" Foi um lance lamentável, o hóquei é um jogo agressivo e duro, mas foi uma atitude de maldade. 
É nós, que jogamos hoquei, temos que perceber que andamos com uma arma na mão e se a começar-mos a utilizar como tal, estas situações vão ser mais frequentes. 
É pena no jogo em que foi em que estavam tantos colegas e amigos em jogo, acabar assim.
Agora espero recuperar o mais rápido possível, para voltar a dar o meu contributo à equipa.
Sei que os meus colegas tudo vão fazer para manter o Riba d'Ave no primeiro lugar.
Outra situação que me prejudica é a minha actividade profissional. Eu não sou profissional de hóquei em patins. Estou também condicionado em trabalhar onde tenho uma família para sustentar.
Foi prejudicado a dobrar".

foto: Raul Meca

12.26.2015

Jogo treino entre Riba d'Ave e AD Valongo não chega ao fim



É caso para dizer " queimaram " em demasia as calorias acumuladas...
A equipa do Riba d'Ave realizou um jogo treino diante e em Valongo perdendo por 6-3.
O que supostamente seria um desafio propiciou a "queimar" calorias das festas natalícias, este acabou quinze minutos antes do tempo determinado por "quezílias" entre alguns dos jogadores de ambas as equipas.

Com três partes de vinte minutos cada, a ultima não chegou a concluir-se.
Enquanto houve jogo, na primeira parte o Riba d'Ave encontrava-se a vencer por 2-0 com golos de Vítor Hugo e Nuno Micolli.
Na segunda parte Tiago Pimenta fez o 3-0, mas o Valongo aos poucos foi anulando a vantagem minhota chegando aos 5-3 com golos de Hugo Azevedo e Luís Melo dois casa e um de João Almeida.
Para a terceira parte que não chegou ao fim apenas um golo e para o Valongo por Hugo Azevedo.

FOTO: DR

Vila Praia de Ancora recebe " Champion Clinic "


Nos dias 28 e 29 de dezembro, vai-se realizar no Pavilhão de Âncora a "CHAMPION CLINIC". 
Dois dias de treinos técnicos das 09:00 às 17:00
O evento é organizado por Pedro Lopes; Gonçalo Suissas; Filipe Carneiro, com o apoio da ADJVP.
Os interessados devem contactar, Patrick 969 102 114, Pedro Lopes 969 683 756, Filipe Carneiro 912 266 393


12.22.2015

II Divisão - OC Barcelos B vence Infante Sagres


O OC Barcelos B e o Infante Sagres encerraram a 12ª jornada do nacional da II divisão com o triunfo a sorrir de forma justa aos minhotos por 6-2.

Depois de um inicio equilibrado com o Infante Sagres a defender muito próximo da linha de meio ringue, postura que complicou muito o ataque minhoto, o marcador foi inaugurado aos 9' por Rui Brito.
No minuto seguinte Rui Silva aumentou, par aos 13' João Figueiredo elevar para 3-0.
O treinador do Infante Sagres imediatamente pediu um "time out" para alertar e corrigir a sua equipa, colocando mesmo em ringue jogadores mais experientes casos de Tó Cruz e Carlos Rodrigues.
No entanto foi o OC Barcelos B a marcar aos 16' por Márcio Silva.
A reacção produtiva do Infante Sagres apareceu aos no minuto seguinte por Tó Cruz.
O mesmo atleta segundos depois viu o cartão azul com o jogo parado, obrigando a sua equipa a jogar com menos um elemento, situação que nao foi aproveitada pela jovem equipa de Bruno Gomes.
Depois de o Infante ter a equipa completa aos 21' Rui Silva ampliou para 5-1.
Perto do intervalo, Carlos Rodrigues desperdiçou um livre direto e Tomas Castanheira falhou uma grande penalidade.

Para a segunda parte o Infante entrou a pressionar mais mas seria o OC Barcelos B a ampliar a contagem aos 5' por Afonso Lima.
Volvidos dois minutos o mesmo Afonso Lima falhou um livre direto.
A vencer por uma margem confortável os minhotos geriram a bola e o cronometro ate que aos 19' o Infante conseguiu reduzir por Carlos Rodrigues de livre direto pela 15ª falta do OCB B, fixando o resultado final do encontro.
A vitoria coloca o OC Barcelos B no quinto lugar com dezanove pontos, enquanto que o Infante Sagres manteve os dezassete pontos, baixando para o sétimo posto.
Na próxima ronda o OC Barcelos B joga em Valença e o Infante Sagres recebe o CD Povoa.

12.21.2015

III Divisão - Vila Praia termina 2015 com goleada



No ultimo jogo de 2015, o Vila Praia recebeu e goleou o Olá Mouriz por 22-1, mantendo a liderança na prova com trinta e quatro pontos, mais um que o Marítimo e mais quatro que o Gulpilhares.
A partida teve um sentido único, ou seja a baliza do Olá Mouriz com os minhotos a chegarem ao intervalo a vencerem por 9-0.

Na segunda parte o filme não se alterou com o Vila Praia a atingir a marca de 18-0, altura em que o Olá Mouriz respondeu com o merecido tento de honra apontado Miguel Rosendo.
Ate ao fim a turma de Rui Neto apontou mais quatro golos, fazendo o 22-1 final.
Marcaram na goleada, César Pinheiro seis, Telmo Ramos e Eduardo Chavarria cinco, Eduardo Amorim e Rafael Almeida dois, Marco Viana e Rui Silva um cada. 
Em 2016 o Vila Praia volta à competição visitando o Boavista.
O Ola Mouriz ultimo classificado recebe o Penafiel.

12.20.2015

III Divisão - HC Fão " vinga " Taça em Paço de Rei


O HC Fão voltou a Paço de Rei agora para o campeonato vencendo por 7-5, vingando assim a derrota sofrida por 5-4 no passado dia 8 de dezembro para a Taça de Portugal.
Em mais um jogo intenso os fangueiros ao intervalo já estavam na frente do marcador por 3-2, apesar de o Paço de Rei ter inaugurado o marcador e chegado ao 2-0 com golos de Gonçalo Marques.
A resposta minhota começou com Tiago "Bolinhas", seguido de Hugo Barbosa a fazer o empate.
Ainda no primeiro tempo, Luís Fernandes deu a volta ao marcador para os fangueiros.
Na segunda parte o Paço de Rei entrou forte e rapidamente fez o empate e elevou para 5-3 com tentos de Fábio Santos dois e um de Hélder Pereira.
O HC Fão não tremeu e Joni Lazera reduziu para 5-4.
De "Bolinhas em Bolinhas", a turma minhota arrancou para o triunfo com três "Bolinhas" eficazes na finalização dando assim o triunfo por 7-5.
O triunfo permite ao HC Fão consolidar o quarto lugar com vinte e cinco pontos, mais um que o Vila Boa Bispo.
A turma do Paço de Rei desceu para o 10º lugar com dezasseis pontos.
Para a próxima ronda o HC Fão recebe precisamente o Vila Boa Bispo, enquanto que o Paço de Rei joga em casa com o Cartaipense B.

