HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

5.31.2015

AP Porto empata com a Selecção Galega




A AP Porto terminou a prova em segundo lugar, com os mesmos pontos do galegos após empatar a quatro bolas diante a selecção galega no ultimo jogo do IV Torneio Luso Galaico.

Resultados da ultima jornada

AP Minho 5 AP Aveiro 4
AP Porto 4 Seleç Galega 4

Classificação final
1º AP Minho 9p
2º AP Porto 4p
3º Sel Galega 4p
4º AP Aveiro 0 p

AP Minho termina só com vitorias o IV Torneio Luso Galaico



Com o titulo já garantido a AP Minho defrontou na ultima jornada do IV Torneio Luso Galaico em Cerceda a sua congénere da AP Aveiro, vencendo por 5-4.
Os minhotos fizeram o pleno na prova, três jogos, três vitorias.
Quanto ao jogo a AP Aveiro marcou primeiro de livre direto, mas Diogo Abreu restabeleceu a igualdade.
Sempre numa rápido e animada a equipa aveirense voltou a comandar , mas antes do descanso os minhotos deram a volta por Gonçalo Neto de grande penalidade e por Diogo Abreu.
Na segunda parte Aveiro voltou a empatar, mas Pedro Freitas deu nova vantagem ao Minho.
Mas o empate voltou a aparecer, desta vez a quatro bolas, com a AP Aveiro a aproveitar na recarga a uma grande penalidade a pouco mais de seis minutos do fim.
Nos minutos finais Francisco Soares deu nova vantagem ao Minho de 5-4, situação que se manteve ate ao términos do encontro.

5.30.2015

2ª Jornada IV Torneio Luso Galaíco - AP Minho já é a vencedora a uma jornada do fim


AP Minho conquista pela 3ª vez consecutiva o Torneio Luso Galaico

Numa exibição de grande qualidade à semelhança do primeiro diante a AP Porto, os minhotos venceram a Selecção da Galiza por expressivos 9-5.
Mesmo começando a perder logo aos 3', os minhotos mostraram a sua enorme capacidade de união de grupo e ate ao intervalo ganharam uma vantagem importante com golos de Elói Martins, Edgar Barbosa e dois de Gonçalo Neto.
Na segunda parte,  5-1 foi da autoria de Diogo Abreu, para logo a seguir Gonçalo Neto elevar para 6-1.
Com o desnível no marcador o treinador da AP Minho aproveitou para rondar todos os seus jogadores.
Ate ao fim os minhotos fizeram mais três golos por Edgar Barbosa, Gonçalo Neto e Pedro Freitas com a turma da Galiza a apontar mais quatro golos.
Para este domingo o jogo com a AP Aveiro serve para galardoar os minhotos como vencedores da prova.

Resultados da 2ª jornada
AP Porto 9 AP Aveiro 6
AP Minho 9 Sel Galega 3

Classificação
1º AP Minho 6p
2º AP Porto 3p
3º Sel Galega 3p
4º AP Aveiro 0p

Domingo dia 31 de maio
Hora de Portugal
11.00H  AP Minho - AP Aveiro
12.15H AP Porto - Sel Galega

HC Braga defronta Sp Tomar na Liguilha



O HC Braga vai disputar a "Liguilha" de acesso à primeira a divisão diante o SP Tomar, segundo classificado da zona sul
Os minhotos venceram o Riba d'Ave por 8-4, garantindo assim a segunda posição no campeonato atrás do HA Cambra que subiu directamente ao escalão maior.
O Física de Torres Vedras acompanha o conjunto de Vale de Cambra na promoção directa.

Um derby Minhoto muito disputa que teve de tudo.
Quando o marcador registava 2-0 a favor do HC Braga e o marcador assinalava 15m32s para o descanso, o encontro esteve parado mais de uma hora, por ordem da dupla de arbitragem.
A mesma só recomeçou depois de estarem reunidas as condições de segurança quer com a privada, quer com a PSP.

Dentro do ringue Márcio Rodrigues abriu o marcador logo nos primeiros instantes da partida.
A seguir o banco do Riba d'Ave protestou e muito, acabando por ser penalizada com um cartão azul, seguido de vermelho mostrado.
Essa situação obrigou o Riba d'Ave a jogar com menos dois jogadores com o HC Braga a aproveitar para aumentar para 2-0 por Bekas.
Com os ânimos exaltados nas bancadas a partida acabou por estar interrompida por mais que uma vez, por ordem da dupla de arbitragem.
Uma delas obrigou mesmo a uma interrupção longa quando o marcador assinalava 15.32m para o intervalo.
No regresso à pista o Riba d'Ave reduziu por Vítor Hugo de grande penalidade e em cima do intervalo o mesmo Vitor Hugo empatou em igual situação mas na recarga, fazendo assim o resultado em tempo de descanso.
O intervalo fez bem ao HC Braga que entrou muito forte, passando rapidamente para o 6-2, com golos, dois de Bekas e um cada de Ângelo Fernandes e Joka Alves.
A equipa do Riba d'Ave ainda reduziu para 6-4 por Ricardo Lopes e Vítor Hugo , mas Bekas na ponta final selou o resultado com mais dois golos em 8-4.
O HC Braga termina na segunda posição enquanto que o Riba d'Ave alcançou o quatro lugar com cinquenta e um pontos.
Nota para a única derrota neste jogo por parte do Riba d'Ave em jogos com os vizinhos do Minho.



2ª jornada do IV Torneio Luso/Galaíco - AP Porto vence AP Aveiro



Na segunda jornada do IV Torneio Luso Galaico a formação da AP Porto venceu a AP Aveiro por 9-6.Num jogo muito disputado a AP Porto só na segunda parte conseguiu "disparar " no marcador.
Ao intervalo a AP Aveiro vencia por 4-3.
Amanha a AP Porto que depois de perder com a AP Minho realiza o ultimo jogo com a selecção Galega.

IV Torneio Luso / Galaíco - Seleção da Galiza goleia AP Aveiro



Depois de a AP Minho ter vencido a AP Porto por 3-1, a selecção da Galiza goleou a AP Aveiro por 8-1, com 2-1 ao intervalo a favor dos galegos.
Mais logo às 19.15 a AP Minho defronta a Selecção da Galiza. Antes às 18.00h a AP Aveiro mede forças com a AP Porto

Resultados da 1ª jornada
AP Minho 3 AP Porto 1
Sel Gaelga 8 AP Aveiro 1

2ª Jornada ( Hora de Portugal )
18.00H AP Porto - AP Aveiro
19.15H AP Minho - Seleção Galega

AP Minho vence AP Porto na abertura do IV Torneio Luso Galaíco


A selecção da AP Minho começou da melhor maneira a sua participação no IV Torneio Luso Galaico, prova que se disputa em Cerceda, Espanha ao derrotar a AP Porto por 3-1.
Na primeira parte a AP Porto ganhou vantagem no marcador, sendo este o resultado em tempo de intervalo.
A perder os minhotos arriscaram e empataram por Gonçalo Neto, para a seguir Elói Martins colocar a AP Minho em vantagem.
O triunfo acabou por ser selado com o 3-1 apontado por Gonçalo Neto.
Mais logo às 19.15h ( hora de Portugal ) a AP Minho defronta a Selecção Galega.

5.28.2015

HC Braga vs Riba d'Ave - " Só a vitoria interessa a cada equipa..."

