HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

2.28.2013

Diogo Fernandes fala ao Blog Hoquei Minhoto



" Se tivesse saído da Juventude de Viana ficaria em divida com o clube... "

Os números de golos apontados no nacional da segunda divisão , zona norte, quarentena e seis ate ao momento, são um excelente cartão de visita para o jogador da Juventude de Viana em cada ringue que marca presença.
Temido pelas defesas e guarda redes, o atleta falou ao Blog Hoquei Minhoto do seu momento e da sua equipa que atualmente ocupa a segunda posição, em lugar de promoção à 1 divisão.

A que se deve esta veia goleadora ao serviço da Juventude de Viana?
Sempre fui um avançado com alguma capacidade de finalização. Este ano as coisas estão a correr bem e muito se deve ao resto da equipa. Grande mérito dos meus golos é dos meus colegas. O Hóquei é um desporto colectivo e eu sou o jogador mais avançado de um colectivo que estão a funcionar muito bem. Por isso os golos aparecem com naturalidade.

A Juventude de Viana pode subir de divisão já este ano num campeonato que promete emoção até ao fim com várias equipas a lutarem por esse objectivo?
Sim, começamos com um projecto de subir a Juventude de Viana num espaço de três anos. No entanto a forma como os nossos jogos tem corrido, esse objectivo pode ser já esta época. Olhando para a nossa posição não podia deixar de ser acreditar na promoção. É um campeonato forte com boas equipas. As duas que escorregarem menos vão ser mais felizes ao fim da trinta jornadas.

Qual a justificação para um inicio de prova irregular da Juventude?
Foi um inicio de campeonato difícil. Nas três primeiras jornadas visitamos a casa de dois adversários diretos. Para alem disso a equipa ainda não se conhecia bem por entraram vários jogadores. Não havia o entrosamento que agora existe. Esse entrosamento é a nossa armas no jogos que fazemos.

Muitos questionam porque ficas te na Juventude depois de vários convites , mesmo de clube da primeira divisão nacional. Qual a razão?
É verdade que existiram outros convites , mas senti que não era a altura ideal para abandonar a Juventude de Viana. Tínhamos descido de divisão e se saísse iria ficar para sempre com um sentimento de divida para com os excelentes adeptos de Viana. Quis participar no projecto que visa colocar a Juventude no lugar que merece, a primeira divisão nacional.



A nível pessoal pretendes chegar onde? A uma equipa com outros "maiores" objectivos ? Sonhas com a seleção?
Neste momento não penso muito nisso. Mas claro que qualquer jogador quer o melhor para si. Quanto à seleção, uma vez que já representei a mesma em todos os escalões até aos Sub 23, estaria a mentir se dissesse que não sonho representar Portugal no escalão máximo  No entanto ainda é um pouco cedo para pensar nisso e neste momento é algo difícil de se concretizar, mas penso que esse dia vai chegar.

Qual a tua referencia na modalidade?
Tenho várias referencia no Hóquei. As principais e aquelas que moldaram mais como jogador sem duvida que foram Pedro Gil, Pedro Alves e Panchito. Um bocadinho de cada um destes jogadores teríamos um jogador perfeito. Para alem de jogadores tenho outras, como o Professor Renato garrido, treinador que me levou para o FC Porto e que contribuiu muito para a minha evolução.

O apoio dos adeptos tem sido importante na caminhada da equipa?
Tem sido importantes e fundamentais  Penso que são poucas as equipas de Hóquei em Portugal com uns adeptos como os nossos. Mesmo nos momentos mais difíceis que tivemos na primeira divisão, eles estiveram sempre connosco. Na segunda divisão temos notado que a presença deles tem sido fundamental na nossa caminhada. São o sexto jogador.

Como vez o panorama da modalidade a nível nacional e de seleções?
A modalidade acho que já viveu melhores dias. Mas cabe a nos atletas, intervenientes diretos, modificar essa queda de protagonismo do hóquei nacional. Quanto a seleções , temos vindo a melhor e a trabalhar bem.Este ano estivemos a segundos de ganhar um Europeu. A nível de formação penso que estamos bem. Há um grande futuro para a seleção nacional.

A crise sócio económica prejudica a modalidade. Tens receio que algumas equipas acabem?
Claro que sim. Aliás este ano o campeonato da terceira divisão estava muito reduzido. É pena que isto esteja a acontecer. Os custos que os clubes tem de suportar não são os adequados à conjuntura actual de pais. Mas é algo que nós atletas , pouco podemos fazer. A visibilidade da modalidade também não é a melhor por parte da comunicação social. São poucos os que falam da modalidade e quem fala é por gosto ao hóquei em patins como é o caso do Blog Hoquei Minhoto.
É um excelente Blog, sempre actualizado e que mantêm muito bem informados sobre o Hóquei especialmente no Minho. Parabéns e continuação de um óptimo trabalho como tem feito ate aqui.
Uma abraço a todos.

O Blog Hoquei Minhoto agradece a disponibilidade do Diogo Fernandes e deseja lhe as maiores felicidades a nível pessoal e desportivo.


2.27.2013

Minhotos eleitos para a XVI Edição " O Minhoto"



O Blog Hoquei Minhoto participou  na votação na Modalidade de Hoquei em Patins.

Foi apresentada a XVI Edição dos Troféus desportivos, o Minhoto, que decorreu em Ponte de Lima, local onde no dia 11 de Março será efectuada a gala de atribuição dos troféus a atletas  dirigentes, clubes, treinadores, árbitros e eventos desportivos.
Reconhecida cada vez mais a sua importância na divulgação da modalidade, o Blog Hoquei Minhoto foi convidado a votar nos atletas para a categoria de Hoquei em Patins. Os atletas em questão são os minhotos,  José Pedro ( OC Barcelos ), Nuno Teixeira Fellini ( OC Barcelos ) e Gonçalo Alves ( Oliveirense ).
Para o prémio consagração foi nomeado o jogador minhoto Luís Viana do SL Benfica, grande prémio Júri colectivo o Hoquei Clube de Braga, revelação Hélder Nunes do FC Porto,para treinador o antigo seleccionador nacional Rui Neto e para árbitro Rui Torres
Recorde-se que na anterior edição o vencedor foi Rafael Costa na altura ao serviço do HC Braga. Também vencedor no ano de 2012 na modalidade de hóquei em patins, mas na categoria de árbitro foi vencedor o juiz José Monteiro.

Lista onde a modalidade de hóquei em patins está presente

Hóquei em Patins
“Fellini” - Nuno Teixeira (OC Barcelos, Barcelos)
Gonçalo Alves (Oliveirense, Famalicão)
José Pedro (OC Barcelos, Barcelos)


Árbitro
Jorge Ferreira (Futebol, Fafe)
Mário Lobo Silva (Futsal, Viana do Castelo)
Rui Torres (Hóquei em Patins, Barcelos)

Consagração
Leonel Correia (CN Prado - Canoagem, Vila Verde)
Luís Viana (SL Benfica - Hóquei em Patins, Viana do Castelo)
Rui Sousa (Efapel Glassdrive - Ciclismo, Viana do Castelo)

Revelação
Ana Monjane (Sporting CP, Braga)
Hélder Nunes (FC Porto, Barcelos)
José Rodrigues (SC Braga, Braga)

Treinador
Jorge Braz (Futsal, Braga)
Luís Marta (Boccia, Braga)
Rui Neto (Hóquei em Patins, Viana do Castelo)

Grande Prémio Júri Colectivo
Basquete Clube de Barcelos (Barcelos)
Futebol Clube Vermoim (V.N. Famalicão)
Hóquei Clube Braga (Braga)
Moreirense Futebol Clube (Guimarães)

2.26.2013

Miguel Sardinha ex OC Barcelos fala da sua experiencia no Sporting



" Senti uma alegria enorme ao ter ajudado o OCB a conquistar mais um título nacional de jovens. Eles tudo fizeram por mim e sempre acreditaram em mim ".