III Torneio Mini Hóquei - O êxito continuou agora em Vila Praia de Ancora


Não há palavras para descrever a forma como decorreu o III Torneio Mini Hóquei que se realizou em Vila Praia de Ancora, depois de Ponte de Lima e Braga.
Alegria, convívio, jogadas espectaculares e bonitos golos foram os ingredientes que as equipas de Benjamins e Bambis proporcionaram a todos os presentes.
O resultado dos jogos passa para segundo plano.
Importante foi a forma como os mais pequenos se divertiram, mostrando aos mais graúdos que vale a pena serem eles sempre os principais intervenientes.
Estiveram presentes equipas do Riba d'Ave, Valença, ADJ Vila Praia, Cartaipense, OC Barcelos, Escola Desportiva de Viana e AD Limianos.

Torneio de Natal - AP Minho termina em 3º lugar


A Selecção da AP Minho obteve a terceira posição depois de vencer o ultimo jogo do XIII Torneio de Natal diante a AP Aveiro por 2-1.
Apesar de ter estado em desvantagem a Selecção orientada por Pedro Mendes/Filipe Carneiro deu a volta empatando por Fábio Ramos e alcançando o triunfo a um minuto do fim por Rodrigo Martins.
O resultado final acaba por ser escasso face ao domínio dos minhotos ao longo de toda a partida

O triunfo na prova pertenceu à Selecção Galega que no decisivo jogo derrotou a AP Porto por 3-1.
Ao longo da prova os minhotos em três jogos, perderam dois e venceram um, apontando quatro golos e sofrendo seis.
O goleador minhoto foi Fábio Ramos que marcou três tendo Rodrigo Martins feito o outro minhoto.
A prova que se disputou em São João da Madeira decorreu de uma forma saudável entre todos os intervenientes.
Segue-se agora o Torneio de Reis que terá lugar em Lavra

AP Minho volta a perder no XIII Torneio de Natal



Após perder na primeira ronda por 3-1 com a Selecção Galega, a AP Minho voltou a ser derrota agora por 2-1 diante a AP Porto.
Ao intervalo os minhotos venciam por 1-0 com golo de Fábio Ramos, mas na segunda parte a AP Porto deu a volta e vai este domingo decidir o troféu com a formação galega.
Os galegos derrotaram a AP Aveiro por 4-1.
Para o ultimo dia a AP Minho vai decidir o terceiro lugar com a AP Aveiro.

12.19.2015

I Divisão - OC Barcelos sobe ao 3º lugar



O OC Barcelos termina o ano de 2015 no terceiro lugar do campeonato após derrotar em Cambra a equipa da casa por 3-0.
Para alem da vitoria, os minhotos beneficiaram do deslize do FC Porto na luz diante o Benfica por 6-4 para chegarem ao pódio.
Do lado oposto o HA Cambra continua na penúltima posição com apenas cinco pontos.
Uma primeira parte com maior domínio do OC Barcelos que apenas não foi traduzida em golos.
Só aos 19' é que Hugo Costa abriu o marcador para os minhotos,  que podia ainda ter sido elevada a escassos segundos do descanso mas Reinaldo Ventura desperdiçou um livre direto.
Para a segunda parte a turma da casa abriu e acelerou um pouco o jogo, mas aos 13' após excelente jogada individual, Hugo Costa aumentou para 2-0.
Segundos depois Luís Querido falhou uma grande penalidade, situação que podia ter dado o 3-0.

Já nos últimos minutos assistiu-se a um festival de golos falhados especialmente de lances de bola parada.
Primeiro, foi Reinaldo Ventura que voltou a não acertar na baliza do Cambra ao permitir a defesa do guarda redes Ricardo Pereira
Em igual situação a equipa de Vale Cambra podia ter animado o jogo mas Ricardo Ramos "Piolho" viu Ricardo Silva defender o lance.
Logo a seguir Luís Querido também não soube superar o guarda redes do HA Cambra.
A escassos segundos Reinaldo Ventura fez o 3-0 final.
Para a próxima jornada, a 12ª jornada o OC Barcelos recebe o Física e o HA Cambra joga nos Açores diante o Candelária.

II Divisão - Cart derrota Fac


No derbi minhoto da 12ª jornada da segunda divisão, zona norte, o Cartaipense recebeu o vizinho Famalicense e somou um importante triunfo por 6-3.
Com a luta pela "fuga" à zona de descida as duas equipas procuraram obter um resultado positivo. 
Isso ficou demonstrado logo nos primeiros segundos com o Cartaipense a abriu o marcador por Alberto Marinho.
A resposta  da turma de Fernando Almeida apareceu apenas por André Ferreira de livre direto.
O mesmo jogador famalicense deu a volta aos 18' em igual situação, numa altura em que face aos protestos, o presidente do Cartaipense Lima Pereira viu o cartão vermelho
Se marcou ao abrir, o Cartaipense fechou a primeira parte igualando por Miguel "Fininho".
Na segunda parte o "duelo" dos irmãos Barbosa deu emoção ao jogo.
Primeiro foi o Barbosa, o Andre do Famalicense a colocar a sua equipa na frente, mas o Barbosa , o Tiago do Cartaipense voltou a igualar.
Mas seria Miguel Costa que de "fininho" com um hat trick seguido fez o resultado final a favor da formação de Orlando Ribeiro.
Com o triunfo o Cartaipense ultrapassou o Famalicense na classificação subindo ao oitavo lugar, enquanto que o Famalicense com catorze pontos está acima da zona de descida.
No ano de 2016 o Cartaipense começa a prova visitando o Espinho atual terceiro posição.
Em relação ao Famalicense recebe o ultimo classificado o Cucujães.

