Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao

Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao
Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao Hóquei Minhoto, o facebook do Hóquei Minhoto foi bloqueado sem razão aparente, estando inactivo desde o dia 27 de novembro de 2017. Só se encontram TRÊS razões para este tipo de atitude em bloquear o facebook do Hóquei Minhoto. INVEJA, MALDADE E COBARDIA. Visto que esse bloqueio ainda não está completamente ultrapassado nem se sabe se o mesmo será desbloqueado, o responsável do Hóquei minhoto juntamente com os seus colaboradores decidiu abrir esta pagina para poder fazer chegar a todos a habitual informação. Agradecemos a todos os que acompanhavam o facebook do Hóquei Minhoto que se juntem a esta pagina. Ficamos muito tristes com este tipo de atitudes em tentar por várias maneiras silenciar o Hóquei Minhoto. Podem continuar...a tentar. HÓQUEI MINHOTO

4.29.2016

Taça Cers - Minhoto Luís Viana quer o Sporting a discutir a final


O atleta minhoto Luís Viana regressa a Barcelos mas ao serviço do Sporting CP para tentar repetir o que já conseguiu com a camisola do Barcelos na época de 1994/1995, ou seja conquistar a Taça Cers.
Ao Hoquei Minhoto o vianense mostrou respeito pelo Vilafranca mas tem uma enorme ambição em marcar presença na decisão do troféu.

" Vai ser uma final four muito equilibrada, onde todas as equipas querem vencer. Sabemos que pelo Sporting CP ter obtido o titulo na época passada tem para muitos a obrigação de ser um dos finalista.
Esta casa onde conquistei o titulo com o Barcelos é um excelente palco para qualquer equipa.
Primeiro vamos tentar vencer o Vilafranca porque sem isso não podemos discutir o troféu. Sabemos que a equipa espanhola também tem esse desejo. Não há vencedores antecipados.
O Sporting tem como objectivo estar na final."

O jogo entre o Vilafranca e o Sporting CP começa às 21.45h e é dirigido Franco Ferrari e Mateo Galoppi de Itália.

Sem comentários:

Enviar um comentário