FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

2.28.2014

Barcelos acolhe final four de juniores e iniciados. Mealhada recebe juvenis e infantis



A cidade de Barcelos volta a receber mais um importante evento de hóquei em patins, depois do Mundial de Sub 20, da final da Taça de Portugal, agora a final four de juniores e iniciados nos dias 5 e 6 de julho.
Recorde-se que Barcelos em 2011 recebeu a final four mas de juvenis e iniciados, sendo que estas estão reservadas para a Mealhada nos dias 28 e 29 de junho.

A FPP adianta que as Finais a Quatro referidas realizar-se-ão sempre nos pavilhões agora definidos, independentemente dos Clubes que se apurem para cada uma das provas.

Os campeões em titulo são:
Juniores Benfica
Juvenis Benfica
Infantis AD Valongo
Iniciados Sporting CP

Foto exclusiva : Hoquei Minhoto

2.27.2014

Cartaipense continua na Taça de Portugal. Acad do Porto excluído da prova



O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Patinagem excluiu o Académico do Porto da Taça de Portugal, dando assim razão aos argumentos apresentados pelo Cartaipense que alegou que o jogo se realizou sem policiamento ou segurança privada.
Na sua comunicação o CD referiu que no email enviado a todos os clubes datado de 4 de fevereiro ordenou que todos os jogos deveriam ter policiamento ou segurança privado o que não aconteceu na partida realizada no recinto do Acad do Porto.
Perante a decisão o Cartaipense continua na Taça de Portugal, faltando saber se joga nas Taipas ou em Famalicão, já que o anterior sorteio ditou o Académico a receber os famalicenses.
Sendo assim teremos dois embates minhotos, o Cartaipense a medir forças com o Famalicense e o Valença a defrontar o Ancorense.
É sempre motivo redobrado de interesse assistir a jogos entre as equipas do Minho, mas nesta edição da Taça , este será o terceiro depois do Ancorense ter afastado o Riba d'Ave, situação que origina o afastamento mais cedo da prova de clubes minhotos.

Jogos e árbitros das equipas do Minho, seniores e camadas jovens ( 1 , 2 e 5 de março )



Salvo alterações de ultima hora, os jogos é árbitros das equipas do Minho para sábado dia 1 de março, domingo dia 2 de março e quarta feira dia 5 de março são os seguintes:

sábado dia 1 de Março
I Divisão

17.00h Oliveirense - Juv Viana - Rui Torres e Cristiano jardim do Minho
18.00h AD Valongo - OC Barcelos - Nuno Sequeira e Jerónimo Moura do Porto
21.30h Candelária - HC Braga - José Nave e Jorge Ventura de Lisboa

II Divisão

18.00h Cucujães - Famalicense - Vitor Roxo de Leiria e Manuel Oliveira de Aveiro
18.00h Cartaipense - Povoa - António Rodrigues e António Teixeira do Minho
18.00h Riba d'Ave - Inf Sagres - Florindo Cardoso e João Rodrigues do Minho

Nacional de Juvenis
17.00h ADB Campo - HC Braga - Cláudia Rego do Minho
20.00h ED Viana - Penafiel - Paulo Rainha do Minho

Nacional de Infantis
15.00h HC Braga - Povoa - Ricardo Sousa do Minho
15.00h OC Barcelos - Riba d'Ave - António Bastos do Minho

Domingo dia 2 de março

III Divisão
17.00h Vila Boa Bispo - HC Fão - Jerónimo Moura do Porto
17.00h Valença - Acad do Porto - Cristiano Jardim do Minho

Nacional de Juniores
17.00h Famalicense - Juv Viana - Florindo Cardoso do Minho
17.00h HC Braga - AD Valongo - Cláudia Rego do Minho
17.00h OC Barcelos - Povoa - Rui Torres do Minho

Nacional de Iniciados
15.00h ED Viana - Fanzeres - João Rodrigues do Minho
15.00h ADB Campo - HC Braga - António Rodrigues do Minho

Quarta feira dia 5 de março
I Divisão

21.30h OC Barcelos - HC Braga - Cristiano Jardim e Rui Torres do Minho
21.30h Juv Viana - Benfica - Porfirio Fernandes e Paulo Santos do Porto

Valongo vence em Braga por 6-1



A visita e a vitória do líder da prova a Braga ficou decidida praticamente na primeira parte com a formação de Valongo a chegar ao descanso a vencer por 3-0 com golos dois de Hugo Azevedo e um de João Souto.
Na segunda parte o HC Braga tentou entrar na discussão do resultado com o golo de Luís Filipe logo aos sete minutos , mas volvidos dois Rafa fez o 4-1. O mesmo jogador a seguir podia ter aumentado mas falhou um livre direto.
O Valongo subiu o marcador aos 12' por Henrique Magalhães aproveitando um power play. O resultado final ficou estabelecido aos 18' com o sexto golo da autoria de João Souto.
O HC Braga ainda podia ter reduzido mas Rodrigo Sousa desperdiçou um livre direto perto do final.
Com o empate do FC Porto em Barcelos, o Valongo aumentou a diferença pontual na liderança somando agora quarenta e quatro pontos, mais três que Benfica e FC Porto.
Em relação ao HC Braga manteve a oitava posição com vinte e dois pontos.
Na próxima jornada a AD Valongo recebe o OC Barcelos. Em relação ao HC Braga viaja aos Açores para defrontar o Candelária.

2.26.2014

OC Barcelos "empata " FC Porto a três bolas





O FC Porto depois da derrota sofrida em Barcelona deslocou-se a Barcelos e empatou a três bolas, permitindo assim que o Valongo se distancia-se na liderança. A equipa do Barcelos manteve o nono lugar.

Um clássico dos velhos tempos foi o que se viveu em Barcelos.
Depois de na primeira volta no Caixa Dragão o jogo ter sido decidido no fim para o Porto por 4-3, desta vez em Barcelos a emoção durou também ate ao ultimo segundo.
O inicio do jogo mostrou um Barcelos atrevido colocando à prova o guarda redes Edo Bosch que por duas vezes foi obrigado a aplicar-se a remates de Hugo Costa.
Aos poucos o FC Porto foi tomando conta da partida e num erro de João Marques, Jorge Silva isolado fez o primeiro golo aos 14'.
Tentou responder a turma minhota mas o FC Porto tomou conta das despesas sendo Ricardo Silva a figura evitando as intenções portistas.
Até ao intervalo o resultado não sofreu mais alteração.
Na segunda parte o OC Barcelos entrou forte e chegou ao empate logo ao trinta segundos por Zé Braga.
Este tento animou o jogo e as bancadas do bem preenchido pavilhão municipal.
O FC Porto voltou a ganhar vantagem por Reinaldo Ventura aos 4' na transformação de uma grande penalidade.
Os minhotos no tremeram e procuraram o empate mas foi o Porto a elevar  aos 6' por Ricardo Barreiros.
Sem nunca desistir os da casa reduziram aos 12' por Luís Querido, animando de novo o jogo.
A igualdade apareceu aos 17' por Zé Pedro que de forma exemplar bateu Edo Bosch de livre directo.
Ate ao fim o Porto carregou mas Ricardo Silva foi enorme defendendo nos últimos segundos um livre directo e uma grande penalidade de Reinaldo Ventura.
Um empate que premeia o OC Barcelos que nunca deixou de acreditar num resultado positivo enquanto que o FC Porto apenas se pode queixar de si próprio pelo desperdício de lances de bola parada.
A igualdade satisfaz mais o Barcelos que soma agora vinte e um pontos. O FC Porto desce para o terceiro lugar com os mesmos pontos que o Benfica.
Na próxima ronda o OC Barcelos joga em Valongo, enquanto que o FC Porto recebe os Carvalhos

2.23.2014

III D - Valença cede primeiros pontos. Ancorense derrotado em Penafiel



Ao fim de dez jornadas o Valença HC cedeu os primeiros pontos na prova ao empatar fora no Boavista a duas bolas.
A turma de xadrez entrou melhor mas Pedro Conde empatou. No entanto ainda na primeira parte o Boavista marcou e foi em vantagem para o descanso.
Na segunda parte os minhotos carregaram mas o melhor que conseguiram foi empatar com o segundo golo da autoria de Hélder Martins.
Em relação ao Ancorense não aproveitou o empate do Valença após perder em Penafiel por 3-2.