II Divisão - Valença HC ja é um dos lideres


Aos poucos a equipa do Valença HC aproxima-se da discussão da subida de divisão, objectivo traçado pelos seus responsáveis no principio da temporada.
Sendo a única equipa ainda sem qualquer derrota sofrida, os minhotos somaram mais três pontos em Oliveira de Azeméis por 4-2 diante a Escola Livre. Foi a quinta vitoria consecutiva na prova

Uma conjugação de resultados da 12ª jornada, permite ao Valença dividir com o Riba d'Ave que empatou no HC Marco a três bolas o primeiro lugar da classificação, ambos com vinte e seis pontos. A derrota do Espinho na Povoa por 4-3 também ajudou a chegar a esse lugar.

Em relação ao jogo diante uma Escola Livre a fazer um bom campeonato ( 4ª classificada ) o Valença HC tornou a sua tarefa fácil quando chegou ao intervalo a vencer por 3-0, com golos dois de Zé Braga e um de Ziga Campos.
Na segunda parte a Escola Livre encurtou logo no inicio por José Rodrigues, mas sempre com o jogo controlado os minhotos voltaram a marcar por Pedro Conde.
Ate ao fim a Escola Livre ainda fez o seu segundo golo por David Sá, mas o Valença soube segurar e gerir o resultado, tendo inclusive falhado dois livres diretos.
O campeonato regressa em 2016 com o Valença a receber em mais um derbi minhoto defrontando o OC Barcelos B.

AP Minho entra a perder no XIII Torneio de Natal



A Selecção da AP Minho iniciou o XIII Torneio Internacional de Natal, evento que decorre em São João da Madeira com uma derrota diante a Selecção Galega por 3-1.
Sob a orientação agora da dupla Pedro Mendes/Filipe Carneiro os minhotos ao intervalo perdiam por dois golos sem resposta.
Na segunda parte Fábio Ramos reduziu mas seria a formação galega a fichar o resultado final em 3-1 a cinco minutos do fim.
A AP Minho jogou de inicio com Pedro Cruz, Afonso Pereira, Carlos Oliveira , Fábio Ramos e Bruno Pinto.
Ainda esta sábado a AP Minho volta a jogar às 18h agora frente à AP Porto que venceu a AP Aveiro por 4-2. No outro jogo a Selecção Galega mede forças com a AP Aveiro.

2ª eliminatória - Sorteio da Taça de Portugal ditou derbi minhoto


O sorteio da 2ª eliminatória da Taça de Portugal colocou a ADJ Vila Praia da terceira divisão a receber o Cartaipense da segunda divisão nacional.
As restantes equipas minhotas ficaram isentas, Valença HC, Riba d'Ave e Famalicense

foto: hoqueipatins.pt



12.18.2015

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( 19 e 20 de dezembro )


SABADO 19 DE DEZEMBRO DE 2015

Nacional da 1ª divisão - 11ª Jornada

18.00h HA Cambra - OC Barcelos - Jerónimo Moura do Porto e Paulo Santos de Aveiro
21.00h HC Turquel - HC Braga  - Ricardo Leão e João Duarte de Lisboa
Juv Viana - Candelária - ADIADO

Nacional da 2ª divisão, zona norte - 12ª jornada

18.00h Escola Livre - Valença HC - Sílvia Coelho e Carlos Tadea do Porto
18.30h HC Marco -  Riba d'Ave - Jorge Machada e Fernando Teixeira do Porto
21.00h Cartaipense - Famalicense - Orlando Panza e Domingos Carvalho do Porto

OC Barcelos - Infante Sagres adiado para o dia 22 de dezembro às 21.30h
José LaSsalette e Carlos Miguel de Aveiro

DOMINGO 20 DE DEZEMBRO DE 2015

Nacional da 3ª divisão - 13ª jornada

17.15h Estrela Vigorosa - Cartaipense B - Jerónimo Moura do Porto
18.00h Vila Praia - Olá Mouriz  - Cláudia Rego do Minho
18.00h Paço de Rei - HC Fão - José Pinto de Aveiro



III Torneio Mini Hóquei joga-se dia 19 de Dezembro em Vila Praia de Ancora

Depois do êxito, primeiro em Ponte de Lima e depois  em Braga, realiza-se no sábado o III Torneio de Mini Hóquei nos escalões de Bambis e Benjamins.
Participam nesta terceira edição, a ADJ Vila Praia, Riba d'Ave, Cartaipense, AD Limianos,  OC Barcelos, Valença Hc e ED Viana, 

12.17.2015

AP Minho - XIII Torneio de Natal - Calendário ( 19/20 de dezembro )

                                  Foto gentilmente cedida pela  Associação de Patinagem do Minho

Tem inicio no sabado dia 19 de dezembro de 2015 o XIII  Torneio Internacional de Natal 2015 de hóquei em patins.
Para além da AP Minho, o evento conta com a presença da AP Porto, AP Aveiro e Selecção Galega.
No primeiro dia a selecção da AP Minho joga às 11.30h diante a selecção Galega, depois de se terem defrontado a AP Aveiro com a AP Porto.
Ainda no sabado às 18h os minhotos jogam com a AP Porto, seguido do confronto entre a seleção galega e a AP Aveiro.
No domingo às 10.30h jogam a AP Porto com a Selecção Galega para às 11.30h terminar o torneio com a AP Minho a jogar diante a AP Aveiro.

Jogadores:




12.14.2015

Jogos das camadas jovens da AP Minho são autênticos "barris de pólvora".

Para reflexão

Este artigo do Hoquei Minhoto tem como finalidade chamar a atenção de todos para que de uma vez por todas se faça uma "festa" nos jogos das camadas jovens da AP Minho.
Que vivam de forma efusiva a alegria dos mais novos a apreenderem a jogar, a marcar golos, a saberem como reagir quando ganham ou quando perdem..

São vários os casos que acontecem quase todos os fins de semana nos jogos das camadas jovens da Associação de Patinagem do Minho, envolvendo nomeadamente dirigentes e árbitros.
Se estamos a falar em jogos onde os atletas estão a começar a sua actividade porque tantas situações recorrentes nessas partidas ?
Não só esta época, mas já nas anteriores, tem acontecido episódios algo estranhos que em nada abona a modalidade e os seus intervenientes.
E nunca por culpa dos jovens atletas...