O antigo jogador do OC Barcelos, Miguel Saridnha falou da sua aventura agora de verde e branco, no Sporting Clube de Portugal 

Chama-se MIGUEL Fernando Bettencourt SARDINHA Melo Catarino. Nasceu na Póvoa de Varzim, em 19/04/1997. Veio para o Sporting, em meados de Dezembro de 2012. Em 2011/12 sagrou-se Campeão Nacional de Iniciados, pelo OCB.

1. Miguel, que te levou a rumar ao Sul e porquê o Sporting CP?

Vim para o Sul por deslocalização de trabalho da minha mãe, embora ainda estivesse a viver sozinho em Barcelos durante algumas semanas. Vim para o Sporting porque gostei do Projecto que me apresentaram e sobretudo pelo interesse que os dirigentes evidenciaram em mim e nas minhas capacidades.

2. Que objectivos tens na tua carreira de hoquista?

Quero primeiro crescer como Homem e desportivamente chegar ao plantel Senior do Sporting CP e ser campeão Nacional da 1ª Divisão, com o leão ao peito. Quero vencer ainda todas as provas nos escalões em que estou inserido, uma vez que ainda sou Juvenil de 1º ano. E espero ainda representar as Selecções Nacionais e tudo farei para conseguir representar Portugal.

3. Nestes 2 meses, de "leão ao peito" qual o teu sentimento? 

Começaria por dizer fui muito bem acolhido. O meu capitão e amigo Tiago Batata enquadrou-me excelentemente no grupo. Os dirigentes têm sido impecáveis comigo e senti o que de fora me comentavam: o hóquei do Sporting é uma Família.



4. Há dias foste homenageado em Barcelos, quando recebeste a faixa de Campeão Nacional de Iniciados. Que sentiste neste teu regresso fugaz, a "casa"?

Senti uma alegria enorme ao ter ajudado o OCB a conquistar mais um título nacional de jovens. Eles tudo fizeram por mim e sempre acreditaram em mim.

5. Miguel, que perspectivas para a época presente?

Os objectivos no Sporting CP passam sempre por ganhar nas competições em que estamos inseridos. Apesar do começo menos bom no nacional de juvenis ainda temos 9 jogos e cada um deles será uma final que pretendemos vencer de modo a chegarmos ao final da época e termos muito que festejar.

6. Para terminar, Miguel. Sabemos que já tens sido chamado ao escalão acima do teu e ainda para observação nos Seniores. Como te sentes com estas chamadas?

É bom verificar que acreditam em mim. Trabalharei mais e melhor em prol dos interesses do Sporting CP. Contem comigo.

Fonte : http://www.okvarius.blogspot.pt

2.25.2013

Taça de Portugal - Sorteio dos 16/avos de final


Com a presença das equipas do primeiro escalão, realizou na sede da Federação Portuguesa de patinagem o sorteio dos dezasseis avos de final da Taça de Portugal. Do Minho apenas estiveram na "tombola" as equipas do escalão maior, OC Barcelos, HC Braga e AD Limianos. As outras cinco equipas ( Juv Viana, Riba d'Ave, Famalicense, Cartaipense e HC Fão) foram eliminadas na 1ª e 2ª eliminatória.
Para alem das equipas da 1ª divisão estiveram no sorteio as equipas apuradas da ronda anterior.

O escalonamento é o seguinte a realizar no dia 16 de março.

Física (1ª) - OC Barcelos (1ª)
FC Porto (1ª) - HC Braga (1ª)
HC Marco (2ª) - AD Limianos (1ª)
SP Tomar (2ª) - Candelária (1ª)
Juv Pacense (2ª) - Sporting (1ª)
Salesiano ( 2ª) - AA Espinho (1ª)
Sismaria (3ª) - Paço d'Arcos (1ª)
CH Carvalhos (2ª) - Turquel (1ª)
Gulpilhares (1ª) - Valongo (1ª)
Paço de Rei (2ª) - Mealhada (2ª)
Santa Cita (2ª) - Sanjoanense (2ª)
Acad da Feira (2ª) - Tigres (1ª)
Sobreira (2ª) - Cambra (1ª)
Castrense (3ª) - Benfica (1ª)
Sesimbra (2ª) - Escola Livre (2ª)
Alenquer e Benfica (2ª) - Oliveirense (1ª)

Camadas Jovens Minhotas - Resultados da 1 Jornada


Realizou-se no passado fim de semana a primeira jornada do nacional das categorias jovens.
Em juniores com três equipas minhotas presentes, o derby entre Braga e Barcelos terminou empatado a três bolas. A outra equipa minhota jogou em Fazeres tendo perdido por 6-4.
Em juvenis, jornada proveitosa para os minhotos com o HC Braga a vencer em Penafiel por expressivos  10-1, enquanto que o OC Barcelos triunfo em Valongo por 7-3.
No que diz respeito aos infantis, a ADB Campo superou o Infante Sagres por 4-1. Já o OC Barcelos perdeu em Valongo por 3-1.
Por fim em iniciados o HC Braga derrotou o Infante Sagres por 6-1 e a ADB Campo ganhou em casa ao Dragon Force por 4-1.

Juniores - resultados

HC Braga 3 OC Barcelos 3
Fanzeres 6 Juv Viana 4
Valongo 6 Lavra 3
Próxima jornada
Juventude de Viana - Valongo
Lavra - HC Braga
OC Barcelos - Fanzeres

Juvenis - resultados
Penafiel 1 HC Braga 10
Valongo 3 OC Barcelos 7
Bragança 1 Dragon Force 6
Próximo jornada
HC Braga - Valongo
OC Barcelos - Bragança
Dragon Force - Penafiel

Infantis - Resultados
ADB Campo 4 Infante Sagres 1
Valongo 3 OC Barcelos 1
Fanzeres 1 Dragon Force 2
Próxima jornada
OC Barcelos - Fanzeres
Dragon Force - ADB Campo
Infante Sagres - Valongo

Iniciados - resultados
ADB Campo 4 Dragon Force 1
HC Braga 6 Infante Sagres 1
Valongo 5 Penafiel 0
Próxima jornada
Penafiel - ADB Campo
Dragon Force - HC Braga
Infante Sagres - Valongo

HC Braga vence em Almeirim por 9-3




E vão seis jogos sempre a ganhar...

Na deslocação a Almeirim a formação do HC Braga somou mais três pontos, elevando para seis os jogos sempre a vencer. São assim dezoito pontos obtidos no campeonato
Para alem do triunfo os minhotos vingaram a derrota da primeira volta onde foram surpreendidos no pavilhão das Goladas por 5-4.
O triunfo nos Tigres começou aos dez minutos com a obtenção do primeiro golo. Seguiram-se mais dois golos até à reacção local. No entanto antes do intervalo o HC Braga marcou mais um fixando em 4-1 na recolha aos balneários.
Na etapa final a turma da casa reduziu mas os minhotos nunca descansaram e procuraram alimentar a vantagem a seu favor até ao 6-2.
Até ao fim da partida os minhotos cimentaram o seu domínio com mais três golos, contra um apenas do conjunto de Almeirim, fixando o desfecho final em 9-3 para os bracarenses.
Os tentos do clube minhoto foram da autoria de Ruben Pereira e Fred com três cada e um de Daniel Coelho, Eduardo Brás e Andre Ferreira.
Com esta vitória o HC Braga manteve a nona posição agora com vinte e nove pontos ameaçando o Turquel que tem trinta e um. Curiosamente estas duas equipas defrontam-se no próximo sábado em Braga.