Apesar de ter começado bem o encontro a ganhar vantagem no marcador por César Pinheiro, o Ancorense permitiu ao Penafiel o empate no inicio da segunda parte. A etapa final foi mais mexida e as situações de golo foram aparecendo mas nem sempre concretizadas. Numa dessas Rudy fugiu à regra e não falhou,
colocando o Ancora de novo na frente.
A aguerrida equipa do Penafiel não baixou os braços e voltou a empatar.
Já quando todos pensavam que o empate seria o resultado final a turma da casa marcou o golo da vitoria a escassos oito segundos do fim.
Quem aproveitou toda esta situação foi o HC Fão que assim encurtou pontualmente para o segundo lugar.
O Valença continua na frente agora com vinte e oito pontos. O Ancorense manteve o segundo lugar com vinte e três, seguido agora do HC Fão com vinte e um pontos.
Na próxima jornada o Valença recebe o Académico do Porto, o HC Fão joga em Vila Boa Bispo e o Ancorense de folga assiste  à jornada.

Nacional de iniciados - Resultados da 1ª Jornada das equipas do Minho



O Nacional de iniciados conta com três formações minhota a disputarem a prova.
Na sua primeira jornada apenas uma vitoria foi obtida e pelo HC Braga que recebeu o Penafiel e venceu por 8-2.
Em relação à ADB Campo perdeu em Fanzeres por 1-0 tal como a ED Viana em Valongo por 3-2.

Resultados da 1ª Jornada
HC Braga 8 Penafiel 2
Fanzeres 1 ADB Campo 0
AD Valongo 3 ED Viana 2

Próxima jornada
ED Viana - Fanzeres
ADB Campo - HC Braga
Penafiel - AD Valongo

Nacional de Juniores - Resultados da 1ª jornada das equipas do Minho



Com a presença de quatro clubes a jornada ditou três vitorias e uma derrota, visto ter existido um derby minhoto.
os triunfos foram do OC Barcelos em Viana do Castelo frente à Juventude local por 5-2.
Na Povoa de Varzim, o HC Braga superou a turma poveira por 5-3.
A única derrota foi do Famalicense que em Valongo perdeu por 9-6.

Resultados da 1ª jornada
AD Valongo 9 Famalicense 6
Povoa 3 HC Braga 5
Juv Viana 2 OC Barcelos

próxima jornada

Famalicense - Juv Viana
HC Braga - AD Valongo
OC Barcelos - Povoa

III D - HC Fão goleia HC Ponta Delgada por 13-1




Um jogo às 16.30h de Domingo originou a presença na bancada do pavilhão de Fão de vários dirigentes, treinadores e jogadores de equipas minhotas e não só.
O HC Fão não encontrou qualquer tipo de dificuldade na recepção à frágil e desfalcada formação açoriana do HC Ponta Delgada como demonstra o desfecho final de 13-1 a seu favor.
A turma dos Açores que se apresentou sem quatro jogadores que habitualmente fazem parte do conjunto entre eles os dois guarda redes e o seu melhor marcador Salamandra, conseguiu aguentar-se cinco minutos, altura em que Rui Martins abriu o marcador.
O ascendente minhoto foi concretizado com mais cinco golos na primeira parte, por Rui Silva três e um cada de João Figueiredo e Pedro Carvalho.
Na segunda parte o HC Fão não baixou o ritmo de jogo e foi com naturalidade que chegou aos 10-0 a pouco mais de onze minutos para o fim.
O tento de honra do HC PDL surgiu logo a seguir e foi obtido por Fábio Larsen.
Ate ao fim os minhotos fizeram mais três golos com destaque para dois da autoria do juvenil Ivo Ventura, um deles de grande penalidade.
No total marcaram pelo HC Fão Rui Silva quatro, João Lazera três, Ivo ventura e João Figueiredo dois e um cada de Pedro Carvalho e Rui Martins
Um triunfo do HC Fão que assim passa a somar vinte e um pontos. Os açorianos mantiveram os treze alcançados ate ao momento.
Na próxima ronda o HC Fão joga em Vila Boa Bispo. O HC PDL recebe o Penafiel.

Ficha técnica
Pavilhão de Fão
Árbitro: António Bastos do Minho

HC Fão 13
Adolfo Pereira, João Lazera, Rui Silva, Rui Martins e João Figueiredo
Suplentes: Jorge Costa, Ivo Ventura, Pedro carvalho, Tiago Carvalho e João Pereira.
Treinador: Hugo Nora

HC PDL 1
João Andrade, Claudio Figueiredo, Rodrigo Pacheco, Sandro Melo e Fábio Larsen
Suplentes: Fábio Matias, Fábio Correia, Bruno Soares, Hugo Sousa e Daniel Botelho.
Treinador: Pedro Jorge Cabral.


II D - Riba d'Ave perde na Povoa por 7-6




No jogo grande da jornada vinte do nacional da segunda divisão zona norte muito foi o publico que marcou presença na Povoa de Varzim para assistir ao confronto entre primeiro o Povoa e o terceiro classificado o Riba d'Ave. O triunfo sorriu ao Povoa por 7-6.
As duas equipas presentearam todos os presentes com um grande e emotivo jogo de hóquei em patins onde a incerteza no resultado final durou ate ao ultimo segundo.
A partida começou com o Riba d'Ave a marcar logo aos quarenta segundo por André Alves através de um remate frontal.Volvidos seis minutos os minhotos aumentaram por Raul Meca a concluir uma jogada de contra ataque.
Com dois golos de vantagem o Povoa procurou reagir mas a postura defensiva da equipa de Horácio Ferreira impedia esse objectivo muito por culpa da marcação cerrada de Raul Meca a Márcio Rodrigues.
O treinador do Povoa Carlos Silva mexeu na equipa e colocou em ringue Hugo Paiva que aos 23' fez o primeiro golo dos poveiros. Antes do intervalo Jorge Maceda fez o 3-1 para segundos depois Diogo Machado marcar e levar o Riba d'Ave a vencer por 4-1 em tempo de descanso.
Se a primeira parte foi da equipa minhota, a etapa final foi do Povoa que marcou logo no arranca por Hugo Paiva em contra ataque.
Numa excelente segunda parte a todos os níveis o Ria d'Ave voltou a marcar aos 6' por Raul Meca.A resposta do Povoa foi imediata por Márcio Rodrigues a fazer o 3-5. O mesmo jogador encurtou para 4-5 aos 15' de livre directo.
O empate a cinco bolas surgiu segundos depois por Hugo Paiva. Foi uma igualdade que durou pouco tempo porque Raul Meca voltou a colocar os minhotos a vencer desta vez por 6-5 através de um remate que bateu num defesa poveiro e traiu Telmo Fernandes.
No minuto seguinte o empate a seis bolas por Cristiano Figueiredo. O atleta do Povoa esteve em destaque quando a cinco minutos do fim colocou pela primeira vez e em definitiva vantagem do Povoa no marcador.
Ainda com cinco minutos para se jogar o Riba d'Ave tentou por todos os meios chegar ao empate mas Telmo Fernandes com grandes defesas evitou a divisão de pontos, que seria o resultado justo pela produção das duas equipas.
A vitória poveira premeia a excelente segunda parte. A derrota castiga o Riba d'Ave que não soube segurar as vantagens que conseguiu alcançar no marcador nomeadamente quando esteve a vencer por 4-1, por 5-3 e por 6-5.
Com este desfecho o Povoa manteve a liderança com cinquenta e cinco pontos. O Riba d'Ave apesar da derrota continua em terceiro lugar com quarenta e quatro pontos, a cinco do segundo classificado a Sanjoanense.
Na próxima ronda o Riba d'Ave recebe o Infante Sagres. Em relação ao Povoa joga nas Taipas.