O pavilhão das Goladas em Braga, recebe o ultimo derby minhoto do nacional da segunda divisão, zona norte, com a equipa de Braga a receber os vizinhos do Riba d'Ave.
Uma partida que promete ser escaldante a todos os níveis. Primeiro porque se trata de um encontro entre "minhotos", segundo,  a soma dos três pontos é comum às duas equipas e em terceiro está em jogo um lugar em zona de Liguilha.
Neste particular a segunda posição pode ser alcançada pelas duas equipas, tendo o HC Braga a possibilidade de até subir ao primeiro lugar.
Um jogo que terá uma arbitragem nada habitual. Nos derbys minhotos realizados esta temporada, os mesmos tem sido dirigidos por árbitros do Minho, mas desta vez viajam a Braga uma dupla de Lisboa, Miguel Guilherme e José Nave.

Por isso é "VITORIA" é a palavra desejada por Ângelo Fernandes do HC Braga e Raul Meca do Riba d'Ave para o jogo de sábado, como referiram ao Hóquei Minhoto.
Recorde-se que na primeira volta o Riba d'Ave venceu nas Tílias o Braga por 3-2.

Ângelo Fernandes HC Braga

" Espero um grande jogo de hóquei em patins. Como o campeonato está nesta ultima jornada, vamos ter certamente grandes decisões ate ao ultimo segundo.
Primeiro vamos fazer tudo para garantir os três pontos e depois no final do jogo fazemos as contas.
Espero que os nossos adeptos estejam presentes em grande numero porque com o seu importante apoio a equipa sente-se galvanizada. Respeitamos o nosso adversário, mas queremos ganhar ".

Raul Meca Riba d'Ave

" Sábado vamos a Braga como em todos os jogos, fazer o melhor que sabemos e para conquistar os três pontos. 
Vai existir muita coisa neste jogo, mas o Riba d'Ave vai entrar exclusivamente concentrado no nosso jogo. No final fazemos as contas. Neste campeonato ganhamos todos os pontos que disputamos nos derbys minhotos e isso é um bom indicador e uma enorme motivação para a equipa. Os nossos adeptos sabem o Riba d'Ave joga sempre para ganhar ".


Comunicado - ADB Campo dispensa atletas Pedro Silva e Ricardo Maciel dos sub 17 por conduta imprópria.




Após reunião de direcção da Associação Desportiva de Barcelos/Campo, a mesma vem por este meio comunicar o seguinte:


Os jogadores Pedro Miguel C. Silva com a licença nº 58938 e Ricardo José S. Maciel com a licença nº 60079, ambos do escalão de sub17, foram dispensados do clube, por conduta imprópria, pelo que não fazem mais parte desta instituição desportiva.



Depois de terem renovado o seu percurso na ADB Campo a 16 de Abril de 2015, como foi noticiado na página oficial do clube no facebook, ambos os atletas assinaram um vínculo de transferência para o Óquei Clube de Barcelos.

Apesar dos anos que ligavam estes dois atletas ao clube, a Associação Desportiva de Barcelos/Campo não pactua com este tipo de conduta, pelo que, em reunião de direcção, decidiu não dar qualquer tipo de contemplações, dispensando no imediato ambos os jogadores.

Pese embora a saída destes dois atletas, a ADB Campo mantém-se firme naquilo que é a sua linha de orientação de trabalho, pelo que irá seguir avante com o projecto da formação de sub20.

Dizer ainda que todos os restantes pais e atletas que irão compor o plantel de juniores em 2015/2016 foram aliás contactados pela direcção da Associação Desportiva de Barcelos/Campo, tendo todos eles mantido inteira vontade em continuar com este projecto.

São Salvador do Campo, 28 de Maio de 2015.

A direcção.


fonte: Associação Desportiva de Barcelos/Campo

Tr Paulo Machado - AP Minho confiante para o IV Luso/Galaico em Cerceda - Espanha


Reportagem para o Hoquei Minhoto em Cerceda gentilmente feita por Sandra Araújo

Motivação mantêm-se em alta, em relação à selecção da AP Minho que no próximo fim de semana joga em Cerceda, a IV edição do Torneio Luso/Galaico, segundo o selecionador Paulo Machado perspectivou ao Hóquei Minhoto.

" As perspectivas para o Luso Galaico em Cerceda, são as mesmas que temos tido para os outros torneio que temos disputado.
O objectivo passa claramente por tentar ganhar o torneio pela terceira vez consecutiva.
Levamos uma equipa com grande qualidade e que tem evidenciado nos treinos realizados uma excelente adaptação ao modelo de jogo implementado.
É uma equipa que junta elementos que integraram a selecção que disputou o inter regiões no ano passado, nomeadamente o Gonçalo Neto, o Edgar e o Elói. com jogadores que realizaram o inter regiões este ano.
É um grupo experiente neste género de competições. que garante que se possa de uma forma consciente e responsável, com todo o respeito pelos adversários, disputar a vitoria no torneio.
É com esta mentalidade que iremos disputar a prova".

Estão convocados os seguintes jogadores

Guarda redes
Pedro Martins - ED Viana 
José Pedro Pereira - OC Barcelos

Restantes elementos
Gonçalo Neto, Miguel Lopes e Edgar Barbosa - ED Viana
Pedro Freitas e Diogo Silva - OC Barcelos
Elói Martins - ADB Campo
Francisco Soares - HC Braga
Diogo Abreu - Riba d'Ave

5.27.2015

Nuno Carrão e o desafio do CD Povoa " Um projecto aliciante o que me espera na Povoa "





O antigo treinador do Gulpilhares, Nuno Carrão é o novo responsável pela formação do CD Povoa, compromisso assumido na passada terça feira, na Povoa de Varzim
Ao Hóquei Minhoto traçou os seus objectivos para este novo desafio.

Como surgiu o convite?

" O convite surgiu com as alterações organizativas que estão a decorrer na secção de hóquei em patins do CD Povoa. 
Já fizemos uma primeira reunião para definir os primeiros enquadramentos. mal tomaram conhecimento da minha saída do Gulpilhares e perante as mudanças o CD Povoa convidou me. Aceitei e agora à que por mãos ao trabalho".



Assumir a coordenação da formação do Povoa é sempre motivante?

" Assumir a coordenação da formação de qualquer clube é sempre aliciante pelos mais variados motivos, pela responsabilidade, pelo desafio, pela confiança que depositam e pelo trabalho que nos espera.
Para mim pessoalmente é sempre aliciante e trabalhoso.
Não queria estar ligado às funções de coordenador na próxima época, fosse em que clube fosse. Mas é uma função em que cada vez mais os clubes e direcções apostam. Ainda bem porque assim dão a devida importância a esse trabalho".

Está preparado para o projecto? Que escalões estarão ao seu dispor?

" Vai ser um enorme desafio assumir a coordenação da formação do CD Povoa. Um desafio que me fez considerar e aceitar com muita ambição. É um gosto enorme estar novamente ligado a essa funções.
Será uma coordenação desde os sub 20 até à escola de patinagem. As pessoas que vão ficar confiam em mim. Por isso posso dizer que terei de considerar que são pessoas da minha confiança. Em relação a treinadores ainda não está definida a estrutura. Vamos com calma delinear essa situação".

João Candeias fala da escolha do CD Povoa. " Sinto a necessidade de ter alegria a fazer o que mais gosto..."



Depois de assinar pelo CD Povoa, João Candeias falou ao Hóquei Minhoto do motivo de abraçar o projecto do clube poveiro.

" Aceitei o convite do Clube Desportivo da Povoa por ser um projecto sério, composto por pessoas bastante ambiciosas. Sou ambicioso e quero estar de acordo com as expectativas.

O facto de ir jogar na segunda divisão nacional não é um passo atrás na sua carreira , antes pelo contrario.

