FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

2.25.2012

I Divisão - OC Barcelos perde com a Oliveirense por 4-2



Num dos jogos mais aguardados da jornada devido à classificação e ao equilíbrio das duas equipas a Oliveirense venceu os minhotos e distanciou-se na luta pelo quarto lugar.
Depois de uma fase de estudo mutuo, o OC Barcelos inaugurou o marcador por Nuno Almeida aos 13' num remete de meia distancia. A equipa visitante mexeu colocando em ringue André Azevedo e Francisco Silva. Estas alterações deram resultado já que foi com estes dois jogadores que os visitantes deram a reviravolta no resultado primeiro aos 20' por Francisco Silva, aos 23' por Tó Silva e aumentaram aos 24' por André Azevedo, fixando o resultado em 1-3 a favor da equipa de Oliveira de Azeméis em tempo de descanso.
Na segunda parte o OC Barcelos entrou determinado a reduzir o marcador mas o guarda redes Domingos pinho foi evitando o golo minhoto. Quem acabou por marcar foi a Oliveirense aos 20' por Vítor Hugo que aproveitou para se isolar depois de roubar uma bola a Hugo Costa e picar com êxito a bola por cima de Ginho.
A equipa visitante podia ter aumentando o resultado mas Ginho defendeu uma grande penalidade de Ricardo Ramos e um livre directo de Vítor Hugo.
Um triunfo dos visitantes que marcaram nos momentos decisivos do jogo. Para os minhotos o grande obstáculo foi Domingos Pinho que impediu os galos de lutarem por um resultado positivo.

declarações:
José Fernandes treinador do OC Barcelos
" O adversário teve mais sorte que a minha equipa na forma como marcou os golos no final da primeira parte. Foi um bom jogo onde ate jogamos bem mas não tivemos sorte. A forma como sofremos os três golos permitiu ao adversário ganhar confiança. Não querendo desculpas mas ao longo da semana cheguei a treinar com dois guarda redes e três jogadores de campo devido a lesões. Quando não se trabalha bem durante a semana o resultado nos jogos não pode ser o melhor.
As substituições que fiz no final da primeira parte devem-se ao desgaste físico dos jogadores.Também sentimos a falta do apoio do nosso publico e da nossa claque. Deve ser a crise. Devem estar a poupar também ".
Nuno Resende treinador/jogador da Oliveirense.
" Os golos nascem do nosso trabalho ao longo da semana. A vitória assenta bem à minha equipa. Soubemos reagir e nunca abrandamos com os golos do Barcelos. Triunfo justo da minha equipa com uma postura exemplar dos meus jogadores."


Ficha técnica
Pavilhão Municipal de Barcelos
Árbitros: Joaquim Pinto e José Pinto do Porto
Ao intervalo: 1-3

OC Barcelos 2
Paulo Matos, António Leal (1g), Nuno Almeida(1g), Nuno Felix e Jorge Maceda
jogaram ainda: Hugo Costa, Zé Pedro, Carlos André
Treinador: José Fernandes

UD Oliveirense 4
Domingos Pinho, Nuno Resende, Tó Silva (1g), Vítor Hugo (1g) e Diogo Silva
Jogaram ainda: Francisco Silva (1g), André Azevedo (1g) e Ricardo Ramos
Treinador/jogador: Nuno Resende

Sem comentários:

Enviar um comentário