2.22.2014

Resultados das equipas seniores minhotas de sábado e programa de domingo



sábado dia 22 de fevereiro

I DIVISÂO
Juv Viana 8 Mealhada 4

II DIVISÂO
Povoa 7 Riba d'Ave 6
Juv Pacense 4 Cartaipense 2
Famalicense 1 Fanzeres 3

Domingo dia 23 de fevereiro

III DIVISÂO

16.30H HC Fâo - Ponta Delgada - António Bastos do Minho
18.30H Penafiel - Ancorense - Jerónimo Moura do Porto
21.00H Boavista - Valença - Porfirio Fernandes do Porto

Nacional de juniores
17.00H Valongo - Famalicense - Domingos Carvalho do Porto
18.30H Juv Viana - OC Barcelos - Cristiano Jardim do Minho
17.00H Povoa - HC Braga - Paulo Sousa do Porto

Nacional de Iniciados
15.00H Valongo - ED Viana - Domingos carvalho do Porto
15.00H Fanzeres - ADB Campo - Nazareno Duarte do Porto
15.00H HC Braga - Penafiel - António Teixeira do Minho

Nacional de juvenis - Resultados da 1ª jornada das equipas do Minho




Duas vitorias e uma derrota foi o saldo das equipas do Minho na primeira jornada do nacional de juvenis.
O HC Braga venceu sem problemas o Fanzeres por 11-0. A ADB Campo deslocou-se a Penafiel e derrotou a turma da casa por 6-4. A única derrota minhota pertenceu à ED Viana que em Valongo foi derrotada por 8-6.

Resultados da 1ª jornada

HC Braga 11 Fanzeres 0
AD Valongo 8 ED Viana 6
Penafiel 4 ADB Campo 6

Proxima jornada

ED Viana - Penafiel
Fanzeres - AD Valongo
ADB Campo - HC Braga


Nacional de Infantis - resultados finais da 1ª jornada das equipas do Minho



Realizou-se esta tarde a primeira jornada do nacional de infantis com a presença de três equipas do Minho onde os resultados foram diferentes..
O Riba d'Ave a jogar em casa venceu a Juventude Pacense por 5-2. Em relação ao OC Barcelos deslocou-se à Povoa de Varzim e perdeu diante o CD Povoa por 5-1.
O golo barcelense foi apontado por Carlos Pinto
Por fim o HC Braga jogou em Valongo e empatou a uma bola, com o tento minhoto a ser apontado a pouco mais de um minuto do fim por Carlos Oliveira.

resultados da 1ª Jornada
AD Valongo 1 HC Braga 1
Povoa 5 OC Barcelos 1
Riba d'Ave 5 Juv Pacense 2

Na próxima jornada o Riba d'Ave joga em Barcelos e o HC Braga recebe o Povoa. A AD valongo desloca-se a Paços de Ferreira

2.20.2014

Árbitros e jogos para as equipas do Minho seniores e camadas jovens ( 22 e 23 de fevereiro )



Campeonatos seniores e camadas jovens

Salvo alterações de ultima hora os jogos e árbitros para as equipas do Minho são os seguintes para sábado dia 22 de fevereiro e domingo dia 23 de fevereiro.

sábado dia 22 de fevereiro

I DIVISÂO
21.30H Juv Viana - Mealhada - Nuno Sequeira e Jerónimo Moura do Porto

II DIVISÂO
18.00H Povoa - Riba d'Ave - António santos e Manuel Oliveira de Aveiro
18.30H Juv Pacense - Cartaipense - Paulo Oliveira e Carlos Miguel de Aveiro
19.00H Famalicense - Fanzeres - José LaSalette e Rui Azevedo de Aveiro

Nacional de Juvenis
16.30H Valongo - ED Viana - Luís Silva do Porto
18.00H Penafiel - ADB Campo - Jorge Machado do Porto
20.00H HC Braga - Fanzeres - Cristiano Jardim do Minho

Nacional de Infantis
15.00H Valongo - HC Braga - Luís Silva do Porto
15.00H Povoa - OC Barcelos - Sofia Ferreira do Porto
15.00H Riba d'Ave - Juv Pacense - Cristiano Jardim do Minho

Domingo dia 23 de fevereiro

III DIVISÂO

16.30H HC Fâo - Ponta Delgada - António Bastos do Minho
18.30H Penafiel - Ancorense - Jerónimo Moura do Porto
21.00H Boavista - Valença - Porfirio Fernandes do Porto

Nacional de juniores
17.00H Valongo - Famalicense - Domingos Carvalho do Porto
17.00H Juv Viana - OC Barcelos - Cristiano Jardim do Minho
17.00H Povoa - HC Braga - Paulo Sousa do Porto

Nacional de Iniciados
15.00H Valongo - ED Viana - Domingos carvalho do Porto
15.00H Fanzeres - ADB Campo - Nazareno Duarte do Porto
15.00H HC Braga - Penafiel - António Teixeira do Minho



2.17.2014

Taça de Portugal - sorteio ditou "derby minhoto " Valença - Ancorense





Realizou-se esta segunda feira na sede da Federação Portuguesa de patinagem o sorteio da 3ª eliminatória da Taça de Portugal onde o destaque a nível minhoto vai para o "derby " entre as formações da terceira divisão onde o Valença recebe o Ancorense, respectivamente primeiro e segundo classificado da zona norte.
Em relação às outras equipas do Minho, o HC Fão recebe a Juventude Pacense enquanto o Famalicense desloca-se ao Academia do Porto, equipa que eliminou o Cartaipense numa partida realizada sem policiamento ou segurança privada...

Quadro da 3ª eliminatória a 15 de março de 2014

Zona Norte

Valença - Ancorense
HC Fão - Juventude Pacense
Acad. do Porto - Famalicense
Vila Boa Bispo - Infante Sagres
Penafiel - Pessegueiro de Vouga
Sobreira - Cucujães
Fanzeres - Sanjoanense
Gulpilhares -  Povoa

Zona Sul

Odivelas - Parede
Vilafranquense - Vasco da Gama
AA Coimbra - Escola Livre
Grândola - Sintra
Estremoz - Santiago
Nafarros - Alenquer
Tojal - Oeiras
Marítimo ficou isento

2.16.2014

III D - Valença vence Juv Pacense B por 5-2



O líder da terceira divisão, zona norte, o Valença somou mais três pontos após derrotar em casa a Juventude pacense B por 5-2.
Ao intervalo os minhotos venciam apenas por 1-0 muito por culpa da boa exibição do guarda redes da equipa de Paços de Ferreira. O tento foi apontado por Tomba logo no primeiro minuto de jogo.
As dificuldades do Valença HC em assumir por completo o resultado tornaram-se complicadas quando a Juv Pacense B fez o empate a meio da etapa final por Luís Leal.
No entanto a maior experiência da formação minhota veio ao de cima e nos ultimos sete minutos do encontro marcou os restantes quatro golos , três por Tomba e um de Pedro Conde.
O resultado final foi estabelecido no ultimo minuto com a Juv Pacense B a obter o seu segundo tento por intermedio de Marcelo Meireles.
Com esta vitória o Valença soma vinte e sete pontos, fazendo o pleno em todas as partidas, nove vitorias conquistadas.
A Juv Pacense B encontra-se no sétimo lugar com nove pontos.
Na próxima ronda o Valença desloca-se ao Boavista. A Juventude Pacense B estará de folga.