OC Barcelos perde na Oliveirense por 2-0



A turma de José Querido somou em Oliveira de Azeméis a sua quinta derrota consecutiva ( sem vencer na segunda volta) após sair do reduto da Oliveirense com um 2-0 negativo. Mais um jogo onde a ausência de André Centeno foi registada por estar ao serviço da seleção de Angola.
Uma partida com apenas dois golos onde os grandes responsáveis por isso foram os dois guarda redes, Diogo Almeida da Oliveirense e Ginho por parte do OC Barcelos. Ao intervalo o marcador registava uma igualdade a zero tentos, um desfecho não muito normal em hóquei em patins.
Na segunda parte o equilíbrio continuou sem grande jogadas de perigo. O jogo só acordou quando aos 8' a Oliveirense inaugurou o marcador por Ricardo Ramos após passe de André Azevedo.
A perder o OC Barcelos procurou o empate mas foi a Oliveirense a marcar pelo minhoto Gonçalo Alves que depois de rodopiar na área barcelense, rematou sem hipóteses para Ginho.
Ate ao fim os minhotos tentaram marcar, mas nem de livre direto o conseguiram uma vez mais, após Jorge Maceda ter desperdiçado a infracção.
O ciclo "difícil  para os minhotos continua com a recepção sábado às 21.30h ao conjunto açoriano do Candelária., quando na tabela manteve a sua décima posição com vinte e quatro pontos.
No final o treinador minhoto disse ao Barcelos Popular que apesar da derrota gostou da exibição da sua equipa.
" Os meus jogadores tudo fizeram para dar a volta aos acontecimentos. Contudo a sorte uma vez mais não quis nada com a minha equipa. Mais uma vez um lance de bola parada não foi convertido. Acredito que esta fase de algum infortúnio vai passar e ainda vamos dar muitas alegrias às pessoas de Barcelos."


FC Porto goleia AD Limianos por 13-2


As dificuldades esperadas pela AD Limianos estão traduzidas no resultado final na sua deslocação ao Dragão Caixa onde perdeu por 13-2 frente ao FC Porto.
O conjunto de Tó Neves marcou mas a AD Limianos chegou ao empate por Jorge Faria Rato. A partir dai os minhotos não tiveram argumentos para contrariar os portistas apesar de apenas terem sofrido mais dois golos na etapa primeira por Caio e Vítor Hugo, graças a alguma segurança defensiva.
Na segunda parte o domínio do FC Porto foi intenso chegando ao 5-1 com dois tentos de Ricardo Barreiros ao qual respondeu Jorge Faria Rato reduzindo. Até ao fim os minhotos limitaram-se a ver o FC Porto jogar e marcar ate ao 13-2 final, com três golos de Jorge Silva, dois de Tiago Sousa e do minhoto Hélder  Nunes ( em dia de aniversario) e um de Vítor Hugo.
Com este resultado a AD Limianos continua na zona de descida com dez pontos. Na próxima ronda os minhotos recebem o Sporting em Ponte de Lima em jogo de aflitos. Para continuar a lutar pela manutenção o jogo contra o Sporting é mais que decisivo.
Em relação ao FC Porto na próxima ronda joga em Valongo
O FC Porto soma assim três pontos que o mantêm atrás do líder o Benfica a um de distância.

Foto: GlobalImagens

Famalicense afastado da Taça pela Sanjoanense

Não foi a melhor estreia em casa do treinador Fernando Almeida no comando técnico do Famalicense, com os minhotos a serem eliminados da taça de Portugal pela Sanjoanense por 5-4, com o golo decisivo a ser apontado a escassos sete segundo do final do encontro.
Num grande jogo de hóquei em patins, o Famalicense bateu de igual perante o quarta classificado da segunda divisão, escalão a que pertence a turma minhota.
A Sanjoanense volta a deixar pelo caminho uma equipa do Minho, depois de ter afastado na anterior ronda o conjunto do Cartaipense.
Começou melhor a turma de São João da Madeira que ganhou cedo vantagem no marcador por Chico Barreira. Os minhotos procuraram o empate mas seria a formação visitante a aumentar por Hugo Santos. Antes do descanso Pinheiro reduziu para 1-2 de grande penalidade, relançando o jogo para a etapa final.
Na etapa final a Sanjoanense entrou forte e passou para 1-3 graças ao tento de Xavier Pinho,  obrigando os minhotos a mudarem de estratégia para encurtarem o marcador. Na realidade aconteceu com Pinheiro aos pouco a marcar até chegar à igualdade a três bolas.
Com as faltas de equipa a acontecerem , a turma da Sanjoanense beneficiou de um livre direto para se colocar a vencer por 4-3 por Daniel Bastos. Respondeu de novo Pinheiro também de livre direto empatando a quatro.Quando todos pensavam e estudavam o prolongamento a Sanjoanense marcou a sete segundo do fim o quinto golo decisivo por Tiago Ferraz , para a eliminação dos minhotos e o passaporte para a ronda seguinte dos visitantes.
Pela luta e pela entregue do Famalicense o prolongamento era justo. No entanto a falta de organização e calma defensiva penalizou os minhotos e favoreceu a Sanjoanense que assim segue em frente na taça de Portugal.

HC Fão "obriga" CH Carvalhos a tempo extra




"Afinal santos que não são da casa fazem milagres"

