FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

2.26.2017

1ª Divisão - Benfica empata em Barcelos a dois segundos do fim.


Fotos: Ana Especial 

OC Barcelos 6 SL Benfica 6

Com o pavilhão municipal de Barcelos a rebentar pelas costuras o OC Barcelos defrontou o Benfica em mais um grande jogo de hóquei em patins na cidade minhota.
Uma vez mais um candidato ao titulo não passou em Barcelos, neste caso o Benfica que evitou mesmo a derrota nos últimos segundos com a obtenção do sexto golo.
A equipa barcelense venceu o Porto, Sporting, empatou com o Benfica e apenas perdeu com a Oliveirense.
Para quem diz que o melhor campeonato do mundo como é o português e que resume a apenas quatro equipas saiu de Barcelos vergado por um grande jogo de hóquei.
Muitas vezes o Hóquei Minhoto tem dito que se deve respeitar as outras dez equipas, que se deve dar o mesmo tratamento e a mesma importância.

Quanto ao jogo o OC Barcelos contou com a inspiração de Álvaro Morais nos lances de bola parada, que abriu o marcador aos 10' depois de Reinaldo Ventura e Jordi Adroher terem desperdiçado igual situação.
Privados de Hugo Costa desde os 8' por este ter sido castigado com cartão vermelho, o OC Barcelos consentiu o empate aos 14' por Valter Neves, resultado com que se atingiu o intervalo.
Na segunda parte aos 6' foi a vez de Tiago Rafael ser punido com cartão vermelho tendo de livre direto Álvaro Morais feito o 2-1.
Volvidos dois minutos Joca Guimarães fez o 3-1 na recarga a um livre direto falhado por Álvaro Morais.
Aos 10' Diogo Rafael fez o 3-2, mas aos 14' Álvaro Morais colocou o Barcelos a vencer por 4-2.
O Benfica carregou e deu a volta ao marcador com golo de Diogo Rafael, Jordi Adroher e Carlos Nicolia, este ultimo de livre direto.
Mas o OC Barcelos não entrou o jogo e efectuou nova cambalhota no placard, primeiro por Joca Guimarães e depois por Luís Querido de grande penalidade.
Em desespero a equipa do Benfica conseguiu chegar ao empate final por Diogo Rafael a escassos dois segundos do apito final.
Antes do apito final o guarda redes do Benfica, Guillen Trabal foi expulso com cartão vermelho.
Uma arbitragem que não agradou a nenhuma equipa.

Com este empate o OC Barcelos continua com vinte e nove pontos enquanto que o Benfica deixou que a Oliveirense fica-se a apenas um ponto dos encarnados na luta pelo primeiro lugar.
Para a próxima ronda o OC Barcelos joga em Valongo e o Benfica recebe a Juventude de Viana.

Sem comentários:

Enviar um comentário