Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao

Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao
Saudações desportivas a todos os dirigentes, atletas e amantes da modalidade. Por motivos extra ao Hóquei Minhoto, o facebook do Hóquei Minhoto foi bloqueado sem razão aparente, estando inactivo desde o dia 27 de novembro de 2017. Só se encontram TRÊS razões para este tipo de atitude em bloquear o facebook do Hóquei Minhoto. INVEJA, MALDADE E COBARDIA. Visto que esse bloqueio ainda não está completamente ultrapassado nem se sabe se o mesmo será desbloqueado, o responsável do Hóquei minhoto juntamente com os seus colaboradores decidiu abrir esta pagina para poder fazer chegar a todos a habitual informação. Agradecemos a todos os que acompanhavam o facebook do Hóquei Minhoto que se juntem a esta pagina. Ficamos muito tristes com este tipo de atitudes em tentar por várias maneiras silenciar o Hóquei Minhoto. Podem continuar...a tentar. HÓQUEI MINHOTO

8.19.2015

Treinador Rui Sousa Surpresa " O Cartaipense respeita e cumpre com as pessoas..."



Esteve para deixar por completo a modalidade, mas o convite do presidente do Cartaipense, Lima Pereira fez com essa situação não acontece-se.
Volta às Taipas, depois de em 2012/2013 ter orientado a equipa de juniores, agora para abraçar o projecto da equipa B minhota no nacional da 3ª divisão.
Ao hóquei minhoto falou dos motivos da mudança de "ideias " e os seus objectivos para a equipa B.


      Pensou em abandonar por completo a modalidade. Porque voltou atras e aceitou este desafio do CART?

RUI SOUSA: Bem, esta era a pergunta natural que iria ter que responder.
É uma pergunta com uma resposta difícil, mas ao mesmo tempo fácil de justificar. 
Os motivos que me levaram a decidir a abandonar a modalidade prendia-se com 2 ou 3 fatores.
O primeiro e principal por uma situação profissional, que não acabou por acontecer, e que não me iria permitir continuar ligado à modalidade nos tempos mais próximos.
Naturalmente que como em tudo na vida “quem não é visto não é lembrado”, deixaria de ter um espaço para poder regressar, se tal desse para o voltar a fazer. 
Os outros motivos prendiam-se pela parte pessoal e pelo o que disse aquando do anúncio de abandono, estava triste com a modalidade, a forma como as coisas aconteciam, a falta de respeito pelos intervenientes no jogo, a falta de verdade desportiva entre outras coisas.
Voltei atrás na decisão tal como disse anteriormente, a situação profissional não se proporcionou e tal como o Presidente do clube frisou, o Lima Pereira quando me convidou a resposta foi pronta porque já trabalhei no clube.
Sei a forma de encarar e lidar com os atletas e treinadores, sei que o CART é um clube respeitador e acima de tudo cumpridor de todas as obrigações. 
Ele sabia que apesar de ter anunciado o abandono ou a suspensão da carreira de treinador, se me convidasse a fazer parte de um projeto no CART dificilmente recusaria por todos os motivos que já frisei. 
Assim foi, bastou dizer-me que contava comigo para treinar a equipa "B" e a resposta foi logo positiva.

2    Quais os reais objetivos neste projeto da equipa B?

RUI SOUSA: Os objetivos da equipa B que vai participar na 3ª Divisão Nacional é simplesmente competir, dar minutos e experiência competitiva aos atletas mais novos para os preparar para o futuro do CART, porque o futuro pertence-lhes a eles.

          A 3ª divisão costuma ser muito equilibrada. Acha que o grupo formado garante tranquilidade?

RUI SOUSA: Sim, garante toda a tranquilidade, pois tal como referi o grande objetivo é competir, dotar estes atletas de experiência competitiva e prepara-los para o futuro.
O grande objetivo do CART é que o seu escalão sénior seja autossustentado pela sua formação. A equipa será constituída por atletas ex. juniores do CART (4) e um GR com idade de júnior, ainda o GR Fernando, o Carlos Rodrigues e o atleta Pedro Rúben que por estar a estudar numa universidade o impede de estar presente em todos os treinos e pode assim continuar a competir. Restam 2 lugares que poderão ser completados com algum jogador da equipa "A" menos utilizado. Como pode verificar são atletas do CART que precisam de jogar, precisam de competição para evoluírem é esse o propósito da constituição da equipa B. 
Os atletas sabem que o CART lhes dá alternativas e a possibilidade de atuar como seniores. Não vamos trabalhar para ganhar títulos, mas vamos proporcionar aos jovens atletas do CART a possibilidade de praticarem desporto e forma-los.

         Como classifica a aposta de clubes nas equipas B?

RUI SOUSA: O surgimento das equipas B recupera o tão desejado espaço de transição entre as camadas jovens e os seniores. Estas equipas têm como principio a defesa da formação, pelo menos é isso que o CART deseja com a criação de uma equipa B. Os ricos frutos provenientes das camadas jovens fizeram os clubes ter mais atenção às suas “canteras”.


Sem comentários:

Enviar um comentário