O líder da segunda divisão zona norte, o CH Carvalhos foi obrigado a horas extras para eliminar a turma minhota da terceira divisão, o HC Fão e seguir em frente na Taça de Portugal, tendo vencido no prolongamento por 3-2, através de um livre direto.
Dentro da pista as diferenças de divisão não foram muito acentuada. O HC Fão apostado em fazer uma "gracinha" na prova tentou surpreender o CH Carvalhos. Nos primeiros minutos o HC Fão rematou mais obrigando o guarda redes Mário Mata a trabalho que não esperava. As primeira situações de perigo foram da autoria dos minhotos que por João Figueiredo e Rafael Almeida estiveram perto do golo.
O CH Carvalhos deixava jogar os minhotos e espreitava o contra ataque. O primeiro golo acabou por surgiu aos 10' e para os visitantes através de um remate cruzado de Pedro Silva.
A turma minhota não acusou o tento e continuou a procurar o perigo junto da baliza adversaria  Apesar disso voltou a ser o CH Carvalhos a marcar aos 20' desde vez por Rui Vidal, fixando o resultado em tempo de intervalo.
Na segunda parte o HC Fão aumentou o ritmo de jogo, mas seria o CH Carvalhos a dispor de uma excelente oportunidade para aumentar. No entanto Pedro Silva não concretizou uma grande penalidade  situação que foi defendida pelo guarda redes Vítor Marques.
Aos poucos os minhotos começaram a pressionar e depois de muito lutarem conseguir marcar aos 19' por Rui Martins. O golo galvanizou o HC Fão que aos 23' chegou ao empate por João Figueiredo na transformação de um livre direto a castigar a décima falta da equipa do CH Carvalhos.
Com pouco mais de dois minutos para o fim as duas equipas tentaram esconder o esférico e deixar rolar o relógio. O HC Fão com nove faltas evitava o contacto física com os jogadores do CH Carvalhos.
No entanto a quarenta segundos do fim o árbitro António Santos acabou por assinalar falta aos fangueiros num lance que motivo inúmeros protestos dos jogadores da casa. Desses protestos saiu para alem do cartão azul direto a Rui Martins pela suposta falta, também Rafael Almeida viu o cartão no banco de suplentes.
Não foi falta de equipa, mas sim livre direto pelo cartão azul. No lance Pedro Silva obrigou Vítor Marques a brilhar no remate e na recarga. Ate ao fim o sufoco foi total para o HC Fão que se apresentava na pista apenas com dois jogadores.
Conseguiu chegar ao fim sem sofrer qualquer golo e levar a decisão para o prolongamento.
No tempo extra aquilo o que já podia ter acontecido no tempo regulamentar, verificou nos primeiros segundos do prolongamento, mais precisamente aos trinta, com o CH Carvalhos em total superioridade dentro da pista a fazer o golo de ouro por Pedro Silva.
Sendo assim o CH Carvalhos segue em frente na prova, mas o HC Fão pela forma como jogou não merecia sair da competição da forma como saiu. O árbitro António Santos acabou por ser a figura da eliminatória ao assinalar e a penalizar os minhotos num lance onde os dois jogadores se limitaram a jogar a bola. Desse lance inclusive o jogador do HC Fão saiu a sangrar da cabeça.
No final Hugo Nora mostrou a sua indignação com a decisão do juiz da partida.
" Não é necessário deitar abaixo as equipas de escalão menor com este tipo de situações. De forma muito estranha impediram que o HC Fão joga-se de igual com o seu adversário. Somos pequenos mas somos sérios. Custa perder assim. A falta que origina o livre direto e a expulsão não existe".

2.24.2013

Resultados das equipas minhotas (seniores e camadas jovens)


1 Divisão
Tigres 3 HC Braga 9
Oliveirense 2 OC Barcelos 0
FC Porto 13 AD Limianos 2

Taça de Portugal
Famalicense 4 Sanjoanense 5
HC Fão 2 CH Carvalhos 3 (golo de ouro)

Camadas Jovens
Juvenis
AD Penafiel 1 HC Braga 10
AD Valongo 3 OC Barcelos 5

Infantis
AD Valongo 3 OC Barcelos 1 
ADB Campo 4 Inf Sagres 1

Juniores
Domingo dia 24 de fevereiro
HC Braga 3 OC Barcelos 3
Fanzeres 6 Juv Viana 4 

Iniciados
Domingo dia 24 de fevereiro
ADB Campo 4 Dragon Force 1
HC Braga 6 Inf Sagres 1

2.22.2013

Juvenis - HC Braga vence em Penafiel por 10-1


Arrancou esta noite o nacional de juvenis com a presença de duas equipas do Minho, HC Braga e OC Barcelos, num grupo onde também estão o Valongo, Dragon Force, Bragança e o Penafiel.
As honras de abertura da prova pertenceram ao HC Braga que se deslocou a Penafiel tendo vencido sem dificuldades a turma da casa por 10-1.
A outra equipa do Minho, o OC Barcelos joga este sábado às 20h em Valongo.
Também sábado mas às 16h o Bragança recebe o Dragon Force

HC Braga joga em Almeirim

                                                          Foto: jogo da 1ª volta

A viver um excelente momento no campeonato, o HC Braga desloca-se a Almeirim com um cartão de visita "invejável" onde o registo são os cinco triunfos consecutivos obtidos no campeonato, situação que coloca os minhotos num tranquilo nono lugar com vinte e seis pontos.
O adversário é de péssima recordação para a turma bracarense. Basta recuar ao jogo da primeira volta realizado em Braga onde a turma dos Tigres de Almeirim venceu por 5-4, depois de estar a perder por 4-0.
A formação orientada por Filipe Gaidão encontra-se na luta pela manutenção somando nesta altura dezanove pontos, a quatro de distancia da zona de descida.
Os Tigres no seu ringue somaram nos nove jogos, treze pontos com quatro vitorias ( 17-1 ao Gulpilhares, 6-5 ao Física, 6-3 ao Cambra, 7-1 ao Limianos) e um empate a três tentos com o Turquel.
Os minhotos fora de Braga conquistaram sete pontos com os triunfos em Gulpilhares em Cambra ao qual se junta o empate a três golos em Turquel.
A partida começa às 18h sendo dirigida por Joaquim Pinto do Porto e José Monteiro do Minho

OC Barcelos joga em Oliveira de Azemeis



Ainda sem vencer na segunda volta, os minhotos deslocam-se a Oliveira de Azeméis para defrontarem a turma de Nuno Resende que ocupa a terceira posição no nacional com quarenta e um pontos. O OC Barcelos está na décima posição com vinte e quatro pontos.
Uma partida onde normalmente as duas equipas proporcionam um jogo interessante.
Com quatro derrotas consecutivas nesta segunda volta, o OC Barcelos realiza a segunda partida onde os adversários são os quatro primeiros classificados da época passada, depois de na passada quarta feira ter jogado e perdido com o Benfica por 6-2.
Fora de Barcelos, a turma de José Querido venceu quatro jogos em Almeirim, Espinho, Torres Vedras  e no Sporting.
Em relação à Oliveirense perante os seus adeptos ainda não perdeu tendo vencido oito e empatado duas partidas. As únicas equipas que saíram com pontos de Oliveira de Azeméis foram o Valongo (1-1) e o Paço d'Arcos (3-3).
Na primeira volta a Oliveirense venceu em Barcelos por 6-4.
O jogo tem inicio às 18h sendo apitado por Luís Peixoto e Joaquim Carpelho de Lisboa


AD Limianos joga no Dragão Caixa



Termina nesta vigésima jornada o ciclo "pesado" para a turma de Ponte de Lima, com a deslocação ao  Dragão Caixa para medir forças com o FC Porto, depois de já ter defrontado Oliveirense, Benfica e Candelária onde somou três derrotas.
Os minhotos que lutam desesperadamente pela manutenção vão ao reduto do segundo classificado tentar efectuar uma boa prestação, sabendo que a obtenção de um resultado positivo é muito complicado.
Com apenas dez pontos alcançados na prova, a prestação demonstrada no ultimo jogo frente ao Candelária já com o novo treinador Rui Sérgio Teixeira pode manter vivo o sonho da permanência.
No entanto o adversário deste sábado não é o melhor para começar a recuperar. Fora de portas os minhotos soma quatro pontos, vitoria em Espinho e empate no Sporting.
O FC Porto no seu ringue apenas cedeu uma igualdade com o Paço d'Arcos, tendo vencido os restantes jogos por números "gordos" na sua maioria, 12-0 ao Sporting, 11-3 ao Cambra e Gulpilhares, 10-2 ao HC Braga , 10-1 ao Espinho, 9-2 ao Turquel, 9-8 à Oliveirense e 4-2 ao Valongo.
Na primeira volta o FC Porto venceu em Ponte de Lima por 3-2 com o golo do triunfo portista a ser marcado por Reinaldo Ventura nos instantes finais do encontro.
O jogo tem inicio marcado para as 18.00h sendo dirigido por José Pinto do Porto e Pedro Vieira do Minho

