FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

6.18.2017

Valença HC garante manutenção na 1ª divisão na ultima jornada.




A turma minhota do Valença HC alcançou a manutenção na derradeira jornada do nacional, após derrotar o Tomar por 5-0 e beneficiar da derrota de outra equipa do Minho, o Riba d'Ave no Dragão Caixa.
Na sua primeira presença no escalão maior a formação de Valença acabou por sofrer muito ao longo do campeonato, conseguindo a permanecia no ultimo jogo.

Diante o Tomar, os valencianos apresentaram-se determinados, mas só aos 13' é que conseguiram abrir a muralha visitante por Gil Vicente.
No minuto seguinte Luís Viana podia ter feito o segundo golo mas falhou um livre direto, mas redimiu-se aos 15' colocando a sua equipa a vencer por 2-0.
Para a segunda parte o Valença continuou a dominar e para não ser surpreendido aumentou aos 14' para 3-0 por Tiago Bolinhas.
Sabendo que no Dragão Caixa o Riba d'Ave estava em desvantagem, a turma de Valença não baixou o ritmo e nos últimos minutos fez mais dois golos por Gil Vicente e Zé Braga.

Assim o Valença HC somou vinte e um pontos, mais um que o Riba d'Ave, mais quatro que o Candelária e mais dez que a Sanjoanense equipas que terminaram a prova em zona de despromoção.

Ao longo do campeonato o Valença alcançou seis vitorias, três empates, sofrendo dezassete derrotas.
Curiosamente dos vinte e um pontos obtidos, onze foram fora de Valença.
Foi o quatro pior ataque da prova com setenta e oito golos, enquanto que em termos de sofridos foi a terceira equipa com mais golos encaixados, cento e vinte e nove golos.
O melhor marcador do Valença HC foi Luís Viana ( 5º melhor marcador do nacional ) com trinta e cinco golos, seguido de Zé Braga com catorze, Guido Pellizari onze, Gil Vicente com cinco, Ziga Campos e Micha Fernandes com quatro, Hélder Martins três e Tiago Pereira dois.

Sem comentários:

Enviar um comentário