HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

6.04.2016

RIBA D'AVE SOBE À 1ª DIVISÃO


O Riba d'Ave juntou-se ao Valença HC na subida à primeira divisão nacional
Na próxima época serão quatro as equipas do Minho no escalão maior da modalidade, OC Barcelos, Juventude de Viana, Valença HC e Riba d'Ave.

Com o pavilhão do Parques das Tílias completamente cheio o Riba d'Ave derrotou de forma esclarecedora o HC Sintra no jogo da segunda mão na liguilha de promoção por 8-3.

Após o empate a três bolas na primeira mão em Sintra os minhotos perante os seus adeptos não deram qualquer hipótese ao seu adversário.
Jogando de forma rápida lo Riba d'Ave logo aos 4' abriu o marcador por Tiago Pimenta.
Tentava sair a turma do Sintra mas sem grande perigo, pelo que foi com naturalidade que o Riba d'Ave aumentou aos 10' por Micolli depois de Vítor Hugo ter falhado um livre direto e Bruno Serôdio uma grande penalidade.
Aos 11' novo golo minhoto e novamente por Micolli que teve continuidade no minuto seguinte com mais dois tentos de Bruno Serôdio e Tiago Pimenta a elevar para 5-0.
O Riba d'Ave alcançada que foi uma excelente vantagem no marcador abrandou permitindo que o HC Sintra em cima do intervalo depois de desperdiçar um livre direto reduzi-se para 5-1 por Diogo Carrilho.



Para a segunda parte o HC Sintra tentou o mais rápido possível marcar mas o guarda redes Aurélio Costa evitou com duas boas intervenções.
Quem não marca sofre e aos 7' Vítor Hugo fez o 6-1 de livre direto a castigar cartão azul mostrado a Paulo Dias.
O jogador do Sintra acabou mesmo por ver o segundo azul por protestar.
Com mais um jogador em pista Micolli elevou aos 9' para 7-1.
Este sétimo golo dos minhotos fez com que os jogadores do Sintra perdessem por completo a cabeça, situação que levou aos 12' que Mauro Teixeira fosse punido com cartão vermelho.
De realçar a postura enorme do treinador do Sintra, Luís Moreira que durante esse tempo conseguiu impor alguma calma à sua equipa perante o descalabro iminente.
Os golos só apareceram aos 19' e para o Sintra por Bernardo Maria, o primeiro a ser de grande penalidade por azul mostrado a Aurélio Costa.
Logo a seguir e com o júnior na baliza minhota, Bernardo Maria reduziu para 7-3.
Mesmo em cima do apito final o 8-3 por Vítor Hugo com Diogo Machado falhar ainda um livre direto.
Um resultado final que espelha a superioridade total do Riba d'Ave diante um Sintra que ficou um pouco aquém depois do empate obtido em casa na primeira mão.
Nota final para as excessivas faltas assinaladas pela dupla de arbitragem do Porto, que assim conseguiram estragar um bom jogo de hóquei que se perspectivava. 

Sem comentários:

Enviar um comentário