Se as camadas jovens servem para formar jogadores e nomeadamente homens, porque são os adultos a terem um papel negativo todos ou quase todos os fins de semana?
Sabemos da enorme rivalidade que existem entre os clubes, mas transportar essa rivalidade de forma extrema para os mais pequenos não é correto. 
Deveria existir  sim uma rivalidade saudável, sem se misturar por vezes as questões pessoais.
Salva-se e saúda-se nos últimos tempos, o evento Torneio Mini Hóquei de benjamins e bambis que vai para a sua terceira edição em Vila Praia depois dos êxitos em Ponte de Lima e em Braga.

As noticias que chegam indicam  jogos de escolares e infantis a serem realizados com a presença da policia. árbitros a abandonaram o recinto de jogo, jogos que nem começam por expulsões, outros que não terminam a escassos segundos do fim e alguns onde é preciso chamar a autoridade para acalmar os ânimos mas dos mais velhos.
Costuma-se dizer que o exemplo vem de cima, mas nem sempre...

São jogos onde todos se queixam das más arbitragem por entenderem que se protege clube A ou B.
Onde está o limite por vezes do respeito, da boa educação e do civismo?
Estarão os árbitros e dirigentes bem preparados para este tipo de situações?
Afinal quem deve ter a formação?

E no meio disto tudo estão os mais pequenos que vão assistindo a tudo e a mais alguma coisa.
Se as camadas jovens servem para ensinar os mais pequenos, porque são os adultos a terem o principal protagonismo?

Nota final
Este tipo de situações desagradáveis não acontecem só na AP Minho.
Vários são os relatos noutras associações do país.

12.13.2015

II D - Cart A empata. III D - Cart B perde


A jogar em Paços de Ferreira para o nacional da segunda divisão, o Cartaipense arrancou um empate a duas bolas em partida da 11ª jornada.
No sempre difícil pavilhão da Juventude Pacense, a equipa de Orlando Ribeiro mostrou personalidade obrigando o seu adversário a jogar no limite.
Ao intervalo já se registava uma igualdade a uma bola com a Juventude Pacense a marcar primeiro por "Manuho" tendo Miguel "Fininho" deixado a marca do Cart.
Na segundo parte o mesmo "Fininho" e também de livre direto deu a vantagem aos minhotos.
Ate ao fim a Juventude Pacense arriscou e chegou ao empate final por "Manucho".
Este empate mantêm o Cartaipense acima da zona de descida agora com treze pontos, mais um que o seu adversário de sabado.
Para a próxima ronda o Cartaipense recebe o vizinho Famalicense e a Juventude Pacense joga no ultimo classificado, o Cucujães.

Pior resultado obteve apesar de jogar em casa o Cartaipense B para o nacional da 3ª divisão com a derrota por 6-1 diante o Penafiel.
Ao intervalo os minhotos ja perdiam por 3-0.
Na segunda parte João Duarte ainda tentou acordar a sua equipa reduzindo para 1-3, mas o Penafiel não deu qualquer hipótese ampliando ate ao 1-6 final.
A derrota nao altera a posição do Cartaipense B, que manteve a 11ª posição com treze pontos.
Na próxima ronda o Cart B, joga no Estrela Vigorosa , formação que apenas soma três pontos.

II Divisão - "Poker " de Viti derrota OC Barcelos B


                                                foto gentilmente cedida por Fernando Novo

Para o OC Barcelos B o regresso após castigo de "Viti" Vítor Oliveira não podia ter sido pior.
O jogador do CD Povoa foi um dos responsáveis pelo triunfo poveiro por 6-0, após ter cumprido quarto jogos de suspensão ao apontar quatro dos seis golos do encontro. Os outros dois foram da autoria de Hugo Paiva e Ruben Fangueiro
Esta partida foi encarada pelos poveiros como bastante importante para um candidato à promoção depois de três derrotas sofridas nas ultimas três jornadas.
Para a jovem equipa barcelense este foi o segundo jogo fora de casa consecutivo somando nova derrota. 
Nem mesmo a presença de Ricardo Silva guarda redes titular da equipa A foi insuficiente para evitar outro resultado.
Ao fim de onze jornadas o CD Povoa soma catorze pontos, a escassos dois da zona de descida.
Uma posição que em nada traduz para quem se assumiu como candidato a subir de divisão.
Em relação ao OC Barcelos B apesar de nova derrota continua tranquilo na classificação apesar de ter descido para o sexto lugar com dezasseis pontos.
Para a próxima ronda o CD Povoa recebe um dos primeiros classificados, a AA Espinho.
Por parte do OC Barcelos B também joga em casa diante o Infante Sagres.

III Divisão - HC Fão sobe ao 4º lugar



Graças ao triunfo sobre um adversário direto na luta pelos primeiros lugares da classificação, o HC Fão derrotou em Fanzeres a equipa da casa por 6-5, subindo ao quarto lugar da tabela.

Em Fanzeres foi um jogo intenso que durou ate ao ultimo minuto com incerteza no marcador.
Aos 9' os fangueiros abriram a "marcha" por Tiago "Bolinhas ", depois de o mesmo jogador no minuto anterior ter desperdiçado um livre direto.
De igual situação o Fanzeres empatou por João Truta a castigar azul mostrado a Bernardo Silva.
Este tento mexeu com os minhotos que ate ao intervalo ganharam vantagem de dois golos por intermédio de Hugo Barbosa.
Na segunda parte o Fanzeres por João Truta de grande penalidade reduziu e chegou ao empate por Tiago Fornelos.
Antes da igualdade Tiago "Bolinhas " não aproveitou dois livres diretos.
O jogo abriu e Carlos Mata em três minutos voltou a colocar o HC Fão com dois golos na frente do marcador, para 3-5.
Aos 20' Hugo Barbosa dilatou para 3-6, mas o Fanzeres não baixou os braços e ate ao fim procurou pelo menos o empate com dois tentos de João Sousa e Cláudio Lima.
No ultimo minuto o Fão conseguiu segurar a preciosa vantagem e garantir os três pontos.
Após a 11ª jornada, o HC Fão sobe ao quarto lugar, agora com vinte e dois pontos, ultrapassando o Fanzeres que caiu para o sexto lugar, visto que o Vila Boa Bispo venceu.
Para a próxima jornada dia 20 de dezembro,  o HC Fão joga em Paço de Rei, pavilhão onde na passada terça feira foi eliminado da Taça de Portugal pela equipa da casa por 5-4.

