HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

10.16.2017

José Querido " Foram muitas contrariedades para um jogo só..."



Desapontado estava o treinador do Famalicense, depois da derrota por 6-3 sofrida no derbi com o Riba d'Ave.
Apesar do mau resultado da sua a equipa, José Querido tirou ilações para o futuro.

" Não entramos bem, com falta de concentração e atitude para um jogo deste tipo. Sabemos que jogar em Riba d'Ave é bastante agressivo, com muito contacto físico e nós fomos um pouco macios nesse aspecto. Depois com sete minutos, estamos a perder por 3-0, situação que pesou no jogo.
A seguir tentamos contrariar com algumas alterações e com uma maneira diferente de defender mas no inicio da segunda parte sofremos logo um golo. Foram muitas contrariedades para um jogo só quando tentamos inverter o resultado. Apesar da derrota que é sempre mau, acabamos por tirar boas ilações para o futuro, Vamos procurar corrigir isso mesmo já no próximo jogo ".

O Famalicense na próxima jornada tem um adversário complicado, a AA Espinho, formação que também quer lutar pelos primeiros lugares, mas que neste momento tal como o Fac sofreu uma derrota na prova em casa com o HA Cambra.

Foto: AL

Hugo Azevedo " Apenas ganhamos mais um jogo..."


No rescaldo da vitoria por 6-3 sobre o vizinho Famalicense no passado sabado, o jogador/treinador do Riba d'Ave, Hugo Azevedo enalteceu a postura da sua equipa considerando justo o triunfo mesmo com as inúmeras faltas assinaladas.

" Acaba por ser uma vitória justa da minha equipa, muito por culpa da nossa entrega em jogo onde fomos muito competentes. Foi um jogo com muitas faltas mas os árbitros acabaram por ter o mesmo critério. Sendo assim o Riba d'Ave não se pode queixar desse critério. A nossa mensagem passou ao ganhar estes dois primeiros jogos. Estamos com seis pontos mas não garante nada neste momento. No entanto é sempre bom andar à frente do que atrás. Vamos continuar a trabalhar forte para atingirmos os nossos objectivos porque vai ser uma prova muito competitiva com cinco a seis equipas a lutarem pela subida. O Riba d'Ave vai querer ser a equipa mais regular e mais competitiva. Com calma porque apenas ganhamos mais um jogo. Obrigado aos nossos adeptos que são incansáveis no apoio. Contamos com eles até ao final do campeonato ".

A equipa do Riba d'Ave é a par da Sanjoanense e do CD Povoa, as únicas três equipas que somam por vitorias nas duas primeiras jornadas.

Na próxima ronda o Riba d'Ave joga em Marco de Canaveses, formação que neste arranque de prova ainda não perdeu, somando uma vitoria e um empate.

foto: AL 

II Taça Zé Natário fica em Viana do Castelo




A segunda edição da Taça Zé Natário foi conquistada pela Juventude de Viana após derrotar o Infantes Sagres por 8-2
Assim o troféu fica em Viana do Castelo depois de na primeira edição o vencedor ter sido o Barcelona que em 2016 venceu os vianenses por 2-0.

Este evento serviu para a equipa da Juventude de Viana apresentar o seu plantel sénior e também a sua academia " Somos Juve ".

Foto: Juventude de Viana

10.15.2017

ADJ Vila Praia sofre 2ª derrota



Não está a ser fácil o inicio de campeonato para a ADJ Vila Praia que depois de perder em Famalicão voltou a sofrer mais uma derrota desta vez em casa com o HC Marco por 5-2.
Do lado contrário, o HC Marco somou a sua primeira vitoria depois de empatar em casa com a AD Limianos na primeira jornada.

Diante do HC Marco, a formação do Minho apenas cedeu na segunda parte depois de ter chegado ao descanso a vencer por 2-1.
Na segunda parte o HC Marco virou o jogo a seu favor, acabando por obter os três pontos, perante algum desagrado da ADJ Vila Praia em relação ao trabalhos dos árbitros do Minho...
Fizeram os golos, César Pinheiro dois e Eduardo Fernandes um para os minhotos e José Cabral dois, Bruno Diniz dois e Francisco Monteiro um para o HC Marco.

Na classificação o HC Marco subiu ao sexto lugar com quatro pontos, enquanto que a ADJ Vila Praia continua no ultimo lugar.
Para a próxima ronda a ADJ Vila Praia joga na Sanjoanense e o HC Marco recebe o Riba d'Ave.

