HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

5.26.2012

I Divisão- Juventude de Viana complica a manutenção com derrota em casa com o HC Braga por 4-3



No derby minhoto a Juventude de Viana recebeu os vizinhos do HC Braga e perdeu por 4-3.
A duas jornadas do fim a equipa de Viana do Castelo tem de ganhar esses dois jogos e esperar que o Paço d'Arcos não conquiste qualquer ponto. Neste momento a Juventude de Viana soma 21p contra os 25p da equipa da Linha de Cascais.
Ate ao fim a Juventude joga em Riba d'Ave e recebe o OC Barcelos. Já o Paço d'Arcos tem ainda três jogos para realizar onde recebe o Espinho e o Candelária e desloca-se a Valongo.
Foi um jogo onde a meio da segunda parte o espetáculo esteve estragado por minutos com os árbitros a abandonarem o recinto, voltando depois para dar continuidade ate ao fim da partida
Quanto ao jogo e sabendo da importância para continuar a lutar pela manutenção os vianenses entraram fortes mas quem marcou primeiro foi o HC Braga aos 13' por Henrique Magalhães. A vantagem durou cinco minutos porque Rodrigo Sousa igualou. Ate ao intervalo os bracarenses chegaram à vantagem por Jorge Faria Rato que assim levou a sua equipa a vencer por 2-1 em tempo de intervalo.
Com apenas um golo de diferença a segunda parte prometia. O HC Braga a querer subir na classificação voltou a marcar por Helder Nunes de grande penalidade. A Juventude nunca desistiu e só com a péssima  finalização dos seus jogadores é que não reduziu. A Juventude de Viana falhou dois livres diretos e duas grandes penalidades. Do lado do Braga esses lances também não foram aproveitados com um livre direto e uma grande penalidade.
Quanto à arbitragem, essa mereceu criticas de ambas as equipas, especialmente por parte do treinador da equipa da casa que mencionou a sua estranheza por esta partida ter sido dirigida por uma dupla de juízes de Lisboa, quando na luta pela manutenção esta exatamente uma formação do sul...
Resta agora à Juventude de Viana acreditar primeiro na sua equipa e esperar pela prestação do Paço d'Arcos



Sem comentários:

Enviar um comentário