II DIVISÃO - Valença HC " lavra " mais três pontos


Com o triunfo por 3-1 sobre o CRPF Lavra, a equipa de Paulo Morais continua na perseguição aos primeiros classificados, ao fim da 11ª jornada.
A diferença neste momento são de apenas dois pontos para Riba d'Ave e AA Espinho para os lideres e de quatro ( aumentou) para o quarto lugar ocupado pela Escola Livre.
Uma vitoria que só foi construída na etapa final, após 0-0 ao intervalo

Diante da equipa do Lavra foi Diogo Sá a abrir o marcador mas só na segunda parte, tendo a seguir João Santos de livre direto empatado.
Depois apareceu o "matador" Zé Braga que tranquilizou a turma valenciana com um bis.
Nota para o Valença HC que ao fim de onze jornadas ainda não perdeu, somando seis vitorias e cinco empates.
Para a próxima ronda dia 19 de dezembro, o Valença HC desloca-se ao reduto do Escola Livre e o CRPF Lavra recebe o H Carvalhos.

Taça Cers - Juventude de Viana em Espanha para decidir passagem


A Juventude de Viana empatou a três bolas com a turma do Vilafranca adiando assim a decisão para a segunda mão em Espanha a partida dois oitavos de final da Taça Cers.

Apesar de ter começado bem com o golo de Nelson Pereira, mas Eduard Fernandez fez o empate.
Ainda na primeira parte a Juventude de Viana voltou a ganhar vantagem com um golo do meio ringue de Nuno Félix.
Pelo meio Tó Silva falhou um livre direto
O segundo tempo foi ainda mais emotivo, muito por culpa do tento do empate espanhol apontado por Rocasalbas na recarga a um livre direto pelo décima falta minhota.
O mesmo jogador deu a volta ao resultado, fazendo o 2-3.
A perder a Juventude de Viana arriscou e chegou ao empate por André Azevedo.
O triunfo podia ter acontecido para qualquer equipas, mas a maior oportunidade foi de Tó Silva a escassos segundos do fim ao desperdiçar um livre direto.
A igualdade final deixa tudo em aberto para a segunda mão a disputar-se em Vilafranca dia 16 de janeiro.

12.12.2015

Taça Cers - OC Barcelos e Coutras decidem passagem em França



Sem o guarda redes Ricardo Silva e o capitão Luís Querido a equipa do OC Barcelos defrontou o líder do campeonato francês, o Coutras empatando a sete golos.


O jogo começou rápido para os dois lado e a eficácia dos franceses desde cedo se mostrou com Morales a fazer o primeiro tento aos 4'.
Segundos depois de grande penalidade Reinaldo Ventura empatou.
Em contra ataque aos 9' Pablo voltou a dar vantagem ao Coutras, mas aos 11' novamente Reinaldo Ventura igualou a duas bolas.
A primeira reviravolta apareceu aos 12' por Miguel Vieira, mas durou pouco tempo, porque a seguir Nico Fernandez voltou a igualar.
Na melhor fase do jogo Hugo Costa deu de novo a vantagem ao OC Barcelos.
No entanto ate ao descanso o Coutras deu a volta com tentos de mas Pablo e Morales levaram os franceses em vantagem para os balneários.

O inicio da segunda parte não foi diferente com os minhotos a pressionarem e a rematarem de qualquer forma enquanto que o Coutras em contra ataque criava perigo.
Numa dessas situações aos 6' Morales elevou para 6-4 a favor do Coutras.
A seguir o guarda redes Audelin viu o cartão azul mas Ventura falhou a grande penalidade.
Com menos um jogador o Coutras podia ter feito golo mas Ginho defendeu um livre direto pela 10 falta do OC Barcelos, 
Quem não marca sofre e a seguir Hugo Costa reduziu para 5-6.
A diferença mínima no restado e com mais de quinze minutos para se jogar, o OC Barcelos carregou mas teimosamente a bola não entrava na baliza do Coutras.
Até que aos 22' Miguel Vieira fez o empate.
No minuto seguinte Loic viu o cartão azul mas Ventura falhou o golo ao permitir a defesa de Audelin.
Mas o Rei aos 24' fez o 7-6, numa altura em que o Coutras estava com menos um jogador.
No ultimo minuto Ginho defendeu um livre direto mas não fez o possível num remate de meia distancia de de Morales.
Com o empate final tudo para ser decidido em França na segunda mão em Janeiro.

II Divisão - Riba d'Ave sofre para vencer ultimo classificado


O Riba d'Ave venceu o Cucujães por 5-4 , num jogo onde a conquista da vitoria foi mais importante que a exibição realizada.
Apesar do susto inicial onde o Cucujães abriu o marcador, o Riba d'Ave reagiu e aos poucos foi avolumando o marcador ate ao 4-1 com dois tentos de Micoli e um de Tiago Pimenta.
Em cima do intervalo o Cucujães reduziu para 4-2
Na segunda parte Raul Meca elevou para 5-2, mas o Cucujães encurtou para 5-3.
Numa toada rápida a equipa minhota a equipa visitante voltou a marcar, obrigando o Riba d'Ave a sofrer para somar os três pontos.
Com o triunfo o Riba d'Ave continua em primeiro lugar e na próxima ronda joga em Marco de Canaveses.
O Cucujães continua em ultimo recebendo a Juventude Pacense.

AP MINHO - 6ª CONVOCATÓRIA


12.11.2015

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( 12 e 13 de dezembro )




SABADO 12 DEZEMBRO DE 2015

Taça Cers - oitavos de final , 1ª mão
21.30H OC Barcelos - US Coutras - Giovanni Andrisani e Raffaele Strippoli de Itália
21.30H Juv Viana - Vilafranca - Alessandro da Prato e Luca Molli de Itália

Nacional da 2ª divisão - Zona Norte - 11ª jornada
18.30H Juv Pacense - Cartaipense - António Santos e José Mendes de Aveiro
18.30H Riba d'Ave - Cucujães - António Bastos e Bruno Antão do Minho
18.30H CD Povoa - OC Barcelos B - Jerónimo Moura e Manuel Fernandes do Porto
21.00H Famalicense - AA Espinho - João Rodrigues e Carlos Teixeira do Minho
21.30H Valença HC - CRPF Lavra - António Teixeira e Valter Esteves do Minho

DOMINGO 13 DE DEZEMBRO DE 2015

Nacional da 3ª divisão - Zona Norte - 12ª jornada
18.00H Cartaipense B - AD Penafiel - Ricardo Sousa do Minho
17.30H Fanzeres - HC Fão - Fernando Teixeira do Porto
ADJ Vila Praia folga

fonte:FPP

12.10.2015

Taça Cers - Nico Fernandez " Cada erro contra o Barcelos pode ser fatal..."