FOTO: ADJ Vila Praia

UD Oliveirense vence Taça Continental



A equipa da UD Oliveirense sucede ao Benfica na lista de vencedores da Taça Continental após derrotar na final em Viareggio o Reus de Espanha por 7-4.

No duelo de finalistas da Liga Europeia da época passada, a UD Oliveirense desta vez foi mais forte conquistando assim o seu segundo titulo internacional, depois da taça Cers em 1997.
Na final os portugueses chegaram ao intervalo a vencer por 3-1 com tentos de João Souto, Josep Selva e Pablo Cancela tendo por parte do Reus apontado Alberto Casanovas.
Para a segunda parte o marcador foi mais equilibrado, mas sempre com a Oliveirense a ter o jogo na  "mão " com dois golos de vantagem.
O resultado final foi feito com os golos de Pedro Moreira (2), João Souto e Ricardo Barreiros enquanto que pelo Réus marcaram Juan Salvat, Alex Rodriguez e Alberto Casanovas.

Assim a Taça Continental continua em Portugal, onde apenas ficou a faltar a Liga Europeia que foi ganha pelo Reus, ao passo que a Taça Cers pertence ao OC Barcelos.

II D - Sanjoanense passa em Ponte de Lima


Diante a AD Sanjoanense, a formação da AD Limianos não conseguiu dar continuidade ao empate alcançado na ronda inaugural em Marco de Canaveses perdendo por 6-2.
Por outro lado a Sanjoanense que desceu ao segundo escalão, continua nos primeiros lugares com seis pontos, juntamente com o CD Povoa e Riba d'Ave.

A superioridade da formação de São João da Madeira já se deslumbrava ao intervalo com uma vantagem de 3-0 com golos de José Almeida (2) e Alex Mount.
Para a segunda o avolumar do resultado surgiu com a pontaria de José Almeida e Pedro Cerqueira.
A AD Limianos ainda encurtou por Tiago Faria e Miguel Costa " Fininho "mas  Pedro Cerqueira  fechou o marcador em 6-2.

Para a próxima jornada a Sanjoanense recebe a ADJ Vila Praia e a AD Limianos desloca-se à Povoa de Varzim.

foto: António Anacleto

10.14.2017

II D - Juventude Pacense vence HC Fão



A Juventude Pacense candidata aos primeiros lugares recebeu na segunda jornada o HC Fão que se estreou na prova, vencendo por 8-2, com cinco dos oito golos a serem apontados de bola parada.
Uma vitoria que apenas foi consolida na segunda parte por parte dos pacenses e principalmente após o cartão vermelho mostrado ao atleta do Fão, Diogo Sá.

Na primeira parte a Juventude Pacense abriu o resultado de grande penalidade aos 7' por Márcio Fonseca mas outro Márcio, o Silva do HC Fão empatou aos 10'.
Um minuto depois os pacenses fizeram o 2-1 por Filipe Ribeiro, resultado com que se chegou ao intervalo.
Nota para o desperdício de dois livres diretos, um para cada lado por Vítor Hugo Moreira e Diogo Sá.

A segunda parte apareceu com a Juventude Pacense logo nos primeiros instantes a aumentar para 3-1 Marcelo Ribeiro.
Depois de Diogo Machado ter falhado um livre direto, a equipa da casa elevou para 4-1 aos 4' por Marcelo Fonseca de livre direto a punir cartão vermelho mostrado a Diogo Sá numa decisão muito protestada pelos fangueiros.
Ainda assim o HC Fão conseguiu ter forças para reduzir para 4-2 aos 6' por Márcio Silva.
Ate ao fim a Juventude Pacense aproveitou para ampliar o marcador com tentos, dois cada de Márcio Fonseca e Gil Vicente.
Vitoria normal da Juventude Pacense que apresentou argumentos mais fortes em relação ao HC Fão que só caiu na segunda parte.
Para a próxima ronda a Juv Pacense volta a jogar em casa , agora com o Porto B enquanto que o HC Fão recebe o Gulpilhares.

