CAMPEONATO DA EUROPA CORUNHA 2018

CAMPEONATO DA EUROPA CORUNHA 2018
CAMPEONATO DA EUROPA CORUNHA 2018

5.04.2018

Tó Silva " Jogar na aldeia do hóquei é sempre difícil "




TÓ SILVA: 
"Jogar na aldeia do hóquei é sempre difícil e nós iremos enfrentar as adversidades"

A luta por um lugar melhor na tabela classificativa vai continuar a mover a Juventude de Viana, desta feita na 22ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão de hóquei em patins. Os comandados de André Azevedo deslocam-se este Sábado à aldeia do hóquei para defrontar o Turquel, às 21h.
A alcunha do pavilhão indica as dificuldades pelas quais passam os adversários a jogar em Turquel. Apesar de apenas somar quatro vitórias neste campeonato, o adversário da Juventude de Viana conquistou três delas em casa. "Jogar na aldeia do hóquei é sempre difícil e nós iremos de certeza enfrentar as adversidades e tentar entrar fortes no jogo e determinados a vencer", realça o experiente jogador Tó Silva.
Portanto, as cautelas dos vianenses são máximas. Perspectivando um pouco aquilo que se vai passar dentro de pista, Tó Silva admite que a "Juventude de Viana quer vencer o jogo, se é favorita, é uma questão que por vezes não prevalece. O número de pontos que separam as duas equipas (quinze) é, sem dúvida, elevado, mas o factor casa é sempre determinante. Mais ainda, quando se trata de uma excelente equipa que não é condizente com o lugar que ocupa na tabela classificativa".
Mesmo com a mudança da equipa técnica da Juventude de Viana não é isso que irá interferir na preparação do jogo. "O jogo está a ser preparado como todos os outros, com muito empenho e determinação, características que primam na nossa equipa e que continuarão a fazer parte da nossa identidade, apesar da mudança de treinador. É evidente que, pelo facto de o treinador já nos conhecer há bastante tempo, torna tudo mais fluido e natural. Não houve uma integração, mas sim continuidade".
A Juventude de Viana parte em vantagem, pelos números, já que é 6ª classificada com 33 pontos, enquanto o Turquel é 9º, com 18 pontos.
Questionado do que falta jogar e do que pode dar a sua equipa neste campeonato, Tó Silva adianta que, "sem dúvida, as lesões da equipa (em destaque a do André) foram decisivas nas competições Europeias e na taça de Portugal. O factor psicológico foi determinante em momentos decisivos, mas também 'depois da tempestade vem a bonança'. Ficar nos primeiros 6 lugares seria bom para esta equipa que merece ser recompensada de alguma forma, se for apenas pontual, que assim seja".

fonte: Juventude de Viana 

Sem comentários:

Enviar um comentário