Final Four da Liga Europeia

Final Four da Liga Europeia
Final Four da Liga Europeia

5.17.2014

HC Braga perde em casa com o Mealhada por 6-5



A ansiedade por vezes é inimiga de quem procura desesperadamente pontos. Foi o caso do HC Braga que falhou de forma escandalosa golos que poderiam ter dado outro resultado.
O primeiro sinal de ansiedade apareceu mas para a equipa de arbitragem que deu ordem para o jogo começar a quatro minutos das 17h. valeu a atenção da mesa de cronometro para que a partida só tivesse inicio à hora marcada.
A turma bracarense com Rodolfo Sobral a titular cedo mostrou enorme vontade em marcar, mas quem produziu a primeira situação de golo foi o Mealhada  aos 3' por Gonçalo Louzada que após uma bola perdida por Miguel Vieira apareceu  isolado não conseguiu superar o guarda redes bracarense.
Logo a seguir o HC Braga dispôs de uma enorme chance para inaugurar o marcador mas Luís Filipe permitiu a defesa de Tiago Sousa a uma grande penalidade.
A tal ansiedade evidenciada pelos minhotos deu frutos mas para o Mealhada que soube aproveitar a forma lenta como o ultimo reduto  minhoto defendia para inaugurar o marcador aos 9' por João Pereira. Volvidos três minutos novo golo do Mealhada e uma vez mais bastante facilitado pelos bracarenses.
Perante tal situação o treinador minhoto André Torres colocou em ringue Piolho, Ângelo Fernandes e Rodrigo Sousa. Estas alterações deram resultado com Rodrigo Sousa e Piolho a empatarem aos 14'.
Após o empate foi a vez do treinador do Mealhada mexer e colocar em ringue Filipe Vaz que segundos depois voltou a dar vantagem no marcador à sua equipa.
Tentou de novo o empate mas Piolho não aproveitou aos 19' um livre direto a castigar cartão azul ao jogador do Mealhada João Pereira.
A jogar com mais um jogador o HC Braga não conseguiu aproveitar essa vantagem. Mal a equipa da Mealhada ficou recomposta os bracarenses empataram por Piolho.
A desejada cambalhota no marcador apareceu aos 23' por Ângelo Fernandes. O mesmo jogador podia ter feito o quinto a dois segundos do descanso mas falhou um livre direto por azul a Filipe Vaz.
A segunda parte começou com o Braga a aumentar para 5-3 por Miguel Vieira aproveitando da melhor maneira a situação de "power play" que tinha sobrado da etapa inicial. Respondeu o Mealhada aos 5' por Daniel Costa. A diferença de apenas um golo fez com que o jogo se torna-se mais animado. O Mealhada podia ter aos 9' empatado mas Daniel Costa falhou um livre direto a castigar a décima falta do Braga e aos 14 de grande penalidade por Gonçalo Louzada.
De falhanço em falhanço foi a vez do Braga também colaborar com Rodrigo Sousa a não concretizar um livre direto na décima falta da equipa do Mealhada.
Adivinhava-se a qualquer instante um golo que acabou por aparecer aos 17' para o Mealhada por Gonçalo Louzada.
A igualdade não servia ninguém pelo que os últimos minutos foram vividos com enorme intensidade, ansiedade e desperdiço de golos com o HC Braga a tentar por todos os meios marcar enquanto o Mealhada também tentava a sua sorte junto da baliza minhota que já era defendida por Guilherme Silva.
Só mesmo a dez segundos do fim é que alguém marcou e foi o Mealhada por David Ribeiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário