Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao

Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao
Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao Hóquei Minhoto, o facebook do Hóquei Minhoto foi bloqueado sem razão aparente, estando inactivo desde o dia 27 de novembro de 2017. Só se encontram TRÊS razões para este tipo de atitude em bloquear o facebook do Hóquei Minhoto. INVEJA, MALDADE E COBARDIA. Visto que esse bloqueio ainda não está completamente ultrapassado nem se sabe se o mesmo será desbloqueado, o responsável do Hóquei minhoto juntamente com os seus colaboradores decidiu abrir esta pagina para poder fazer chegar a todos a habitual informação. Agradecemos a todos os que acompanhavam o facebook do Hóquei Minhoto que se juntem a esta pagina. Ficamos muito tristes com este tipo de atitudes em tentar por várias maneiras silenciar o Hóquei Minhoto. Podem continuar...a tentar. HÓQUEI MINHOTO

1.31.2016

III Divisão - No Infante, HC Fão soma setima vitoria seguida



E vão sete, os triunfos consecutivos do HC Fão no nacional da terceira divisão.
Perante a sequência de vitorias os fangueiros estão no terceiro lugar juntamente com o Gulpilhares a um ponto do segundo, o Marítimo que tem mais um jogo realizado que os minhotos.
A ultima vitima foi o Infante Sagres B com o HC Fão a vencer por expressivos 9-3.
Ao intervalo a superioridade era evidente com o 5-1 a seu favor.
Marcaram para o HC Fão, Tiago Bolinas três, Hugo Barbosa três, Carlos Mata dois e Joni Lazera um.
Para a próxima ronda grande jogo em perspectiva com o HC Fão a receber o Gulpilhares, em duelo de segundos classificados.

III Divisão - Vila Praia resolve jogo na segunda parte com o Académico



O Vila Praia continua no primeiro lugar após vencer o Académico do Porto por 7-3.
Uma vitoria que só ficou resolvida na segunda parte do encontro.

Começou bem a turma de Rui Neto ganhando vantagem aos 4' por Duda Chavarria, mas a sempre incomoda equipa do Académico virou o resultado ainda nos primeiros dez minutos.
A igualdade durou pouco tempo com César Pinheiro a repor a igualdade.
Num jogo vivo a formação do Académico voltou para a frente do marcador por Vasco Fraga, mas antes do descanso Rui Araújo voltou a empatar.
No inicio da segunda parte o Académico podia ter desfeito o empate mas Pedro Vigário desperdiçou um livre direto pela décima falta dos minhotos.
Aproveitou o Vila Praia para passar para a frente com Rafael Almeida a fazer o 4-3.
A seguir Telmo Ramos viu o cartão azul, mas António Valente viu Vasco Oliveira defender a infracção impedido nova igualdade.
Uma vez mais quem não marca sofre e Duda Chavarria elevou para 5-3.
Embalados pelo seu publico o Vila Praia voltou a marcar por Eduardo João de livre direto e Duda Chavarria fazendo o 7-3 final.

Com o triunfo o Vila Praia lidera agora com quarenta e um pontos, mais três que o Marítimo que tem mais dois jogos realizados e mais quatro que HC Fâo e Gulpilhares.
Na próxima jornada o Vila Praia joga em Fanzeres e o Académico recebe o Penafiel.

Cart B melhor que Cart A


Bem diferente esteve a prestação da equipa B do Cartaipense na recepção ao Olá Mouriz, ao contrario da equipa A que perdeu no ultimo classificado o Cucujães na segunda divisão.

Na terceira divisão nacional, a jovem equipa do Cartaipense com o guarda redes juvenil, Alexandre Oliveira em grande plano, não facilitou e chegou ao 2-0 com bis de Diogo Antunes.
Do outro lado apesar do ultimo lugar o Olá Mouriz não se remeteu à defesa e reduziu por Eduardo Melo.
Para a segunda parte os minhotos com um hóquei pratico ampliaram o marcador por Carlos Emídio para 5-1.
Respondeu o Ola Mouriz por Pedro Bessa que bisando colocou o marcador em 5-3, dando alguma emoção ao jogo.
Por parte do Cartaipense B Carlos Rodrigues não deixou crescer o Ola Mouriz  fazendo o 6-3 com Eduardo Melo a segundos do fim a estabelecer o 6-4.
Na próxima ronda o Cartaipense B joga no Boavista e o Ola Mouriz fica de folga.

Dupla de arbitragem de Lisboa, agradece ao CD Povoa e ao Valença HC todo o apoio.

foto: Fernando Novo


DESPORTIVISMO
É assim que me sinto bem no DESPORTO, no Hoquei em Patins e muito em especial na ARBITRAGEM. 
O que ontem foi demonstrado pelas gentes do C D POVOA e do VALENÇA H C, logo de imediato ao acidente em pista do colega Thierry Francisco, assim como todo o tempo que se esperou pelo INEM chama-se SER DESPORTISTA. 
Às fisioterapeutas dos dois clubes não ha palavras suficientes para agradecer. Bruna Alves e Inês Cacho, MUITO OBRIGADO. 
Aos dirigentes de ambos os clubes obrigado pela disponibilidade demonstrada em ajudar fosse no que fosse. A ambos os capitães e na totalidade de todos os jogadores das equipas OBRIGADO. 
Para terminar um agradecimento muito especial à BRUNA ALVES que esteve sempre ao lado do meu colega até altas horas da noite, inclusive no hospital seguiu o colega como se de um familiar se tratasse. 
É isto o DESPORTO que queremos independentemente dos resultados e das incidências dos jogos. Obrigado C D POVOA e VALENÇA H C, um bem hajam pelo desportivismo mostrado.

AP MINHO - Sub 17 da ADB Campo conquistam titulo regional


A formação da juvenis da ADB Campo venceu o Riba d'Ave por 10-2, conquistando assim o titulo regional, o segundo consecutivo.
Para a ultima jornada a ADB Campo e o HC Braga lutavam pelo troféu, com a turma de Barcelos a não desperdiçar a oportunidade de em casa festejar o titulo.
Este era o único interesse para a ultima ronda, visto já serem conhecidos os três representantes do Minho no nacional, ADB Campo, HC Braga e OC Barcelos.

foto: ADB Campo

Sub 13 - Riba d'Ave campeão regional da AP Minho. ADB Campo e AD Limianos seguem para o nacional

foto: Riba d'Ave

O Riba d'Ave é campeão regional da AP Minho na categoria de Infantis após vencer o HC Braga por 2-1, em jogo realizado no parque das Tílias em Riba d'Ave.
Numa partida bem disputada sempre com muito perigo junto das duas balizas foi o HC Braga por Rui Ribeiro o primeiro a marcar, mas a equipa da casa antes do intervalo chegou ao empate através de João Gonçalves.
Recorde-se que para alcançar o titulo a igualdade chegava ao Riba d'Ave, mas nem por isso a turma da casa deixou de lutar pela vitoria garantindo o triunfo logo no primeiro minuto da segunda parte por Carvalho aproveitando uma situação de superioridade numérica  que vinha da etapa inicial.
Sendo assim o Riba d'Ave segue para os nacionais juntamente com a ADB Campo que derrotou por 4-3 a AD Limianos.
A equipa de Ponte de Lima também segue para os nacionais apesar da derrota. Tudo porque o OC Barcelos que precisava de vencer, empatou nas Taipas.