Derby Minhoto - Ancorense vence HC Fão por 5-3




O Blog Hoquei Minhoto esteve em Vila Praia de Ancora onde acompanhou o duelo minhoto entre
Ancorense e o HC Fão a contar para o nacional da terceira divisão.
Agradecimentos a todos os que se manifestaram agrados pela presença do Blog e pelas palavras de incentivo perante o trabalho que está ser feito em prol do hóquei em patins, especialmente do Minho.
Obrigado a todos


Com as bancadas em Vila Praia de Ancora bem compostas de publico as duas equipas proporcionaram um bom espectáculo com enorme entrega e correcção dentro da pista. O mesmo não aconteceu com o árbitro minhoto António Rodrigues
A sua exibição penalizou o jogo muito por culpa de actuar sozinho, sendo por isso difícil analisar certas infracções em certos pontos da pista. Se às vezes é difícil para dois juízes , muita mais se torna para apenas um árbitro a apitar.
Quanto ao jogo o HC Fão entrou em ringue com a lição estudado, ou seja tentar adormecer o seu adversário com um modelo lento, sem grande profundidade dentro da área, à espera do erro do Ancorense e procurando o contra ataque.
Foi alias numa dessa situações de contra ataque que Pedro Carvalho isolado ( foto em baixo ) aos 9' inaugurou o marcador.
A perder o Ancorense mexeu na equipa e ganhou mais velocidade com a entrada de Rudy. O atleta foi uma aposta ganha porque aos 19' num remate de meia distancia fez o empate. Um lance onde o guarda redes do HC Fão ficou muito mal na fotografia.
Antes do descanso o Ancorense deu a volta ao marcador por Eduardo a escassos trinta segundos do fim.
O HC Fão entrou na segunda parte a pressionar mas seria o Ancorense a elevar por Rafael Almeida aos 2' e por Rudy aos 6' em jogada de contra ataque estabelecendo o 4-1.

Aos 13' os fangueiros podiam ter reduzido mas João Figueiredo falhou um livre direto a castigar a décima falta da equipa de Ancora.
Este lance acordou o HC Fão que num espaço de três minutos lançou o jogo com dois golos de Pedro Carvalho fazendo o 4-3.
A partida tornou-se viva obrigando o numero publico a não abandonar as bancadas com as oportunidades de golo a serem uma constante nas duas balizas.
O ultimo golo ( foto em baixo ) apareceu nos ultimos segundos e para o Ancorense de grande penalidade apontada por Duda Chavarria, fazendo o 5-3.


Com esta vitória o Ancorense consolido a segunda posição agora com vinte pontos, aumentando a diferença para o HC Fão, terceiro classificado com quinze pontos.

Ficha técnica
Pavilhão de Vila Praia de Ancora
Árbitro: António Rodrigues do Minho
Ao intervalo: 2-1

Ancorense 5
Vasco Oliveira, Rafael Almeida, Rui Araújo, Duda e Vianinha.
Suplentes: Nuno Martins, Eduardo Fernandes, César Pinheiro, Rudy e Rui Caçador
Treinador: Luciano Amorim

HC Fão 3
Adolfo Pereira, Nuno Carvalho, Pedro Carvalho, Rui Silva e Rui Martins
Suplentes: Diogo Pires, João Lazera, João Figueiredo, Tiago Carvalho e João Pereira
Treinador: Hugo Nora

2.15.2014

Torneio de Carnaval - AP Minho vence AP Aveiro por 6-2 e ganha o evento


Quando falta a jornada de domingo, a selecção da AP Minho já venceu o evento após derrotar a AP Aveiro por 6-2 em Vila Praia de Ancora.
Ao intervalo o jogo estava empatado a uma bolas. Os tentos da vitoria minhota foram de António Trabulo três, dois de Gonçalo Botelho e um de Rodrigo Botelho.
Após vencer de manha a AP Porto os minhotos ja podem comemorar o triunfo na prova qualquer que seja o resultado de domingo diante a selecção galega que perdeu com a AP Porto por 4-0.
Parabéns AP Minho

resultados de sábado

1ª jornada
AP Minho 3 AP Porto 2
AP Aveiro 3 Sel Galega 2

2ª Jornada
AP Porto 4 Sel Galega 0
AP Minho 6 AP Aveiro 2

domingo

10.00h AP Porto - AP Aveiro
11.30h AP Minho - Sel Galega

Resultados das equipas do Minho ( sabado e domingo )



Sábado dia 15 de fevereiro

1ª Divisão

FC Porto 8 HC Braga 1
Sporting CP 2 Juv Viana 6
Benfica 7 OC Barcelos 2

2ª Divisão

Cartaipense 0 Famalicense 3
Riba d'Ave 9 Juv Pacense 6

Domingo dia 16 de fevereiro

3ª Divisão

Valença 5 Juv Pacense B 2
Ancorense 5 HC Fão 3

HC Braga perde com o FC Porto por 8-1



O HC Braga voltou a sofrer uma pesada derrota desta vez no Dragão Caixa com o FC Porto por 8-1, com a turma portista a chegar com facilidade à vitoria nomeadamente pelo resultado ao intervalo de seis golos favoráveis ao conjunto de Tó Neves, sem qualquer resposta dos minhotos.
Para o FC Porto o triunfo não merece qualquer contestação sendo um adversário de outro campeonato para o HC Braga. A esta sequência de jogos diante os primeiros classificados é o chamado " ciclo elevado de dificuldade ". Os minhotos ate já pontuaram com uma vitória diante a Oliveirense em casa.
Quanto ao jogo a turma do Braga aguentou-se nos primeiros minutos tendo o FC Porto, só aos 9' marcado o primeiro golo por Caio de livre direto.
Este tento galvanizou o FC Porto que rapidamente chegou ao 5-0 a cinco minutos do descanso com tentos de Pedro Moreira dois e um cada de Hélder Nunes e Ricardo Barreiros. Antes do intervalo os portistas aumentaram para 6-0 por Vítor Hugo.
Na segunda parte o ritmo de jogo foi mais lento com o FC Porto a gerir a vantagem no marcador enquanto o HC Braga procurava marcar. Ate ao fim mais dois golos para o FC Porto por Jorge Silva e Ricardo Barreiros, com Eduardo Brás a apontar o tento de honra dos minhotos.
Na próxima ronda o HC Braga recebe a AD Valongo. O FC Porto desloca-se a Barcelos.

Juventude de Viana domina "Leões " e vence Sporting por 6-2



A Juventude de Viana visitou a casa emprestada do Sporting CP em Loures, tendo regressado ao Minho com mais três pontos com o triunfo por 6-2.
Para os vianenses foi o nono jogo sem perder e o oitavo a ganhar. A soma de mais uma vitoria coloca os minhotos na quinta posição a espreitar o adversário acima colocado, agora a Oliveirense a apenas três pontos de distancia.
Frente ao aflito Sporting, a Juv Viana chegou ao intervalo a vencer por 1-0 graças ao tento de Luís Viana.
Na segunda parte o Sporting empatou mas a equipa de Pedro Sampaio não "desligou" o ataque marcando mais cinco golos por Luís Viana, e André Centeno com dois cada e um de André Centeno.
No ultimo minuto Diogo Lá atenuou o resultado para 2-6.
Vitoria justa da Juventude de Viana que para alem de toda a sua superioridade soube marcar nos momentos decisivos do encontro, nomeadamente após o empate do Sporting.
Na próxima ronda a Juventude de Viana recebe o HC Mealhada . O Sporting CP visita o Tomar.

