HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

1.26.2013

HC Braga vence OC Barcelos por 3-1




A segunda volta do campeonato começou com om derby minhoto entre Braga e Barcelos, com o triunfo a pertencer aos bracarenses por 3-1.
O HC Braga apresentou moralizado pelo triunfo obtido a meio da semana sobre o Valongo, enquanto que o OC Barcelos jogou sem Luís Querido lesionado e com Zé Pedro limitado (entorse no aquecimento).
A partida começou com as duas a procurarem o remate de meia distância na tentativa de surpreender ambos os guarda redes.
A primeira grande oportunidade pertenceu ao OC Barcelos com Hugo Costa completamente  isolado a permitir a defesa de Guilherme Silva. A seguir foi André Centeno mas uma vez mais o guarda redes bracarense evitou o golo. Respondeu Luís Filipe mas o seu remate saiu ao lado da baliza de Ginho.
Estes lances animaram o jogo e as faltas começaram a surgir perante a disposição dos jogadores na pista.
O HC Braga aqueceu com o remate de Ruben Pereira ao poste esquerdo do OC Barcelos.
Com o jogo em constante movimento o treinador do HC Braga colocou em ringue Rodrigo Sousa e Chumbinho ao qual respondeu José Querido com a entrada de Fellini e Jorge Maceda.
Depois das substituições seria o HC Braga a estar mais perto do golo mas o ferro da baliza de Ginho impediu as intenções do remate de Chumbinho.
No entanto o intervalo chegou com o justo empate a zero bolas. Em termos de faltas no descanso o HC Braga acumulava sete e o Barcelos seis.
A segunda parte começou forte com as duas equipas a entrarem de uma forma rápida valendo nos primeiros segundos o mesmo filme, os guarda redes a evitarem o golo a Rafa e a Fred.
A cena repetiu-se com o guarda redes do Braga a defender um livre direto de rafa na decima falta da equipa bracarense. A seguir foi Frederico Saraiva a fazer brilhar Ginho na transformação de uma grande penalidade  Um lance que motivou protesto de Hugo Costa que viu o cartão azul.
Com mais um jogador a turma do Braga esteve perto do golo mas Fred rematou ao poste.
Depois de tanto procurarem o golo, este apareceu para o HC Braga de livre direto por Frederico Saraiva a castigar a decima falta da da equipa do OC Barcelos.
A perder o Barcelos arriscou e numa perca de bola do Braga a meio ringue, Rafa isolado fez o empate.
No entanto os bracarenses voltariam a colocar-se em vantagem por Luis Filipe em contra ataque.
A perder o Barcelos voltou a estar perto do empate mas Guilherme Silva impediu ao defender uma grande penalidade de Rafa. Segundos depois foi André Centeno com a baliza aberto a falhar o remate.
Quem não marca sofre e na decima quinta falta do Barcelos, Frederico Saraiva fez o 3-1 a poucos segundos do final do encontro, estabelecendo assim o desfecho minhoto.
O triunfo permite ao HC Braga manter-se acima da zona de descida somando agora dezassete pontos. O Barcelos mantem a oitava posição com vinte e um pontos.
Nota final para a grande exibição de Guilherme Silva e Ginho que impediram com enormes defesas que o resultado fosse mais dilatado.

Pavilhão das Goladas em Braga
Árbitros: Domingos Carvalho e Jerónimo Moura do Porto
Ao intervalo : 0-0
HC Braga 3
Cinco inicial: Guilherme Silva, Luis Filipe, Frederico Saraiva, Ruben Pereira e Eduardo Brás
Jogaram ainda: Chumbinho, Miguel Vieira, Daniel Coelho e Ruben Pereira
Treinador: André Torres

OC Barcelos 1
Cinco inicial: Ginho, André Centeno, Rafa, Hugo Costa e Henrique Magalhaes
Jogaram ainda: Jorge Maceda e Fellini
Cartão Azul: Hugo Costa
Treinador: José Querido

Sem comentários:

Enviar um comentário