I Divisão - Juventude de Viana convence diante a Oliveirense


foto: Radio Geice

Juventude de Viana atropela Oliveirense
Na 14ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins, a Juventude de Viana disputou a partida entre portas. Desta feita, os Vianenses receberam, venceram e convenceram diante da sempre candidata ao título Oliveirense (4-1).
A Juventude de Viana realizou um jogo quase irrepreensível e acabou vitoriosa numa partida que foi bem disputada, sempre num elevado ritmo.
O equilíbrio entre as duas formações tornou-se demasiado evidente numa primeira parte que apenas deu um golo, a favor dos locais. Gonçalo Suissas abriu as portas àquela que viria a ser uma vitória bem conseguida pelos homens de Pedro Sampaio.
Diante do 4º classificado, a Juventude de Viana mostrou-se competente a defender, a atacar e a fazer as transições defesa ataque. Na defesa Francisco Veludo foi um jogador difícil de enganar para os visitantes, tornando-se quase intransponível na baliza Vianense e impedindo as investidas da Oliveirense. Do outro lado, Puigbi também foi tirando o "o pão da boca" aos laranjas.
Sobretudo no segundo tempo,  a Oliveirense entrou muito pressionante e com sede de golo, mas a Juventude de Viana foi aguentando essa pressão e chegou mesmo ao segundo tento por intermédio de Diogo Fernandes (2-0).
O primeiro e único golo dos forasteiros acabou por surgir na sequência de uma bola parada. Ricardo Barreiros bateu a grande penalidade e ainda operou a recarga que colocou o placard numa perigosa diferença mínima (2-1). 
Com a partida num ritmo alucinante foi Diogo Fernandes que ampliou (3-1) e Gonçalo Suissas assinou o 4-1, fixando as contas do desafio e não deixando margem para dúvidas quanto à vitória da Juventude de Viana diante de um sempre candidato ao título.
No rescaldo da partida, o técnico Vianense destacou o jogo excepcional da sua equipa. "Fomos mais eficazes que o adversário, marcando mais golos". Tudo isso se deveu "a uma equipa muito solidária que soube nos momentos certos gerir a vantagem", prosseguiu.
Mais ainda o técnico sublinhou que a ambição da sua equipa para qualquer jogo é conquistar os três pontos, desta feita "conseguimos o único resultado que nos interessava". No entanto advertiu, "por ganharmos à Oliveirense não somos a melhor equipa do mundo. Soubemos ser humildes".
Com esta importante vitória a Juventude de Viana somou mais três pontos, passando a ter agora 22 pontos na tabela classificativa e com um jogo a menos. e ascende à 6ª posição. A Oliveirense mantém os 27 pontos e segue em 4º.
"Carnaval da Juventude" é diante do Benfica
Na Terça-feira, dia 9 de Fevereiro, a Juventude de Viana desloca-se a Lisboa para defrontar o Benfica na 15ª jornada da prova, às 17h. 
As águias ainda não perderam nesta competição e não quererão que a Juventude de Viana desfile para a vitória na sua casa.
Para esse jogo Pedro Sampaio pretende recuperar os jogadores, depois de um jogo de extremo desgaste, e "fazer melhor do que diante da Oliveirense", corrigindo os poucos erros que houve.
É tempo de recuperar forças e jogadores partindo para a capital com o pensamento num resultado positivo, diante do actual líder. "Não vai ser fácil, mas levamos o pensamento de todos os jogos: trazer os três pontos", rematou o técnico.

1.30.2016

II Divisão - Riba d'Ave vence em Barcelos


O líder da segunda divisão zona norte, o Riba d'Ave derrotou a jovem equipa do OC Barcelos B por 8-3, mantendo assim o primeiro lugar.
Perante o OC Barcelos B que não contou com Afonso Lima, a formação de Riba d'Ave abriu o marcador aos 5' por Nuno Micolli, com Vítor Hugo no mesmo minuto fazer o 2-0.
O 3-0 chegou aos 15' novamente por Vítor Hugo para aos 22' Tó Costa fazer o 4-0.
A escassos segundos do intervalo Rui Brito reduziu para 4-1 estabelecendo o resultado.
Na segunda parte o Riba d'Ave que recorde-se não apresentou o seu treinador principal Diogo Pereira por motivos de uma operação, chegou ao 7-1 por Vítor Hugo dois, Tó Costa, e Nuno Micolli um. 
Abrandou e o OC Barcelos B aproveitou para encurtar com golos de Rui Silva e Márcio Silva.
O resultado final foi obtido por Ricardo Lopes de livre direto.
Com os três pontos, o Riba d'Ave segue em primeiro lugar com trinta e cinco pontos, mais que o Espinho e dois que o Valença.
O OC Barcelos B continua no 9º lugar com dezanove pontos.
Para a próxima ronda o Riba d'Ave recebe o Infante Sagres e o OC Barcelos B joga em Paços de Ferreira


II Divisão - Valença "pesca " na Povoa mais uma vitoria


No jogo grande da jornada do nacional da segunda divisão, o Valença HC venceu na Povoa de Varzim por 5-2 a equipa do CD Povoa.
Um jogo que ficou marcado pela lesão com gravidade do árbitro Thierry Francisco de Lisboa a seis minutos do fim, situação que obrigou a que a partida fosse concluída com apenas um juiz na pista.
Nota também para o cartão vermelho exibido a Zé Braga num lance onde esteve envolvido com João Candeias antigos colegas na época passada no OC Barcelos.
Esta ação disciplinar ainda pode ser alvo de varias interpretações, já que João Candeias ao ver o arbitro a mostrar o vermelho a Zé Braga explicou que não existiu qualquer contacto para essa penalização.
Tudo porque no final nos balneários os dois jogadores justificaram-se em relação ao lance em conjunto com outros elementos do Povoa e do Valença.