foto: Paula Cunha

Taça de Portugal - Famalicense e HC Fão com vida complicada


Não se esperam tarefa fácil para as duas únicas equipas minhotas presentes na segunda eliminatória da Taça de Portugal apesar de jogarem em casa.
O sorteio não foi nada "meigo" para os minhotos que defrontam formações que curiosamente eliminaram equipas também do Minho.
O Famalicense que ficou isento recebe a Sanjoanense que na anterior eliminatória afastou o Cartaipense  enquanto que o HC Fão que também ficou isento na anterior ronda joga em casa com o CH Carvalhos que eliminou a Juventude de Viana.
Em Famalicão às 19h a turma agora orientada por Fernando Almeida mede forças com o actual quarto classificado da zona norte.
Os dois conjuntos já se defrontaram esta temporada para o nacional curiosamente em Famalicão com o triunfo a sorrir à turma de São João da Madeira por 13-2! 
No que diz respeito ao HC Fão defronta às 19.30h o líder da segunda divisão zona norte. Os minhotos que estão parados desde 19 de janeiro, altura em que terminou o campeonato nacional da terceira divisão vão tentar fazer uma "gracinha", sabendo que as dificuldades são muitas perante um adversário de escalão superior.

Jogos e árbitros

19.00h Famalicense - Sanjoanense - Paulo Santos do Porto
19.30h HC Fão - CH Carvalhos - António Santos de Aveiro

2.21.2013

Rui Sérgio Teixeira deixa AP Minho



Com o ingresso como treinador principal  da AD Limianos, formação da primeira divisão nacional, Rui Sérgio Teixeira deixou o cargo de selecionador da Associação de Patinagem do Minho onde recentemente conquistou o Torneio de Carnaval em Braga e o Torneio de Reis em Valongo com os minhotos.
O mesmo justiçou a decisão.
" Por dificuldade em exercer os dois cargos, tomei a decisão de prescindir do cargo de selecionador da AP Minho. No entanto estarei disponível sempre que possível para ajudar no que acharem que é necessário. Deixo um grupo que adquiriu hábitos de vencer e de responsabilidade"
Para o seu lugar tudo indica que o mesmo seja ocupado por Quim Zé, elemento que tinha acompanhado Rui Sérgio nos comandos da AP Minho

Jogos e Árbitros para as equipas do Minho

1 Divisão
sábado dia 23 de fevereiro
18.00h  Tigres - HC Braga - Joaquim Pinto do Porto e José Monteiro do Minho
18.00h Oliveirense - OC Barcelos - Luís Peixoto e Joaquim Carpelho de Lisboa
18.00h FC Porto - AD Limianos - José Pinto do Porto e Pedro Vieira do Minho

Taça de Portugal
sábado dia 23 de fevereiro
19.00h Famalicense - Sanjoanense - Paulo Santos do Porto
19.30h HC Fão - CH Carvalhos - António Santos de Aveiro

Camadas Jovens
Juvenis
sexta feira dia 22 de fevereiro
21.00h AD Penafiel - HC Braga - Nazareno Duarte do Porto
sábado dia 23 de fevereiro
20.00h AD Valongo - OC Barcelos - Nuno Sequeira do Porto

Infantis
sábado dia 23 de fevereiro
15.00h AD Valongo - OC Barcelos - Nuno Sequeira do Porto
15.00h ADB Campo - Inf Sagres - António Teixeira do Minho

Juniores
Domingo dia 24 de fevereiro
17.00h HC Braga - OC Barcelos - António Rodrigues do Minho
17.00h Fanzeres - Juv Viana - Joaquim Pinto do Porto

Iniciados
Domingo dia 24 de fevereiro
15.00h ADB Campo - Dragon Force - Rego Lamela do Minho
18.30h HC Braga - Inf Sagres - António Rodrigues do Minho

Iniciados do OC Barcelos recebem faixas de campeão nacional



A equipa de Iniciados do OC Barcelos recebeu no intervalo do jogo entre o OC Barcelos e o Benfica as faixas de campeão nacional de iniciados, titulo conquistado nas Caldas da Rainha, onde na final derrotou o Valongo por 2-1.
Do conjunto que jogou nessa final four estiveram presentes oito atletas, entre eles o capitão Miguel Sardinha que se transferiu para o Sporting CP, Afonso Lima que está na Juv. Viana, Francisco Dias que deixou de jogar, João Brito, Serafim Silva, David Costa, Vítor Braga e João Bettencourt.
Foram também homenageados pelo titulo obtido, , Luís Silva treinador, Nelson Araújo seccionista, Joaquim Gomes Coordenador das camadas Jovens, José Duarte administrador da SAD e Jerónimo Martins massagista.
As faixas e a Taça de campeões nacionais de Iniciados foram entregues por Francisco Dias presidente da SAD do OC Barcelos, pelo Dr. Carlos Brito vereador do desporto da câmara Municipal de Barcelos, por António Emílio presidente da Associação de Patinagem do Minho e por João Paulo Matias presidente da Assembleia geral da AP Minho.

Benfica vence em Barcelos por 6-2




Num fantástico ambiente a recordar outros tempos,com o pavilhão municipal praticamente cheio, o Benfica superou os minhotos obtendo os três pontos com o triunfo por 6-2, mantendo-se assim na liderança da prova.
A vitoria do Benfica não sofre contestação, perante um OC Barcelos que apenas se pode queixar da finalização  um mal que vem acompanhando a equipa de José Querido nos quatro últimos jogos, como prova os dois golos apenas marcados nos dezassete lances divididos entre livres diretos e grande penalidades desperdiçadas...
Dentro da pista começou melhor o OC Barcelos que inaugurou o marcador aos 5' por Hugo Costa.
O Benfica subiu e ameaçou aos 9' mas o remate de Valter Neves bateu no poste da baliza de Ginho. Depois de ameaçar chegou ao empate aos 13' por Luís Viana que tinha entrado segundos antes na partida na sua tradicional picadinha por cima do guarda redes minhoto.
A partir dai o jogo tornou-se equilibrado, ate que nova oportunidade de golo apareceu e para o Barcelos. No entanto Luís Querido aos 22' não aproveitou uma grande penalidade onde Ricardo Silva defendeu.
Quem não marca sofre e aos 23' novamente Luís Viana fez o segundo, colocando a sua equipa em vantagem em tempo de descanso.
Na segunda parte o OC Barcelos procurou o empate que viria obter à passagem do 8' por intermédio de Rafa.  Dois minutos antes Zé Pedro obrigou Ricardo Silva a brilhar em mais uma grande penalidade.
A igualdade durou dois minutos altura em que Cláudio Filho fez o terceiro após excelente passe de Carlos Lopez.  O mesmo jogador aos 13' podia ter aumentado a vantagem mas desperdiçou um livre direto a castigar a décima falta da equipa minhota. Neste lance Ginho evitou o quarto golo.
O quarto golo do Benfica apareceu aos 17' por João Rodrigues que assim marcou um dos seus três golos no jogo. A resposta do Barcelos podia ter sido melhor mas após azul a Cláudio Filho, Hugo Costa falhou o livre direto, onde Ricardo Silva voltou a brilhar.
Logo a seguir o Benfica cometeu a décima falta e mais uma vez o Barcelos a desperdiçar, desta vez por Rafa que não conseguiu superar o Pedro Henriques.
Ate ao fim os lideres da prova fizeram mais dois golos por João Rodrigues.
Um triunfo do Benfica por números exagerados perante a replica dada pelos minhotos.
Nos outros jogos o FC Porto venceu em Espinho por 12-2 enquanto que o Valongo em casa superou a Oliveirense por 3-0

No final José Querido apesar da derrota considerou que a sua equipa lutou sempre
" Não é fácil jogar contra o Benfica que tem uma equipa no ringue e outra sentada no banco. Pelo que fizemos o resultado e desnivelado. O momento do jogo surge quando falhamos o terceiro golo pelo Zé Pedro. Reconheço que na finalização não estivemos à altura, mas só falha quem esta la dentro. Vamos procurar reagir e quem sabe pontuar num ringue onde ninguém espera..."