Taça Continental - Réus e Oliveirense finalistas



Com o triunfo sobre o Viareggio por 2-1, o Réus juntou-se à Oliveira na final da Taça Continental, reeditando assim a final da Liga Europeia.
A equipa espanhola abriu o marcador aso 14' por Alex Rodriguez mas ainda na etapa inicial aos 19' Mirko Bertolucci empatou.
Depois do jogador italiano ter falhado um livre direto, o Reus adiantou-se em igual infracção aos 23' por Raul Marin.
Para a segunda parte a formação onde milita Reinaldo Ventura tentou chegar a novo empate mas o atleta português falhou dois livres diretos.
O Reus também podia ter marcado mas Raul Marin desperdiçou um livre direto.

Assim Réus vencedor e Oliveirense vencido da Liga Europa vão disputar a final da Taça Continental em Viareggio, Itália.

FOTO: Gabriele Baldi 

Riba d'Ave vence Famalicense em jogo com 54 faltas !!!



O Riba d'Ave recebeu o vizinho Famalicense vencendo por 6-3, numa partida marcada pelo exagerado numero de faltas, cinquenta e quatro, vinte e nove para os locais e vinte e cinco para os famalicenses.
Enganem-se todos aqueles que pensam que se assistiu a uma autentica batalha campal, mas este foi o critério usado pela dupla de arbitragem que viajou de Leiria.
Uma forma algo exagerada de segurar um derbi entre vizinhos, conhecidos pela sua rivalidade.
Ambas as equipas se respeitaram pelo que as 54 faltas dão uma imagem que não correspondem ao que se passou na pista.

O Riba d'Ave aproveitou o inicio intranquilo do Famalicense para aos poucos chegar ao 3-0 com golos de Daniel Pinheiro aos 4' e um bis de Hugo Azevedo aos 5' e aos 7'.
A turma do Famalicense acabou por voltar a sofrer mais um golo, o 4-0 aos 17'  por João Abreu de livre direto, depois de César Carvalho aos 9' e João Paulo aos 16' terem falhado um livre direto.
Ainda na primeira parte aso 20' Rui Silva num remate frontal reduziu para 4-1 e João Abreu desperdiçou um livre direto aos 23'.

Na segunda parte o Famalicense entrou com outra disposição mas o 5-1 logo aos quinze segundos apontado por Hugo Azevedo deitou por terra a tactica para tentar dar a volta ao resultado.
Aos 3' Tiago Pimenta fez o 5-2, mas durou pouco a festa porque aos 4' Hugo Azevedo aumentou para 6-2.
Com uma vantagem confortável, a equipa de Riba d'Ave desacelerou tendo o Famalicense aproveitado para ainda apontar mais um golo por Rui Silva aos 14', fazendo o resultado final de 6-3.
Um triunfo justo do Riba d'Ave que foi mais eficaz enquanto que o Famalicense podia ter atenuado o resultado se tivesse aproveitado as oportunidades criadas nomeadamente em lances de bola parada.
Assim o Riba d'Ave lidera a prova com seis pontos, os mesmos que a Sanjoanense e o CD Povoa, enquanto que o Famalicense caiu para o sétimo lugar com três pontos.
Na próxima ronda o Riba d'Ave joga em Marco de Canaveses e o Famalicense recebe o Espinho.

Taça Continental - OC Barcelos cai no prolongamento



A Oliveirense garantiu a presença na final da Taça Continental após derrotar o OC Barcelos no prolongamento por 4-2.
Perante o resultado e a forma como se decidiu o finalista, o OC Barcelos apontando por muitos como a equipa mais fraca obrigou mesmo a Oliveirense a horas extras.


O conjunto de Tó Neves ate começou bem o jogo marcando o primeiro golo logo aos 3' por Jodri Bargallo de grande penalidade.
Também de lance de bola parada,  o OC Barcelos aos 8' podia ter empatado, mas Juan Lopez desperdiçou.
Ainda na primeira parte os detentores da Taça Cers chegaram à igualdade aos 19' por Marinho.
Acrescente-se que no primeiro tempo ambas as equipas falharam oportunidades de golo, João Almeida um livre direto, Nuno Araújo uma grande penalidade e Pablo Cancela um livre direto.

Na segunda parte muito equilibrada, o OC Barcelos passou para a frente do resultado 14' por Rúben Sousa de grande penalidade.
A perder a Oliveirense carregou chegando a nova igualdade aos 24' por João Souto, levando o jogo para o prolongamento.
No tempo extra sem o famoso golo de ouro, a Oliveirense resolveu o jogo na segunda parte por João Souto e Jordi Bargallo.

Foto: Gabriele Baldi