" Não entendo que seja um passo atrás. Após ter anunciado que não continuava no Barcelos, recebi propostas de clubes da primeira divisão e também da segunda. Optei pelo Clube Desportivo da Povoa em consciência, por ser um projecto com um objectivo, subir de divisão. Para alem disso as condições que me proporcionaram para fazer o meu trabalho são as melhores. O carinho e o interesse nos meus serviços foi preponderante na decisão ".

A passagem pelo OC Barcelos foi benéfica mesmo jogando pouco?

" Vejo as minhas duas épocas no Barcelos de uma maneira muito positiva. É um clube e uma cidade fantástica onde aprendi muitas coisas boas tanto a nível profissional, como pessoal ".

Que podemos esperar do João Candeias no CD Povoa ?

Ninguém tem o lugar assegurado. O que posso dizer é que vou trabalhar todos os dias mais e melhor para poder alcançar os objectivos do grupo. Se o conseguir também a nível pessoal ficarei realizado.
Sinto a necessidade de ter alegria a fazer o que mais gosto.
Estou bastante preparado, porque sempre me fascinaram desafios. Quero dar muitas alegrias a quem confiou em mim.
Por isso aos sócios e simpatizantes do CD Povoa prometo muito trabalho e entrega para que no final estejamos juntos a festejar a subida à primeira divisão nacional"


AP MINHO - 3ª Convocatória para o IV Torneio Luso Galaico


Em preparação para o IV Torneio Luso Galaico nos dias 30 e 31 de maio em Cerceda, Espanha, realiza-se esta quarta feira dia 27 de maio a 3ª concentração da selecção da AP Minho.


Estão convocados os seguintes jogadores

Guarda redes
Pedro Martins - ED Viana 
José Pedro Pereira - OC Barcelos

Restantes elementos
Gonçalo Neto, Miguel Lopes e Edgar Barbosa - ED Viana
Pedro Freitas e Diogo Silva - OC Barcelos
Elói Martins - ADB Campo
Francisco Soares - HC Braga
Diogo Abreu - Riba d'Ave

fonte: AP Minho

5.26.2015

Saiba onde vai jogar João Candeias ex OC Barcelos





O Hoquei Minhoto avança em 1ª mão o futuro de João Candeias ex OC Barcelos


Ao fim de duas épocas ligado ao OC Barcelos, o atleta João Candeias muda-se para a Povoa de Varzim, para abraçar o projecto do CD Povoa que na próxima época vai disputar o nacional da segunda divisão, zona norte.
Com pouca utilização por parte do treinador do OC Barcelos, nomeadamente na sua segunda temporada no Minho, João Candeias optou por dar um novo rumo à sua carreira, com uma curta mudança em termos de distancia.
Para o treinador Carlos Silva é mais um elemento para ajudar os poveiros a regressarem à primeira divisão.




O reforço João Candeias, junta-se para já às renovações de Cristiano Fangueiro, Vítor Oliveira "Viti", o guarda redes Pedro Costa, Nuno Paiva e Rúben Fangueiro.
Para chegar ao CD Povoa, João Candeias começou a sua formação no Paço d'Arcos de onde saiu rumo ao Sporting CP, voltando de novo ao clube da linha ainda nas camadas jovens.
Em 2013/2014 viajou ate ao Minho para o OC Barcelos, onde acabou agora por se transferir para o CD Povoa.
Curiosidade, foi em Barcelos que conquistou um dos seus títulos nacionais em juvenis. O outro foi em Alenquer

Os árbitros para todas as decisões da 2ª divisão na ultima jornada , zona norte



SABADO DIA 30 DE MAIO DE 2015 

NACIONAL DA 2ª DIVISÃO
ZONA NORTE - ULTIMA JORNADA

Jogos da subida, liguilha e despromoção

18.00H HC Braga - Riba d'Ave - Miguel Guilherme e José Nave de Lisboa
18.00H HC Marco - HA Cambra - Florindo Cardoso e João Rodrigues do Minho
18.00H Lavra - AA Espinho - Porfirio Fernandes e Manuel Fernandes do Porto
18.00H Valença HC - Inf Sagres - Rui Torres do Minho e José Pinto do Porto
18.00H Fanzeres - Famalicense - António Santos e Paulo Almeida de Aveiro
18.00H Escola Livre - Juv Pacense - Paulo Carvalho e Vítor Roxo de Leiria
18.00H Cucujães -  Mealhada - Paulo Sousa do Porto e António Teixeira do Minho

NACIONAL DE INFANTIS - 4ª JORNADA
15.00H ADB Campo - FC Porto - António Bastos do Minho

NACIONAL DE JUNIORES - 4ª JORNADA
17.00H OC Barcelos - FC Porto - Pedro Vieira do Minho

NACIONAL DE JUVENIS - 4ª JORNADA
15.00H Sanjoanense - HC Braga - José LaSalette de Aveiro


DOMINGO DIA 31 DE MAIO DE 2015

NACIONAL DA 3º DIVISÃO - CAMPEÃO
18.00H OC Barcelos - Acad de Coimbra - José Pinto e Paulo Sousa do Porto

NACIONAL DA 3ª DIVISÃO - LIGUILHA
18.30H Cartaipense - Acad da Feira - João Rodrigues e Florindo Cardoso do Minho

NACIONAL DE INICIADOS
15.00H ADB Campo - HC Mealhada - Rui Torres do Minho

fonte: FPP

Camadas Jovens 2ª fase - Juniores do OC Barcelos vencem pela 1ª vez


A equipa de juniores do OC Barcelos conseguiu ao fim de três jogos, somar a sua primeira vitoria.
Na deslocação a Vela de Cambra triunfo sobre o HA Cambra por 5-3.
Assim a soma dos três pontos permite ao OC Barcelos obter neste momento quatro pontos na classificação e o terceiro lugar, atrás do líder FC Porto que venceu o Valongo por 6-4.
Na próxima ronda o OC Barcelos recebe o FC Porto com quem perdeu na primeira volta por 4-2 enquanto que o Valongo joga em Cambra depois de na jornada inaugural ter vencido por 8-2.
Para continuar a lutar por um lugar de apuramento, o OC Barcelos não pode perder pontos.


Camadas Jovens 2ª fase - Juvenis do HC Braga somam segundo triunfo



A recepção à Oliveirense não foi fácil, tendo o HC Braga vencido por 8-7, com o tento do triunfo a surgir de livre direto a escassos segundos do fim do jogo.
Com a soma dos três pontos, o HC Braga passou para o segundo lugar em igualdade pontual ( seis ) com o primeiro, a AD Valongo que em São João da Madeira venceu por 5-3.
Na próxima jornada, a quarta, muito do apuramento pode ficar decidido. Se o HC Braga vencer a Sanjoanense fora e a AD Valongo derrotar a Oliveirense em casa por mais de quatro golos, bracarenses e valonguenses estão automaticamente apurados
Recorde-se que na primeira volta o HC Braga venceu a Sanjoanense por 6-2 e o Valongo perdeu em Oliveira de Azeméis por 8-4.

Camadas Jovens 2ª fase - ADB Campo soma empate e uma derrota


Com a presença em dois escalões na segunda fase, a ADB Campo empatou a três golos em Coimbra na categoria de Infantis, em jogo da 3ª jornada.
A divisão de pontos coloca a ADB Campo na segunda posição com cinco pontos, mais dois que o terceiro classificado, a AD Valongo que perdeu em casa com o FC Porto.
Na próxima ronda os barcelenses recebem o FC Porto que neste momento lidera a prova com sete pontos e a AD Valongo joga fora em Coimbra.
Sorte diferente tiveram os Iniciados que na deslocação ao FC Porto perderam por 6-1.
Com esta derrota a ADB Campo é ultima classificado com três pontos, os mesmo que FC Porto e HC Mealhada.
Na frente da prova está o Valongo com nove pontos após o triunfo sobre o Mealhada por 6-2.
Para a próxima jornada a ADB Campo recebe o HC Mealhada enquanto que o líder FC Porto joga em casa diante o Valongo.

