HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

2.15.2016

Os árbitros esqueceram-se do "CARTÃO BRANCO " ou portou-se tudo mal ? 1ª jornada de sub 13 e sub 15 sem qualquer cartão...





PORTOU-SE TUDO MAL NA 1ª JORNADA!!!


Poucos se devem ter lembrado, mas começou na fase de grupos dos nacionais de sub 13 e sub 15 a amostragem do "CARTÃO BRANCO ".


No seu ponto 4 das normas referente o seguinte

" No decorrer da época desportiva 2015/16, o Cartão Branco/Fairplay bem como a atribuição do prémio Fairplay serão aplicados em todos os jogos do Campeonato Nacional de Sub 13, Campeonato Nacional de Sub e Inter-Regiões “Páscoa 2016”.

Falamos apenas das equipas minhotas.
Em sub 13 jogaram Juventude Pacense e Riba d'Ave e ADB Campo diante a AD Limianos.
Em sub 15 defrontaram-se  ADB Campo com o Penafiel e o HC Braga com o CD Povoa.

O Hóquei Minhoto fez o seu acompanhamento pelos jogos onde estiveram presentes equipas do Minho e o famoso "CARTÃO BRANCO " não foi mostrado em um único jogo...

Situação estranha, em quatro jogos onde estiveram presentes equipas do Minho, nem um cartão branco foi mostrado!!!
Perante o vasto regulamento não existiram situações que merecessem esse cartão?
É caso para perguntar.
Não existiu nenhum ato merecedor desse cartão por parte de um jogador ou dirigente?
É assim tão difícil mostrar um cartão branco como por vezes se mostrar um cartão azul ou vermelho?
Não houve um pedido de desculpas de nenhum atleta por uma conduta mais agressiva?
Nenhum jogador incentivou um colega ou a equipa após falhar ou sofrer um golo?
Ninguém foi humilde e manteve a simplicidade na vitoria?
E os treinadores não respeitaram os colegas de profissão, os dirigentes, o árbitros e ate mesmo o publico?
E por fim o publico não mereceu o cartão branco pela forma como apoiaram a sua equipa ou se manifestaram de forma correta? 
Ao que foi possível apurar no jogo de sub 13 em Paços de Ferreira, um atleta do Riba d'Ave levou uma "bolada" num braço e quando abandonava a pista todos os presentes bateram palmas de forma a dar animo ao jogador.

Recordamos aqui o comunicado da FPP datado do dia 6 de fevereiro 


A FPP divulgou hoje no seu sítio oficial, as normas a adotar na nova medida Cartão Branco/FairPlay que será inicialmente utilizado no Campeonato Nacional Sub13, Sub15 e Inter-Regiões “Páscoa 2016”.
“1. A conduta de acordo com o espírito do Fairplay é essencial para a promoção do sucesso e desenvolvimento do desporto, neste caso, o Hóquei em Patins. O objetivo das atividades em favor do Fairplay é favorecer o espírito desportivo. Assim como, o comportamento cavalheiresco dos jogadores, agentes desportivos e espectadores para incremento do prazer de todos eles no jogo. A definição do Fairplay abrange todas as pessoas ligadas ao desporto de forma a:
− Mostrar conhecimento pelas leis do jogo;
− Motivar a crença de que o jogo pode ser jogado com prazer e de uma forma positiva;
− Motivar o comportamento correcto dentro e fora do campo em relação ao adversário (tanto pelos jogadores como por outros agentes desportivos, incluído o público) seja qual for o resultado.
2. No esforço de promover o Fairplay, a Federação de Patinagem de Portugal, em colaboração com a CAJAP – Confederação das Associações de Juízes e Árbitros de Portugal, o PNED – Plano Nacional de Ética no Desporto instituem o Cartão Branco/Fairplay e o prémio Fairplay.
3. As entidades acima referidas acreditam nos valores do Fairplay e por forma a reconhecer, destacar e recompensar as atitudes e comportamentos de Fairplay criaram o Cartão Branco/Fairplay. Todos ambicionamos que o Hóquei em Patins seja cada vez mais um desporto de valores, no qual a formação dos seus atletas supere a mera competição.
4. No decorrer da época desportiva 2015/16, o Cartão Branco/Fairplay bem como a atribuição do prémio Fairplay serão aplicados em todos os jogos do Campeonato Nacional de Sub 13, Campeonato Nacional de Sub e Inter-Regiões “Páscoa 2016”.
5. Cabe exclusivamente ao(s) árbitro(s) a exibição do Cartão Branco/Fairplay, seguindo os comportamentos descritos nos pontos 8, 9, 10 e 11, o seu bom senso, sempre que durante o jogo observe uma ação ou comportamento merecedor da mesma. 
6. A exibição do Cartão Branco/Fairplay a um acto merecedor será feita logo após o jogo ter sido interrompido, por qualquer motivo dentro das leis do jogo. A exibição aos espectadores, quando merecida, é feita no final do jogo.
7. O Atleta é merecedor da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Pede desculpa ao adversário aquando de conduta imprópria ou jogada mais ríspida;
− Reconhece uma infração que cometeu durante o jogo;
− Repõe a verdade caso o árbitro se tenha enganado;
− Ajuda o adversário numa situação em que ele necessita;
− Anima e incentiva os colegas de equipa quando falham em momentos decisivos do jogo;
− Respeita os dirigentes, treinadores, espectadores, entre outros agentes quando provocado;
− Reconhece o valor do adversário e felicitou-o na sequência de uma boa jogada;
− Mantem a humildade e a simplicidade na vitória;
− Outros
8. O treinador é merecedor da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Respeita, em todos os momentos, e de modo igual, os seus atletas e adversários;
− Incentiva os seus atletas a ajudar os adversários sempre que aqueles necessitam;
− Respeita os seus colegas de profissão, os dirigentes, espectadores e outros agentes;
− Reconhece o valor dos adversários, felicitando-os quando eles ganharam o jogo; 
− Mantem a humildade e a simplicidade na vitória;
− Outros
9. O dirigente é merecedor da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Respeita, em todos os momentos, e de modo igual, os seus atletas e adversários;
− Incentiva os seus atletas a ajudar os adversários sempre que necessitam;
− Respeita os seus colegas dirigentes e outros agentes;
− Reconhece o valor dos adversários, felicitando-os quando eles ganharam o jogo;
− Mantem a humildade e a simplicidade na vitória;
− Outros
10. Os espectadores são merecedores da exibição do Cartão Branco/Fairplay quando se verifiquem os seguintes comportamentos ou outros similares:
− Manifesta um são relacionamento pessoal e desportivo entre si e com os demais agentes desportivos;
− Apoia de forma positiva e com fairplay ambas as equipas;
− Outros.
11. Serão atribuídos, no final do campeonato, os seguintes prémios:
a) O Prémio Fairplay para a equipa que tenha recebido mais cartões;
b) Caso exista empate, o critério de desempate será o número de cartões mostrados ao grupo de espectadores das equipas em causa.
c) Caso persista o empate após o critério da alínea a anterior, será a menor média de idades das equipas em questão, que decidirá o vencedor.
Foto|Fonte: FPP

Sem comentários:

Enviar um comentário