CAMPEONATO DA EUROPA CORUNHA 2018

CAMPEONATO DA EUROPA CORUNHA 2018
CAMPEONATO DA EUROPA CORUNHA 2018

12.11.2014

OC Barcelos punido com um jogo de interdição mas pena suspensa.



Os acontecimentos verificados no jogo entre o OC Barcelos e o SL Benfica no pavilhão municipal de Barcelos originaram um jogo de interdição mas com pena suspensa.
A decisão foi tomada tendo o OC Barcelos de pagar 60%  e o SL Bebfica 40% do salário mínimo nacional
Se durante três meses algo acontecer o OC Barcelos terá de cumprir efectivamente um jogo de interdição


DECISÃO – PROCESSO DE INQUÉRITO
Relativamente ao jogo a seguir referenciado damos nota da Decisão proferida em Sede do
Processo.
Assim :
Campeonato Nacional I Divisão
Jogo nº 027 – Óquei Clube Barcelos-HP SAD / - PROC. INQUÉRITO Nº 2093/14
Sport Lisboa Benfica

- Óquei Clube Barcelos-Hóquei em Patins, SAD
- Sport Lisboa Benfica

Decisão:
“ Face ao exposto, delibera o Conselho Disciplinar da Federação de Patinagem de Portugal
sancionar o:

- Óquei Clube de Barcelos – Hóquei em Patins, SAD na Pena de Interdição de Campo por
1 ( um ) jogo ou prova e em multa de 60% ( sessenta por cento ) do Salário Mínimo
Nacional ( 291€ ), nos termos do disposto nos artigos 83º nº: 1 b), 27º nº: 1 a) e 28º nº: 3
todos do Regulamento de Justiça e Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal;

 - Sport Lisboa e Benfica em multa de 40% ( quarenta por cento ) do Salário Mínimo
Nacional ( 194€ ), nos termos do disposto nos artigos 83º nº: 1 b), 26º nº: 1 m) e 28º nº: 3
todos do Regulamento de Justiça e Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal.

Mais delibera o Conselho Disciplinar da Federação de Patinagem de Portugal, relativamente
à pena de interdição de campo por 1 ( um ) jogo ou prova aplicada ao Óquei Clube de
Barcelos – Hóquei em Patins, SAD, suspender a sua execução por um período de 3 ( três )
meses a contar da data de notificação da presente Decisão, nos termos do disposto no
artigo 41º nº: 1 do Regulamento de Justiça e Disciplina da Federação de Patinagem de
Portugal, por assim entender que, as necessidades de reprovação e prevenção de futuros
ilícitos disciplinares se encontrarem acauteladas.

Tal deliberação teve em considerando o facto de o Clube beneficiar da circunstância
atenuante prevista no artigo 27º nº: 1 a) do Regulamento de Justiça e Disciplina da
Federação de Patinagem de Portugal ( bom comportamento – determinado pelo facto de
nos últimos 2 ( dois ) anos não ter sofrido qualquer sanção disciplinar ), assim como, o facto
dos Agentes Desportivos ( Treinador e Jogador do Sport Lisboa e Benfica )
molestados/atingidos ( por moedas ) não terem ficado impedidos de desempenhar as suas
funções até ao final da partida e, ainda, o facto dos Assistentes de Recinto Desportivo e
elementos afectos à estrutura do Óquei Clube de Barcelos presentes no Pavilhão, terem
assegurado as condições de segurança necessárias para que o jogo pudesse ser reatado e
concluído sem mais incidentes “.

fonte:FPP
foto: Jornal A Bola

Sem comentários:

Enviar um comentário