5.25.2015

II D - HC Braga sobe ao 2º lugar


                                                                              foto: HC Braga

Face ao triunfo alcançado em Paços de Ferreira por 5-4 por parte do HC Braga e do surpreendente empate caseiro do Espinho com o HC Marco a doze tentos, os bracarenses subiram ao segundo lugar da tabela, agora com cinquenta e quatro pontos, os mesmos que o Espinho, mas com vantagem para os minhotos no confronto direto pela diferença de um golo ( 7-5 nas Goladas e 6-5 em Espinho ).
Neste momento os minhotos apenas depende de si para segurarem essa posição.
Para isso tem de vencer no ultimo jogo em casa os vizinhos do Riba d'Ave e ate pode chegar ao primeiro posto caso o HA Cambra perca em Marco de Canaveses.
À equipa de Vale de Cambra basta o empate, o mesmo resultado que serve o HC Marco para garantir a manutenção.

Em relação ao jogo diante a Juventude Pacense a emoção foi enorme ate aos últimos segundos.
No inicio a turma da casa chegou ao 2-0, mas antes do descanso Joka Alves reduziu.
Na etapa final Bekas empatou mas a Juventude local voltou a adiantar-se.
A igualdade a tres bolas apareceu por Márcio Rodrigues de grande penalidade. O mesmo jogador bracarense colocou a sua equipa a vencer e por dois golos de diferença a meio da segunda parte.
Quando o marcador assinalava apenas cinco minutos para o fim, a Juventude Pacense reduziu para 4-5.
Os últimos minutos foram emocionantes com o Braga a falhar um livre direto e a turma de Paços de Ferreira a desesperar quando a escassos oito segundos do fim Rodolfo Sobral defendeu um livre direto, segurando assim a preciosa vitoria minhota.

Na próxima ronda a emoção vai estar ao rubro com o HC Braga a receber o Riba d'Ave que ainda espreita o segundo lugar...

II D - Riba d'Ave chega-se à Liguilha


Com o triunfo obtido sobre o Cucujães por 4-2 no ultimo jogo do campeonato no Parque das Tílias, a formação de Horácio Ferreira subiu ao quinto lugar com cinquenta e um pontos, a três do segundo lugar ocupado pelo HC Braga e da AA Espinho.
O próximo e ultimo jogo do campeonato é precisamente nas Goladas em Braga.
Quem diria, depois de um mau inicio de prova que nesta altura o Riba d'Ave estivesse na luta por um lugar na liguilha mesmo dependendo de outros resultados.
Para chegar a esse lugar na derradeira jornada tem de vencer em Braga e esperar que o Espinho e Infante Sagres não vençam.


Em relação ao jogo com o Cucujães, foi melhor o resultado que a exibição.
Numa partida marcada pela emoção de André Alves que realizou o ultimo jogo em casa com a camisola do Riba d'Ave, foi a equipa visitante aflita de pontos a primeira a marcar por Duarte Resende.
Antes do intervalo os minhotos deram a volta por Ricardo Lopes e Vítor Hugo.
Na segunda parte Ricardo Lopes elevou para 3-1, mas o Cucujães reduziu por Duarte Resende.
O tento que definiu o resultado final foi apontado por André Alves de livre direto.


Referencia para a entrega dos títulos da AP Minho nos escalões de Sub 15 e Sub 17, numa cerimonia que decorreu no intervalo do jogo e que contou com a presença entre outros de Licínio Santos, o novo presidente da AP Minho.

fotos: Riba d'Ave

Artigo de Opinião - Ricardo Silva o "excluído" da selecção que brilhou na Taça de Portugal




Artigo de opinião do Hóquei Minhoto 

Nem sempre vão os melhores, nem sempre vão os que jogam
 ...mas as escolhas são para respeitar.
No entanto podemos discordar e ter outra opinião.

À semelhança de toda a temporada realizada pelo OC Barcelos, considerada a equipa que surpreendeu tudo e todos com a obtenção do sexto lugar e duas final four, o guarda redes Ricardo Silva mostrou toda a sua categoria no passado fim de semana em Vila Franca de Xira, na final four da Taça de Portugal.
Diante o Benfica, Ricardo Silva protagonizou uma enorme exibição, sendo um dos responsáveis pelo resultado mínimo alcançado pela equipa de Pedro Nunes

Muitos foram os que se interrogaram e se mostraram surpreendidos pela não presença do guarda redes do OC Barcelos nas escolhas da selecção nacional para o próximo mundial em França,
A baliza nacional em terras gaulesas vai ser defendida por Ângelo Girão do Sporting CP e por Pedro Henrique suplente do Benfica.
Para quem viu os jogos da final four da Taça de Portugal, apenas conseguiu assistir à enorme exibição do "excluído" guarda redes do OC Barcelos e à prestação de Ângelo Girão na baliza do Sporting CP.
De Pedro Henriques, apenas o registo do cartão vermelho mostrado no intervalo do jogo da final entre o Benfica e o Sporting CP é nota da sua presença.
Este artigo de opinião nada tem contra o Pedro Henriques que também é um excelente guarda redes, mas que ao longo da época, esteve tapado pelo Trabal, tendo jogado muitos poucos minutos.
Muito pouco pois para quem vai ao Mundial...


A boa época de Ricardo Silva, titular do OC Barcelos permitiu que o clube minhoto fosse a quarta defesa menos batida da prova.
Em alguns jogos foi considerado o melhor em ringue, casos dos desafios com o Benfica, FC Porto, Sporting CP e Valongo.
Nas competições europeias foi um dos grandes obreiros da presença na final four. Que o diga o Noia que desesperou pelas defesas de Ricardo Silva.
Por fim na Taça de Portugal a exibição na meia final tirou todas as duvidas, se elas existissem...



Apesar de Ricardo Silva não estar no Mundial,  estão os outros e desejamos sempre que Portugal seja o melhor e que conquiste o titulo que foge desde Oliveira de Azeméis.

