FINAL FOUR DA TAÇA CERS

FINAL FOUR DA TAÇA CERS
HÓQUEI MINHOTO EM VIAREGGIO

5.25.2014

Juniores - HC Braga perde com o Valongo por 8-2


Numa fase importante do nacional de juniores porque não se colocam dois árbitros em ringue para dirigirem os jogos de acesso à final four? Na final four vão estar dois...
Em Braga no encontro entre o HC Braga e o Valongo isso ficou demonstrado a fragilidade de se ter um único árbitro...
O juiz Paulo Rainha andou completamente abandonado na segunda parte perante tantos protesto das duas equipas e perdido no tempo já que uma das equipas chegou a estar sem rematar cerca de 1.10 ou contrario dos 45 segundos que manda a lei.


A equipa do Braga perdeu com o Valongo por 8-2 e baixou ao segundo lugar. O Valongo soma nove pontos contra os seis dos minhotos.

O primeiro sinal de perigo veio do Valongo aos 7' com Álvaro Morais isolado a permitir a defesa de Rodolfo Sobral. Respondeu o Braga mas o remate de Vieirinha bateu com estrondo no ferro da baliza de Pedro Freitas.
Num jogo aberto os guarda redes foram os principais responsáveis pelo nulo que se registava ao intervalo.
Na segunda parte não foi preciso esperar muito tempo, apenas três minutos para se assistir aos primeiros golos do encontro e pelo mesmo jogador, João Campos.
A seguir o Valongo reduziu por Álvaro Morais tornando ainda mais electrizante o inicio de etapa final que atingiu o seu ponto alto aos 6' com o empate por Luís Melo.
O Valongo pressionou e deu a volta ao marcador por Álvaro aos 12' por Álvaro numa altura em que o Braga jogava apenas com dois jogadores por azul a Miguel Vieira e ao treinador André Torres. Antes o jogador do Valongo tinha desperdiçado dois livres diretos.


Com o ambiente a ferver foi a vez de um elemento do Valongo ver o cartão vermelho, situação que obrigou à saída de um jogador. Também o treinador do Braga André Torres acabou por ser expulso.
A jogar com três contra dois jogadores do Braga o Valongo ampliou a vantagem novamente por Álvaro.
Ainda em superioridade o Valongo fez o quinto golo por Nuno Pereira.
Por incrível que pareça só a oito minuto do fim do jogo é que se voltou a jogar com cinco jogadores de cada lado, tendo o Valongo feito o sexto por Xavier Cardoso.
Ate ao fim o Braga falhou um livre direto por José Rego e o Valongo aumentou  com mais dois golo, um de  Álvaro Morais e outro de Tomas Moreira.
Um jogo que ficou estragado a partir dos treze minutos da segunda parte por culpa de todos os intervenientes.

Sem comentários:

Enviar um comentário