Final Four da Taça de Portugal

Final Four da Taça de Portugal
Final Four da Taça de Portugal

11.15.2014

OC Barcelos sofre primeira derrota no Sporting CP



Um clássico do hóquei em patins português, o Sporting CP recebeu no Livramento, o OC Barcelos e venceu por 4-2. Foi a primeira derrota dos minhotos na prova.

Com os primeiros minutos a mostrarem um OC Barcelos expectante e um Sporting com maior posse de bola as oportunidades de golo quase não existiram.
Aos 9' a formação do Sporting podia ter inaugurado o marcador mas Ricardo Silva não permitiu que Nicolas Fernandez fizesse o golo na transformação de um livre directo.
Os minhotos com menos um jogador conseguiram evitar o golo leonino durante esse "power play" mas quando recuperaram o quarto jogador, o Sporting fez aos  12' por João Pinto o primeiro golo do encontro com uma picadinha sobre Ricardo Silva.
Na resposta o OC Barcelos quase fez o empate mas o remate de Miguel Vieira foi defendido com dificuldade por Ângelo Girão.
O Sporting antes do descanso fez o segundo, uma vez mais por João Pinto em mais um lance de grande classe, surpreendendo o guarda redes do OC Barcelos.
A perder a equipa barcelense entrou com velocidade e Ângelo Girão evitou o empate logo nos primeiros segundos a remate de Miguel Vieira.
No entanto seria o Sporting em contra ataque a aumentar aos 2' por Tiago Losna para 3-0.
Com muitas faltas, o OC Barcelos aos 5' cometeu a sua 10ª falta onde Tiago Losna falhou o livre directo atirando para a tabela de fundo.
Sem nunca desistirem de atacar os barcelenses acabaram por reduzir o marcador aos 7' por Miguel Vieira.
Com muito tempo para jogar a partida tornou-se animada com o perigo a ser uma constante em ambas as balizas numa entrega total de todos os jogadores.
Aos 13' o Sporting beneficiou de um livre directo por cartão azul a Hugo Costa  mas o remate de Carlitos rematou ao poste da baliza minhota.
Refira-se que o jogador advertido do Barcelos, Hugo Costa foi exageradamente expulso porque escorregou num local da pista molhado.
Com menos um jogador o Barcelos acabou por reduzir o marcador aos 14' por Miguel Vieira relançando por completo o jogo.
Galvanizados os minhotos tomaram conta da partida com o Sporting a acusar a reacção barcelense, obrigando os leões a cometerem faltas.
Numa dessas faltas surgiu a 10ª da formação leonina com Miguel Vieira a não aproveitar a situação para empatar.
Quem não marca acaba por sofrer e Carlitos do meio ringue fez o 4-2. final.
Um grande jogo de hóquei pproporcionadopelas duas equipas


Sem comentários:

Enviar um comentário