HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

11.23.2013

Taça Cers - HC Braga vence Dornbirn por 4-1 e segue para os oitavos de final



O interesse em divulgar a modalidade é enorme.
Um jogo internacional que apenas contou com a presença informativa do Blog Hoquei Minhoto...

O HC Braga recebeu em casa emprestada, em Vila Praia de Ancora os austríacos do Dornbirn repetindo o triunfo desta por 4-1 ao contrario da goleada imposta na Áustria por 11-3

Um jogo que em nada dignificou a modalidade não por culpa nem do HC Braga nem do Dornbirn mas sim por quem manda no hóquei em patins internacional.
Pouco mais de trinta pessoas assistiram à partida, grande parte pertencendo ao clube CCD Ancorense que disputa a terceira divisão nacional.

Numa partida internacional até se permitiu por distracção dos juízes que o relógio estivesse em contagem crescente a partir dos vinte e cinco minutos tendo depois de comum acordo inserido correctamente com 20.08 como tempo oficial.
Para a turma minhota tratou-se mais de um treino do que propriamente de um jogo.
A resistência austríaca durou nove minutos altura em que Luís Filipe fez o primeiro golo. Logo a seguir Ricardo Piolho aumentou para 2-0.
O Dornbirn tentava de meia distancia marcar. o Melhor que conseguiu fazer foi enviar o esférico ao poste aos 17' por Kaul.
Antes do descanso Frederico Saraiva fixou em 3-0 o resultado.
Na segunda parte os bracarenses continuaram a ter mais posse de bola mas na baliza austríaca o espanhol Angel Mirantes e depois Andreas Kunz brilhavam.
Aos 14' o HC Braga beneficiou de um livre direto mas Ricardo Piolho falhou. A jogar com mais um jogador os minhotos viram o Dornbirn reduzir por Michael Hammerer.
A festa foi enorme para a turma austríaca que conseguiu marcar o golo e mais por se encontrar em inferioridade numérica.
Segundos depois o HC Braga fez a décima de equipa mas Dominique Kaul falhou. Nota para a distracção completa do arbitro inglês que ordenou a marcação sem que o esférico estivesse no local certo. Foi preciso o alerta do banco português para que o local fosse corrigido...
Num autentico festival de golos desperdiçados o HC Braga podia ter feito o quarto mas Miguel Vieira falhou um grande penalidade.
Esse só aconteceu aos 23' por Miguel Vieira fazendo o 4-1 final


Nota final
Com a eliminatória resolvida porque razão houve a necessidade de se trazer um arbitro inglês, muito fraco, para auxiliar a experiente juíza espanhola Teresa Martinez.
Seria preferível dois árbitros galegos que naturalmente ficavam mais baratos em termos de custos...

Sem comentários:

Enviar um comentário