Para os minhotos que ainda não perderam foi o décimo quinto jogo sempre a somar resultados positivos.
Num bom jogo de hóquei proporcionado por duas experientes equipas o Valença chegou ao intervalo a vencer por 2-0 com golos de Zé Braga.
O mesmo Zé Braga na segunda parte aumentou para 3-0, tendo o Povoa reduzido por Joka Alves.
A turma do Valença não acusou e antes pelo contrario aumentou para 5-1 com bis de Hélder Martins.
Perto do fim Hugo Paiva fez o 5-2 final.
Um jogo que ficou marcado pela lesão com gravidade do árbitro Thierry Francisco de Lisboa a seis minutos do fim.
Com este triunfo o Valença HC continua na terceira posição a um ponto do Espinho e a dois do Riba d'Ave, primeiro classificado.
Por parte do Povoa desceu ao oitavo lugar com os mesmos vinte pontos.
Na próxima ronda o Valença volta a jogar fora agora nos Carvalhos e o Povoa desloca-se ao ultimo classificado o Cucujães

1.29.2016

Árbitros e jogos para as equipas do Minho ( 30 e 31 de janeiro )



Sabado dia 30 de Janeiro

Nacional da 1ª divisão
17.00H HC Braga – SL Benfica – Joaquim Pinto de Aveiro e Manuel Fernandes do Porto
18.30H Paço d’Arcos – OC Barcelos – José Pinto e Paulo Santos de Aveiro
21.30H Juventude de Viana – UD Oliveirense – Ricardo Leão de Lisboa e Jaime Vieira do Alentejo

Nacional da 2ª divisão
18.00H OC Barcelos B – Riba d’Ave – Porfírio Fernandes e Domingos Carvalho do Porto
18.00H Cucujães – Cartaipense – Sérgio Silva e Marco Gomes de Aveiro
18.30H CD Povoa – Valença HC – Fernando Cabaço e Thierry Francisco de Lisboa
21.00H CPR Lavra – Famalicense – José LaSalette e Manuel Oliveira de Aveiro

Domingo dia 31 de Janeiro

Nacional d 3ª divisão

18.00H ADJ Vila Praia – Académico – João Rodrigues do Minho
18.00H Cartaipense B – Olá Mouriz – Florindo Cardoso do Minho
19.30H Inf Sagres B – HC Fão – Silvia Coelho do Porto

fonte: ANAHP
http://anahp.com/adm/uploadnomeacoesdestaque/28012016.pdf

1.28.2016

Rúben Fangueiro e Ziga Campos lançam jogo grande na Povoa



Na Povoa de Varzim realiza este sabado às 18.30H, um dos jogos mais aguardados da jornada quinze do nacional da segunda divisão.
O CD Povoa a subir na classificação ocupando neste momento sétimo lugar depois de vencer três dos últimos quatro jogos recebe o terceiro classificado o Valença HC que ainda não perdeu na prova.
São dez os pontos que separam as duas equipas que na primeira volta empataram em Valença a quatro tentos.

Para Ruben Fangueiro atleta do CD Povoa, o jogo promete emoção

A vitoria nas Taipas foi bastante saborosa ate pela forma como aconteceu nos últimos segundos.
Mostramos que a equipa está unida no seu objectivo, que é aproximar-se dos lugares cimeiros e isso passar por vencer sabado.
O jogo contra o Valença será difícil. Eles tem uma excelente equipa que ainda não perdeu no campeonato.

Por parte de Ziga Campos, o Valença tudo vai fazer para pontuar na Povoa.

" Esperamos um jogo difícil, como são todos os jogos desta 2 divisão. Queremos aumentar a distancia das equipas que vêm atrás de nós e com isso não nos distanciarmos do nosso objetivo que é o 1 lugar. Na Póvoa vamos encontrar uma equipa bem organizada, jogadores com valor e que a jogar em casa ainda se torna uma equipa mais difícil. Queremos "vingar" o empate da primeira volta e estamos preparados para alcançar os 3 pontos".

AP MINHO SUB 20 - HC Braga e OC Barcelos apurados. ADB Campo disputa lugar com 7º da AP Porto


Para o nacional de juniores a AP Minho, coloca para já dois clubes, HC Braga campeão regional e o segundo classificado o OC Barcelos.
Pode ter uma terceira equipa, a ADB Campo que após concluído o regional minhota no terceiro lugar terá de defrontar o sétimo classificado da AP Porto a sair do confronto entre o Fanzeres e o Infante Sagres para saltar para o nacional.
A ultima jornada de Sub 20 da AP Minho serve apenas para cumprir calendário aos três primeiros classificados.

Correção - Jogo Juventude de Viana e Candedaria é a 8 de março


A partida que deveria ter sido realizada no passado dia 19 de dezembro de 2015 entre a Juventude de Viana e os açorianos do Candelária tem nova data, 8 de março de 2016.
O jogo não se disputou devido às más condições atmosféricas que impediu a turma do Pico de se deslocar ao continente.
Pelo mesmo motivo o encontro entre o Física e o Candelária foi adiado, estando marcado agora para o dia 5 de março de 2016

AP MINHO - 11ª CONVOCATÓRIA


FONTE: AP MINHO

1.27.2016

AP MINHO SUB 17 - Trio minhoto segue para o nacional. ADB CAMPO e HC BRAGA lutam pelo titulo.



ADB CAMPO OU HC BRAGA LUTAM PELO TITULO REGIONAL DA SUB 17.

O Minho estará representado no nacional de juvenis com três equipas, ADB Campo, HC Braga e OC Barcelos.
Na prova regional a ADB Campo lidera e pode na ultima jornada domingo às 16H sagrar-se bicampeão da categoria caso vença no seu reduto o Riba d'Ave. Só mesmo a vitoria interessa para esse titulo para não depender dos resultados do HC Braga
À espera de um tropeção da ADB Campo está a turma bracarense que vai disputar os seus dois últimos jogos diante a ADJ Vila Praia e o Cartaipense.
Em caso de igualdade pontual no primeiro lugar a vantagem pertence à ADB Campo que perdeu nas Goladas por 5-4, mas ganhou em Campo por 2-0.
Neste momento a ADB Campo lidera com 36 pontos, seguido do HC Braga com 33 pontos , mas menos um jogo.
O OC Barcelos surge na terceira posição, lugar que se manterá qualquer que seja o resultado que faz diante a ED Viana em Viana do Castelo.

ÚLTIMOS JOGOS

SEXTA FEIRA
22.00H ADJ Vila Praia - HC Braga

DOMINGO
16.00H ADB CAMPO - RIBA D'AVE
16.00H CARTAIPENSE - HC BRAGA

1.26.2016

AP MINHO SUB 15 - HC Braga e ADB Campo seguem para o nacional


No escalão de sub 15, Iniciados, o HC Braga e a ADB Campo são os representantes do Minho na fase de grupos do nacional quando falta apenas uma jornada para o final do regional da AP Minho.
A equipa do HC Braga é primeira classificada com o titulo de campeão regional, seguido da ADB Campo.
De fora ficaram Riba d'Ave, OC Barcelos, ED Viana, Cartaipense e ADJ Vila Praia para que assim vão disputar o Torneio de Encerramento da AP Minho.
A ultima jornada serve apenas para decidir quem fica em terceiro lugar, o Riba d'Ave ou o OC Barcelos separados por um ponto ( 19-18)
Os barcelenses que somam dezoito pontos jogam em Viana do Castelo e o Riba d'Ave com dezanove desloca-se à ADB Campo.

Ultima jornada
ADB Campo - Riba d'Ave
ED Viana - OC Barcelos
ADJ Vila Praia - HC Braga ( atraso da 17ª jornada )


Lesão afasta Miguel "Vieirinha" entre 4 a 6 semanas


O atleta do OC Barcelos, Miguel Vieira "Vieirinha" vai ficar de fora da competição após ter fracturado um dedo ( polegar ) da mão direita durante o jogo de juniores do passado domingo entre o OC Barcelos e a ADB Campo a contar para o regional da AP Minho.

Sendo assim o bicampeão do mundo de sub 20 não vai poder dar o seu contributo nas próximas partidas do OC Barcelos diante o Paço d'Arcos, Lodi de Itália, Benfica e Sporting CP, Sanjoanense e HC Braga.


1.25.2016

AP MINHO SUB 13 - Quem irá com o Riba d'Ave no nacional ? Emoção na ultima jornada


QUEM ACOMPANHA O RIBA D'AVE....

A ultima ronda do campeonato regional  da AP Minho na categoria de Infantis serve para definir quem acompanha o já apurado Riba d'Ave nos nacionais.
Para esta ultima jornada estão na luta quatro equipas por dois lugares disponíveis, AD Limianos, ADB Campo, OC Barcelos e HC Braga.
Na derradeira jornada a AD Limianos recebe a ADB Campo onde o empate serve à equipa de Ponte de Lima para seguir em frente.
A ADB Campo terá obrigatoriamente de vencer para não depender de outros resultados
Em relação ao HC Braga, desloca-se ao já apurado Riba d'Ave que ainda luta pelo titulo regional
Por fim o OC Barcelos desloca-se ao Cartaipense ultimo classificado onde a vitoria garante o apuramento.
Pode acontecer que três equipas acabem com 17 pontos ( AD Limianos, OC Barcelos e HC Braga ), sendo que no desempate passam ao nacional a AD Limianos e o OC Barcelos.

A classificação neste momento é a seguinte:

1º Riba d'Ave 18 p
2º AD Limianos 16 p
3º ADB Campo 15 p
4º OC Barcelos 14 p
5º HC Braga 14 p
6º Cartaipense 0 p

Ultima jornada dia 30 de janeiro às 10.00h

Riba d'Ave - HC Braga
AD Limianos - ADB Campo
Cartaipense - OC Barcelos

Sergi Punset abandona comando técnico do Candelaria



O espanhol, Sergi Punset deixou de ser treinador do Candelária dos Açores, onde tinha chegado à ilha do Pico em setembro passado.
Durou assim quase quatro meses o trabalho do espanhol no Candelária.
A equipa do Pico ocupa neste momento a penúltima posição no campeonato nacional da primeira divisão com apenas seis pontos, mas com menos dois jogos realizados.

foto: Candelaria

1.24.2016

ADJ Vila Praia homenageou atleta Sandro Freitas pela atitude na Taça de Portugal


A Associação Desportiva Juventude Vila Praia e a Junta de Freguesia de Vila Praia de Ancora aproveitando o regresso do Marítimo ao Minho agora para o nacional da terceira divisão, não deixou passar despercebida a presença do jogador Sandro Freitas pelo seu gesto, pela sua nobre atitude no jogo da Taça de Portugal entre as duas equipas.
Um episódio que mereceu rasgos elogios de toda a classe desportiva, não só de hóquei em patins.
Antes do inicio do jogo, o presidente da Junta de Freguesia de Vila Praia de Ancora, Carlos Castro entregou uma lembrança a Sandro Freitas, momento que mereceu um forte e enorme aplauso de pé de todo o publico e jogadores presentes.
Recorde-se que na partida para a Taça de Portugal, o jogador Sandro Freitas foi protagonista de uma situação rara no desporto.
Após lance de ataque do Marítimo a bola rematada à baliza do Vila Praia andou perto de entrar, iludindo o arbitro do jogo que deu sinal de golo.
No entanto Sandro Freitas melhor posicionado após ver que o juiz tinha dado golo, dirigiu se de seguida referindo que a bola não tinha ultrapassado a linha de golo.
Face às palavras de Sandro Freitas o árbitro voltou atrás na sua decisão.

III Divisão - HC Fão entra na luta pela subida


Após vencer em Sobreira por 6.5 e juntando o triunfo no sábado diante o Marítimo por 5-3 em jogo antecipado da 25ª jornada, o HC Fão subiu ao segundo lugar agora com trinta e quatro pontos, em igualdade com o Gulpilhares e Marítimo.
Com estas duas vitórias os fangueiros entram na luta pela subida a quatro pontos do primeiro classificado, a outra equipa do Minho, a ADJ Vila Praia.
Perante a classificação atual, o nacional da terceira divisão, zona norte promete enorme emoção entre as quatro equipas pela subida directa nos dois primeiros lugares.

Em relação ao jogo em Sobreira o HC Fão chegou ao intervalo a vencer por 3-0 com a pontaria de Bernardo Silva por duas vezes e uma de Hugo Barbosa.
Na segunda parte o Sobreira reduziu mas Luís Fernandes aumentou para 4-1.
O Sobreira apesar de ocupar o décimo segundo lugar,  nunca deixou de atacar e chegou ao empate a quatro bolas, sendo que dois golos foram de livre direto e de grande penalidade.
Seria de livre direto que o HC Fão voltaria a ganhar vantagem no marcador Tiago Pereira, para depois Carlos Mata dar a vitoria e a conquista dos três pontos apesar nos últimos segundos o Sobreira ainda ter feito mais um golo.
Os golos do Sobreira foram apontados Tiago Teixeira três, Nuno Silva e Pedro Moreira um cada.
Para a próxima ronda o HC Fão joga fora com o Infante Sagres B e o Sobreira recebe o Vila Boa Bispo.

III Divisão - Maritimo empata em Ancora



A ADJ Vila Praia perdeu uma excelente oportunidade de reforçar pontualmente o primeiro lugar no nacional da terceira divisão, zona norte após empatar o Marítimo.
Uma jornada que podia ter sido bem mais proveitosa para a equipa de Rui Neto que contou com a colaboração no dia anterior do HC Fão que também derrotou os insulares por 5-3 e na sexta feira com o empate do Gulpilhares.
Com esta conjugação de resultados, o Vila Praia soma trinta e oito pontos pontos, mais quatro que o Gulpilhares e do Marítimo.

Em relação ao jogo a equipa do Vila Praia entrou praticamente a ganhar quando aos 2' Telmo Ramos abriu o marcador.
O Marítimo respondeu aos 6' com o empate apontado por Pedro Ferraz.
A meio da primeira parte Duda Chavarria fez o 2-1, para aos 18' César Pinheiro elevar para 3-1, fixando o marcador em tempo de descanso.
Para a segunda parte o Marítimo podia ter reduzido mas Pedro Moniz não aproveitou um livre direto.
Na resposta,Rafael Almeida aos 3' fez o 4-1.

Os adeptos do Vila Praia que voltaram a comparecer em bom numero pensaram que o jogo estava seguro, mas o Marítimo acordou e reduziu para 4-3 com tentos de Robin Andrade e Mário Brazão.
De tanto ameaçar que o Marítimo acabou não só por empatar, como dar a volta ao marcador com dois golos de Nuno Silva a escassos oito minutos para o fim.
Esta cambalhota no marcador tornou a parte final emocionante com as equipas a desperdiçarem oportunidades para marcar, principalmente de lances de bola parada.
Aos 22' o Marítimo  por Robin Andrade e aos 23 o Vila Praia por Eduardo Amorim e Telmo Ramos falharam cada o seu livre direto.
Já no ultimo minuto em desespero, César Pinheiro fez o empate final.