O internacional chileno Nico Fernandez, ex jogador do Sporting CP é uma das figuras do US Coutras, adversário do OC Barcelos nos oitavos de final da Taça Cers.
Para o melhor marcador do campeonato de França, defrontar o OC Barcelos fora não será fácil, conforme referiu ao Hóquei Minhoto.

" Vais ser um jogo muito duro em Barcelos. Neste momento o OC Barcelos está a fazer um grande campeonato em Portugal. Uma partida muito difícil contra uma equipa muito forte, ainda para mais a jogar em casa diante o seu um publico que é muito fervoroso.
No entanto o Coutras não tem medo de ninguém. 
Confiamos nos nossos jogadores que tem o seu valor.
Vamos a Barcelos para fazer um bom resultado. Queremos discutir a passagem em nossa casa. Cada erro contra o Barcelos pode ser fatal. O Coutras irá apresentar-se concentrado procurando fazer um jogo perfeito".
foto: Nicolas Fernandez / facebook

II Divisão - Os extremos da tabela jogam em Riba d'Ave


O pavilhão do Parque das Tílias recebe este fim de semana um jogo entre primeiro e ultimo da classificação geral a contar para a 11ª jornada do nacional da segunda divisão, zona Norte.
A equipa do Riba d'Ave líder do campeonato defronta o ultimo a turma do Cucujães.
São dezanove os pontos que marcam a diferença ao fim de dez jornadas.
Curioso que na anterior ronda o Riba d'Ave sofreu a sua segunda derrota na prova, nas Taipas por 7-3, enquanto que o Cucujães arrancou o seu primeiro triunfo diante um candidato à promoção o CH Carvalhos por 5-4.
Em pista vamos ter o segundo melhor ataque da prova, o Riba d'Ave com cinquenta e nove tentos, contra a pior defesa a do Cucujães com sessenta e sete golos sofridos.
Natural favoritismo para os minhotos ainda mais por jogarem em casa onde apenas cedeu uma igualdade a duas bolas com o vizinho Valença HC.
O Cucujães fora perdeu pela margem mínima nas Taipas e na Povoa por 3-2, mas em Valença e no OC Barcelos B foi mais desnivelado, 12-2 e 10-0 respectivamente.

foto: cartaz Riba d'Ave

Taça Cers - Conheça o Vilafranca adversário da Juventude de Viana


Fotos: www.clubpativilafranca.cat 

Depois de afastar os modestos austríacos do RHC Dornbirn por 17-6 no conjunto dos dois jogos, a Juventude de Viana vai medir forças com a equipa espanhola do CP Vilafranca.
Na anterior eliminatória o Vilafranca superou com facilidade os suíços do Montreux por 11-2 no total das duas partidas.
O primeiro jogo é no Minho em Monserrate, sabado às 21.30h sendo dirigido pela dupla de arbitros italiana, Alessandro da Prato e Luca Molli.

A formação da Catalunha ocupa neste momento o 9º lugar na prova com catorze pontos e menos um jogo disputado.
Orientada por Jordi Garcia, o Vilafranca ao fim de dez jogos apenas perdeu dois, curiosamente um deles no passado fim de semana em Leida por 3-1. A outra derrota aconteceu na Corunha diante o Liceu por expressivos 9-1.
No entanto o Vilafranca é uma equipa "talhada" para os empates, somando ao todo cinco, quatro deles em casa, 3-3 com o Noia e com o Vic, 2-2 com o Reus e 1-1 com Lloret.
As únicas vitorias foram obtidas sobre o Vendrell fora por 9-2 e de forma surpreendente em casa diante o Barcelona por 4-3.

Atenção à dupla Rocasalbas/Eduardo Fernandez
Os dois valem dezassete golos dos vinte e nove marcados.

É uma equipa que sofre poucos golos, sendo a segunda formação menos batida da OKLIGA com vinte e nove tentos, atrás do Barcelona que tem dezoito.
O seu melhor marcador dos vinte e seis tentos, é Roger Rocasalbas com dez golos apontados, seguido de Eduardo Fernandez com sete. Mais atrás com cinco aparece Joan Canellas, com quatro Joan Vasquez

fotos: facebook e site Vilafranca

Taça Cers - Quem é o US Coutras adversário do OC Barcelos


O OC Barcelos volta a França para a Taça Cers depois de na edição anterior ter jogado com o SCRA Sant Omer nos quartos de final.
Desta vez para os oitavos de final, os minhotos medem forças com o US Coutras, formação situada a sessenta e cinco quilómetros da cidade de Bordeaux e que actualmente lidera o campeonato francês.
Na anterior eliminatória o US Coutras afastou os suíços do Diessbach por 8-2 no conjunto das duas mãos.


Da equipa do US Coutras fazem parte jogadores conhecidos, um deles pelo hóquei em patins português, caso de Nico Fernandez que na temporada passada teve uma passagem pouco utilizada no Sporting CP.
O jogador chileno ao serviço do clube verde e branco teve um papel decisivo apenas na conquista da Taça Cers ao apontar um golo na decisão das grandes penalidades na final.
No campeonato gaulês, o US Coutras lidera a prova ao fim de oito jornadas com vinte e um pontos, mais um que o Sant Brieuc.
Ate ao momento apenas perdeu um jogo e em sua casa por 7-6 precisamente com o segundo classificado, o Sant Brieuc.
Para alem do jogador chileno Nico Fernandes que é o melhor marcador da prova com dezanove dos cinquenta e nove apontados pelo US Coutras, fazem parte os argentinos "Pablito" Gonzalez Ferrer ( ex Novara e ex Sant Brieuc ) e Alberto Morales ( ex Sant Brieuc, ex Lavendenne  ), jogadores que podem desequilibrar a qualquer momento.
Por isso o jogo em Barcelos este sabado está a gerar alguma expectativa em ambos os clubes.