Em relação a Luís Sénica a sua equipa foi obrigada a mostrar porque é líder da prova
" Sabíamos que o Barcelos perante o seu publico costuma fazer bons jogos. É uma equipa com um futuro promissor e a classificação que ocupa não corresponde ao seu valor. No entanto o Benfica soube esperar pela altura certa para ganhar a partida. Também tivemos os nossos guarda redes em bom plano nos lances de bola parada. O nosso objectivo eram os três pontos e foi isso que fizemos."

Foto: Jornal O Record


2.20.2013

OC Barcelos recebe esta quarta feira (21h) o Benfica



Jogo transmitido pela Plurisports TV em  www.plurisports.com
www.plurisports.com

Cumpre-se hoje o "resto" da 19ª Jornada do nacional da primeira divisão, com o destaque para a visita do Benfica líder da prova ao pavilhão municipal de Barcelos. As outras partidas colocam o FC Porto na joga em Espinho e a Oliveirense a viajar a Valongo.
Em Barcelos os minhotos vão tentar contrariar o favoritismo atribuído ao Benfica, numa partida que marca o inicio do chamado ciclo terrível onde defrontam cada equipa defronta de forma consecutiva os quatro primeiros classificados da época passada.
Os minhotos que ainda não venceram nesta segunda volta  ( derrotas com HC Braga, Tigres e Turquel)  ocupam a décima posição com vinte e quatro pontos. O Benfica comanda a prova com quarenta e sete , mais um que o segundo o FC Porto.
Uma parida que deverá trazer muito publico ao pavilhão municipal de Barcelos.
Na primeira volta o OC Barcelos saiu derrotado da Luz por 6-0
Referencia neste acerto de campeonato para a visita da Oliveirense a Valongo, numa partida que se prevê equilibrada. Em relação ao FC Porto vista Espinho com natural favoritismo a pertencer aos portistas.

Jogos é Árbitros

21.00h OC Barcelos - Benfica - António Teixeira e Rui Torres do Minho
21.00h AD Valongo - UD Oliveirense - Paulo Santos e José Pinto do Porto
21.00h AA Espinho - FC Porto - José Monteiro do Minho e Joaquim Pinto do Porto


2.19.2013

AD Limianos perde com o Candelária por 6-4



A AD Limianos recebeu o Candelária em jogo da 19ª jornada, tendo perdido por 6-4.
O jogo marcou a estreia no banco de Rui Sérgio Teixeira no comando técnico da equipa de Ponte de Lima  após a saída de Paulo Machado.
Começou melhor a turma minhota que se adiantou no marcador com o golo de Jorge Faria Rato. A turma açoriana acordou e empatou o jogo. No entanto Jorge Faria Rato voltou a colocar a AD Limianos em vantagem mas uma vez o Candelária empatou. Com enorme entrega a AD Limianos por  Diogo Sá de livre direto passou para a frente na partida. Em cima do intervalo o Candelária empatou a três fixando o desfecho na recolha aos balneários.


No regresso à pista na segunda parte os açorianos entraram fortes tendo passado para a frente do marcador com a obtenção de dois golos.
Os minhotos apesar da desvantagem nunca deixaram de acreditar num resultado possível  que mais se acentuou quando a menos de três minutos do fim Diogo Sá reduziu para 4-5.
A formação dos Açores segurou o ímpeto final dos minhotos e aproveitou de livre direto em cima do apito final fixar o resultado em 4-6 a seu favor.
Os tentos do Candelária foram obtidos por Gonçalo Suissas três, Tiago Resende dois e um de Montivero
De nada valeu o esforço da AD Limianos que "vendeu" cara a derrota, perante um Candelária mais eficaz nos momentos chaves do encontro.
Uma derrota que coloca os minhotos numa posição muito complicada para saírem da zona de descida, onde estão com apenas dez pontos, na décima quarta posição.
O Candelária com os três pontos subiu ao sexto lugar agora com trinta e cinco pontos.
Na próxima jornada os minhotos tem uma deslocação ao Dragão Caixa para medirem forças com o FC Porto, enquanto que os açorianos jogam em casa com o Valongo.

foto/apoio: João Magalhães

Fernando Almeida novo treinador do Famalicense



Fernando Almeida é o substituto de Carlos Novais no comando técnico do Famalicense.
É um regresso a uma casa que bem conhece, onde nos anos oitenta esteve ao serviço dos famalicenses durante duas épocas como guarda redes.
" Foi nesta casa que cresci e atingi outro nível. Espero que com muito empenho e dedicação consiga atingir os objectivos da equipa. O grupo tem qualidade pelo que merece outro lugar na classificação".
A estreia de Fernando Almeida será no próximo sábado em casa em partida para a Taça de Portugal diante a Sanjoanense. O novo treinador já orientou o treino de ontem segunda feira.
Para o campeonato, Fernando Almeida pega na equipa com dezassete pontos ocupando a décima primeira posição, a seis pontos da linha de descida.

Fonte: www.famalicenseac.com

2.18.2013

AD Limianos recebe esta terça feira (21h) o Candelaria




A AD Limianos recebe esta terça feira a formação do Candelária a partir das 21h no seu pavilhão em jogo a contar para a 19ª jornada do nacional.
Uma partida adiada devido à participação do conjunto açoriano na Liga Europeia no passado sábado, frente aos franceses do Quevert, onde alcançou uma igualdade a três bolas. Acrescente-se que o Candelária  não tem qualquer hipóteses de apuramento para a final Eight, quando falta uma jornada para o fim da fase de grupos.
Este jogo marcará a estreia de Rui Sergio Teixeira no comando técnico dos minhotos, substituindo assim Paulo Machado que abdicou do cargo após a derrota em Oliveira de Azeméis.
A tarefa do novo treinador não se apresenta fácil  A AD Limianos ocupa a decima quarta posição com dez pontos, em lugar de despromoção e a oito pontos do primeiro clube acima  dessa zona o HA Cambra.
No seu ringue a AD Limianos apenas venceu duas vezes, contra o HC Braga e diante o Gulpilhares.
Em relação ao Candelária que se encontra a efetuar um aprova aquém do esperado como prova o seu sétimo lugar com trinta e dois pontos fora da ilha do Pico nos nove jogos disputados venceu quatro em Gulpilhares, Cambra, Braga e Espinho, empatou dois ( Sporting e Turquel ) e perdeu três em Torres Vedras, Valongo e Oliveira de Azeméis.
Se a turma da AD Limianos quer continuar a lutar pela manutenção os triunfos passam especialmente pelos jogos em casa.
O Candelária tentará vencer a partida para não deixar fugir as equipas que estão neste momento a lutar pelo quinto lugar, casos de Valongo e Física.
Na primeira volta a turma minhota não se deslocou aos Açores perdendo por falta de comparência.
A partida tem inicio ás 21h e será apitada por Paulo Almeida e António Santos de Aveiro