II Divisão - Cartaipense sente-se injustiçado



É mais uma equipa do Minho a mostrar a sua indignação pela forma como decorreu o jogo entre o Cartaipense e o CD Povoa referente ao nacional da segunda divisão, zona norte.
Os minhotos perderam com a turma poveira por 6-5 em mais uma partida dirigida por árbitros do Porto em jogo que deu inicio à segunda volta da prova.
A forma como o Cartaipense é penalizado a escassos segundos do fim, o tom autoritário da dupla de arbitragem, principalmente de Manuel Santos mostra que algo tem de mudar.
O facto de estar em ringue uma equipa da AP Porto, candidata a subir de divisão, estar em pista uma dupla de arbitragem da AP Porto, estar em pista um Cartaipense que ultimamente tem mantido certas divergências com a FPP, pode levar a outras interpretações...

Estará o Cartaipense a pagar a "fatura" de algo?

Contra um candidato à subida a turma de Orlando Ribeiro não foi nada inferior ao seu adversário.
Chegou a estar a vencer por 1-0 com golo de Fininho, mas permitiu que o Povoa fosse para o intervalo a vencer por 2-1 com golos de Candeias e "Viti".
Na segunda parte Joka Alves aumentou para 1-3, mas o Cartaipense acreditou reduzindo para 2-3 por Berto Martinho.
O Povoa voltou a marcar por Joka Alves tendo o Cartaipense chegado ao empate por Fininho e Nelson Silva.
Os últimos minutos foram emocionantes com o Povoa a adiantar-se de novo por Candeias, tendo Fininho feito nova igualdade agora a cinco tentos.
Já perto do fim a menos de cinco segundos, o Cart foi castigado com a 15ª falta, situação muito protestada pelos minhotos onde Viti fez o 5-6 final favorável aos poveiros.
Com esta derrota o Cartaipense manteve a décima primeira posição com dezasseis pontos, um lugar acima da zona de descida. 
Por parte do Povoa subiu ao sétimo lugar.
Na próxima jornada o Cartaipense desloca-se a Cucujães, ultimo classificado e o Povoa recebe o Valença.


II Divisão - Sentimento de revolta em Valença



O empate diante o Infante Sagres a três bolas deixou os responsáveis do Valença revoltados pela forma como o jogo foi dirigido pela equipa de arbitragem oriunda do Porto...
Em questão está o lance que originou o tento do empate do Infante Sagres onde os minhotos reclamam antes uma falta a seu favor com ação disciplinar ( cartão azul ) sobre a equipa visitante.

Dentro da pista o Valença foi sempre superior chegando ao intervalo a vencer por 2-0 com tentos de Zé Braga e Hélder Martins.
Na segunda parte o Infante Sagres fez o 2-1, mas Zé Braga voltou a colocar dois golos de diferença.
O Infante que também tem como objectivo andar nos primeiros lugares arriscou e chegou ao empate a três minutos do fim, num lance muito protestado pelos minhotos.
Os golos do Infante foram de Tó Cruz, Renato Castanheira e Tomás Castanheira.
Face ao empate o Valença deixou baixou para o terceiro posto, deixando fugir na liderança o Riba d'Ave e viu o Espinho subir ao segundo lugar.
Em relação ao Infante Sagres desceu ao quinto lugar
Para a próxima ronda o Valença joga na Povoa e o Infante Sagres recebe o CH Carvalhos.

1.23.2016

II Divisão - Famalicense salta para o sexto lugar



Grande salto deu a equipa de Fernando Almeida, o Famalicense na tabela classificativa após derrotar o HC Marco por 5-2, no primeiro jogo da segunda volta do nacional da segunda divisão.
Os minhotos subiram ao sexto lugar agora com vinte pontos, num jogo onde estiveram a perder por 1-0 em tempo de intervalo.

Com uma enorme atitude o Famalicense aos poucos foi dando a volta ao marcador com tentos, dois  de Chumbinho, um de Luís Filipe, de Gabi Silva e André Ferreira.
Apesar do sexto lugar a diferença pontual, a luta promete porque são varias as equipas próximas em termos pontuais.
Para a zona de descida são apenas cinco pontos de diferença.
Na próxima ronda o Famalicense desloca-se a Lavra, equipa que ocupa o penúltimo lugar com treze pontos.

II Divisão - "Poker" de Tiago Pimenta decisivo em Riba d'Ave


Perante a sempre "incomoda" equipa da Escola Livre, o Riba d'Ave somou mais três pontos, mantendo o primeiro lugar na segunda divisão, zona norte, agora isolado depois do empate do Valença em casa com o Infante Sagres.

O Riba d'Ave desde muito cedo sentiu as dificuldades quando o Escola Livre aos 7' Hugo Drumond colocou a sua equipa em vantagem.
No minuto seguinte surgiu o empate por Tiago Pimenta.
O jogador do Riba d'Ave deu a volta ao marcador aos 13', mas a Escola Livre cresceu e deu a volta ao resultado, passando para 2-3 com tentos de Hugo Drumond e João Rodrigues.
Antes do descanso Tiago Pimenta fez o empate.
Na segunda parte aos 5 Tiago Pimenta e Bruno Serôdio voltaram a dar vantagem aos minhotos.
A Escola Livre respondeu aos 13' por José Rodrigues na recarga a um livre direto, fazendo o 5-4.
Na parte final aos 23' Micolli adiantou o Riba d'Ave mas ainda houve tempo para a Escola Livre reduzir no ultimo minuto por José Rodrigues.
A soma dos três pontos coloca o Riba d'Ave no primeiro lugar deslocando na próxima jornada a Barcelos para jogar com a equipa B do Óquei.

I Divisão - HC Braga perde em São João da Madeira


foto: António Anacleto

Em jogo de equipas que lutam pela manutenção, a formação do HC Braga perdeu com a Sanjoanense por 5-4.
Uma partida emotiva com incerteza em relação ao vencedor ate ao ultimo segundo, tendo nesse mesmo ultimo segundo o Braga desperdiçado um livre direto por Márcio Rodrigues.

Os minhotos começaram bem o jogo adiantando-se no marcador aos 10' por Ângelo Fernandes, depois de Rúben Sousa ter falhado um livre direto.
A Sanjoanense "faminta" de pontos reagiu e ao 14' empatou por Tiago Ferraz, para aos 20' ir para o  intervalo a ganhar com o 2-1 apontado por Chico Barreira.
Na segunda parte o Braga procurou o empate mas seria a Sanjoanense a marcar por Gil Vicente de livre direto após azul mostrado a Tiago Jorge.
O 3-1 durou ate aos 18' altura em que Carlos Loureiro reduziu para 3-2.
Os últimos minutos foram de loucos com os golos a surgirem em ambas as balizas.
Aos 22' Gil Vicente fez o 4-2, Pedro Delgado Bekas o 4-3, aos 23' Chico Barreira o 5-3, Gonçalo Meira aos 24' o 5-4.
A igualdade podia ter sido o resultado final, mas Márcio Rodrigues não conseguiu no ultimo segundo do jogo concretizar um livre direto.
Com a derrota o HC Braga continua com onze pontos, mas viu aproximar-se curiosamente a Sanjoanense que soma agora nove pontos.
Para a próxima ronda o HC Braga recebe o Benfica e a Sanjoanense também em casa defronta o Sporting CP.