fotos US Coutras

12.09.2015

Torneio de Natal de sub 15 realiza-se em São João da Madeira




O Pavilhão de Desportos da Associação Desportiva Sanjoanense, em São João da Madeira, vai receber a edição de 2015 do Torneio Inter-Associações de Natal, prova habitualmente organizada pela Associação de Patinagem de Aveiro.
A "Casa" do hóquei em patins da Associação Desportiva Sanjoanense é um palco histórico na região, tendo recebido já diversos eventos regionais e nacionais.  
O Torneio Inter-Associações de Natal terá lugar no fim-de-semana de 19 e 20 de Dezembro de 2015, e contará com a participação das Selecções Regionais de Sub-15 da Associação de Patinagem de Aveiro, Associação de Patinagem do Porto, Associação de Patinagem do Minho, além da selecção representativa da Federação Galega de Patinagem. 
(Foto: ADS Hóquei), fonte: AP Aveiro

12.08.2015

Taça de Portugal - HC Fão afastado da prova



Na deslocação a Vila Nova de Gaia para defrontar o Paço de Rei, o HC Fão foi eliminado da Taça de Portugal pelos locais por 5-4.
Uma partida marcada pela péssima arbitragem de Porfirio Fernandes da Associação de Patinagem do Porto, que deixou os fangueiros à beira de um ataque de nervos, especialmente na segunda parte.
Já não é a primeira vez que o HC Fão se queixa em jogos na zona do Porto em jogos diante equipas da mesma associação.
A turma de Rui Pereira vencia por 2-1 ao intervalo, mas o Paço de Rei empatou.
Os fangueiros voltaram a adiantar-se no resultado com resposta imediata dos locais.
Nos últimos minutos o Paço de Rei deu a volta ao marcador.
O HC Fão a treze segundos do fim podia ter chegado ao empate mas viu ser lhe negado um livre direto justificado por suposto apito vindo da bancada que induziu em erro o juiz da partida!!!
Marcaram pelo HC Fão, Carlos Mata, Alexandre Azevedo, Tiago" Bolinas " e Hugo Barbosa,
No triunfo do Paço de Rei contaram os golos de Fábio Gil três, Fábio Santos e Tiago Pacheco.
Com a eliminação do HC Fão, o Minho estará apenas representando no próximo sorteio com o Vila Praia como formação da terceira divisão nacional.

Enorme atitude - Sandro Freitas jogador do Maritimo troca golo que nao entrou pela sua honestidade


No jogo para a Taça de Portugal entre o Vila Praia e o Marítimo da Madeira o jogador da equipa madeirense Sandro Freitas teve um gesto pouco comum na modalidade.
Uma atitude rara no hóquei em patins.
A pouco mais de três minutos do fim do encontro e com o marcador empatado a sete bolas, o Marítimo através de Sandro Freitas rematou à baliza do Vila Praia, tendo o árbitro assinalado de imediato golo.
O esférico na realidade bateu no poste direto rolando ate bater depois no poste esquerdo sem nunca ter ultrapassado a linha de golo.
O juiz presente assinalou golo do Marítimo perante a contestação dos minhotos.
Foi preciso Sandro Freitas em conversa com o árbitro afirmar que a bola não chegou a entrar na totalidade na baliza do Vila Praia.

Um gesto que mereceu o seguinte comentário do treinador do Vila Praia Rui Neto
" Com tantos anos de hóquei em patins, não me lembro de uma enorme atitude como a do jogador do Marítimo. O gesto gesto mostra a sua personalidade, o seu carater e honestidade.
Tiro o chapéu ao Sandro Freitas. Era um golo que caso tivesse sido validado podia ter dado a passagem na eliminatória ao Marítimo".

foto: Liliana Silva

12.07.2015

Taça de Portugal - Vila Praia de "ouro " afunda Marítimo da prova

Hoquei Minhoto/Carlos Teixeira

A primeira eliminatória da Taça de Portugal colocou frente a frente em Vila Praia de Ancora, os primeiros classificados da terceira divisão, zona norte, a equipa minhota do ADJ Vila Praia e o Marítimo da Madeira.
Numa grande partida de hóquei, o Vila Praia segue em frente após vencer por 8-7 no golo de ouro a equipa insular que no Minho realizou o seu terceiro jogo seguido no continente, dois para o campeonato e um em Vila Praia para a Taça

Nota para o enorme fair play do Marítimo que num remate à baliza minhota viu a bola não entrar apesar do árbitro ter dado golo. 
O jogador em questão, Sandro Freitas ao ver ser validado o lance foi o próprio a dizer que a bola não entrou. Nessa altura o Marítimo podia ter passado para a frente do marcador e talvez tivesse garantido a passagem da sua equipa à próxima eliminatória.

O jogo começou com o Marítimo adiantou-se no marcador logo aos 2' por Sandro Freitas, mas o Vila Praia empatou aos 7' na recarga a uma grande penalidade através de César Pinheiro.
Num ritmo intenso a turma insular em contra ataque voltou a ganhar vantagem e logo por dois golos apontados por Pedro Moniz ainda dentro dos primeiros dez minutos.
A reacção da equipa de Rui Neto começou aos 15' com César Pinheiro a reduzir e Telmo Ramos de livre direto a empatar aos 17'.
Sem abrandar o Vila Praia deu a cambalhota no resultado por César Pinheiro aos 18' e ampliou por Rafael Almeida para 5-3 aos 21'.
Antes do descanso mais dois golos, um para cada lado, primeiro golo  do Vila Praia por Telmo Ramos em lance onde o Marítimo estava com menos um jogador por azul mostrado a Sandro Freitas por protestos e depois por Mário Brazão a dois segundos do apito da mesa, colocando em 6-4.
A segunda parte mostrou um Marítimo a procurar reduzir o resultado mas foi o Vila Praia aos 5' a aumentar para 7-4 por Telmo Ramos.
Em toada de parada e resposta por ser um jogo a eliminar, o Marítimo podia ter reduzido aos 8' mas Pedro Ferraz falhou um livre direto por azul a Rudy e aos 10' desperdiçou igual infracção pela 15ª falta dos minhotos.
Depois de ameaçar o Marítimo acabou por marcar aos 15' e por duas vezes Mário Brazão e Sandro Freitas.
A seguir Duda viu o cartão azul por protestos, originado um livre direto que foi desperdiçado por Sandro Freitas a seis minutos do fim
Com apenas um golo de diferença a emoção foi enorme e as oportunidades de golo foram uma constante em ambas as balizas, obrigando os dois guarda redes a excelentes defesas.
Numa dessas situações o guarda redes do Marítimo brilhou ao defender um livre direto de Telmo Ramos após a 15ª falta insular.
Do outro lado Miguel Lima não foi capaz de evitar o empate aos 20' a remate de Sandro Freitas por azul exibido a César Pinheiro.
Com a igualdade a sete tentos e com apenas cinco minutos para se jogar o ritmo abrandou um pouco , mas a 20ª falta do Vila Praia não foi aproveitada por Sandro Freitas, situação que podia ter sido decisiva para o resto do tempo, levando a partida para o prolongamento.
No tempo extra o Vila Praia beneficiou de uma grande penalidade muito discutida pelo Marítimo por bola presa pelo guarda redes insular João Queiroz , tendo César Pinheiro fuzilado e feito o golo de ouro, apurando os minhotos para a segunda eliminatória da Taça.
Para um jogo desta importância deveria ter sido escalado um juiz de melhor qualidade.