HÓQUEI MINHOTO


5.24.2015

Ainda o protocolo . Juventude de Viana responde à ED Viana

fonte: Radio Geice

A direção da Juventude Viana respondeu a através de um Comunicado à Escola Desportiva de Viana para “Repor a Verdade” em relação à polémica que “rebentou” nos últimos dias por causa do alegado não cumprimento de um protocolo de formação existente entre ambas as instituições e a saída de alguns jogadores da equipa de juvenis para o Campo/Barcelos em detrimento da Juventude Viana.
A Geice FM transcreve na integra o documento publicado na pagina oficial do clube (Juventude Viana) na internet.
Repor a Verdade…
No passado dia 14/05/2015, a direção da Escola Desportiva de Viana (EDV), emitiu um comunicado, cujo teor reportava-se ao “Protocolo existente com a Associação Juventude de Viana”. 
Sendo sempre indesejável qualquer polémica entre associações desportivas da mesma cidade, há ocasiões em que a reposição da verdade nos impede de ficar em silêncio. 
1. Não é de agora que a AJV tem tido dificuldades em fazer a sua equipa de juniores. Já teve de participar num
Campeonato Nacional construindo um plantel com mais atletas oriundos de outros clubes do que de Viana do Castelo! Realçamos que se trata de uma idade de transição, ocorrendo não raras vezes que os atletas tenham de abdicar do desporto em prol do ensino superior (e bem!), já que ingressam em faculdades fora na nossa cidade. Quanto ao abandono ao final de alguns meses na AJV, é algo que infelizmente não acontece apenas no nosso clube. Quando tal se deve a indisciplina, confirmamos que a AJV não tolera nem pactua com tais atitudes! Convêm ainda referir que nos últimos anos temos integrado alguns atletas no escalão júnior, que a EDV demonstrou desinteresse pela formação dos mesmos… 
2. As transferências de atletas entre clubes são pagas, revertendo essas verbas para a Federação de Patinagem de Portugal e para a Associação de Patinagem do Minho. Apenas estão isentas as transferências de atletas nas 3 primeiras épocas de sénior. Refira-se que nos últimos anos a Juventude tem pago várias taxas de transferência no escalão júnior.
3. É mentira que o presidente da AJV tenha rejeitado todas as propostas apresentadas pela EDV nas reuniões realizadas com o executivo camarário vianense. No local e no momento certo, foi transmitido aos interlocutores que no entendimento da AJV, no curto prazo não haveria recursos humanos nem financeiros para um projeto de equipa sub-23. Evidenciamos inclusive, que este escalão é alimentado essencialmente pelos juniores. Escalão este que a ficar na EDV, como tal não poderia alimentar o escalão sub-23. Mais, nessas reuniões foram ainda colocadas em cima da mesa mais 2 propostas: a primeira dizia respeito à passagem de todos os atletas juvenis da EDV para os juniores da AJV com a possibilidade do treinador acompanhar os atletas, dado que foram colocadas reservas por parte dos dirigentes da EDV ao atual técnico do escalão – Luís Viana. E a segunda, ser a própria EDV a fazer o escalão júnior, algo que ficou logo posto de lado por parte do presidente da EDV, já que o processo formativo do clube terminava no escalão juvenil e ao mesmo tempo estava a falar com atletas juniores da AJV para ingressar no escalão júnior na EDV.
4. Se os pais dos atletas da EDV não queriam reunir com os responsáveis da AJV, essa informação deveria ter sido transmitida a quem de direito, já que tinha ficado acordado que o presidente da EDV marcaria a referida reunião.
5. Quando falam em asfixia de espaços para a prática de treinos, esta afirmação também é falsa! Importa referir que esta foi a época desportiva onde houve mais tempo de treino para todos os escalões, já que a passagem da Patinagem Artística para o Pavilhão da Meadela permitiu aumentar os horários disponíveis. Refira-se ainda que a EDV começava a treinar a partir das 17.30H e que o Pavilhão Municipal de Monserrate às terças-feiras à noite estava livre, algo que nunca aconteceu.
6. Impedimento do acesso gratuito aos jogos da AJV. É falso, já que a entrada é livre para menores de 12 anos. 
Quanto à situação com o escalão juvenil, é verdade que aconteceu mas foi prontamente resolvido, tendo a mesma sido originada pelo facto dos atletas não se identificarem com o cartão respetivo, uma vez que os porteiros (empresa privada) não são obrigados a reconhecer esses atletas quando não são portadores de qualquer identificação.
7. Quanto às injúrias e calúnias que fazem ao nosso Diretor Desportivo, nem vamos tecer qualquer comentário face ao seu teor difamatório! Trata-se dum colaborador que tem demonstrado o seu profissionalismo e competência ao longo dos anos que tem estado ao serviço da AJV!
8. Relativamente ao custo do treinador de guarda-redes, nunca a direção da EDV dialogou com a AJV sobre o mesmo. Falaram sempre diretamente com esse atleta e a AJV nunca colocou qualquer entrave!
9. A AJV tem colaborado na cedência de algum material desportivo à EDV, como é o caso do material do guarda-redes do escalão juvenil. Podem é os seus responsáveis não o saber! Assim como, sempre que solicitado, tem sido dado apoio clínico e mecânico dentro das nossas possibilidades.
10. Será que as condições estabelecidas na cedência dos espaços publicitários estão a ser cumpridas?
11. “O número de atletas produzidos anualmente é revelador das nossas capacidades, do trabalho, da organização….. De ano para ano são mais e melhores”. Face a esta afirmação dos dirigentes da EDV, questionamos onde andam esses atletas? Formados na nossa cidade, existem 2 no escalão principal do hóquei nacional, os quais por coincidência estão ao serviço da AJV (Luis Viana e Gustavo Lima) e na II Divisão não temos nenhum. Será que o problema será mesmo a AJV?
A Associação Juventude Viana conhece muito bem as dificuldades com que as associações desportivas da região se deparam no seu dia-a-dia, por isso, não vai contribuir para que as mesmas ainda se agravem mais com o afastamento de sócios, simpatizantes e patrocinadores! 
Estamos inseridos numa região que tem muitas potencialidades, mas infelizmente também possui muitas desvantagens face a competidores diretos inseridos em regiões muito mais desenvolvidas sob o ponto de vista económico. 
Não temos a veleidade nem a pretensão de sermos detentores da sapiência suprema… Muito menos nos intrometemos nas decisões estratégicas dos nossos congéneres. Por isso, não admitimos que outros o tentem fazer no nosso clube sem estarem legitimados pelo voto dos sócios! 
Respeitamos todas as coletividades da região, particularmente aquelas que ao longo dos anos vêm contribuindo para o desenvolvimento humano e desportivo dos vianenses, exigindo a Associação Juventude Viana reciprocidade de tratamento e respeito para com um clube que tem dignificado a cidade de Viana do Castelo quer a nível nacional, quer a nível internacional ao longo dos últimos 38 anos! 
Em face ao exposto e às atuais circunstâncias, seguiremos o nosso caminho e trabalharemos para continuar fazer crescer a Juventude Viana – formando jovens e competindo ao mais alto nível nacional e internacional!
Saudações Desportivas! 
P´ Direção 
Rui Natário

II D - Famalicense despede-se dos seus adeptos com um empate.


Foi com uma igualdade a quatro bolas diante o Valença HC que o Famalicense se despediu dos seus adeptos da presente temporada.
No derby minhoto a equipa de Fernando Almeida adiantou-se no marcador por Luís Filipe mas o Valença deu a volta com tentos de Tomba e Pedro Conde.
Antes do descanso Luís Filipe empatou o jogo.
Na segunda parte o mesmo Luís Filipe voltou a colocar a equipa do Famalicense na frente do resultado.
O Valença correu atrás do prejuízo e voltou a dar a cambalhota com Diogo Sá e Ziga.
Na parte final Tiago Crespo fez o empate final.
Com a divisão de pontos, o Famalicense subiu ao 8º lugar com trinta e oito pontos, enquanto que o Valença HC baixou para a sexta posição com cinquenta e um pontos.
Na ultima jornada o Famalicense joga em Fanzeres que luta pela manutenção.
Por parte do Valença recebe o Infante Sagres , num jogo que promete luta pelo quarto lugar.

Taça de Portugal - Benfica faz a dobradinha




Na final "agendada e esperada por muitos" da Taça de Portugal, Vila Franca de Xira a abarrotar de publico, assistiu a um triunfo justo do Benfica por 3-0, com o Sporting CP a apresentar inúmeros protesto face à arbitragem em especial de Miguel Guilherme


O Benfica juntou ao titulo de campeão nacional, a conquista da Taça de Portugal aovencer o Sporting CP na final por 3-0.
Depois de afastar o OC Barcelos na meia final por 3-2, a equipa de Pedro Nunes consegue assim a famosa "dobradinha" na época.
No desafio entre eternos rivais que teve de tudo, desde agressões entre jogadores, especialmente no regresso aos balneários em tempo de intervalo onde o guarda redes do Benfica Pedro Henrique e Tiago Losna viram o cartão vermelho, passando por inúmeros azuis exibidos ao Sporting CP.
Nota para o abandono da formação leonina logo após o fim do jogo, que assim não assistiram à entrega da taça nem respectivas medalhas.