Torneio de Carnaval - AP Minho vence AP Porto por 3-2



Começou este sábado de manha mais uma edição do Torneio Internacional de Carnaval, prova organizada pela Associação de Patinagem do Minho e que tem lugar em Vila Praia de Ancora.
A selecção da AP Minho entrou a vencer por 3-2 sobre a formação da AP Porto por 3-2. os golos minhotos foram obtidos por Elói Martins, Gonçalo Neto e Gonçalo Botelho.
Na outra partida a AP Aveiro derrotou a selecção Galega por 2-1.
A segunda ronda prossegue esta noite com a AP Porto a defrontar a Seleção Galega às 20.00h e a AP Minho a medir forças com a AP Aveiro às 21.30h.

Fotos: DR



2.13.2014

AP Minho convocados para XI Torneio Internacional de Carnaval de Sub 15 que se disputa em Vila Praia de Ancora


Realiza-se este fim de semana ( 15 e 16 de fevereiro ) a XI edição do Torneio Internacional de Carnaval com a presença da AP Minho, AP Porto, AP Aveiro e a Selecção galega.
Os minhotos jogam no sábado às 10h diante a AP Porto, para às 11.30h defrontarem-se a AP Aveiro com a Seleção Galega. No sábado à noite às 20h jogam a AP Porto com a Seleção Galega e às 21.30 a AP Minho mede forças com a AP Aveiro.
No Domingo às 10h encontram-se a AP Porto com a AP Aveiro e a fechar o evento a AP Minho joga contra a Seleção Galega.








Convocados AP Minho

Guarda redes
Vasco Alves - ADB Campo
Luís Costa - ADB Campo

Jogadores de ringue
Elói Martins - ADB Campo
Rúben Araújo - ADB Campo
Gonçalo Neto - ED Viana
Edgar Barbosa - ED Viana
Guilherme Laje - HC Braga
António Trabulo - HC Braga
Rodrigo Botelho - HC Braga
Gonçalo Botelho - HC Braga

Treinador: Paulo Machado

Juniores da Juventude de Viana "repescados" para o nacional.



Com a exclusão das equipas da Associação de Patinagem de Setúbal dos nacionais, a equipa minhota da Juventude de Viana junta-se ao HC Braga, OC Barcelos e Famalicense nas provas nacionais.

A Federação de Patinagem de Portugal decidiu excluir as equipas do Regional de Setúbal (CN Setubalense, GD Sesimbra e Seixal FC) do Nacional que tem início a partir de 23 de Fevereiro. 
As faltas de comparência da Juventude Azeitonense motivadas pela suspensão movida pela AP Setúbal na referida prova, acabaram por excluir a equipa de Azeitão do Campeonato, e o mesmo pelo facto de ficar só com cinco equipas a competir acaba por não ser homologado segundo o RG de HP da FPP, levaram a que a entidade máxima que gere a modalidade tomasse esta decisão.
Fica assim desfeito o tabu acerca da inclusão ou não, das equipas de Sub-20 do Campeonato organizado pela AP Setúbal.
Segundo aquilo que conseguimos apurar, as Associações de Lisboa, Porto e Minho já receberam informação da FPP a dar conhecimento da entrada de mais uma equipa de cada uma destas Associações no Nacional de Sub-20.
A exclusão das formações de Setúbal, abrem portas ao Águias da Memória (CR de Lisboa), AJ Viana (AP Minho) e ACR Gulpilhares ou CD Póvoa (AP Porto). Podemos adiantar que a AP Porto já marcou o jogo que decidirá o apuramento do sétimo classificado do Campeonato da AAP, que será realizado no próximo Sábado pelas 15 horas no Pavilhão do Clube Infante Sagres e que oporá o ACR Gulpilhares (4.º classificado da Série A) e CD Póvoa (4.º classificados da Série B).

fonte: Plurisports

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( 15 e 16 de fevereiro )



Salvo alterações de ultima hora, os jogos e árbitros para as equipas do Minho são os seguintes para 15 e 16 de fevereiro.

Sábado dia 15 de fevereiro

1ª Divisão

15.30h FC Porto - HC Braga - Joaquim Pinto e José Pinto do Porto
18.00h Sporting CP - Juv Viana - Jorge ventura e José Nave de Lisboa
20.00h Benfica - OC Barcelos - Jaime Vieira do Alentejo e Joaquim Carpelho de Setúbal

2ª Divisão

18.00h Cartaipense - Famalicense - Ricardo Sousa e António Bastos do Minho
18.00h Riba d'Ave - Juv Pacense - Paulo Santos  do Porto e Cláudia Rego do Minho

Domingo dia 16 de fevereiro

3ª Divisão

17.00h Valença - Juv Pacense B - Florindo Cardoso do Minho
18.00h Ancorense - HC Fão - António Rodrigues do Minho



2.12.2014

I Divisão - Oliveirense impõe pesada derrota ao OC Barcelos por 8-3



A primeira parte diz tudo em relação ao encontro entre a Oliveirense e o OC Barcelos com a turma de Nuno Resende a chegar ao intervalo a vencer confortavelmente por 6-0.
Com bastantes facilidades na sua defesa os minhotos permitiram que a Oliveirense atingi-se tranquilamente e sentencia-se o vencedor ainda nos primeiros vinte e cinco minutos.
O primeiro golo apareceu logo aos 4' por Daniel Oliveira para Gonçalo Alves e Tó Silva à passagem dos quinze minutos estabelecerem o 3-0.
Ate ao intervalo a equipa da casa fez mais três golos, dois de Gonçalo Suissas e um de Tó Silva, fixando em meia dúzia o resultado a seu favor.
Na segunda parte o OC Barcelos apresentou-se com outra atitude e reduziu por Luís Querido de grande penalidade.
Na resposta a Oliveirense fez o 7-1 por Gonçalo Suissas. O placard bastante desnivelado permitiu os treinadores rodassem os seus jogadores, inclusive os guarda redes.
Durante esse período o OC Barcelos fez dois golos, primeiro por Hugo Costa e depois por João Candeias fazendo o 7-3.
Ate ao fim a Oliveirense ainda marcou o oitavo golo por Daniel Oliveira.
Triunfo justo da equipa de Oliveira de Azeméis perante um OC Barcelos que apenas apareceu na etapa final.
Os três pontos conquistados pela Oliveirense permitem manter o terceiro lugar agora com trinta e seis enquanto que o OC Barcelos a derrota manteve o seu nono lugar com vinte pontos.
Na próxima ronda a Oliveirense recebe os Carvalhos enquanto que o Barcelos joga no Benfica.




1 Divisão - Benfica goleia HC Braga por 15-4



Fácil a tarefa do Benfica na recepção ao HC Braga como mostra o desfecho final de 15-4 a seu favor.
A estratégia da equipa minhota para este jogo "ruiu" logo no primeiro minuto com o Benfica a marcar dois golos, primeiro por Carlos Lopez logo ao quarenta e sete segundos e depois a seguir por Diogo Rafael.
Se a tarefa era complicada mais ficou para o HC Braga. Apesar da entrada forte do Benfica, os bracarenses equilibraram e procuraram incomodar a defesa lisboeta, mas seria de novo a turma de Pedro Nunes a elevar o marcador para 3-0 aos 16' por Marc Coy na recarga a uma grande penalidade.
Respondeu a seguir o HC Braga com o seu primeiro golo por intermedio de Eduardo Brás. Os três minutos seguintes foram fatais com o Benfica a marcar mais três golos por Marc Coy dois e um de Tuco Abalos. Ainda antes do intervalo o HC Braga encurtou de novo por Eduardo Brás, mas Miguel Rocha marcou e fixou o resultado em tempo de descanso em 7-2.
Com cinco golos de diferença no marcador o HC Braga podia ter reduzido logo no inicio da segunda parte mas Ângelo Fernandes desperdiçou uma grande penalidade. O jogador bracarense redimiu-se a seguir fazendo o 7-3.
Num jogo aberto o Benfica voltou a marcar por três vezes por Diogo Rafael, Tuco Abalos e Carlos Lopez, este ultimo de livre direto quando ainda faltavam doze minutos para o final.
O HC Braga nunca deixou de atacar e reduziu por Ângelo Fernandes. Respondeu de imediato o Benfica com o 11º golo desta vez por João Rodrigues.
Os ultimos minutos foram penosos para o HC Braga que viu o Benfica chegar ao 15-4 com tentos de Valter Neves, João Rodrigues, Diogo Neves e Carlos Lopez.
O triunfo coloca o Benfica manteve a quarta posição agora com trinta e cinco pontos. O HC Braga também se manteve no seu lugar, o oitavo com vinte e dois pontos.
Na próxima jornada o Benfica volta a jogar em casa e de novo com uma equipa do Minho, o OC Barcelos.
O HC Braga também volta a jogar fora agora no reduto do FC Porto.