II Divisão - Famalicense vence mas CD Povoa protesta


O Famalicense venceu o CD Povoa por 6-4 em jogo da 10ª jornada do nacional da segunda divisão zona norte disputado no municipal de Famalicão.
Com o triunfo o Famalicense subiu ao oitavo lugar, agora com catorze pontos, enquanto que o CD Povoa desceu para o décimo lugar com onze pontos.
Um jogo que foi protestado pela turma poveira, alegando erro técnico da dupla de arbitragem Carlos Miguel e José LaSalette de Aveiro.
Tudo aconteceu no ultimo minuto do jogo, altura em que os juízes mostraram um cartão azul a um jogador de cada equipa.
Após a exclusão desses dois jogadores, entraram em pista dois novos atletas, contrariando as regras segundo o emblema poveiro.

Uma partida vivida com muita intensidade entre as duas formações, com o objectivo de somarem os três pontos em disputa.
O Povoa na primeira parte andou sempre na frente do marcador obrigado a turma de Fernando Almeida a recuperar no marcador. Ao intervalo o CD Povoa vencia por 3-2.
Na segunda parte o Famalicense voltou a empatar, mas o Povoa adiantou-se com o 4-3.
A cambalhota apareceu com os minhotos a empatarem, para depois fugirem no marcador ate ao 6-4 final através de uma grande penalidade e um livre direto.
Os golos do triunfo do Famalicense foram de Gabi Silva e André Ferreira dois, Luís Filipe e Celso Silva um cada.
Por parte do Povoa apontaram Joka Alves dois, João Candeias e Rúben Fangueiro.
Para a próxima ronda o Famalicense volta a jogar em casa defrontando um dos lideres, a AA Espinho, enquanto que o CD Povoa recebe o OC Barcelos B.

Em Ponte de Lima, árbitro exige policia para jogo de Escolares!!!!




Aconteceu no passado fim de semana em Ponte de Lima no jogo de escolares entre a AD Limianos e o Riba d'Ave
Segundos relatos, o árbitro exigiu policiamento, tendo o jogo apenas começado após a presente da segurança dentro do pavilhão.
Não sabendo os motivos aguardam-se esclarecimentos por esta situação no mínimo caricata num jogo de escolares.
Contactada a AP Minho pelo Hóquei Minhoto, a referida associação aguarda pelo relatório do árbitro para tomar uma posição face ao sucedido.

fonte: AD Limianos/Face
https://www.facebook.com/limianoshoquei/posts/996298600408532

12.06.2015

III Divisão - Vila Praia sem "piedade" do Cart B


Em mais um derbi minhoto, agora na terceira divisão, zona norte, o Vila Praia recebeu e derrotou o Cartaipense B por 15-1 em jogo da 11ª ronda.
Sendo assim a turma de Rui Neto continua na frente da prova agora com trinta e um pontos, mais um que o Marítimo e mais seis que o Gulpilhares.
Recorde-se que nesta jornada o Gulpilhares que baixou para terceiro lugar folgou e o Marítimo da Madeira subiu ao segundo posto após triunfo por 2-1 no Vila Boa Bispo e na sexta feira passada no Infante Sagres B por 3-2, este ultimo ja da 13ª jornada

Perante a jovem e desfalcada equipa do Cartaipense B que se apresentou apenas com seis jogadores, o Vila Praia depois de algumas dificuldades nos primeiros minutos conseguiu abrir o marcador aos 10' por César Pinheiro.
O mais difícil estava feito para o Vila Praia que depois aos poucos chegaram ao 4-0 por Duda e Rui Silva, o ultimo de grande penalidade.
Em cima do intervalo o Cart B reduziu por João Duarte de livre direto.




Na segunda parte Telmo Ramos entrou logo a fazer o 5-1

Com a bancada bem composta de publico ( ver foto ) as duas equipas apesar das diferenças continuavam a praticar um bom jogo.
No entanto aos poucos o Cart B foi quebrando fisicamente e sem grandes opções no banco viu Rafael Almeida aumentar para 6-1, Duda fazer o 7-1, César Pinheiro o 8-1, Rudy o 9-1, João Eduardo o 10-1, César Pinheiro dos 11-1 até aos 15-1 final.
Para a ronda seguinte o Vila Praia fica na bancada de folga a assistir aos jogos dos seus adversários, o Marítimo recebe o Sobreira e o Gulpilhares joga no ultimo classificado o Olá Mouriz.
Para esta segunda feira o Vila Praia volta a jogar agora para a Taça de Portugal recebendo precisamente o segundo classificado da zona o Marítimo a partir das 21.30h


III Divisão - HC Fão sobe ao quinto lugar



Perante um adversário em igualdade pontual na classificação, o HC Fão venceu o Académico por claros 13-6.
Perante o triunfo o HC Fão é agora quinto com dezanove pontos, a um do quarto classificado o Fanzeres adversário da próxima jornada.

Uma vitoria que já se registava ao intervalo para os fangueiros por 5-2
Neste jogo a equipa de Rui Pereira voltou a mostrar a sua "veia" goleadora, não dando qualquer hipóteses ao seu adversário.
A turma do HC Fão é a equipas com mais golos marcados na prova com noventa e um tentos em apenas dez jornadas cumpridas.
Os responsáveis por mais um resultado superior a dois dígitos, foram Carlos Mata quatro, Hugo Barbosa três, Bernardo Silva três, Tiago Pereira "Bolinhas " dois e Alexandre Azevedo um.