HÓQUEI MINHOTO

HÓQUEI MINHOTO
HÓQUEI MINHOTO

1.05.2015

HC Braga indignado com arbitragem diante a Juv Pacense



A forma como decorreu a actuação dos juízes do Minho, Claudia Rego e Pedro Vieira deixou a turma do HC Braga à beira de um ataque de nervos.
Recorde-se que a turma bracarense perdeu o encontro com a Juventude Pacense por 5-4, onde nas bancadas das Goladas esteve presente, o presidente do conselho de arbitragem Agostinho Silva

A indignação face ao trabalho dos árbitros foi explicada no final pelo treinador Vítor Silva.
" Não queria muito falar da arbitragem. A partir do momento em que vi num jogo da segunda divisão estar presente o presidente do conselho de arbitragem e onde estavam dois arbítrios do Minho, este acabou por estar condicionado para não beneficiarem a equipa da casa. Dos cinco golos que sofremos, quatro foram de bola parada. E como foram os golos? Nós estamos a ganhar 2-1 e quem os mete em jogo? 
É o senhor árbitro que se lembra não sei bem porquê de marcar um livre direto. 
Perdemos o jogo e vou culpar o árbitro? Claro que não, mas quando o HC Braga está na frente do resultado. a dominar o jogo é condicionada, torna a tarefa mais difícil.
Não é estranho dois árbitros do Minho virem apitar uma equipa do Minho e logo com a presença do presidente do conselho de arbitragem presente?
Foi um grande jogo. Parabéns à Juventude Pacense que não tem culpa de nada".

foto:DR

Sem comentários:

Enviar um comentário