Quanto ao jogo o Benfica chegou ao descanso a vencer por 1-o graças ao golo de Carlos Nicolia de ja no ultimo minuto da primeira parte.
Na etapa final com os nervos à flor da pele o Sporting CP desorientou-se e foi penalizado por varias cartões azuis.
Nos lances o Benfica não aproveitou por Carlos Lopez, Carlos Nicolia e João Rodrigues.
O segundo golo de João Rodrigues apareceu aos 14'  numa altura em que os leões apenas apresentavam dois jogadores dentro da pista.
Ate ao fim o Benfica ainda fez o 3-0 por Carlos Nicolia.

5.23.2015

Andrés colocam Sporting CP na final da Taça, esperada e desejada....por muitos.



No segundo jogo das meias finais o Sporting CP venceu a Oliveirense por 4-1, graças aos golos de André Moreira dois e um de André Pimenta e Ricardo Figueira.
Esta assim agenda e satisfeita a vontade de muitos, para que este domingo às 15h  os eternos rivais de Lisboa discutam a Taça de Portugal


A partida começou o Sporting CP a pressionar e a adiantar-se no marcador aos 3' por André Moreira.
O empate apareceu aos 10' por Martin Montivero.
Na ponta final a Oliveirense podia ter dado a volta ao marcador mas Gonçalo Alves primeiro de livre direto ( azul a João Pinto ) e a seguir Alberto Casanova de grande penalidade desperdiçaram essa possibilidade.
A culpa foi de Ângelo Girão que encheu por completo o ego a todos os presentes com grandes defesas.
Na segunda parte a Oliveirense tentou mas foi o Sporting CP a desfazer o empate novamente por André Moreira.
A perder a equipa do Tó Silva arriscou mais, mas aos 15' foi o Sporting a fazer o 3-1 por André Pimenta num bonito gesto técnico a superar o guarda redes espanhol Xavier Puigbi.
Perto do fim aos 21'  Gonçalo Alves viu o cartão azul, mas Ricardo Figueira desperdiçou o livre direto.
O mesmo Ricardo Figueira em igual situação pela décima falta da equipa da Oliveirense, não perdoou fazendo o 4-1.
Ja no ultimo minuto André Azevedo viu o cartão azul , mas André Gaspar falhou o livre direto.

OC Barcelos fora da final da Taça de Portugal


O OC Barcelos voltou uma vez mais a "obrigar " o Benfica a trabalhos de carga elevada para que o novo campeão nacional garanti-se a presença na final.
A turma de Pedro Nunes venceu por 3-2.


Num pavilhão a "arder" por todos os lados, o OC Barcelos não se atormentou por defrontar o campeão nacional e acabou mesmo por ser o primeiro a marcar aos 5' por Luís Querido de grande penalidade por infracção cometida por Valter Neves.
A vantagem durou apenas quatro minutos altura em que João Rodrigues fez o empate.
O empate não abrandou o ritmo de jogo com as duas equipas a procurarem o golo, situação que obrigou os dois guarda redes a mostrarem serviço de grande qualidade.
Neste capitulo e especialmente Ricardo Silva mostrou que merecia ser convocado para a selecção nacional

Ate ao intervalo o Benfica com Nicolia já em ringue tentou desfazer o empate mas foram do Barcelos as melhores oportunidades de golo.
Em termos de faltas o descanso chegou com o Barcelos a soma nove contra sete do Benfica.
Na segunda parte o OC Barcelos "cheirou" o golo aos 3 por Pedro Mendes com a bola a bater no poste. No lance seguinte Joca Guimarães deu vantagem aos minhotos.
Reagiu o Benfica mas Ricardo Silva enorme defendeu um livre direto de Carlos Nicolia a penalizar a décima falta do Barcelos aos 6'.
Aos 8' novo empate agora por intermédio de Tiago Rafael que na recarga a um remate seu, conseguiu surpreender Ricardo Silva.
Sempre em ritmo alucinante o OC Barcelos beneficiou de um livre direto aos 15' a penalizar a décima falta dos encarnados mas Luís Querido falhou.
O Benfica acabou por se colocar pela primeira vez em vantagem aos 19' por João Rodrigues.
Aos 22' Miguel Vieira em contra ataque, teve após aparecer isolado diante o guarda redes encarnado soberana oportunidade para empatar.
O Benfica podia ter acaba com as duvidas em relação ao vencedor mais cedo mas Ricardo Silva enorme defendeu um livre direto de Carlos Nicolia.

5.22.2015

Hóquei Minhoto presente na Final Four da Taça de Portugal


Em Vila Franca de Xira , 23 e 24 de maio de 2015 para mais um grande evento da modalidade.
Final Four da Taça de Portugal

SABADO DIA 23 DE MAIO DE 2015
15.00H OC BARCELOS - SL BENFICA
17.00H SPORTING CP- UD OLIVEIRENSE

DOMINGO DIA 24 DE MAIO
15.00H FINAL

II D - HC Braga visita Paços de Ferreira com ouvido em Espinho

                                                       foto: jogo da 1ª volta - Hóquei Minhoto 

A apenas dois pontos do segundo classificado, o HC Braga joga uma cartada importante em Paços de Ferreira em jogo da penúltima jornada do nacional da segunda divisão, zona norte.
Com o primeiro classificado, o HA Cambra a folgar e com o segundo, a AA Espinho a jogar em casa diante o aflito HC Marco, os minhotos estão proibidos de perder pontos para ainda terem a hipótese de garantir pelo menos a segunda posição, posto que dá acesso á disputa da liguilha de promoção.
O resultado negativo da primeira volta nas Goladas por 5-4, prova que a visita a Paços de Ferreira não se prevê fácil.
Para o desafio entre a Juventude pacense e o HC Braga foi nomeada uma dupla de árbitros de Aveiro... Carlos Miguel e Manuel Oliveira.

A equipa da Juventude Pacense que ocupa o sétimo lugar com quarenta e cinco pontos vai tentar vencer no seu ultimo jogo diante os seus adeptos.
Em sua casa a turma por Nelson Gomes apenas perdeu três jogos, com o Infante Sagres (1-3), Espinho (4-7) e HA Cambra (3-5).
É uma equipa talhada para vencer conjuntos do Minho, visto que por lá não passaram o Riba d'Ave que perdeu por 10-8, o Valença HC por 2-0 e o Famalicense por 6-5.

Por parte do HC Braga que não perde para o campeonato à quatro jogos, sendo a equipa que mais pontos fez na segunda volta, vinte e um, o triunfo é o único resultado que interessa se o Espinho vencer o HC Marco.
Se isso se verificar ficará tudo por decidir na ultima ronda com o HC Braga a receber o Riba d'Ave e o Espinho a visitar Lavra.