Rui Sérgio Teixeira assume AD Limianos




Rui Sérgio Teixeira é o terceiro treinador da AD Limianos 

Está escolhido o sucesso de Paulo Machado no comando técnico da AD Limianos.
O actual seleccionador da AP Minho aceitou o convite que foi endereçado pela formação de Ponte de Lima. Depois de Paulo Morais, Paulo Machado, segue-se Rui Sérgio Teixeira que amanha já estará no banco a dirigir a equipa na partida frente ao Candelária.
Em declarações exclusivas ao Blog Hóquei Minhoto, o novo treinador falou porque assume a equipa.
" A direção da AD Limianos convidou-me e eu aceitei. Aceitei porque acredito que o plantel tem qualidade apesar das suas limitações de se manter na primeira divisão. É um desafio difícil mas não é impossível. O fato de ser um clube do Minho, a motivação é ainda maior para ajudar a equipa nos seus objectivos. O que me pediram foi tentar fazer o melhor possível, mas consciente das dificuldades que o clube atravessa na classificação. Assumo a equipa ate ao final da época. Depois logo se vê...".
Para Rui Sérgio Teixeira é a sua quarta experiência como treinador de uma equipa sénior depois de Vitória de Barcelinhos, Famalicense e HC Braga.

Juventude de Viana alcança segunda posição



Noite, mais uma de Diogo Fernandes com cinco golos

A Juventude de Viana recebe e venceu a Sanjoanense por 6-3, triunfo que lhe permitiu ultrapassar a equipa da São João da Madeira e subir ao segundo posto da tabela.
Em mais um grande jogo de hóquei em patins, o destaque vai para a exibição e para os cinco tentos obtidos por Diogo Fernandes. Uma exibição notável do jogador vianense que assim coloca a Juventude de Viana em posição de subir de divisão. O jogador minhoto já leva na sua conta pessoal quarenta e seis tentos marcados, dos cento e doze obtidos pela sua equipa.
O atleta vianense acordou o jogo com dois tentos dando assim uma vantagem importante na primeira partida, tendo a Sanjoanense feito o 2-1 antes do intervalo por Xavier Pinho.
Na segunda parte Sanjoanense mostrou porque é também uma equipa candidato a subir de divisão, ao alcançar a igualdade por Daniel Bastos, trazendo emoção ao jogo.
Mas o suspeito do jogo, Diogo Fernandes apareceu e apontou mais dois golos fazendo o 4-2.
A tranquilidade no jogo e no resultado apareceu com a obtenção do quinto golo minhoto, desta vez da autoria de Nuno Félix. Se alguém tinha duvidas em relação ao vencedor, estas foram dissipadas com o 6-2 novamente por Diogo Fernandes. A Sanjoanense ainda reduziu para 6-3 por Francisco Barreira.
Com esta vitória a Juventude de Viana subiu ao segundo lugar somando agora quarenta e dois pontos, a um do líder o CH Carvalhos. O conjunto de Pedro Sampaio "vingou" assim a derrota da primeira volta sofrida em São João da Madeira por 6-1.
No próximo fim de semana os minhotos "descansam" por já terem sido eliminados da Taça de Portugal.
Para o nacional na próxima jornada a Juventude de Viana joga em Marco de Canaveses  formação que na primeira volta venceu em Viana do Castelo por 8-4.

Riba d'Ave sobe ao terceiro lugar


Riba d'Ave sobe ao terceiro posto na classificação.

Mais um jogo no Pavilhão do Parque das Tílias e mais uma vitoria para a equipa do Riba d'Ave.
No total são nove os jogos realizados perante os seus adeptos sempre a vencer. O ultimo a sofrer com este resultado foi a Escola Livre que saiu derrota por 4-3.
A equipa do Riba d'Ave com este triunfo subiu ao terceiro lugar somando quarenta pontos, tendo nesta altura um jogo a menos em relação aos seus adversários.
Em relação ao jogo com a Escola Livre, a tarefa dentro do ringue não foi fácil perante a postura do seu adversário que dificultou ao máximo o desempenho dos minhotos.
Ao intervalo o Riba d'Ave já vencia por 3-1, para na etapa final ainda marcar mais um golo, contra três do Escola Livre. Os golos do Riba d'Ave foram obtidos, dois cada de Diogo Machado e Ricardo Lopes.
Por parte da Escola Livre marcaram Falcon, Paulo Jesus e José Rodrigues.
No próximo fim de semana o Riba d'Ave descansa por já estar eliminado da Taça de Portugal.
Para o nacional da segunda divisão o próximo jogo é em Lavra.

Famalicense perde em Paços de Ferreira por 5-4

A turma do Famalicense orientada pelos jogadores André Barbosa e Rafael Pereira deslocou-se à Juventude Pacense, tendo perdido pela margem mínima, 5-4.
Ao intervalo os minhotos venciam por 2-1, apesar de ter sido a equipa da casa a primeira a marcar.
Na segunda parte o Famalicense entrou forte e aumentou para 4-1. Apesar da confortável vantagem no marcador, os minhotos permitiram a reacção da turma de Paços de Ferreira que a dois minutos do fim deu a volta ao resultado, conquistando os três pontos da partida. referencia para as inúmeras faltas assinaladas na etapa final, situação que originou que o jogo termina-se com catorze para a turma da casa e quinze infracções para os minhotos.
Os golos da equipa local foram da autoria de João Marques, Marcelo Ribeiro, António Leal, Luís Costa e Filipe Brandão. Por parte do Famalicense marcaram João Pinheiro dois, Nuno Branco e Tiago Crespo um cada.
Com a derrota a turma de Famalicão baixou um lugar, sendo agora décima primeira classificado com dezassete pontos. A Juventude Pacense segurou a quinta posição agora com trinta e dois pontos.
No próximo fim de semana o campeonato sofre interrupção com a realização dos 32/avos de final da Taça de Portugal onde o Famalicense recebe a turma da segunda divisão, a Sanjoanense, actual terceira classificada na prova.