foto: Jornal O Record

2.11.2014

Esta 4ª feira , HC Braga na Luz e OC Barcelos em Oliveira de Azemeis




Devido à realização das competições europeias, as equipas do Minho, HC Braga e OC Barcelos realizam esta quarta feira os seus jogos referentes à 15ª jornada, ultima jornada da primeira volta do nacional da primeira divisão.
A primeira equipa a entrar em ringue é o HC Braga que defronta na luz o Benfica a partir das 21h. Um jogo de grau elevada dificuldade para os minhotos. O Benfica é o actual quarto classificado com trinta e dois pontos enquanto que a turma de André Torres encontra-se no oitavo posto com vinte e dois pontos.
O Benfica em casa ainda não perdeu somando por vitorias os sete jogos realizados. O HC Braga que não perde no campeonato à cinco jogos, fora de casa em seis jogos já amealhou três vitorias ( Torres Vedras, Carvalhos e Viana do Castelo ), um empate na Mealhada tendo sofrido duas derrotas em Vale de Cambra e em Valongo.
A partida entre o Benfica e o HC Braga será dirigida por Miguel Guilherme e Ricardo Leão de Lisboa.

21.00h Benfica - HC Braga
ver na Benfica TV na internet endereço 
http://tvfree2.me/benfica-tv-online

Em relação ao OC Barcelos começa meia hora depois, às 21.30h em Oliveira de Azeméis frente à turma de Nuno Resende que se encontra na terceira posição com trinta e três pontos.
Os barcelenses que também não perde à cinco jogos, ocupa a o nono lugar com vinte pontos, visitam a Oliveira que na ultima jornada perdeu em Braga por 5-2.
A formação de Oliveira de Azeméis no seu ringue venceu todos os seus sete jogos, com destaque para os triunfos sobre o Valongo e sobre o Benfica.
O OC Barcelos fora realizou seis encontros,vencendo três perante o Sporting, o HC Braga e o Paço d'Arcos tendo perdido com o FC Porto, Tomar e em Turquel
O jogo entre a Oliveirense e o OC Barcelos será apitado por Joaquim Pinto e José Pinto do Porto.

21.30h Oliveirense - OC Barcelos
ver na Bola TV na internet endereço
http://tvfree2.me/a-bola-emissao-web


2.09.2014

Resultados da 1ª Eliminatória da Taça de Portugal ( Zona Norte )




Na sua primeira eliminatória da Taça de Portugal, das seis equipas minhotas, quatro continuam em prova.
São elas, o Famalicense da segunda divisão que ficou isento e as três da terceira divisão, Valença, Ancorense e HC Fão.
Afastadas foram o Riba d'Ave em Ancora e o Cartaipense no Académico do Porto.
Registe-se a eliminação de várias equipas da segunda divisão que foram batidas por conjuntos de escalão inferior, casos do Espinho, HC Marco, Riba d'Ave, Cartaipense e Acad Feira.

Resultados completos da 1ª eliminatória da Zona Norte

Ancorense 5 Riba d'Ave 2
Valença 6 HC Marco 5 ( golo de ouro )
Acad do Porto 3 Cartaipense 2 ( após grande penalidades )
HC Fão 6 Juv Ouriense 2

Vila Boa Bispo 5 HC Ponta Delgada 0
Marinhense 3 Inf Sagres 8
Marítimo da Madeira 5 Fanzeres 7
Oliv. Hospital 3 Cucujães 5
Pesseg Vouga 5 Espinho 3
Paço Rei 5 Sobreira 7
Penafiel 5 Acad Feira 3
Lavra 4 Povoa 6
Boavista 0 Gulpilhares 6

HC Fão segue em frente na Taça de Portugal após vencer a Juv Ouriense por 6-2


O HC Fão fez o pleno das equipas do Minho da terceira divisão carimbando o passaporte para a próxima eliminatória da Taça de Portugal afastando a Juventude Ouriense também formação da terceira divisão mas da zona centro por claros 6-2.
Na primeira parte os fangueiros asseguraram uma vantagem de dois golos, tendo na etapa final aumentado logo no inicio para 3-1. A Juventude Ouriense reagiu fazendo o 3-1, mas o HC Fão "disparou" no marcador até aos 6-1 sentenciando o vencedor do encontro. Perto do final do encontro a formação de Ourem fixou o 6-2 como desfecho final.
De enaltecer a postura séria como o HC Fão encarou a partida diante um adversário que se apresentou apenas com quatro seniores, sendo o restante composto por juniores.
Os golos dos fangueiros foram obtidos por Pedro Carvalho dois e um cada de Tiago Carvalho, João Figueiredo, Nuno Mata e Rui Silva.
O HC Fão juntou-se assim ao Valença e Ancorense no sorteio da próxima eliminatória como representantes  do Minho da terceira divisão nacional.

Cartaipense fora da Taça de Portugal em jogo sem policiamento e sem segurança privada...


A equipa do Cartaipense da segunda divisão foi afastada da Taça de Portugal pelo Académico do Porto, equipa que disputa o nacional da terceira divisão na decisão das grandes penalidades.
Depois de uma boa primeira parte onde chegou ao intervalo a vencer por 2-0 com golos de Nelson Silva, os minhotos acabaram por ser surpreendidos pela boa exibição do Acadêmico que chegou ao empate a duas bolas com tentos de Tiago Gomes e Fernando Correia.
O jogo durante o prolongamento não foi decidido pelo que as grandes penalidades foram o meio encontrado para se decidir o vencedor.
Neste aspecto a turma do Acadêmico do Porto marcou um vez por João Couto contra nenhuma do Cartaipense.

Nota de destaque para a realização do encontro sem qualquer segurança, nem por parte das forças PSP ou GNR nem por elementos de segurança privada.
Depois da " ENORME " batalha ganha junto das instâncias em relação ao policiamento dos jogos amadores por parte do Cartaipense esta situação merece reflexão.
Segundo o presidente do Cartaipense, Alberto Lima a sua estranheza desta situação não serve de justificação para a eliminação da prova, mas não deixa de alertar a falta de segurança...
" Não quero com isto justificar a verdade desportiva que aconteceu dentro do ringue. O Acadêmico acabou por ter a sorte do seu lado nas grandes penalidade.  No entanto os regulamentos são para cumprir. É um jogo da taça de portugal e o Acadêmico aplicou os regulamentos de um jogo do nacional da terceira divisão onde apenas é solicitado a presença de um director de ringue. Pelo que tive conhecimento nos outros jogos da Taça de Portugal existiu segurança das duas formas"