II D - Riba d'Ave recebe Cucujães na despedida de André Alves



A turma do Riba d'Ave joga este sábado às 18.30h pela ultima vez esta temporada diante os seus adeptos no parque das Tílias defrontando o aflito Cucujães.
Um jogo que servirá para o capitão André Alves vestir pela ultima vez a camisola do clube na casa que o viu nascer para a modalidade.
Apesar de ainda ter vinte e oito anos, André Alves resolveu por questões profissionais e pessoas acabar a carreira desportiva.
Dentro do ringue num misto de emoções o Riba d'Ave vai tentar oferecer uma vitoria aos seus associados antes de visitar Braga na ultima jornada.
Os minhotos que somam 48 pontos espreitam ainda subir um pouco mais na tabela para alem do atual sexto lugar, visto estarem a apenas três pontos do terceiro lugar.
Do outro lado o Cucujães ate pode fazer a festa da manutenção desde que pontue e Fanzeres não alcance qualquer ponto na deslocação ao ultimo classificado o HC Mealhada.
A partida será dirigida por Orlando Panza e Paulo Santos do Porto.

foto: Cartaz Riba d'Ave

5.20.2015

Vice Presidente da FPP garante " É a final four mais bem preparada em termos de segurança..."




Vila Franca de Xira é palco este fim de semana da final four da Taça de Portugal com a presença do OC Barcelos, SL Benfica, Sporting CP e UD Oliveirense como equipas finalistas.
Face à politica de venda de bilhetes para o evento com a distribuição de duzentos por cada clube para assistir aos dois jogos vários cenários se desenham.
Recorde-se que crianças com menos de três anos não entram no pavilhão.

O vice presidente da Federação Portuguesa de Patinagem, Paulo Rodrigues ao Hoquei Minhoto, garantiu que todas as condições de segurança estão garantidas.






" Com a PSP em articulação com a FPP, foram tomadas e analisadas ao pormenor todas as condições de segurança para que a final four decorra dentro da normalidade.
É a final four mais bem preparada em termos de segurança. Vão existir duas entradas para os adeptos.
Os mesmos estarão identificados com uma pulseira de cor diferente.
Já que os ingressos permitem ver os dois jogos, os adeptos do Barcelos vão estar junto dos do Sporting e os da Oliveirense ao lado dos do Benfica.
A bancada vai estar dividida com um cordão policial.
Espero e desejo que quem venha ver a final venha com um espírito de festa desportiva e que puxe pela sua equipa.
Se podem existir problemas? Claro que podem mas estamos precavidos para que não perturbem o normal funcionamento da prova.".

Árbitros e jogos das equipas do Minho ( seniores e formação ) dias 23 e 24 de maio



SABADO DIA 23 DE MAIO DE 2015

Taça de Portugal - Final Four
15.00H OC Barcelos - SL Benfica - Ricardo Leão de Lisboa e Rui Torres do Minho
17.00H Sporting CP - UD Oliveirense - Paulo Rainha do Minho e José Pinto do Porto

NACIONAL DA 2ª DIVISÃO, ZONA NORTE

18.30H Juv Pacense - HC Braga - Manuel Oliveira e Carlos Miguel de Aveiro
18.30H Riba d'Ave - Cucujães - Orlando Panza e Paulo Santos do Porto
19.00H Famalicense - Valença HC - Florindo Cardoso e António Bastos do Minho

NACIONAL DE INFANTIS
15.00H Acad Coimbra - ADB Campo - António Machado de Coimbra

NACIONAL DE JUVENIS
15.30H HC Braga - UD Oliveirense - Ricardo Sousa do Minho

DOMINGO DIA 24 DE MAIO DE 2015

NACIONAL DE INICIADOS
15.00H FC Porto - ADB Campo - Orlando Panza do Porto

NACIONAL DE JUNIORES
15.00H HA Cambra - OC Barcelos - António Santos de Aveiro

fonte: FPP

" Cresci a todos os níveis com o Hóquei " . André Alves do Riba d'Ave pendura os patins



Face a motivos profissionais e pessoais, André Alves capitão do Riba d'Ave resolveu terminar a sua carreira desportiva aos 28 anos de idade.
Formado no Riba d'Ave a sua carreira conheceu apenas dois emblemas, o Riba d'Ave e a AD Limianos.
Será no próximo sábado que efectuará perante os seus adeptos o ultimo jogo no parque das Tílias ao serviço do Riba d'Ave diante o Cucujães.
A viver um sentimento difícil ainda de explicar, André Alves falou em exclusivo ao Hóquei Minhoto da sua decisão de abandonar o hóquei em patins.

Infelizmente a modalidade está a passar por dificuldades e perante isso tenho de me dedicar a 100% à minha profissão. Neste momento não posso dizer se voltarei a jogar. A vida dá muitas voltas, mas tomei esta decisão de abandonar.
Vou no próximo sábado, como é o nosso ultimo jogo em casa da época agradecer a todos os que me apoiaram. Às direcções, aos colegas, treinadores e todo o staff que me ajudou a crescer como atleta mas principalmente como homem.
Dos clube por onde passei que foram apenas dois, o Riba d'Ave mais tempo e a AD Limianos, levo coisas indescritíveis. Nada me dará tanta alegria como um dia o hóquei me deu. Todos os momentos e amizades são do que mais vou recordar".

A massa associativa do Riba d'Ave é especial.

São únicos. Uma palavra para os adeptos que sempre me apoiaram com todo o incentivo e respeito. Agora estarei com eles na bancada a puxar pelo clube. Sempre me respeitaram mesmo quando fui para a AD Limianos ".

fotos:DR

5.19.2015

Cartaipense envia recurso para o Conselho de Justiça da FPP


O presidente do Cartaipense enviou esta terça feira o recurso prometido para o Conselho de Justiça perante a decisão que tomou o conselho de disciplina de o considerar improcedente.
Recorde-se que o Cartaipense protesto o jogo da 4ª jornada diante o OC Barcelos B por utilização irregular de dois atletas do Barcelos.
Para Lima Pereira presidente do clube minhoto face a este recurso, as suas palavras são de firmeza objectivas, tal como referiu em exclusivo ao Hóquei Minhoto.
" Espero que a federação cumpra os regulamentos de uma vez por todas.
Que o Conselho de Justiça reponha a legalidade, a justiça e a verdade desportiva neste campeonato

O Conselho de Justiça tem prazo para se pronunciar! O caso depende dessa resposta, pois como é sabido desta decisão do Conselho de Justiça não há recurso na esfera desportiva, portanto do ponto de vista desportivo acaba com essa decisão, mas e caso a resposta não nos seja favorável, já o disse várias vezes iremos recorrer para os tribunais para repor a legalidade e responsabilizar os culpados e quem pactuou com esta irregularidade. Já não se trata só desta época desportiva, já é um assunto para o futuro. O que a Federação fez vai contra todas as regras e regulamentos e como tal tem se ser penalizada pelas estâncias superiores, para que tal não volte acontecer. Não podemos ter uma Federação, composta por pessoas que fazem o que querem a seu belo prazer e nada lhes acontece. Quem incumpre regulamentos tem que ser penalizado. ".

fonte: Cartaipense

AP MINHO - 2º Convocatória para o IV Torneio Luso Galaico



Em preparação para o IV Torneio Luso Galaico nos dias 30 e 31 de maio em Cerceda, Espanha, realiza-se quarta feira dia 20 de maio a 2ª concentração da selecção da AP Minho.
Estão convocados os seguintes jogadores

Guarda redes
Luís Costa - ADB Campo
José Pedro Pereira - OC Barcelos

Restantes elementos
Gonçalo Neto, Miguel Lopes e Edgar Barbosa - ED Viana
Pedro Freitas e Diogo Silva - OC Barcelos
Elói Martins - ADB Campo
Francisco Soares - HC Braga
Diogo Abreu - Riba d'Ave

fonte: AP Minho

Camadas jovens 2ª fase - Juniores do OC Barcelos empatam em casa


No primeiro jogo em casa nesta segunda fase, a equipa de juniores do OC Barcelos cedeu um empate diante o Valongo a seis bolas.
Ao intervalo o OC Barcelos vencia por 4-2, mas o atleta do Valongo, Álvaro Morais autor de todos os golos da sua equipa, conseguiu dar a volta.
Nos últimos segundos os minhotos chegaram ao empate, por Joca Guimarães.
Igualdade foi o que aconteceu no encontro entre o Cambra e o FC Porto, mas a duas bolas.
Sendo assim a classificação é liderado por Valongo e FC Porto com quatro pontos, seguidos de OC Barcelos e HA Cambra com apenas um.
Na próxima ronda o OC Barcelos joga em Vale de Cambra e o FC Porto em Valongo.