III Divisão - HC Fão "pisca" o segundo lugar


Em partida antecipada da 25ª jornada do nacional da terceira divisão, zona norte, o HC Fão recebeu o Marítimo vencendo por 5-3.
Com este triunfo os minhotos aproximaram-se do segundo lugar depois do Gulpilhares ter empatado com o Académico.
Caso o HC Fão vença em Sobreira e o Vila Praia derrote o Marítimo este domingo, a turma de Rui Pereira sobe precisamente ao segundo posto.

Quanto ao jogo o HC Fão procurou assumir as despesas e o ritmo enquanto que o Marítimo tentava em contra ataque criar perigo.
Acabou por ser numa dessas situações que aos 12' que Mário Brazão abriu o marcador e aos 16' Pedro Moniz elevou para 2-0 a favor dos insulares.
Antes do descanso o HC Fão podia ter reduzido mas Joni Lazera desperdiçou um livre direto por azul mostrado a Pedro Ferraz.


A segunda parte abriu aos 2' com o Marítimo a não aproveitar um livre direto, para de seguido Bernardo Silva falhar uma grande penalidade.
Com mais um jogador em pista o HC Fão aos 5' reduziu por Bernardo Silva para 1-2, relançando a partida.
Embalados os fangueiros carregaram e chegaram no minuto oito, primeiro ao empate por Hugo Barbosa, dando a volta ao resultado por Tiago Pereira.
A resposta do Marítimo foi imediata com o empate através de Robin Andrade.
Aos 9' a equipa insular cometeu a décima falta mas Tiago Pereira desperdiçou o livre direto.
Segundos depois o Fão voltou para a frente do marcador por Carlos Mata.
O Marítimo procurou de novo a igualdade mas seria o HC Fão a aumentar para 5-3 por Tiago Pereira de livre direto aos 14' por azul mostrado a Mário Brazão.
No minuto seguinte os minhotos cometeram a décima falta com Robin Andrade a falhar o livre direto proporcionado a defesa a António Lopes.
Com a vantagem de dois golos o ritmo de jogo abrandou, mas sempre com o perigo a rondar mais a baliza do Marítimo.
Aos 22' Tiago Pereira de livre direto podia ter feito o sexto golo, mas o guarda redes insular defendeu.
Sabendo que na primeira mão tinha o Marítimo vencido pelo mesmo resultado, os minhotos lutaram por marcar mais um golo para caso seja necessário em igualdade pontual desempatarem, mas foi do Marítimo a derradeira hipótese de marcar com Sandro Freitas a falhar um livre direto a cinco segundos do final.
Vitória justa do HC Fão perante um Marítimo que mesmo com oito jogadores disponíveis lutou por um outro resultado.

IV Torneio de Mini Hóquei volta a ser um sucesso agora em Valença



Realizou-se em Valença a quarta edição do Torneio Mini Hóquei em Bambis e Benjamins, onde uma vez mais o êxito foi enorme.
Começam a faltar palavras para definir o sucesso desta iniciativa depois de Ponte de Lima, Braga, Vila Praia e agora em Valença.
Foi a edição que contou com mais equipas e o maior números de jovens atletas.
No total foram oitenta e cinco crianças, repartidas pelas doze equipas presentes, uma delas fora da região minhota.

Valença HC, ED Viana, ADJ Vila Praia, AD Limianos, ADB Campo, Riba d'Ave, Cartaipense, HC Braga e a formação do Dragon Force.

foto: Miguel Fernandes

1.22.2016

AP MINHO - 10ª CONVOCATÓRIA


Jogos e árbitros para as equipas do Minho ( 23 e 24 de janeiro )



SABADO DIA 23 DE JANEIRO

NACIONAL DA 1ª DIVISÃO - 13ª JORNADA

18.00H AD SANJOANENSE - HC BRAGA - Paulo Rainha do Minho e José Pinto de Aveiro
21.00H HC TURQUEL  - OC BARCELOS - Jaime Vieira do Alentejo e Ricardo Leão de Lisboa
21.30H JUV VIANA - FC PORTO - Joaquim Pinto e Paulo Almeida de Aveiro

NACIONAL DA 2ª DIVISÃO, ZONA NORTE, 14ª JORNADA

18.30H RIBA D'AVE - ESCOLA LIVRE - Jerónimo Moura e Nazareno Duarte do Porto
19.00H CH CARVALHOS - OC BARCELOS B - José LaSalette e José Coelho de Aveiro
21.00H FAMALICENSE - HC MARCO - Paulo Carvalho e Vítor Roxo de Leiria
21.00H CARTAIPENSE - CD POVOA - Sílvia Coelho e Manuel Santos do Porto
21.30H VALENÇA HC - INF SAGRES - Domingos Carvalho e Porfirio Fernandes do Porto


NACIONAL DA 3ª DIVISÃO, ZONA NORTE 
( ANTECIPADO DA 25ª JORNADA )

17.00H HC FÃO - MARÍTIMO - Rui Torres do Minho


DOMINGO DIA 24 DE JANEIRO 

NACIONAL DA 3ª DIVISÃO, ZONA NORTE - 15ª JORNADA

17.00H ADJ VILA PRAIA - MARÍTIMO - Paulo Rainha do Minho
20.00H CP SOBREIRA - HC FÃO - José Pinto de Aveiro

CARTAIPENSE B FOLGA

fonte: FPP

1.21.2016

III Divisão - HC Fão recebe Marítimo no sabado





foto: Hoquei Minhoto ( jogo da 1ª volta )

Sábado às 17h em Fão 

Na já habitual ronda dupla feita pelo Marítimo sempre que visita o continente, os insulares jogam uma jornada "minhota" primeiro no sabado em Fão e depois no domingo em Ancora.
A equipa de Rui Pereira tem assim um  jogo referente à 25ª jornada que só deveria realizar-se a 24 de abril, ou seja mais de três meses de antecipação...




Uma partida que se prevê equilibrada, mas que os fangueiros querem aproveitar para vencer e aproximar-se assim dos lugares de subida, precisamente ocupado pelo Marítimo. 
O HC Fão que soma menos cinco pontos que os insulares tudo irão fazer para encurtar essa distancia.
No continente o Marítimo para o nacional da terceira divisão apenas perdeu um jogo em Fanzeres por 5-3, vencendo os restantes em Vila Boa Bispo, no Boavista, no Infante Sagres, em Vigorosa e em Paço de Rei.
Por parte do HC Fão em casa em cinco jogos cedeu um empate diante o vizinho Vila Praia, somando vitorias sobre o Boavista, Vila Boa, Infante Sagres e Académico.
As duas equipas medem forças após obterem resultados diferentes na anterior jornada onde o Marítimo sofreu a segunda derrota na prova, a primeira em casa com o Gulpilhares por 5-4 e o HC Fão derrotou no seu reduto o Vila Boa Bispo por 5-3

Na primeira volta na Ilha da Madeira o HC Fão perdeu por 5-3
Acrescente-se que o HC Fão depois de jogar no sabado com o Marítimo, desloca-se no domingo ao Sobreira para a 15ª jornada e os insulares a Vila Praia de Ancora.

