FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

4.29.2015

II D - Jogo Valença / Juv Pacense árbitros usaram auricular.

                                               foto Hoquei Minhoto - António Anacleto 

No passado sábado no encontro da 26ª jornada do nacional da segunda divisão, zona norte, os árbitros Paulo Rainha e Joaquim Pinto que dirigiram o encontro entre o Valença HC e a Juventude Pacense usaram a titulo experimental o auricular.
O uso deste sistema beneficia a comunicação e ajuda a analisar situações tal como referiu ao Hóquei Minhoto, o árbitro do Minho, Paulo Rainha.

" Foi um bom ensaio, uma boa experiência que no fim do jogo deu bons resultados
. É um utensílio muito útil na direção do jogo por parte dos árbitros quer de pista , quer como auxiliar.
Desta forma podemos estar em sintonia e ajudar nas decisões mais complicadas.
Com as novas movimentações dos árbitros durante os jogos na pista onde estamos mais próximos dos jogadores, ajuda muito.
Com o aparelho mantemos tudo a nível de sinalética com os braços.
Por exemplo na contagem do jogo passivo já não precisamos de estar a olhar para o colega pois quando o arbitro recuado levanta os braços avisa e o outro conta.
Falamos para trocar de posição, para chamar à atenção de alguma ocorrência para estar mais perto da zona.
O árbitro auxiliar na duvida tem sempre o auricular para perguntar a um dos colegas de pista. Neste caso para um "time out" avisa que na próxima interrupção vai ser uma pausa no jogo ou para alertar a nona falta.
Vamos agora analisar e tirar as conclusões do uso deste sistema na modalidade".

Sem comentários:

Enviar um comentário