Camadas jovens 2ª fase - Juvenis do HC Braga perdem em Valongo



Promete ser renhida a luta pelo apuramento na zona norte de juvenis.

Ao fim da segunda jornada todas as quatro equipas somam três pontos.
O HC Braga deslocou-se a Valongo e perdeu por 4-3.
Igual resultado aconteceu no derby com a Sanjoanense a derrotar a Oliveirense.
Para a terceira ronda o HC Braga recebe a Oliveirense e o Valongo joga na Sanjoanense.

Camadas jovens 2ª fase - ADB Campo com resultados diferentes



Na segunda ronda do nacional de Infantis, a ADB Campo venceu a AD Valongo por 4-2, somando assim o primeiro triunfo na prova, após o empate com o FC Porto.
Actualmente com quatro pontos, os minhotos lideram juntamente com os portistas a classificação com mais um que a AD Valongo.
O FC Porto venceu em Coimbra por 3-2. Curiosamente a formação de Coimbra recebe a ADB Campo na próxima ronda enquanto que o FC Porto joga em Valongo.

Sorte diferente tiveram os Iniciados da ADB Campo que no seu reduto perderam com a AD Valongo por 5-1.
Mesmo com o deslize a equipa de Barcelos continua na segunda posição, visto que o FC Porto perdeu em casa com o Mealhada por 4-0.
A equipa do Mealhada soma três pontos enquanto que o FC Porto continua sem pontuar.
Para a próxima ronda a ADB Campo desloca-se ao Porto e a AD Valongo recebe o Mealhada.

CD Povoa - Treinador Carlos Silva e cinco atletas renovam.


Após realizar o seu primeiro ano na primeira divisão nacional, onde acabou por não conseguir a manutenção o CD Povoa ja prepara a equipa para disputar a segunda divisão nacional.
O Hóquei Minhoto avança que o treinador continua a ser Carlos Silva que tem para já assegurada a continuidade de cinco jogadores, o guarda redes Pedro Costa, Vítor Oliveira "Viti", Rúben Fangueiro, Cristiano Fangueiro e Nuno Paiva.
Face à enorme disputa que acontece na segunda divisão, zona norte, o Povoa espera reforçar a sua equipa.

foto:DR

III D ( LIGUILHA ) - Cartaipense "saca" empate nos últimos segundos

                                                            foto: Nuno Soares Parede FC

No primeiro jogo da liguilha de promoção o Cartaipense na deslocação ao Parede FC obteve uma igualdade a sete tentos, com esta a ser alcançada nos últimos segundos do encontro.
Ambas as equipas ambicionam subir ao segundo escalão, por isso a entrega foi enorme e a vontade de marcar também.
Ao todo catorze golos, sete para cada lado com o marcador a sofrer bastantes alterações, especialmente na segunda parte.
Os primeiros vinte e cinco minutos ditaram uma vantagem de 2-1 a favor dos minhotos, apesar de estes terem começado o encontro a perder.
Na etapa final o equilíbrio manteve-se até aos 16' altura em que o placard atingiu uma igualdade a quatro tentos.
A seguir num espaço de quatro minutos o Parede saltou para a frente chegando aos 7-2 a escassos tres minutos do fim.
Num ultimo esforço o Cartaipense arriscou por completo tendo essa postura dado frutos com o empate final a aparecer a cinco segundos do fim.
Um ponto fora de casa é sempre bom para quem começar uma liguilha.
Marcaram para a turma de Orlando Ribeiro, Carlos Costa quatro, Ricardo Guimarães dois e um de Frederico Coelho.
Para o Parede FC apontaram Ricardo Lopes e Ricardo Rocha três e um de Francisco Santos.
Na próxima ronda o Cartaipense folga, jogando o Parede em Santa Maria da Feira.

5.18.2015

António Leal termina carreira.



O capitão da Sanjoanense, António Leal colocou um ponto final na sua carreira desportiva.
Aos 39 anos, Tó Leal que começou a sua aventura de jogador de hóquei em patins na Sanjoanense, passou na sua primeira época de sénior no Académico da feira, pelo HA Cambra durante três épocas, antes de rumar ao OC Barcelos onde foi capitão durante quase cinco temporadas.

Em 2012 regressou a Cambra e depois à Sanjoanense onde na ultima temporada serviu o clube que o viu nascer para a modalidade.
A sua experiência foi determinante para que a Sanjoanense esta temporada alcança-se a manutenção na primeira divisão nacional.
Na derradeira jornada a equipa da Sanjoanense venceu o Povoa por 6-3, com António Leal a fazer três golos.
Ao longo da sua carreira, conquistou um troféu nacional, a Taça de Portugal em 2006/2007 ao serviço do HA Cambra.

Ao Hóquei Minhoto, António Leal agradeceu a forma como viveu estes anos

" Por onde passei deixei sempre grandes amigos. Mas como tudo na vida, algum dia tinha de deixar de jogar. Agradeço a todos os meus companheiros da Sanjoanense a forma como estiveram neste ultimo ano comigo. Uma palavra para todos os clubes por onde passei. Em Cambra e Barcelos deixei grandes amizades. Nem só o hóquei serve para competir dentro do ringue. Serve também para se fazerem enormes amigos fora dele. Nesse capitulo ganhei muito. Um abraço a todos".

apoio: Luís Higino Oliveira, Hugo Teixeira (foto)


II D - HC Braga a dois pontos do 2º lugar


Classificação
1º HA Cambra 57p
2º AA Espinho 53p
3º HC Braga 51p

De forma previsível o HC Braga subiu ao terceiro lugar após golear o Cucujães nas Goladas por 11-2.
A vitória permite aos minhotos ameaçarem o segundo lugar, ocupado pela AA Espinho, agora a dois pontos de distancia, quando faltam apenas duas jornadas para o fim do campeonato.
Ate ao fim da prova o HC Braga joga em Paços de Ferreira e recebe o vizinho Riba d'Ave. Por parte da AA Espinho recebe na próxima ronda o aflito HC Marco e termina a prova em casa diante o Lavra.

Em relação ao jogo contra o Cucujães, a equipa minhota soube reagir à ténue reacção dos visitantes que chegaram a alcançar o empate a uma bola.
A partir dai só deu Braga que chegou ao intervalo a vencer por 8-1, vantagem mais que suficiente para que na segunda parte o ritmo de jogo fosse menos intenso.
Na etapa final o HC Braga fez mais três golos contra um do Cucujães.
Marcaram para o HC Braga, Bekas quatro, André Ferreira e Ângelo Fernandes três e Joka Alves dois.
Por parte do Cucujães os tentos solitários foram apontados por André Silva e Miguel Oliveira.
Para a próxima ronda o HC Braga desloca-se a Paços de Ferreira e o Cucujães em Riba d'Ave.
Nota para a "folga" do primeiro classificado o HA Cambra.

Foto: José Gomes Hoquei Minhoto