HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

1.11.2017

Presidente Licínio Santos " A AP Minho não quer ser uma caixa de correio da FPP "



Na tomada de posse como novo presidente da AP Minho, Licínio Santos reconheceu que no período de transição assumido as coisas não correm sempre bem.
Perante a presença de vários presidentes de clubes do Minho, traçou as suas prioridades e mostrou total abertura para estar sempre ao lado dos seus filiados.


" Chegou ao fim parte do mandato que assumi com a Associação de Patinagem do Minho. Foi ano e meio que tenho dito e é o que sinto, que foi reaprender a modalidade, constatar novas situações e novos tempos.
Passei este tempo numa reaprendizagem e naturalmente com a frontalidade e disponibilidade mental que tenho fizemos e cometemos alguns pecados. Não fomos talvez tão assertivos quanto isto mas a situação acabou por justificar esses pequenos desacertos. Agradeço a todos a disponibilidade que tiveram para entender esses pequenos sobressaltos. Agradeço aos que estiveram e dou as boas vindas a quem agora assume este mandato.".

Quanto ao futuro traçou as linhas principais para os próximo quatro anos.


" Espero continuar fortemente empenhado com todos os clubes do Minho. A Associação de Patinagem do Minho será o que o clubes desejarem. 
Vamos procurar continuar a desenvolver a modalidade. A AP Minho dará o seu melhor para que nada falte aos seus filiados. Uma das nossas primeiras acções será visitar cada clube para na sua casa sabermos as vossas dificuldades, os vossos interesses e os vosso desejos. 
Vamos procurar em conjunto trabalhar e melhorar nas camadas jovens. Desde já agradecer à AP Porto pela disponibilidade que teve em receber as nossas equipas de juniores. Pela primeira vez não conseguimos reunir um numero favorável para criar uma competição distrital em juniores.



Espero que o mandato seja positivo com escolhas com objectividade.
Todos juntos queremos que a Associação de Patinagem do Minho não seja uma caixa de correio da Federação de Patinagem de Portugal. As associações de patinagem perderam algum peso no contexto das suas assembleia gerais. Queremos viver os vossos problemas e sermos interlocutores sérios e construtivos junto da Federação de Patinagem de Portugal.
Somos uma associação que tem neste momento cerca de setecentos atletas no hóquei em patins e na patinagem artística.
Só se consegue este numero com o vosso esforço e disponibilidade. Todo o vosso trabalho prova que vale apostar nesta modalidade.


Vamos para trabalhar para os clubes, para os atletas e para a região ".

Sem comentários:

Enviar um comentário