"Tomba gigante" Ancorense afasta Riba d'Ave da Taça de Portugal




O sorteio da taça de Portugal ditou um derby minhoto mas com equipas de escalão diferente.
A passagem foi garantida pelo conjunto de escalão inferior, o Ancorense da terceira divisão afastou o Riba d'Ave do segundo escalão nacional por 5-2
Depois de um inicio de jogo equilibrado o primeiro golo surgiu aos 15' e para a turma de Vila Praia de Ancora com Duda a inaugurar o marcador. No minuto seguinte a formação da terceira divisão ampliou para 2-0 por Vianinha. Ainda na primeira parte o Riba d'Ave entrou na discussão do jogo com André Alves a reduzir para 2-1.
Na segunda parte o actual terceiro classificado da segunda divisão, o Riba d'Ave procurou o empate mas seria o Ancorense a aumentar aos 9' por Rudy para 3-1 e aos 12' para 4-1 por Vianinha.
Quando faltavam cinco minutos para o fim o Ancorense deu a machadada final no resultado com a obtenção do quinto golo por Rudy.
O Riba d'Ave ainda atenuou o resultado com o seu segundo golo apontado por Bruno Castro.
Em Vila Praia de Ancora aconteceu taça com o Ancorense a eliminar uma formação de escalão superior.

foto: facebook Ancorense

2.08.2014

Luís Viana garante triunfo ( 6-5 ) da Juventude a dois segundos do fim em Torres Vedras



Sensacional segunda parte da Juventude de Viana garante vitoria em Torres Vedras.
os minhotos estiveram a perder por 5-2 e alcançaram a vitoria mesmo em cima do apito final por Luís Viana de grande penalidade.

O jogo não começou da melhor forma aos minhotos com o Física de Torres Vedras a entrar forte e a marcar logo no primeiro minuto por Carlos Garrancho, para aos 3' Carlitos fazer o 2-0. Tentou reagir a Juventude de Viana mas seria a turma de Vítor Fortunato a elevar para 3-0 aos 7' por Carlitos de livre direto.
A perder por três bolas em resposta os vianenses corrigiram o seu jogo e reduziram aos 17' por Luís Viana de livre direto por cartão azul mostrado a Carlitos.
Logo a seguir foi a vez de Nuno Feliz ser advertido com cartão azul mas desta vez a turma da casa não aproveitou o livre direto por Carlos Garrancho.
O jogador do Física redimiu-se dois minutos depois fazendo o 4-1 mas Luís Viana aos 17' encurtou para 4-2 , resultado com que se chegou ao descanso.
A segunda parte começou da mesma forma com o Física a marcar aos 3' por Carlitos de grande penalidade aumentado para 5-2. O resultado podia ter sido ampliado logo a seguir mas Tiago Jorge falhou um livre direto por cartão azul a João Pinto.
Não marcaram os locais, marcou a Juventude de Viana por Luís Viana fazendo o 6-3 relançando a partida.
A turma vianense tomou conta da partida e aos poucos foi encurtando o marcador ate chegar ao empate a cinco bolas com golos de André Centeno e Nuno Félix a pouco mais de dez minutos do final.
O melhor para a Juventude de Viana estava guardado para os escassos dois segundos do fim quando Luís Viana fez o 6-5 de grande penalidade. Pelo meio foi mostrado o cartão vermelho ao treinador da equipa da casa Vítor Fortunato.
O triunfo dos minhotos permite manter quinta posição agora com trinta e um pontos. A turma de Torres Vedras mantêm-se com treze pontos.
Na próxima jornada os minhotos jogam de novo fora agora frente ao Sporting. A Física de Torres Vedras recebe o Tomar

Foto: DR

2.06.2014

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( 8 e 9 de fevereiro )




Salvo alterações de ultima hora os jogos e árbitros para as equipas do Minho são os seguintes para sábado dia 8 de fevereiro e domingo dia 9 de fevereiro.

Sábado dia 8 de fevereiro

I Divisão
18.30h Física - Juv Viana - Jaime Vieira do Alentejo e João Duarte de Lisboa

Taça de Portugal
21.00h Ancorense - Riba d'Ave - António Rodrigues do Minho
21.00h Acad do Porto - Cartaipense - António santos de Aveiro
21.00h Valença - HC Marco - Claudia rego do Minho

Domingo dia 9 de fevereiro

Taça de Portugal
17.30h HC Fão - Juv Ouriense - Orlando Panza de Porto

2.05.2014

Cartaipense volta a perder em casa. 4-2 com a Juventude Pacense


Não está fácil a tarefa do Cartaipense no nacional da segunda divisão, zona norte, depois de somar mais uma derrota na prova desta vez e novamente em casa diante a Juventude Pacense por 4-2 em jogo atrasado da quinta jornada.
São oito jogos sem ganhar com apenas um ponto conquistado.
Perante este "mau" período o Cartaipense encontra-se em zona de descida de divisão, no 14º lugar com catorze pontos.
Nem o factor casa tem ajudado os minhotos que desde o jogo com o Sobreira a 21 de Dezembro onde venceram por 7-2, nunca mais ganharam tendo apenas conquistado um empate com o Gulpilhares.
Na partida frente à Juventude Pacense a derrota começou a desenhar-se logo no primeiro minuto.
Tentou reagir à desvantagem mas nem de grande penalidade conseguiu. O cenário complicou-se com a Juventude pacense a fazer o 2-0. Apesar disso o Cart não desistiu e chegou ao empate a duas bolas com golos de Eduardo Marques e João Pedro. No entanto em cima do intervalo os visitantes fizeram o 2-3 com que as equipas foram para o descanso.
Na segunda parte os minhotos lutaram mas quem acabou por marcar foi a Juventude Pacense a pouco mais de sete minutos do fim.
A Juventude Pacense com o triunfo subiu ao sexto lugar por troca com o Famalicense somando trinta pontos.
No próximo fim de semana o campeonato sofre uma pausa para a Taça de Portugal.
O Cartaipense joga no reduto do Académico do Porto da terceira divisão enquanto que a Juventude Pacense ficou isenta da eliminatória.


2.04.2014

Cartaipense acerta campeonato esta quarta feira com a Juv Pacense


É com um saldo de sete jogos consecutivos sem vencer, um empate e seis derrotas que o Cartaipense recebe esta quarta feira nas Taipas a partir das 21.00h a tranquila equipa da Juventude Pacense.
O jogo é relativo à quinta jornada do nacional da segunda divisão que entretanto foi adiado devido à contestação dos minhotos em relação ao policiamento, tal como o já realizado frente ao Cucujães.
A viver um período menos positivo na prova, situação que origina uma classificação actual em zona de descida , 14º lugar com catorze pontos, os minhotos não podem perder nova oportunidade de somarem pontos depois da derrota no sábado passado frente ao Fanzeres.
O adversário é a Juventude Pacense que esta a realizar uma prova tranquila ocupando o sétimo lugar com vinte e sete pontos.
A partida tem inicio às 21h e será dirigida por José Pinto do Porto e José Monteiro do Minho.

2.02.2014

III D - HC Fão vence Penafiel e sobe ao terceiro lugar



O resultado final de 7-6 favorável ao HC Fão demonstra a muitas dificuldades sentidas pelos fangueiros para ultrapassarem o bem organizado Penafiel.
A prova disso foi que o Penafiel chegou a estar em vantagem por 2-0 nos primeiros minutos. No entanto antes do intervalo o HC Fão deu a volta e foi para o descanso a vencer por 4-2.
na segunda parte os minhotos controlaram o marcador mas na parte final tiveram de gerir a posse do esférico para não serem surpreendidos.
Este trunfo coloca o HC Fão na terceira posição com dezoito pontos a dois do Ancorense, vizinho que visita na próxima jornada dia 16 de Fevereiro.
Os tentos do HC Fão foram da autoria de João Figueiredo três e um cada de Rui Silva, Rui Martins e Tiago Carvalho