IV Torneio de Mini Hóquei é este sábado em Valença com a presença de 85 crianças


Decorre este sábado em Valença a 4ª edição do Torneio Mini Hóquei nas categorias de Bambis e Benjamins.
Espera-se que esta edição em Valença tenha a continuidade dos êxitos de Ponte de Lima, Braga e Ancora.
Os jogos realizam-se no pavilhão Municipal de Valença a partir das 15h.
Estão inscritas as seguintes equipas, o Valença HC, ED Viana, ADJ Vila Praia, AD Limianos, ADB Campo, Riba d'Ave, Cartaipense, HC Braga e a formação do Dragon Force.
No total são oitenta e cinco crianças, para doze equipas de bambis e catorze de benjamins.


1.20.2016

HC Braga campeão regional de Iniciados


Após derrotar no passado fim de semana a ED Viana por 14-2, a equipa de Sub 15 do HC Braga sagrou-se campeã regional da categoria.
É assim o segundo titulo alcançado pelos bracarenses depois de garantirem o de juniores.
A superioridade na prova de Iniciados por parte do HC Braga tem sido enorme com dez vitorias em outros tantos jogos.

foto: DR

1.18.2016

AP MINHO - 9ª CONVOCATÓRIA


FONTE: AP MINHO

Taça de Portugal - Sorteio dita Riba d'Ave - Valença HC



Ainda sem as formações do escalão maior que so entram nos 16/avos e com a presença das quatros equipas minhotas do segundo escalão, Valença HC, Riba d'Ave, Famalicense e Cartaipense realizou o sorteio dos 32/avos de final da Taça de Portugal.
O "azar" do sorteio tem perseguido as equipas do Minho já que são varias as eliminatórias que colocam frente a frente formações minhotas, situação que obriga a que saiam mais cedo da prova.
Para os 32/avos os dois primeiros classificados da zona norte, Riba d'Ave e Valença HC medem forças no Parque das Tílias.
O Famalicense recebe o CH Carvalhos e o Cartaipense desloca-se à Mealhada.
Os jogos estão agendados para o dia 13 de fevereiro.



foto: hoqueipatins.com

1.16.2016

Taça Cers - Furacão de Barcelos arrasou Coutras


A entrada fortíssima do OC Barcelos em Coutras foi decisiva para tornar o que se esperava complicado em fácil, nomeadamente depois do empate a sete tentos no Minho.
O OC Barcelos  depois de vencer por 12-3 vai defrontar o Lodi de Itália que afastou o Follonica.
Aos 6' os minhotos já venciam por 4-0 com golos de Ventura dois, Hugo Costa e Miguel Vieira.
O Coutras tentou mas de forma desesperada acumulando erros, principalmente disciplinares, situação que motivou inúmeros cartões azuis.
Os golos só voltaram a acontecer perto do intervalo por Hugo Costa e Joca Guimarães fazendo a meia dúzia em tempo de descanso.
Ainda na primeira parte Ricardo Silva mostrou e deu segurança à sua equipa ao defender uma grande penalidade e dois livres diretos.
Na segunda parte e com o Coutras desde cedo a a baixar os braços, Joca Guimarães disparou para os 9-0.
A vantagem enorme no marcador permitiu que a partida abranda-se de ritmo e so volta-se a animar a partida dos quinze minutos altura em que o Coutras marcou três golos, todos de bola parada, por Morales duas vezes e uma de  Nico Fernandes.
Respondeu o OC Barcelos a dezena apontada por Miguel Vieira, para Querido apontar o 11-3 e Pedro Silva o 12-3
Vitoria expressiva dos barcelenses que mostram que a igualdade em Portugal foi um mero acidente de percurso..
Nota negativa para o mau perder de alguns jogadores do Coutras que no final tentaram tirar esforços de alguns elementos do clube minhoto.

1.15.2016

Há taça entre o Vila Praia e o Cartaipense - Duda e Fininho lançam derbi


Afinal sempre há Taça de Portugal em Vila Praia de Ancora, entre o Vila Praia e o Cartaipense.
A turma de Caldas das Taipas liquidou as verbas em atraso com a FPP mas não deixou de alertar para a injustiça na forma como ainda não recebeu verbas da referida federação em relação à viagem da sua equipa à Ilha da Madeira.
Um derbi minhoto entre equipas de escalões diferentes, com o Vila Praia a disputar o nacional da terceira divisão onde é líder diante o Cartaipense que joga na segunda divisão e está no décimo primeiro lugar.
Este é o unico jogo onde estão em pista equipas do Minho, visto que Famalicense, Valença HC e Riba d'Ave ficaram isentos.
Recorde-se que o HC Fão foi afastado pelo Paço de Rei na primeira eliminatória.

O desafio foi lançado por "Duda" Chavarria do Vila Praia e Miguel "Fininho" do Cartaipense.


Duda Chaverria atleta do Vila Praia quer vencer.
" O nosso objectivo principal é o campeonato, mas não vamos descurar a taça e procurar fazer tal como o ano passado uma boa campanha.
Como é um derbi minhoto e o facto de no ano passado termos lutado pela subida com o Cartaipense vai ser um bom jogo porque eles são de um escalão superior.
O Vila Praia vai fazer tudo para contrariar uma partida onde o nosso adversário por ser de outro escalão é favorito.
Que seja um bom jogo de hóquei em patins e que a vitoria sorria à nossa equipa".

O mesmo desejo tem "Fininho" do Cartaipense.
" Sem duvida que vai ser uma partida equilibrada, mesmo sendo as equipas de escalões diferentes.
O Vila Praia já provou este ano que está bem, até porque ainda não perdeu qualquer jogo.
Por parte do Cartaipense vamos tentar limpar o nosso ultimo resultado. O nosso desempenho  provou que podemos surpreender qualquer adversário. Isso já aconteceu este ano na segunda divisão.
Acredito que será um bom jogo e que acima de tudo o Cart saia vencedor ".

A partida tem inicio às 21.00H e é apitada por António Teixeira do Minho

foto: cartaz Vila Praia

Cartaipense paga divida à FPP mas...




Exmos. Senhores.

Os nossos respeitosos cumprimentos.
Contrariamente ao que pretendíamos, a FPP não aceitou compensar o CART nos termos do disposto no artigo 847º do Código Civil, dispensando-o do pagamento à FPP de tais taxas de jogos e arbitragens até ao montante daquela comparticipação a que tem direito e de que é já credor.



