HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

6.20.2017

Quinze equipas na 1ª divisão ?



Terminou o Campeonato Nacional da 1ª Divisão… O Porto é o novo Campeão Nacional, com Riba d'Ave, Candelária e Sanjoanense a terminarem em lugares de descida … Mas será que terminou mesmo o campeonato? No passado fim de semana o Valença HC festejou a manutenção, enquanto que o Riba d'Ave aguarda pela decisão do recurso apresentado. 

O Riba d’Ave já assumiu publicamente que não tem qualquer responsabilidade na falta de comparência que lhe foi atribuída no jogo com a Juventude de Viana com decisão do Conselho de Disciplina de 19 de Abril (fez agora 2 meses) estando, inclusive, a aguardar a decisão do órgão federativo do recurso que interpôs à penalização de que foi vítima… Assume o Riba d’Ave que não tem qualquer responsabilidade nas irregularidades do processo de inscrição de um dos seus elementos diretivos, se é que as houve e que, portanto, não espera outra coisa que não seja a recuperação dos 3 pontos conquistados em campo… Se assim for, quais os cenários possíveis?

 1 – Riba d’Ave é ressarcido dos 3 pontos que lhes foram deduzidos pela atribuição da Falta de Comparência e ultrapassa o Valença na classificação geral que festejou a manutenção em casa depois de vencer o Tomar. O Valença acabou a prova acima dos lugares de descida ultrapassando nesta jornada precisamente o Riba d'Ave... Certamente que a FPP não vai agora dar "ordem " de descida ao Valença que neste processo não tem qualquer culpa e mais, garantiu a manutenção dentro da pista.

2 – A FPP decide ratificar a Falta de Comparência e confirma a descida de divisão do Riba d’Ave. 

Mas será que as coisas ficam por aqui? Temos a certeza que não… Em qualquer dos cenários acima referidos, estranha-se a indecisão do órgão de disciplina da FPP que deveria já ter analisado um recurso apresentado há mais de um mês, até mesmo para que não houvesse quaisquer dúvidas na classificação aquando da entrada para a última jornada, no mínimo… É que se a FPP impõe a necessidade de que todos os jogos da jornada 26 se realizem à mesma hora para que todas as equipas fiquem em pé de igualdade, não deveria a FPP ter solucionado este caso também antes da realização daquela jornada? É que, não sendo jurista, não me parece que matéria “de facto” necessite de tanto tempo para haver promulgação de uma decisão… 

a) Se o Riba d’Ave não inscreveu o elemento referido no comunicado de disciplina de 19 de Abril como de “inscrição irregular”, o clube é totalmente responsável pela falha cometida e nem deveria sequer ter recorrido.
b) Se o Riba d’Ave concluiu todos os procedimentos necessários para a formal e correta inscrição do elemento referido como de “inscrição irregular”, então o Riba d’Ave não tem qualquer responsabilidade, devendo qualquer falha dos trâmites processuais ser atribuída aos serviços administrativos de uma de duas entidades: a FPP ou a APM… Em qualquer dos casos, o clube não poderia ser penalizado.

Mas pode o problema ter ainda outra origem: houve algum impedimento que não permitiu a chegada atempada da documentação aos serviços administrativos da FPP? A documentação pode não ter chegado aos serviços administrativos da FPP por dificuldades dos CTT ou por qualquer problema nas comunicações (internet) entre a FPP e a APM, situação que não permitiria a correta finalização do processo de inscrição. Se for o caso, de novo o Riba d’Ave não tem qualquer responsabilidade na matéria e não pode ser penalizado por incúrias alheias. Isto leva-me a ponderar na possibilidade de existência de outro cenário que não penalize qualquer dos clubes envolvidos em todo o processo: o alargamento da 1ª Divisão Nacional para 15 clubes com efeitos aplicados somente à época 2017-18, regressando-se aos habituais 14 clubes na época seguinte.
 Neste momento, e porque o assunto não foi resolvido até à conclusão em campo do campeonato, todos os cenários são possíveis e o alargamento nem será uma novidade nesta nova época já que a 2ª Divisão Norte poderá também ser objecto de aumento.
Hoquei Minhoto 

Sem comentários:

Enviar um comentário