III D - Ancorense soma três pontos no Académico do Porto



Ancorense vence Académico do Porto por 4-3

Cada vez mais o nacional da terceira divisão zona norte é um duelo de equipas minhotas para as primeiras posições após os resultados da 10ª Jornada, com Valença que folgou, Ancorense e HC Fão a ocuparem as três primeiras posições.
O Ancorense somou três pontos na visita ao Académico do Porto com o triunfo por 4-3 mantendo o segundo lugar agora a quatro pontos do Valença ( 24p ). No entanto a turma de Vila Praia de Ancora tem mais um jogo realizado.
Os golos da turma Ancorense foram da autoria de Duda dois e um cada de Rudy e Vianinha que andou grande parte do jogo atrás do resultado. Os minhotos estiveram a perder por 2-0 ao intervalo com golos de Vítor Alves e Fernando Correia.
No inicio da segunda parte recuperaram para 2-2 por Rudy e Duda. A seguir o Académico voltou à vantagem em 3-2 por Fernando Correia mas na parte final o Ancorense deu a volta para 4-3 garantindo a vitoria, com Vianinha a empatar e Duda a obter o tento do triunfo a sete minutos do fim.
Na próxima ronda há derby minhoto com o Ancorense a receber o HC Fão

Resultados de sábado das equipas do Minho. Agenda de domingo


Sábado dia 1 de Fevereiro

I Divisão
HC Braga 5 UD Oliveirense 2
Juv Viana 4 Paço d'Arcos 2
OC Barcelos 8 HC Mealhada 1

II Divisão
Cartaipense 3 Fanzeres 4
Famalicense 3 Riba d'Ave 4

Domingo dia 2 de Fevereiro

III Divisão
17.45h Academico - Ancorense  - Joaquim Pinto do Porto
19.00h HC Fão - Penafiel - Florindo Cardoso do Minho

2.01.2014

OC Barcelos goleia Mealhada por 8-1



O OC Barcelos goleou o Mealhada e aumentou a diferença pontual para os clubes que estão próximos da descida e da chamada zona de liguilha.
Neste momento o OC Barcelos soma vinte pontos , contra os treze do Física de Torres Vedras  que ocupa a décima posição.
Ainda o jogo estava numa fase de estudo e morna quando Zé Pedro aos 5' rematou forte à entrada da área surpreendendo Tiago Sousa fazendo o 1-0. No minuto seguinte o Mealhada podia ter empatado mas Ricardo Silva não permitiu ao defender uma grande penalidade de David Ribeiro.
Aos 10' o OC Barcelos marcou dois golos seguidos e por Luís Querido, o segundo de grande penalidade aumentando para 3-0.
Procurou reagir o Mealhada mas seria uma vez mais o OC Barcelos a marcar o 4-0 e de novo por Luís Querido em mais uma grande penalidade.
Sem qualquer tipo de reacção o Mealhada sofreu mais dois golos seguidos aos 20' e aos 21' por Pedro Mendes e novamente por Luís Querido fazendo a meia dúzia no marcador com que se chegou ao descanso.
Na segunda parte a vantagem permitiu ao OC Barcelos com Ginho na baliza descansar tendo aproveitado o Mealhada para reduzir aos 4' por Filipe Vaz após uma bola perdida por João Marques.
Sem nunca pressionar muito o seu adversário, o OC Barcelos acabou por aumentar aos 8' para 7-1 por Pedro Mendes.
Com um desnivelado resultado o jogo perdeu interesse restando saber se surgiria mais algum golo. Este podia ter acontecido aos 14' mas Zé Pedro falhou um livre direto.
O desperdício de situações de bola parada foram uma constante ate ao final do encontro. O Mealhada não aproveitou dois livres directos e uma grande penalidade, por Filipe Almeida, Pedro Coelho e Gonçalo Louzada.
Pelo OC Barcelos João Candeias fez o mesmo mas de livre direto, Joca Guimarães de grande penalidade.
O resultado final foi obtido pelo júnior do OC Barcelos Joca Guimarães de livre direto.
Na próxima ronda o OC Barcelos joga na Luz. O Mealhada recebe os Carvalhos.

HC Braga obtém "alvará " e com segurança vence a Oliveirense por 5-2



Surpresa no resultado, só para quem não viu...
O HC Braga recebeu e venceu a Oliveirense por 5-2 e subiu ao sétimo lugar agora com vinte e dois pontos.
Em Braga a partida entre a equipa minhota e a Oliveirense começou com vinte e sete minutos de atraso por duas razões.
Primeiro devido à não apresentação de papel por parte da direcção bracarense do alvará de licença da empresa de segurança ao jogo. Os minhotos ainda procuram com a apresentação em computador enquanto imprimiam noutro lugar o alvará, mas o juiz Paulo Romão apenas aceitou quando foi apresentado em papel, tal como está inserido no comunicado 45/2013.
Durante este período de tempo a luz faltou no pavilhão das goladas regressando depois já com a dupla de arbitragem na pista.
No entanto a luz apareceu mas não na sua totalidade, situação que obrigou a mais uns minutos de espera.
Mesmo assim o jogo começou com a luz a não ser total especialmente nas zonas por cima das balizas.

Finalmente às 17h27m começou o jogo com a Oliveirense a querer marcar mas Guilherme Silva a mostrar serviço impedindo o golo a Tó Silva e a Gonçalo Alves.
Aos 9' surgiu o primeiro golo e para os minhotos com Luís Filipe oportuno a rematar para o fundo da baliza de Diogo Almeida.
Procurou empatar mas seria o HC Braga a elevar por Ricardo Ramos, ex Oliveirense que aproveitou a passadeira da defesa de Oliveira de Azeméis.
Com dois golos de desvantagem o treinador da Oliveirense pediu um desconto de tempo e colocou em ringue o ex bracarense Rúben Pereira, enquanto André Torres optou por Miguel Vieira e Eduardo Brás.
O jogo ganhou mais velocidade situação que originou muitos remates à baliza das duas equipas, mas ate ao intervalo o resultado não se alterou.
A segunda parte começou a Oliveirense a tentar encurtar o marcador e a rematar mais enquanto o HC Braga procurava o contra ataque.
No entanto a primeira grande oportunidade de golo foi para o HC Braga aos 5' mas Ricardo Ramos não aproveitou um livre direto por cartão azul a Gonçalo Suissas. Os minhotos também não tiraram proveito da superioridade numérica durante dois minutos.
Num ritmo alucinante o Braga ampliou o resultado aos 9' por Miguel Vieira, fazendo o 3-0. Imediatamente o treinador da Oliveirense pediu um tempo de desconto mostrando o desagrado pela marcha do marcador.
Após o tempo de desconto Guilherme Silva foi autenticamente bombardeado pelos remates da Oliveirense retardando o golo que no entanto iria aparecer aos 15' por Gonçalo Suissas.
A Oliveirense arriscou tudo para marcar mas seria o HC Braga a elevar por Rodrigo Sousa aos 18' através de um remate frontal e aos 20' por Chumbinho fazendo o 5-1.
Até ao final o HC Braga circulou o esférico para desespero dos jogadores da Oliveirense. Já no ultimo minuto Gonçalo Alves reduziu para 5-2
Triunfo justo dos minhotos perante uma Oliveirense que jogou o que o Braga deixou.
Na próxima jornada os minhotos jogam na luz frente ao Benfica. A Oliveirense recebe o OC Barcelos.

Pavilhão das Goladas em Braga
Árbitros: Paulo Romão e Paulo Santos
Ao intervalo: 2-0
Cartões azuis: Gonçalo Suissas

HC Braga 5
Guilherme Silva, Luís Filipe, Rodrigo Sousa, Frederico Saraiva e Ricardo Ramos
Jogaram ainda: Miguel Vieira, Eduardo Brás, Ângelo Fernandes e Chumbinho
Treinador: André Torres

UD Oliveirense 2
Diogo Almeida, André Azevedo, Gonçalo Alves, Daniel Oliveira e Tó Silva
Jogaram ainda: Rúben Pereira, Nelson Pereira, Gonçalo Suissas,
Treinador: Nuno Resende