FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

11.19.2016

1ª Divisão - OC Barcelos vence Juv Viana



Foto: Gentileza de Ana Especial

OC Barcelos 7 Juv Viana 6 

Não teve direito a transmissão televisiva o derbi minhoto entre o OC Barcelos e a Juventude de Viana se calhar por não serem do mesmo campeonato o tal que tanto falam de ser o melhor do mundo ou se calhar por não pertencerem os dois clubes ao quarteto de candidatos ao titulo
Por isso quem não viu perdeu um grande jogo de hóquei em patins entre os dois emblemas minhotos

O marcador foi inaugurado logo no segundo minuto por Hugo Costa a passe de Reinaldo Ventura.
A resposta dos vianenses foi imediata com André Azevedo de meia distancia a empatar.
Aos 5' novo golo desta vez para o OC Barcelos agora por Reinaldo Ventura ( foto em cima )que isolado perante Edo Bosch não desperdiçou.
Depois do inicio diabólico o jogo acalmou só voltando a animar quando aos 18' Tó Silva empatou a duas bolas.
O treinador do OC Barcelos apostou em Joca Guimarães que aos 20' passou a sua equipa para a frente do marcador.
Volvidos quatro minutos a Juventude de Viana ficou sem dois jogadores por cartão azul, primeiro foi Nuno Santos e depois Diogo Fernandes.
Em ambas as situações o Barcelos não marcou por Álvaro Morais e depois por Ventura.
Com mais dois elementos o OC Barcelos aumentou para 4-2 por Álvaro Morais, resultado com que se chegou ao intervalo.

A segunda parte foi melhor em termos de espectáculo com a Juventude de Viana a procurar encurtar o marcador.
Isso aconteceu logo nos primeiros segundos por Tó Silva de meia distancia a fazer o 4-3.
Este golo animou ainda mais o jogo, tendo Miguel Vieira aos 5' feito o 5-3, depois de André Azevedo ter falhado uma grande penalidade.
Após Luís Querido e Tó Silva terem desperdiçado um livre direto cada, a Juventude de Viana reduziu por Francisco Silva de grande penalidade aos 10'.
No minuto seguinte Zé Pedro voltou a por o Barcelos com dois golos de vantagem, para aos 17' Reinaldo Ventura de grande penalidade fazer o 7-4.
A Juventude de Viana não baixou os braços e Diogo Fernandes de livre direto fez o 7-5 a pouco mais de seis minutos do fim.
Ainda houve tempo para Tó Silva reduzir para 7-6, no entanto insuficiente para alterar o resultado final, mesmo jogando os últimos segundos sem o seu guarda redes
Pela entrega das duas equipas o empate premiava o esforço de ambas.

Sem comentários:

Enviar um comentário