2.16.2013

Resultados das equipas Minhotas


1 Divisão
HC Braga 4 Paço d'Arcos 2

2 Divisão
Juventude de Viana 6 Sanjoanense 3
Riba d'Ave 4 Escola Livre 3
Juv Pacense 5 Famalicense 4

3 Divisão
Apuramento do campeão
Cartaipense 2 Marítimo 7

HC Braga conquista a sua quinta vitoria consecutiva




Na recepção ao quarto classificado o HC Braga somou mais uma vitoria, a quinta consecutiva após derrotar o seu adversário por 4-2.
O inicio de jogo mostrou porque o Paço d'Arcos é a equipa sensação da prova, visto ter assumido o ritmo da partida.
Os primeiros remates de perigo pertenceram à equipa de Pedro Nunes mas Guilherme Silva por duas vezes evitou o golo após duas tentativas de André Pereira.
No entanto em jogada individual o HC Braga inaugurou o marcador aos 9' por Ruben Pereira.
Na resposta o Paço d'Arcos podia ter empatado mas André Moreira isolado permitiu a defesa do guarda redes bracarense.
A partida ganhou ritmo animação com o perigo passou a ser uma constante em ambas as balizas.
O treinador do HC Braga apercebendo-se de um certo domínio do Paço d'Arcos pediu um "time out". Após esse período e no recomeço do jogo surgiu o segundo golo minhoto apontado por Fred. A seguir valeu ao Paço d' Arcos o ferro da baliza de Carlos Silva a evitar o terceiro golo a remate de Fred.
Em desvantagem no resultado os visitantes cresceram e reduziram aos 20' por Rui Ribeiro, fixando o placard em tempo de descanso.
Na etapa final a turma da linha entrou mais forte obrigando Guilherme Silva a mostrar serviço.
Quem mostrou serviço foi Fred que aos 2' aumentou para 3-1. Um lance onde André Moreira protestou sendo castigado com cartão azul. A jogar com mais um jogador o HC Braga não conseguiu aproveitar essa superioridade.
O Paço d'Arcos procurou reduzir imprimindo velocidade ao jogo, utilizando também a meia distancia,  mas a grande oportunidade pertenceu ao HC Braga por Ruben Pereira que isolado aos 10' permitiu a defesa de Carlos Silva.
O atleta bracarense redimiu-se aos 13' fazendo o 4-1. Respondeu o Paço d'Arcos mas o remate de Carlos Martins bateu com estrondo no poste esquerdo da baliza minhota. Com as equipas próximas da decima falta o jogo tornou-se faltoso. Numa dessas situação o Paço d'Arcos beneficiou de uma grande penalidade mas André Moreira falhou. Logo a seguir a decima falta do PA mas Daniel Coelho falhou o livre direto. Em igual infração Rui Pereira fez o 4-2. A emoção tomou conta do jogo tendo Rodrigo Sousa visto o cartão azul, situação que obrigou os minhotos a jogarem com menos um jogador a 4' do fim.
Com esta vitoria os minhotos passam a somar vinte e seis pontos na tabela.
Ficha técnica
pavilhão das Goladas em Braga
Árbitros: Jerónimo Moura e Domingos Carvalho do Porto
Ao intervalo: 2-1
Cartão azul: André Moreira e Rodrigo Sousa

HC Braga 4
Guilherme Silva, Luís Filipe, Eduardo Brás, Frederico Saraiva e Ruben Pereira
jogaram ainda: Chumbinho, Rodrigo Sousa, Daniel Coelho
Treinador: André Torres

Paço d'Arcos 2
Carlos Silva, Nelson Ribeiro, Carlos Martins, André Moreira e André Pereira.
Jogaram ainda: Rui Pereira e Rui Ribeiro
Treinador: Pedro Nunes


2.15.2013

HC Braga recebe Paço d'Arcos




A única equipa minhota da primeira divisão em actividade este fim de semana é o HC Braga que recebe no pavilhão das Goladas às 17h a equipa sensação da prova, o Paço d'Arcos.
Os minhotos que estão a viver um período favorável no nacional, com quatro triunfos seguidos sobre AD Valongo, OC Barcelos, Gulpilhares e Física, vão tentar manter essa boa fase como prova o tranquilo décimo lugar com vinte e três pontos. Uma excelente recuperação na classificação se recordarmos que André Torres pegou na equipa com apenas quatro pontos.
O adversário orientado por Pedro Nunes actual quarta classificado com trinta e nove pontos,  tem feito uma época surpreendente  nomeadamente nos jogos em casa onde venceu todos. Já fora de portas também tem surpreendido por exemplo com os empates nos redutos do FC Porto, Benfica e Oliveirense.. As únicas derrotas sofridas aconteceram no Sporting, Candelária e em Turquel. Os triunfos foram em Física  em Cambra e em Espinho.
Uma partida equilibrada com duas formações que vão lutar até ao ultimo segundo pelo melhor resultado.
O jogo tem inicio agendado para as 17h sendo apitado por Jerónimo Moura e Domingos Carvalho do Porto

Juventude de Viana recebe Sanjoanense

Mais um jogo "grande" em Viana do Castelo.
A Juventude de Viana recebe a Sanjoanense com as duas equipas empatadas na classificação com trinta e nove pontos, terceiro e segundo lugar respectivamente e com os melhores ataques da prova.
Numa luta pela subida de divisão, o jogo promete ser emocionante. A turma de Viana do Castelo que perdeu na primeira volta por 6-1 em São João da Madeira tentará conquistar os três pontos e distanciar-se do seu adversário. No seu reduto os vianenses somaram sete vitorias, apenas perdendo duas vezes com o HC Marco e com o Inf. Sagres.
A Sanjoanense fora de casa ainda não perdeu sendo a equipa com mais pontos somados, vinte e três com sete vitórias e dois empates.
Perante este "painel " de resultados das duas equipas o fator casa pode ser decisivo, mas as duas equipas vão tentar vencer para continuarem nos primeiros lugares.
A partida está marcada para as 21.30h sendo apitada por Nuno Sequeira e Profirio Fernandes do Porto

Riba d'Ave recebe Escola Livre


O Riba d'Ave depois de vencer no Acad da Feira, defronta no seu ringue a turma da escola Livre, formação que ocupa
Será mais um teste à invencibilidade dos minhotos no seu ringue, onde nos oito jogos já realizados somaram sempre vitórias.
A Escola Livre fora de Oliveira de Azeméis obteve nos oito jogos disputados treze pontos com quatro vitórias e um empate.
Os minhotos que ocupam a quarta posição vão tentar somar mais três pontos para continuarem na perseguição aos lugares cimeiros, apesar de esse posto não ser o objectivo imediato da equipa do Riba d'Ave.
Na primeira volta a turma minhota venceu na Escola Livre por 5-3
O jogo está marcado para as 18.30h e será apitado por   Manuel Fernandes e Orlando Panza do Porto

Famalicense joga em Paços de Ferreira


A turma do Famalicense sem Carlos Novais no comando técnico desloca-se a Paços de Ferreira para medir forças com a Juventude local em partida da décima oitava jornada
Uma partida que se prevê difícil para os minhotos atendendo ao percurso dos locais que ocupam a quinta posição na prova com vinte e nove pontos, contra os dezassete dos famalicenses.
O conjunto de Paços de Ferreira no seu reduto tem feito uma prestação regular somando seis vitórias, dois empates e apenas duas derrotas.
A turma de Famalicão tem feito uma melhor prestação fora de portas onde dos dezassete pontos obtidos, doze foram conquistados com quatro vitórias.
Na primeira volta as equipas empataram a cinco bolas em Famalicão.
O jogo tem inicio marcado para as 18.30h, sendo dirigido por José Lasalette e Manuel Oliveira de Aveiro

Cartaipense recebe Marítimo dos Açores


Cumpre-se este sábado a terceira jornada de apuramento do campeão nacional da terceira divisão.
A turma de Orlando Ribeiro recebe a formação insular da ilha de São Miguel, o Marítimo que venceu a zona sul do referido escalão.
Um jogo que pode decidir e muito no novo campeão nacional. Os minhotos venceram na primeira ronda o Sismaria por 3-0 em Leiria, enquanto que a turma açoriana beneficiou da falta de comparência do conjunto leiriense averbando três pontos e dez golos marcados. Ambas as equipas somam três pontos.
Para continuarem a lutar pelo título, o Cartaipense tem que vencer e adiar tudo na melhor das hipóteses para a ultima jornada quando se deslocar aos Açores.
Pelo meio na quarta jornada  recebe o Sismaria, formação que no seu pavilhão vai defrontar a turma do Marítimo na quinta jornada.
O jogo tem inicio às 18h e será apitado por Paulo Almeida de Aveiro e Cláudia Rego do Minho.