HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

11.22.2016

Quebra de energia atrasa titulo em Angola com presença de ex minhotos


Trabalho de Bruno Fernandes em Angola.


Ex minhotos jogam titulo em Angola.
Ricardo Cunha ( 1º Agosto ), Anderson Nery ( 1º Agosto ), Martin Payero ( Academica de Luanda ) e Jurandir Silva "Didi " treinador ( Academica de Luanda ).

O terceiro jogo para atribuição do campeão do campeonato em Angola joga-se em principio esta quarta feira depois de ter existido uma quebra de energia a pouco mais de oito minutos do fim 
Esta situação acontece pela segunda vez na final do Play Off com a energia a falhar no complexo da Cidadela.

1º Jogo
Academica 5 1º Agosto 2
2º Jogo
1º Agosto 4 Academica 3
3º Jogo
1º Agosto 5 Académica 1 ( falta jogar 8.47m )


Jogo muito equilibrado entre duas equipas que se equivalem na qualidade dos jogadores, embora o 1° de Agosto tenha sabido aproveitar as poucas oportunidades de golo que criou! Colocou-se na frente com um golo de Nery ao qual respondeu Márcio pelos Académicos com uma "picadinha" muito bem executada na cara de Ricardo Cunha que nada podia fazer para contrariar o gesto técnico do adversário. Passaram a ser protagonistas os árbitros, que não validaram um golo aparentemente limpo a Académica de Luanda e posteriormente transformaram um possivel livre directo em falta ofensiva de Martin Payero. O 2-1 chegou em seguida, num penalti discutível, mas muito bem executado por Rui André, e aproveitando o desnorte da equipa de Viana, um remate de meia distância de Paizinho, sem hipóteses para Mário Almeida, que tapado por vários jogadores não evitou o alargar do marcador para 3-1. Nery voltou a marcar, desta feita de livre directo a castigar azul a um elemento da Académica de Luanda.

Na segunda parte, o 1° de Agosto adoptou uma toada mais defensiva, controlando o jogo e as investidas da turma de Viana, aproveitado as limitações que os académicos tem a nível de plantel, onde apenas Martin Payero não chega para 40m a alto ritmo, ainda mais quando a temperatura e humidade no pavilhão obrigam a uma rotatividade que a turma de Didi não consegue fazer. E foi num contra-ataque muito bem finalizado por Mamikwa que o 1° de Agosto matou o jogo, fazendo o 5-1, resultado existente a quando da falha de energia que levou a interrupção do encontro quando faltam por jogar 8.47m

De referir que os "Minhotos" Ricardo Cunha, Martin Payero e Nery se apresentaram em muito bom plano, e no que toca a Boas exibições, não esquecer os gémeos Rui André e Rui Miguel pelo D'Agosto, e o guarda-redes Mário Almeida pela Académica de Luanda.

Quanto ao desfecho da partida, aguardamos pelas decisões da Federação Angolana quanto a data para a conclusão dos restantes 8.47m, que será provavelmente amanhã dia 23, uma vez que o quarto jogo está marcado para dia 24 de Novembro, novamente no Complexo da Cidadela, se a energia assim o permitir

Sem comentários:

Enviar um comentário