As limitações impostas aos clubes para não poderem recorrer aos tribunais civis, levou a que a direcção do CART encontrasse solução para pagamento do valor em dívida. Relembramos que se o CART não efectuasse o pagamento, incorria numa penalização de 2 salários mínimos e derrota de 10x0 no jogo da Taça de Portugal.
Assim, não restou outra alternativa senão pagar os 796,00€ dentro do prazo dado ao CART para o fazer e consequência disso mesmo a FPP levantou a suspensão ao clube. Este pagamento " forçado" foi muito ponderado e foi feito contra nossa vontade, pelo que iremos continuar a pugnar para que esta situação não se volte a verificar.
Agradecemos a todas as entidades e pessoas que nos manifestaram solidariedade neste assunto e mostraram disponibilidade para ajudar. Atentamente. P'la direcção. Lima Pereira

1.14.2016

Taça Cers - Juventude de Viana discute passagem em Espanha.


A equipa de Pedro Sampaio joga este sábado às 19.30h de Portugal, o acesso aos quartos de final da Taça Cers em Vilafranca, Espanha.
Depois do empate a três bolas em Monserrate a eliminatória está assim em aberto para as duas equipas.
O conjunto de Viana do Castelo irá apresentar-se na máxima força, com a inclusão de Diogo Fernandes que regressa às competições europeias após longo castigo atribuído pelo CERH.

Moralizados pelo triunfo obtido no passado fim de semana em Valongo, os minhotos prometem lutar pela passagem frente a um adversário, o Vilafranca que na ultima ronda do campeonato espanhol perdeu em Voltregá por 5-3, baixando ao décimo primeiro lugar da classificação.
Apesar da modesta classificação, o Vilafranca para a prova espanhola apenas perdeu um jogo no seu reduto diante o Alcoy, tendo como destaque nos restantes jogos, a vitoria diante o poderoso Barcelona por 4-3.
O jogo será apitado pela dupla italiana, Ulderico Barbarasi e Filippo Fronte

foto: Cartaz Vilafranca

Comunicado do Cartaipense sobre suspensão do clube




COMUNICADO 
Caldas das Taipas, 14 de janeiro de 2016 

A direção do CART vem denunciar publicamente uma situação praticada pela FPP que considera injusta, na sequência dum pedido do CART de pagamento de milhares de euros de comparticipação nas despesas de deslocação à Madeira que a sua equipa B efetuou em 10/10/2015 e / ou de dispensar o CART do pagamento de centenas de euros das taxas de jogos e arbitragens até àquele montante da comparticipação, porque apenas se limitou a responder que lhe apraz dizer que o papel da FPP é receber do IPDJ os montantes das comparticipações previstas na lei e encaminhá-las para os clubes, mas como a FPP ainda não tem assinado o contrato programa firmado com o IPDJ, não estão a ser processadas as transferências dos montantes em causa. 

Legalmente, tais comparticipações aos clubes com as deslocações às ilhas incidem sobre as federações desportivas nacionais e o financiamento público para comparticipar os encargos com essas deslocações é concedido às federações desportivas nacionais, por isso, as despesas contraídas pelo CART com a deslocação à Madeira da sua equipa B foram reclamadas à FPP porque efetuadas no âmbito dum campeonato nacional da 3ª divisão norte competição elegível no âmbito da federação desportiva certamente, se não foi, será objeto de validação pelo IPDJ mediante contrato programa de desenvolvimento desportivo que consignará tais verbas destinadas a tais comparticipações dos encargos mas a celebrar sempre com a FPP. 

Tal como as taxas de organização de jogos e arbitragens são devidas pelo CART à FPP, as comparticipações nas deslocações são devidas pela FPP ao CART e como de nada adianta ao CART invocar perante as instâncias federativas, para protelar o pagamento das taxas de jogos e arbitragens, o facto ainda não ter protocolados ou recebido todos os seus apoios autárquicos e outros a que tem direito, também não pode a falta de assinatura do contrato programa pela FPP com o IPDJ a que o CART é alheio, servir de fundamento à FPP para não pagar / adiantar tal comparticipação já em dívida há mais de três meses e concomitantemente exigir que o CART pague, a tempo e horas as taxas de jogos e arbitragens, sob pena de multa, derrota por falta de comparência e exclusão das competições, como lhe foi já expressamente comunicado.

 É inaceitável que, estando a dívida (comparticipação com a deslocação à Madeira) da FPP perante o CART vencida, há já mais de três meses, sendo certa, líquida e, por isso, exigível, a FPP não aceite compensar o CART nos termos do disposto no artigo 847º do Código Civil, dispensando-o do pagamento à FPP de tais taxas de jogos e arbitragens até ao montante daquela comparticipação a que tem direito e de que é já credor, há mais de três meses, a receber da própria FPP e que esta irá receber do IPDJ. 
Porque está o CART regulamentarmente impedido de recorrer aos tribunais comuns para ver consagrada esta solução legal e justa de compensação, espera-se que a FPP aceite esta forma de compensação pela falta de comparticipação atempada da FPP a todos os clubes da 1ª, 2ª e 3ª divisão que já se deslocaram aos Açores e à Madeira . 

Cartaipense suspenso. Jogo da Taça em risco de não se realizar


O Cartaipense foi suspenso de toda a sua atividade pela Federação Portuguesa de Patinagem por falta de pagamento das taxas de jogo e arbitragem referentes a dezembro.
Face a esta situação o jogo do próximo sábado para a Taça de Portugal está em risco de não se realizar entre o ADJ Vila Praia e o Cartaipense.

Contatado pelo Hóquei Minhoto, o presidente do Cartaipense Lima Pereira remeteu para mais tarde esclarecimentos perante esta situação através de um comunicado.

Sabe-se que existe na realidade essa divida, mas o Cartaipense é nesta altura credor da FPP relativamente à viagem feito pelos minhotos à Ilha da Madeira.
O valor da divida da FPP é muito superior em relação aos números do Cartaipense.

Treinador José Querido já está em França


Começou uma nova etapa na carreira de José Querido, agora em França ao serviço do CS Noisy.
O clube francês que ocupa a sétima posição no campeonato francês aposta na experiência do técnico minhoto para melhorar a sua classificação.
Para o primeiro desafio de José Querido, o adversário é o US Coutras, formação que vai jogar este sábado com o OC Barcelos para a Taça Cers

foto: CS Noisy

1.13.2016

Taça Cers - Paulo Freitas " Convicto na passagem do OC Barcelos "


Com a eliminatória empatada o OC Barcelos joga este sábado em França às 20h de Portugal diante o US Coutras, encontro que decidirá quem segue em frente para os quartos de final da Taça Cers.
Depois da igualdade a sete bolas obtida no Minho, Paulo Freitas acredita na sua equipa e promete deixar tudo na pista em França.

" Vamos ter um Óquei de Barcelos para ganhar. A eliminatória está aberta. 
Faltam cinquenta minutos, com prolongamento e até com grandes penalidades se for preciso.
Sei que vamos passar um mau bocado mas tenho a convicção que vamos seguir em frente. O Coutras é uma equipa motivada pelo que resultado que fez em Barcelos. Eles se quiserem passar também terão de fazer alguma coisa para isso. Apesar de termos as bolas paradas que apesar de não estarmos a concretizar também podem ser decisivas em França ".



Um jogo onde o treinador minhoto já pode contar com o contributo do guarda redes Ricardo Silva e do capitão Luís Querido, após cumprirem castigo.
A partida será dirigida pela dupla italiana Franco Ferrari e Matteo Galoppi.